Espetáculo Medeacústica no Espaço Cultural Gênero e Diversidades, nesta quarta-feira, dia 15

14/08/2018 15:18

O Espaço Cultural Gênero e Diversidades (ECGD) recebe nesta quarta-feira, 15 de agosto, o espetáculo Medeacústica, com a atriz e pesquisadora Luciana Lira e convidadas. A apresentaçãoinicia às 19h30, com posterior debate.

Sinopse 

Releitura da peça curta Medea, de Eurípedes, que tomou parte do espetáculo Um Berço de Pedra (2016), tendo Luciana Lyra como atriz, dramaturgia de Newton Moreno e direção de William Pereira. Neste solo revisitado, a cena ganha contornos mais épicos e Medea transmuta-se na presidiária de Moreno, arquétipo da brasileira excluída, condenada por infanticídio e confrontada com a tragédia da maternidade.

Ficha técnica

Medeacústica: 20 minutos, a partir das 19h30
Debate: 2 horas
Artista-pesquisadora: Luciana Lyra
Direção: William Pereira
Texto: Newton Moreno
Mediadora: Cacá Aiyra Safi
Debatedoras: Priscila Genara Padilha, Marinês da Rosa, Elisana De Carli e Alexandra Alencar

Produção: Regina Celia da Silva

Sobre as Artistas e Convidadas

Artista: Luciana Lyra – Artista-pesquisadora, Professora do Instituto de Artes da UERJ. Luciana Lyra nasceu em Recife-PE, é atriz, encenadora, diretora, dramaturga e escritora.

Mediadora: Cacá Aiyra Safi – Artista, violoncelista, pesquisadora e educadora. Camila Durães atua como musicista independente – intérprete e improvisadora.

Debatedoras

Priscila Genara Padilha – Professora doutora, pesquisadora e subcoordenadora do Curso de Artes Cênicas da UFSC. Encenadora e atriz, tem experiência na área de Atuação e Encenação Teatral, trabalhando com os princípios do Sistema de Stanislavski, linguagem clownesca, pedagogia do ator e da atriz.

Marinês da Rosa – Doutoranda no Programa Interdisciplinar em Ciências Humanas, mestra em Sociologia Política e graduada em Ciências Sociais, pela UFSC. Pesquisadora no NIGS/UFSC. Professora de sociologia e antropologia na Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT).

Elisana De Carli – Professora  do Curso de Artes Cênicas da UFSC, atuando na área de dramaturgia, história do teatro, com interesse nas relações entre a tradição e o contemporâneo, com pesquisas pautadas no gênero trágico e cômico.

Alexandra Alencar (Xanda Alencar) – Artista, dançarina e pesquisadora de Antropologia Social pela UFSC. Bacharel em Jornalismo/UFSC, atua na produção de vídeos com ênfase em comunicação das temáticas: comunidade negra de Florianópolis, invisibilidade negra, samba e umbanda.

 

Serviço

O quê: Medeacústica, teatro seguido de debate

Onde: Espaço Cultural Gênero e Diversidades – IEG (ECGD)

Quando: 15 de agosto, das 19h30 às 22h00