UFSC tem representantes na Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência

29/06/2017 16:06

A cada dois anos a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), organização científica de maior representatividade no Brasil – que engloba mais de cem entidades filiadas – realiza eleições em três esferas:

  • Diretoria – que comanda toda a sociedade no território nacional;
  • Conselho – que auxilia a Diretoria na tomada de decisões; e
  • Secretarias Regionais – existentes em vários estados da federação.

Todos os sócios ativos da SBPC foram convidados a votar online entre os dias 29 de maio e 20 de junho de 2017. A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) sempre teve papel fundamental na história da SBPC, já que vários professores, ativos ou aposentados, já a representaram no âmbito estadual e nacional.

Em 6 de outubro de 2016, durante a Reunião Regional da SBPC em Palhoça, um grupo de sócios de Santa Catarina se reuniu com vários membros da diretoria, representantes de universidades catarinenses e autoridades do governo estadual, para discutir a necessidade de reativação da Secretaria Regional no estado. Tais secretarias existem em 12 estados da federação e Distrito Federal. Os catarinenses também já tiveram a sua, a qual teve um papel importante na realização da 58ª Reunião Anual da SBPC em Florianópolis, em 2006, na consolidação da Fundação de Ciência e Tecnologia de SC (Funcitec), nos anos 90, e na sua posterior transformação em Fundação de Apoio à Pesquisa Científica e Tecnológica do Estado de Santa Catarina (Fapesc), em 2005. Aos poucos a Secretaria perdeu seu vigor, até ficar, a partir de 2011, sem nenhuma representação formal.

Na reunião em Palhoça, foi formada uma comissão com membros da UFSC, Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) e Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul) para dar início ao movimento de reativação da regional catarinense, o que incluía uma campanha para obtenção e reintegração de sócios, feitos em 2017. Outro passo para o processo seria a eleição de dois sócios residentes no estado para as funções de Secretário Regional e Secretário Regional Adjunto, que foram ocupados pelos professores André Ramos, representando a UFSC, e Luiz Cláudio Miletti, a Udesc.

Outros professores da UFSC, candidatos a cargos de nível nacional, também foram eleitos. Paulo Hofmann foi eleito para o cargo de Secretário Geral da SBPC e Mário Steidel para uma vaga no Conselho.

A nova secretaria regional tem como meta nos próximos dois anos as seguintes ações:

– aumentar a visibilidade da SBPC na sociedade e nos ambientes acadêmicos catarinenses;
– aumentar o número de sócios no estado, com especial atenção às novas gerações de estudantes, professores e pesquisadores;
– enfatizar o caráter multidisciplinar da sociedade, atraindo pessoas de diversas áreas;
– trabalhar para a popularização da ciência em Santa Catarina, objetivando democratizar o conhecimento e demonstrar a importância estratégica da ciência para o desenvolvimento social e econômico do estado;
– promover a interiorização da SBPC por meio de visitas, reuniões e estímulo a eventos nas diversas regiões do estado;
– ocupar ativamente os espaços de representação política junto ao governo do estado;
– lutar por uma política de estado arrojada, transparente, democrática e permanente de fomento à pesquisa, tanto básica quanto aplicada;
– criar um conselho consultivo regional, com representantes das várias regiões do estado, para levar a cabo as propostas elencadas acima.

A posse será realizada no dia 20 de julho na 69º Reunião Anual da SBPC em Belo Horizonte (MG).

 

Tags: André de Ávila RamosSBPCUFSCUniversidade Federal de Santa Catarina