9º FITA: ‘Revoltosas Manobritas’ se apresenta nesta terça no Teatro da UFSC

25/05/2015 16:03
Revoltosas Manobritas. Foto: Pablo Arias

Revoltosas Manobritas. Foto: Pablo Arias

Nesta terça-feira, 26 de maio, às 10h, o Teatro da UFSC recebe o espetáculo peruano Revoltosas Manobritas, atração do 9º Festival Internacional de Teatro de Animação (FITA).

O espetáculo

Um espetáculo muito bem-humorado, composto de pequenas histórias do cotidiano da atriz manipuladora. Utilizando diversas técnicas de manipulação, como bonecos corporais, objetos e teatro de figuras, os personagens nos mostram o dia a dia de uma cidade movimentada, com muita cor e bom humor.

Direção: Ana Santa Cruz

Duração: 50 min.

Classificação: livre.

Técnica: bonecos corporais.

Serviço

O quê: espetáculo Revoltosas Manobritas, no 9º FITA.

Quando: 26 de maio de 2015, terça-feira, às 10 horas.

Onde: Teatro da UFSC, ao lado da Igrejinha, praça Santos Dumont, Trindade, Florianópolis-SC.

Quanto: R$10 (inteira) / R$5 (meia-entrada*)

*Meia-entrada para estudantes, pessoas acima de 60 anos, classe artística (com apresentação de DRT), funcionários e clientes da Caixa (mediante apresentação de cartão).

 

Veja abaixo a programação e a sinopse de outros espetáculos desta terça na região 

O Conto da Ilha Desconhecida. Foto: divulgação

O Conto da Ilha Desconhecida. Foto: divulgação

O Conto da Ilha Desconhecida

Local: teatro Ademir Rosa, do Centro Integrado de Cultura (CIC) – Florianópolis.

Horário: às 10 horas.

Adaptação do conto de José Saramago, o espetáculo pode ser visto como uma parábola em que vontade e obstinação fazem a fantasia ancorar em porto seguro. A peça encanta o espectador pela sutileza da história, a delicadeza dos bonecos feitos com cabaças, a música, o clima de cumplicidade criado entre atores e plateia, que se deixa levar pela fantasia e imaginação.

Grupo: Teatro Kabana (Sabará/MG).

Direção: Mauro Xavier.

Duração: 60 min.

Classificação: livre.

Técnica: vara, sombras e atuação.

A Jornada de Kim. Foto: Marymilia Fatah

A Jornada de Kim. Foto: Marymilia Fatah

A Jornada de Kim

Local: Teatro Álvaro de Carvalho (TAC) – Florianópolis

Horário: às 19h30min.

A jovem Kim descobre que sua mãe está doente e só a misteriosa Flor de Irauadí pode salvá­la. Sem saber nem por onde  começar, a menina  sai em busca da flor. Mas no  caminho ela encontra diversos seres que nem sempre tentam ajudá-­la.

Grupo: Turbina Criativa (Rio de Janeiro/RJ).

Direção: Diogo Villa Maior.

Duração: 50 min.

Classificação: livre.

Técnica: luvas e animação corporal.

Z-As imagens são palavras que sumiram. Foto: Cayo Vieira

Z-As imagens são palavras que sumiram. Foto: Cayo Vieira

Z – As Imagens são Palavras que Sumiram

Local: teatro Sesc Prainha

Horário: às 10h e às 15 horas.

Esta história acontece em um momento inventado, antes da palavra falada. São contadas, sem palavras, as aventuras de uma menina que cria um menino a partir do seu desejo e de um coração. Além disso, relatam-se as desventuras de um menino em suas batalhas.

*Espetáculo acessível para surdos.

Grupo: CórtexArte (Curitiba/PR)

Direção: Luciane Figueiredo

Duração: 40 min.

Classificação: 7 anos.

Técnica: manipulação direta, sombras, objetos e animação de imagens.

Música à Manivela. Foto: divulgação

Música à Manivela. Foto: divulgação

Música à Manivela

Local: biblioteca Barreiros Filho. R. João Evangelista da Costa, nº 1160 – Estreito – Florianópolis.

Horário: às 14h30min.

Dois atores e músicos celebram a simplicidade da vida cotidiana, com suas alegrias e tristezas, em pequenas cenas com objetos, bonecos e canções ao “Orgue de Barbarie”, violino e acordeon.

Grupo: Prana Teatro de Animação (São Paulo/SP).

Direção: Vanessa Valente

Duração: 30 min.

Classificação: livre.

Técnica: manipulação direta.

Pinóquio Etc e Tal. Foto: Thiago de Mello

Pinóquio Etc e Tal. Foto: Thiago de Mello

Pinóquio Etc e Tal

Local: Teatro Multiuso de São José.

Horário: às 15 horas.

A aventura de Pinóquio, o boneco de madeira que queria ser gente, é contada de forma original nesta peça. Quatro marceneiros constroem o boneco e animam os materiais disponíveis na marcenaria. Os serrotes viram o monstro marinho, o martelo vira boneco de teatro, ferramentas se transformam para dar vida ao conto de Carlo Collodi.

Grupo: Teatro Por Um Triz (São Paulo/SP).

Direção: Henrique Sitchin.

Duração: 50 min.

Classificação: 2 anos.

Técnica: manipulação direta (inspirada no bunraku), objetos, máscaras e sombra

Obs.: Valores dos Ingressos

Gratuito: Concha Acústica, Sesc Prainha e espetáculos que compõem a itinerância.

R$10 (inteira) / R$5 (meia-entrada*):

Projeto TAC 7:30 (Teatro Álvaro de Carvalho) e Teatro da UFSC.

R$20 (inteira) / R$10 (meia-entrada*):

Teatro Ademir Rosa (CIC), Teatro Álvaro de Carvalho (exceto Projeto TAC 7:30).

*Meia-entrada para estudantes, pessoas acima de 60 anos, classe artística (com apresentação de DRT), funcionários e clientes da Caixa (mediante apresentação de cartão).

Lembretes:

– os caixas das bilheterias darão prioridade a aposentados, portadores de necessidades especiais e gestantes;

– não aceitamos cheques nem cartões de débito/crédito;

– não realizamos trocas nem devoluções de ingressos;

– não realizamos reservas de ingressos;

– proibida a entrada nos teatros com alimentos e bebidas.

Mais informações e a programação completa no site do FITA 2015 www.fitasc.com.br. Horários sujeitos a alterações.

 

Joelson Cardoso/Estagiário de Jornalismo/DAC/SeCult/UFSC

 

Tags: 9º FITARevoltosas ManobritasTeatro da UFSCUFSC