Tese da UFSC ganha prêmio do Instituto Brasileiro do Concreto

28/09/2018 08:55

A professora doutora Carolina Noda Livi, do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil da Universidade Federal de Santa Catarina (PPGEC/UFSC), recebeu o prêmio de Melhor Tese de Doutorado do Instituto Brasileiro do Concreto – IBRACON, na área de materiais. A premiação ocorreu no dia 17 de setembro, na cerimônia de abertura do 60° Congresso Brasileiro do Concreto, realizado em Foz do Iguaçu (Paraná).

O trabalho, intitulado “Influência da Temperatura e Pressão na Hidratação e Desempenho Mecânico de Pastas para Concreto de Ultra-Alto Desempenho”, foi desenvolvido sob orientação do professor Wellington Longuini Repette, e contou com o envolvimento multidisciplinar de diferentes laboratórios da UFSC, entre eles: Laboratório de Aplicações de Nanotecnologia em Construção Civil (NANOTEC), Laboratório de Materiais de Construção Civil (LMCC) e Laboratório de Experimentação de Estruturas (LEE) (do Departamento de Engenharia Civil); e Laboratório de Metrologia e Automatização (LABMETRO), Núcleo de Pesquisas em Materiais Cerâmicos e Compósitos (CERMAT) e Laboratório de Materiais Vitrocerâmicos (Vitrocer) (do Departamento de Engenharia Mecânica).

Variando  parâmetros de cura térmica (como temperatura e tempo de espera) e pressão de compactação, ambos aplicados no estado fresco do material, os pesquisadores concluíram que é possível melhorar consideravelmente o desempenho mecânico de pastas para concretos de ultra-alto desempenho (CUAD – resistência à compressão superiores a 120MPa), logo nas primeiras idades, permitindo o atingimento de máximo desempenho do material num menor tempo de produção. Além disso, o estudo produziu avanços no conhecimento sobre a cinética de hidratação da matriz cimentícia e sobre a microestrutura do CUAD quando submetido a diferentes regimes de pressão e temperatura nas idades iniciais.

 

Carolina Noda recebendo o prêmio, ao lado do orientador Wellington Longuini. Foto: Divulgação.