Livro ‘Evolução, cultura e comportamento humano’ discute psicologia evolucionista

17/05/2017 17:08

O lançamento do livro “Evolução, cultura e comportamento humano” promoveu uma discussão sobre estudos que analisam o comportamento humano através da psicologia evolucionista. O evento foi realizado na segunda feira, 15 de maio, no Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFH) e contou com a presença dos professores Jaroslava Varella Valentova, Marco Antonio Côrrea Varella, da Universidade de São Paulo (USP) e da professora Maria Emília Yamamoto, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), que apresentaram diferentes perspectivas sobre a psicologia evolucionista.

A obra, organizada pelo professor Mauro Luís Vieira e pela professora Angela Donato Oliva, apresenta uma visão mais abrangente do comportamento humano, por meio de reflexões sobre temas relacionados com evolução, cultura e comportamento humano na contemporaneidade, partindo do pressuposto de que os comportamentos dos indivíduos têm influências que caracterizaram a história filogenética da espécie à qual pertencem. O livro considera a existência de uma continuidade filogenética entre o ser humano e os outros animais; no entanto, ao adotar uma abordagem evolucionista, não se reduz o comportamento humano ao animal. 

Apresentação da professora Maria Emília Yamamoto, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Foto: Henrique Almeida/Diretor de Fotografia da Agecom/UFSC

A professora Maria Emília trouxe uma perspectiva sobre predisposição dos humanos à cooperação. O questionamento de seu estudo se baseia no quanto a cooperação humana é natural ou influenciada pelo ambiente. Ela apresentou resultados de estudo feito com crianças.

O biólogo Marco Antonio Côrrea falou sobre “Mal entendidos na psicologia evolucionista” e as consequências negativas que eles trazem para a ciência como má impressão e desinformação sobre os estudos; controvérsias desnecessárias, resistências à área da psicologia e a criação de barreiras para interdisciplinaridade de estudos.

A antropóloga Jaroslava Valentova finalizou a mesa-redonda apresentando resultados de seu estudo sobre como os humanos selecionam seus parceiros a partir de características físicas e biológicas. O estudo realizado mostrou quais características são levadas em consideração na seleção de parceiros dentro de diversas culturas.

A produção do livro, em formato digital e também impresso, foi viabilizada com o apoio do CNPq e do Programa de Pós Graduação em Psicologia (PPGP) e está disponível em acesso aberto no repositório institucional da UFSC.

Giovanna Olivo/Estagiária de Jornalismo da Agecom/UFSC