UFSC sedia Assembleia da Associação Catarinense de Engenheiros Sanitaristas

15/07/2019 12:22

O departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental da UFSC sediou a Assembleia Geral Anual da Associação Catarinense de Engenheiros Sanitaristas e Ambientais (ACESA) em 11 de julho. Durante a assembleia, ocorreu eleição para a nova diretoria, com a chapa ‘Valorizar para crescer’ eleita por unanimidade. De acordo com o professor Paulo Belli Filho, que além de docente foi aluno da primeira turma de Engenharia Sanitária em 1978, encontros como este, realizados nas instalações da Universidade, são muito importantes para a aproximação e cooperação entre todos, ajudando também a resgatar as raízes da ACESA.

A chapa é composta por Vinicius Ragghianti e Fernanda Vanhoni (presidência e vice-presidência); Juliana do Carmo e Stefania Hofmann (secretária e vice-secretária); João Henrique Pereira e Mateus Reis (tesoureiro e vice- tesoureiro); e Fabiane Tasca (diretora de Comunicação).

O presidente da ACESA, Vinicius Ragghianti afirmou que vai “continuar o excelente trabalho da gestão da Presidenta Thaianna Cardoso, que entregou a ACESA em perfeitas condições. Temos o desafio de pautar o saneamento básico e o desenvolvimento sustentável na sociedade Catarinense. Queremos projetar o Engenheiro Sanitarista e Ambiental como o profissional mais preparado para este desafio. Precisamos valorizar nossos profissionais para crescermos enquanto associação”.

O encontro lembrou o Dia do Engenheiro Sanitarista, 13 de julho, profissional essencial para o avanço de atividades voltadas ao saneamento básico (Abastecimento de água, esgotamento sanitário, limpeza urbana e manejo dos resíduos sólidos e drenagem e manejo de águas pluviais), bem como pelo uso sustentável destes recursos. O engenheiro sanitarista também tem um papel importante para área social, de saúde e ecológica, pois além de privilegiar o bem estar social, também atua na prevenção de doenças e salubridade ambiental, sempre com o foco na preservação e diminuição dos danos ambientais, com objetivo de promover um desenvolvimento sustentável. Assim, a engenharia sanitária é uma profissão de cuidados, uma profissão para a nação.

Devido à precariedade dos sistemas de saneamento básico e de abastecimento de água potável no Brasil, a necessidade de profissionais nesta área é sempre muito grande. A UFSC foi pioneira da estruturação desta profissão no país, há 41 anos formando e preparando os profissionais para lidarem com as questões ambientais e de saneamento.

 

Tags: Engenharia Sanitária e AmbientalUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina