UFSC comemora 58 anos com noite de música erudita

19/12/2018 13:36

A comemoração dos 58 anos de fundação da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) encerrou-se com uma noite de música clássica no Auditório Garapuvu, do Centro de Cultura e Eventos Reitor Luiz Carlos Cancellier de Olivo, conduzido pela Camerata Florianópolis. O espetáculo foi promovido pela Secretaria de Cultura e Arte (SeCArte) da UFSC.

O reitor Ubaldo Cesar Balthazar e a vice-reitora Alacoque Lorenzini Erdmann deram as boas vindas aos espectadores, membros da comunidade universitária que lotaram o auditório em clima de festa. Em sua fala, o reitor destacou sua satisfação em conduzir a UFSC. “Estamos em uma Universidade que é pujante, dinâmica, classificada em todos os rankings entre as dez melhores do país e isso nos enche de orgulho. São as pessoas, tanta gente competente, inteligente que faz a riqueza e a sabedoria de nossa universidade”, salientou.

O concerto, com duração de cerca de uma hora e meia, contou com peças de compositores como Max Bruch, Camille Saint-Saens, Charles Gounoud, Antonín Dvorák, e Mozart. Um dos momentos mais aplaudidos foi a performance da soprano Carla Domingues, na peça Aria Je veux vivre da ópera Romeu e Julieta, de autoria de Charles Gounoud.

Foram muitos os momentos em que se podiam ouvir da plateia, além das palmas, assovios e gritos de “Bravo!”. A soprano Carla Domingues voltou a emocionar o público durante a execução da última peça da noite, Ária Der Hölle Rache, da ópera A Flauta Mágica, de Wolfgang Amadeus Mozart e voltou ao palco para o bis.

A secretária de Cultura e Arte, Maria de Lourdes Alves Borges avaliou o concerto como uma ótima maneira de comemorar os 58 anos da Universidade, com alegria e entusiasmo. “A universidade tem como uma de suas tarefas a educação estética do ser humano. Não é algo restrito só aos cursos de artes, mas deve envolver toda a universidade. Hoje tivemos a presença de professores, estudantes, técnicos-administrativos de todas as áreas. Pessoas que puderam usufruir da arte e do prazer estético de ouvir uma boa música”, ressaltou.

“A Camerata é uma grande orquestra, regida por um maestro que não deixa nada a desejar para os maiores maestros do mundo. Não poderíamos ter imaginado um aniversário melhor, para nos encher de alegria e de energia para enfrentar os desafios que virão em 2019, principalmente a defesa da universidade pública e gratuita”, concluiu

A Camerata Florianópolis, regida pelo maestro Jeferson Della Rocca, foi fundada em 1994 e está em sua 25ª Temporada de Concertos. Com a produção de Maria Elita Pereira, a orquestra atualmente desenvolve projetos de popularização da música clássica e já participou da montagem de dez óperas e espetáculos do gênero popular como: MPB, jazz, reggae, música para cinema e rock.

O maestro Della Rocca declarou que a orquestra ficou muito feliz em realizar um concerto de música erudita em comemoração ao aniversário de 58 anos da UFSC. “Igualmente marcante foi tocar num espaço que tem o nome do ex-Reitor Luiz Carlos Cancellier de Olivo, pessoa que admirava muito e deixou saudades”, exclamou o maestro.

“Foi muito gratificante encerrar nossa Temporada de Concertos deste ano em Florianópolis na UFSC, com a comunidade universitária unida em uma celebração à boa música! Que possamos ter mais momentos como este!”, encerrou Della Rocca.

Mayra Cajueiro Warren / jornalista da Agecom / UFSC

Fotos: Pipo Quint/Agecom/UFSC