Projeto NDI Comunidade apresenta proposta pedagógica a acadêmicos e profissionais de municípios catarinenses e de outros estados

06/06/2019 11:42

Vista aérea do NDI. Foto: José Ricardo Silva/Acervo pessoal

O Núcleo de Desenvolvimento Infantil do Centro de Ciências da Educação (NDI/CED) da Universidade Federal de Santa Cataria (UFSC) recebeu, na tarde da última quarta-feira, dia 5 de junho, estudantes do curso de graduação em Educação Física da Universidade do Extremo Sul Catarinense (Unesc), de Criciúma. A visita integra a programação do projeto de extensão NDI Comunidade: ampliando a relação teoria e prática na formação inicial e continuada de acadêmicos e de profissionais da Educação Infantil, desenvolvido desde 1994 pelos profissionais do núcleo.

A ação tem como proposta apresentar o trabalho pedagógico, com foco na inovação, além dos projetos e pesquisas realizadas pela unidade. Para a coordenadora pedagógica de estágio e pesquisa do NDI, Juliete Schneider, pelo fato de a unidade ser um espaço de produção de conhecimento existe a necessidade de se compartilhar o trabalho com o público externo. “A educação infantil dentro do espaço da Universidade tem uma função específica. Garantimos o atendimento, mas buscamos também – a partir da pesquisa e da extensão – pensar em inovações pedagógicas. É um canal para comunidade que é externa à UFSC, um espaço de diálogo”, explicou.

Alunos do curso de Educação Física da Unesc visitaram a unidade na última quarta. Foto: Maykon Oliveira

Entre 2015 e 2018, o NDI Comunidade atendeu 76 grupos e contabilizou 2.617 participantes nas visitas técnicas, formações temáticas, palestras, conferências, minicursos, oficinas e assessorias pedagógicas. Foram recebidos nas instalações da UFSC profissionais e acadêmicos de universidades, faculdades, instituições de educação infantil e secretarias de Educação de municípios de Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul e Minas Gerais. Na ocasião é realizada uma apresentação sobre a história e os princípios nos quais o NDI se apoia para desenvolver seu trabalho pedagógico. Após a exposição, os participantes conhecem a infraestrutura e algumas atividades desenvolvidas com as crianças.

A visita desta quarta-feira, conduzida pelos professores Rúbia Demétrio, Josiana Picolli e José Ricardo Silva, foi a quinta realizada neste semestre. Anteriormente, o núcleo já havia recebido grupos da Escola de Ensino Fundamental Edith Krieger Zabel, de Brusque (SC), e dos cursos de graduação em Pedagogia da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), de Francisco Beltrão (PR), da Uniasselvi, de Rio do Sul (SC) e do Instituto Federal Catarinense (IFC), de Blumenau. Ainda estão previstas outras duas visitas neste semestre: do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC), de Palhoça, no dia 19 de junho, e da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), de Chapecó, dia 1º de julho.

“É visível que o NDI Comunidade materializa a relação entre a teoria e a prática na formação de professores, especialmente para os estudantes dos cursos de graduação, pois permite que eles articulem o aprendizado visto na literatura do curso ao que de fato é possível que exista numa instituição”, destacou Schneider. “E para os professores que estão em formação continuada, esse diálogo permanente é essencial, uma vez que questionar a nossa prática é provocar mudanças e só assim poderemos aprimorá-la”, completou.

Projeto tem como proposta apresentar o trabalho pedagógico do NDI. Foto: Maykon Oliveira

Atualmente o projeto envolve diversos profissionais do núcleo: Juliana da Silva Euzébio (coordenadora), Juliete Schneider, Carolina Shimomura Spinelli, Angélica D’Ávila Tasquetto, Andressa Joseane da Silva, Thaisa Neiverth, Jucilaine Zucco, Letícia Cunha da Silva, Juliane Rosa La Banca, Josiana Picolli, Maria Raquel Barreto Pinto, Rúbia Vicente Demétrio, Pricilla Cristine Trierweiller, Giandrea Reuss Strenzel, Carolina Machado Castelli, Margareth Feiten Cisne e Giseli Day.

O NDI atende hoje 212 crianças, na faixa etária entre 3 meses a 5 anos e 11 meses. O ingresso na unidade ocorre por sorteio, desde 2013, e 5% das vagas são destinadas a crianças com deficiência. Além do projeto NDI Comunidade, o núcleo mantém os projetos de extensão Educação Ambiental com crianças de 0 a 6 anos: possibilidades para ampliar a experiência docente na educação infantil, Infância e literatura: experiência estética e formação de pequenos leitores, Formação, educação ambiental, museologia e viagens de estudo na educação infantil e Saúde e bem-estar (Sabes).

As instituições interessadas em agendar uma visita devem entrar em contato pelo e-mail ou pelo telefone (48) 3721-2322. Mais informações sobre o projeto NDI Comunidade podem ser acessadas no site ndicomunidade.paginas.ufsc.br.

Agenda prevista para o semestre 2019/2
9 de agosto: acadêmicos de Pedagogia do IF Blumenau
25 de setembro: profissionais da Educação Infantil do CEI Pequena Sereia, de Joinville
Setembro (sem dia definido): profissionais da Educação Infantil do município de Indaial
2 de outubro: profissionais da Educação Infantil do CEI Max Rodolfo Steffen, de Brusque
4 de outubro: profissionais da Educação Infantil do CEI Brusque
Dezembro (sem dia definido): profissionais da Educação Infantil de Forquilhinha
Ao longo do ano, o núcleo receberá ainda 400 profissionais da rede municipal de Rio do Sul, distribuídos em 10 encontros (6 e 27 de junho, 15 e 29 de agosto, 12 e 26 de setembro, 17 e 31 de outubro e 7 e 21 de novembro)

Maykon Oliveira/Agecom/UFSC

Tags: educação infantilndiNDI ComunidadeNúcleo de Desenvolvimento Infantil (NDI)projeto de extensão