Vestibular UFSC 2019: candidatos saem tranquilos no primeiro dia de provas

08/12/2018 19:42

Aiyra dos Anjos, candidata ao curso de Química. Foto: Jair Quint/Agecom/UFSC.

Neste sábado, 8 de de dezembro, os candidatos ao vestibular da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) saíram das provas tranquilos. A maioria deles não sentiu muita dificuldade para resolver as questões das provas, que abordaram os seguintes conteúdos: Primeira Língua (Língua Portuguesa e Literatura Brasileira ou Libras); Segunda Língua (Alemão, Espanhol, Francês, Inglês, Italiano, Libras ou Língua Portuguesa e Literatura Brasileira); Matemática; e Biologia.

Aiyra dos Anjos, 17 anos, é de Garopaba (SC) e está tentando uma vaga no curso de Química. Para ela, as provas de Biologia e Matemática estavam dentro do esperado, abordando o conteúdo que estudou ao longo do ano. “Não foi um bicho de sete cabeças. Espanhol e Português também estavam fáceis.” Aiyra tem graus altos de astigmatismo e hipermetropia, portanto, sua visão é limitada. Quando fez o Enem, ela teve dificuldade para acompanhar a prova até o final pois, a partir de um certo momento, sua visão não lhe permite seguir lendo em letras pequenas. Após essa experiência, Aiyra decidiu solicitar a prova aumentada para fazer o vestibular da UFSC. “Foi muito melhor. A fonte era enorme, as folhas da prova eram gigantes e não tive nenhuma dificuldade.” 

Vitória Tomaz, candidata ao curso de Engenharia Química. Foto: Jair Quint/Agecom/UFSC.

Outra candidata de Garopaba, Vitória Tomaz Ribeiro, 18 anos, está prestando vestibular para o curso de Engenharia Química. Vitória achou a prova de Matemática mais difícil e também a de Biologia, que para ela teve questões mais complicadas, sobretudo as da área de Genética. “Mas Português e Inglês estavam razoáveis. Quero muito estudar na UFSC, sobretudo por ser uma universidade pública e gratuita.”

Candidato a uma vaga na licenciatura em Educação Física, Eduardo Lopes dos Santos, 18 anos, é de Florianópolis e foi um dos primeiros a terminar as provas. “As questões não estavam muito difíceis, por isso acho que fui bem.” Isadora Maria Santos Grunndemann, 17 anos, veio de Maringá (PR) para tentar o curso de Psicologia na UFSC, em busca do sonho de estudar em uma universidade federal. Por ser surda, ela fez a prova de segunda língua em Libras e espera encontrar na UFSC um ambiente acessível e amistoso.

Vanusa Bonin, candidata ao curso de Direito. Foto: Jair Quint/Agecom/UFSC.

Vanusa da Costa Bonin, 18 anos, é candidata ao curso de Direito. “As questões estavam complexas, mas não muito difíceis. Até me surpreendi com o tempo que levei para fazer a prova. No Enem fui uma das últimas a sair, mas hoje fui uma das primeiras.” Vanusa acha que se sairá ainda melhor nas provas do segundo dia, que serão da área de Humanas, que ela tem mais facilidade. “Quero muito entrar na UFSC pela qualidade do ensino, que é uma referência em nível nacional. Também sempre quis fazer Direito, tenho muita admiração por essa área.”

Guilherme Martins Faria Saibro, 17 anos, também está tentando uma vaga no curso de Direito. “As provas de hoje foram de boa. Estou na expectativa para a redação. Dependendo do tema, pode ser mais desafiador.” Guilherme, que é de Florianópolis, disse que sonha em entrar na UFSC, por ser uma das melhores universidades do país. E ele já tem até planos para sua carreira profissional: “Minha inspiração para fazer Direito é meu padrinho, que é advogado. E eu quero ser delegado da Polícia Federal.”

Mais informações sobre o Vestibular UFSC 20019 aqui.

Daniela Caniçali/Jornalista da Agecom/UFSC