Professores da UFSC aderem à paralisação em Defesa da Educação do dia 13 de agosto

12/08/2019 15:02

Maioria expressiva dos 758 participantes da Assembleia Geral Extraordinária da Apufsc-Sindical aprovou, em votação eletrônica, adesão à paralisação nacional da Educação nesta terça-feira, dia 13. Foi a maior participação em Assembleia dos últimos dez anos.

A votação foi realizada das 18h de quarta-feira (7) até as 18h de sábado (10).  O quórum mínimo para validar a Assembleia, de 25% dos filiados em dia, era de 680 votantes. Votaram 27,89 % dos que estavam aptos. 524 (69,14%) professores optaram pela adesão à paralisação, 218 (28,75%) foram contra e 16 (2,11%) votaram em branco. A apuração foi acompanhada pela Comissão Eleitoral formada pelos professores Nilton Branco, Elias Machado e Jorge Kondo.
Durante a primeira parte, presencial, da Assembleia Geral Extraordinária, realizada na quarta (7) para encaminhar a decisão sobre a adesão ou não à greve, os professores manifestaram preocupação com os cortes de verbas para o funcionamento da universidade, e indicaram a necessidade de mostrar à sociedade a importância da paralisação nacional do dia 13, como forma de protesto e de se posicionar contra os cortes na Educação e o programa do Governo Federal “Future-se”.

Com informações da Comunicação da Apufsc.

Tags: Apufsc-SindicalFuture-separalisação nacional