Historiador James Green lança livro ‘Revolucionário e Gay: a vida extraordinária de Herbert Daniel’ na UFSC

02/08/2018 12:46

O historiador estadunidense James N. Green estará no auditório do Centro de Comunicação e Expressão (CCE/UFSC) no dia 28 de agosto, terça-feira,  a partir das 19 horas, para o lançamento do livro ‘Revolucionário e Gay: a vida extraordinária de Herbert Daniel’. Durante o evento, o autor realizará uma palestra sobre a obra e, em seguida, uma sessão de autógrafos.

Professor de História do Brasil na Brown University (Estados Unidos), James N. Green pesquisou por 10 anos a vida de Herbert Daniel. O autor concluiu que Herbert Daniel foi uma pessoa que esteve à frente do pensamento nacional. James N. Green foi um dos fundadores do SOMOS: Grupo de Afirmação Homossexual de São Paulo, o primeiro grupo político LGBT no Brasil e é autor de inúmeras obras sobre o período da Ditadura Militar no Brasil.

Sobre a obra
Herbert Eustáquio de Carvalho (1946-1992) foi um importante personagem na luta pela democracia. Na juventude, em meados de 1960, integrou grupos políticos de esquerda, como o Polop, Colina, VAR-P e a VPR, da qual foi um dos líderes, ao lado do comandante Carlos Lamarca. Mas a atuação revolucionária no campo político contrastava com a repressão de sua homossexualidade, que sentia como um “exílio interno”, como descreveu depois. Apenas em seu segundo exílio, na Europa, na década de 1970, foi capaz de assumir o relacionamento com o homem que se tornaria seu companheiro e o amor de sua vida, Cláudio Mesquita.

Um dos últimos brasileiros a serem anistiados, ao retornar ao Brasil em 1981, engajou-se na política eleitoral e no ativismo em defesa do meio ambiente e dos direitos das mulheres, dos homossexuais e da população negra e indígena. Foi ele também um dos responsáveis por articular em todo o país o movimento pela garantia dos direitos de pessoas que vivem com HIV/aids.

O quê: Lançamento do livro ‘Revolucionário e Gay: a vida extraordinária de Herbert Daniel’

Quando: 28 de agosto (terça-feira), às 19h

Local: Auditório do Centro de Comunicação e Expressão (CCE/UFSC)