Calouros do período noturno recebem boas-vindas na UFSC

11/03/2015 08:00

Boa música e uma recepção calorosa: assim os novos estudantes do período noturno da UFSC foram acolhidos na segunda parte da programação de boas-vindas da universidade, na noite de terça-feira, 10 de março, no Centro de Cultura e Eventos. A Orquestra de Câmara e o Madrigal da UFSC abriram a noite com melodias refinadas para a plateia de calouros no hall, seguidos por dicas sobre a vida acadêmica e uma palestra da professora e pró-reitora de Assuntos Estudantis, Denise Cord. Os alunos também receberam kits com informações sobre a UFSC.

Orquestra de Câmara recebeu aplausos dos calouros da UFSC. Fotos: Henrique Almeida/Agecom

Orquestra de Câmara da UFSC recebeu aplausos dos calouros. Fotos: Henrique Almeida/Agecom/UFSC

“Foi tudo lindo”, definiu a caloura de Artes Cênicas Anita Malcher, 23 anos. “Estava preocupada com situações humilhantes no trote, mas não foi nada disso. Nossos veteranos foram responsáveis, amigos, com bastante interação e me deixaram bem ambientada”.

No Auditório Garapuvu, os representantes do Diretório Central de Estudantes (DCE) Eduarda Floriani e Marcos Vinícius dos Santos lembraram os novos colegas da importância da representatividade na UFSC. “A universidade é muito mais do que a sala de aula, é um ambiente com pensamentos diferentes e torna as pessoas mais críticas, persistentes e criativas”, diz Eduarda.

Estudantes foram recebidos com diversas atividades no Centro de Eventos

Anita (C, segurando a bolsa) gostou da recepção na UFSC

O pró-reitor de Graduação, Julian Borba, também deu boas-vindas aos calouros e explicou o trabalho desenvolvido pelo órgão. “É importante que vocês tenham ciência das regras e do ordenamento da UFSC. No material que vocês receberam, há a resolução com os direitos e deveres, as normas que dão os conhecimentos para viver o seu curso de maneira mais satisfatória”.

Os principais serviços prestados pela Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (Prae) foram apresentados pela gestora do órgão, Denise Cord. “A Prae agrega uma série de setores para garantir a permanência dos aluno, com a finalidade de ficar e sair bem sucedido desta experiência que é a universidade”.

Na palestra, Denise chamou a atenção para a vivência dos calouros na UFSC e os desdobramentos na vida pessoal e no desenvolvimento profissional de cada um: “Vocês, que chegaram agora, e a UFSC, com 55 anos, são parte de uma grande engrenagem para fazer a diferença. A história da UFSC é um trançado não só do desenvolvimento da ciência, mas de todas as pessoas que passam por aqui. Vocês são como os protagonistas de um filme, que também dependem dos outros que estão em cena”.

Pró-reitora de Assuntos Estudantis, Denise Cord proferiu palestra na noite de terça-feira

Pró-reitora de Assuntos Estudantis, Denise Cord falou sobre a integração dos calouros

Ela lembrou que, para muitos, saindo da adolescência, esta é a primeira oportunidade de viver uma realidade autônoma. “Há a euforia e também o medo do desconhecido, as borboletas no estômago. Mas se vocês olharem para o lado, a maioria das pessoas estão vivendo a mesma coisa”, completa.

Antes das palestras, uma representante do Coletivo Kurima, entidade que procura promover e incentivar ações que estimulem a igualdade racial no meio acadêmico, reclamou da falta de espaço na apresentação dos coletivos após o vídeo institucional da UFSC e foi aplaudida pelos calouros.

Em 2015, 3.386 novos estudantes foram integrados à UFSC no primeiro semestre. Para o segundo semestre, são esperados 3.125 alunos.

Caetano Machado/Jornalista da Agecom/DGC/UFSC

Tags: calourosMadrigal e Orquestra de Câmara da UFSCPRAEprogradUFSC