Oficina Permanente de Teatro apresenta ‘Leitura Dramática Encenada’ dias 5 e 6, às 20h

02/08/2019 17:09

Leitura Dramática da OPT. Foto: Carmen Fossari

A Oficina Permanente de Teatro (OPT), vinculada ao Departamento Artístico Cultural/SeCArte da UFSC, apresenta o espetáculo ‘Leitura Dramática Encenada’, nos dias 5 e 6 de agosto, no Teatro da UFSC, às 20h. O grupo irá apresentar a leitura dramática encenada de dois textos clássicos da dramaturgia: “Quanto custa o Ferro”, de Bertolt Brecht, e “Vestido de Noiva”, de Nelson Rodrigues. A apresentação tem entrada franca, por ondem de chegada (lotação máxima de 108 pessoas). Em agosto, o DAC abre as inscrições para a Oficina de Permanente de Teatro e para outras Oficinas de Arte, abertas a participação de estudantes, servidores da UFSC e pessoas da comunidade em geral. 

A apresentação, segundo Carmen Fossari

A Oficina Permanente de Teatro irá apresentar a leitura dramática encenada de dois textos clássicos da dramaturgia: “Quanto custa o Ferro”, de Bertolt Brecht, e “Vestido de Noiva”, de Nelson Rodrigues. Diferente do que andou sendo apregoado nas últimas semanas, que o teatro brasileiro está sem fôlego, ele está muito vivo, sem apoio, mas vivo! A função do teatro primeira que é a de cantar a sua tribo, quer com o teatro pós-dramático, textual, gestual ou em qualquer estilo e gênero.

A Oficina de Teatro, que tem por objetivo primeiro preparar atores e atrizes seguindo um lema “de como ser, para representar outro ser”, dedicou-se no primeiro semestre de 2019 a estudar textos clássicos da dramaturgia universal. Em cada leitura de um texto clássico, muitas revelações do Brasil de hoje. Pelos clássicos, vimos nossa contemporaneidade, com uma percepção tão triste, pois o país tem abdicado do bom senso, da ciência, do saber para uma aventura de twíter valentesco, que seduz e cega os incautos.

Foto: Carmen Fossari

Cantar a tribo, hoje, é buscar o saber e a arte pelo viés da amorosidade, mas também da denúncia, do aclaramento e contraponto de ideias. Por isso, lemos Brecht, prevendo a criação da segunda guerra mundial em “Quanto Custa o Ferro”. O nazismo foi possível pelo acobertamento e covardia dos que pensavam que se dariam bem com aquele ódio e idolatria.

Em “Vestido de Noiva” uma reflexão sobre a classe média e os valores moralistas, desde que não se toque na ferida de sua própria família. A tênue linha que separa tantos sentimentos humanos como amor, ódio, inveja, a aparência, valores conjugados sempre para a primeira pessoa do singular, quando construir afetos para além do muro do eu é quase impossível. Pode até parecer um retrato atual, em face do que temos vivido: dentro dos guetos do eu, tudo que não for a si, não terá importância.

A leitura dos textos interpretados é uma experiência muito interessante ao público que pode conhecer ou “rever” textos com muitos elementos de uma montagem: um figurino ficcional, luz, som, atores e atrizes que leem com a mesma entrega de quando uma montagem completa, sem o texto ser lido.

Ficha Técnica:

Corpo: Mhirley Lopes
Iluminação: Calu e Luciano Bueno de Oliveira
Montagem: Luciano Bueno
Figurino: Acervo Grupo Pesquisa Teatro Novo
Sonoplastia: Fernando Schmidt São Thiago
Fotografia e Direção: Carmen Fossari

Elenco (alunos):

Arthur Barros
Bruna Gomes Dias
Caco Andara Rodrigues
Carolina Simas
Daniela Pritsch
Denis Graeff de Oliveira
Diogo Pretto
Fernando São Thiago
Gerlaine Pereira
Gerlaine Silva
Joice Felippe da Silva
Maurício Leão
Mônique D’Ávila
Pedro Seolin
Rômulo Rosa Alves
Tânia Maria Krueguer
Vitória Calegari

A Oficina Permanente de Teatro (OPT)

A Oficina Permanente de Teatro (OPT), vinculada ao Departamento Artístico Cultural/SeCArte da UFSC, vem sendo realizada há mais de três décadas e tem por objetivo uma vivência na área das Artes Cênicas, compreendendo o estudo teórico e a vivência teatral. Possui uma grade disciplinar básica em que se desenvolve a metodologia “de como ser para representar outro ser”. A cada turma, dependendo da vocação do grupo aí formado, ela realiza o processo de montagem seguindo a tendência natural do grupo e vivências. Depois desta etapa, os participantes, que de fato sintonizam sua vocação, podem integrar o elenco do Grupo Pesquisa Teatro Novo da UFSC. A oficina e o grupo são coordenados por Carmen Fossari.

Serviço 

O quê: Apresentação de ‘Leitura Dramática Encenada’ da Oficina Permanente de Teatro da UFSC.
Quando: dias 5 e 6 de agosto de 2019, segunda e terça-feira, às 20 horas.
Onde: Teatro da UFSC (ao lado da Igrejinha), Praça Santos Dumont / Rua Desembargador Vítor Lima, 117, Trindade, Florianópolis (SC).
Quanto: Entrada franca, por ondem de chegada.
Contato: DAC – telefones (48) 3721-6493, 3721-9447 e 3721–2498 – www.dac.ufsc.br

Matheus Bonfim/ Estagiário de Jornalismo/ DAC/SeCArte/UFSC, com texto da coordenadora da OPT

Tags: DACLeitura Dramática Encenadaoficina permanente de teatroUFSC