Agenda Cultural: ‘O Abajur Lilás’ volta ao Teatro da UFSC neste fim de semana

27/11/2014 21:44
Foto: Fabio Salvatti

Foto: Fabio Salvatti

O espetáculo O Abajur Lilás volta ao palco do Teatro da UFSC neste fim de semana – dias 28, 29 e 30 de novembro, às 20 horas. A peça tem entrada gratuita e é aberta à comunidade; ingressos conforme a disponibilidade de lugares. O teatro abre uma hora antes do início da apresentação.

O grupo “Sete e Um”, formado por estudantes do curso de Artes Cênicas da UFSC, desenvolveu a peça de Plínio Marcos, cuja estreia ocorreu em julho deste ano, como resultado da disciplina de Processo Criativo.

O processo teve início em outubro de 2013, quando o grupo de acadêmicos decidiu trazer um texto de um dramaturgo brasileiro aos palcos da Universidade. Embora o texto seja da década de 1970, o grupo acredita que ele ainda é muito atual; por isso, resolveu retratar um pouco do submundo da prostituição. A pesquisa e os encontros ocorriam antes do início das aulas, com estudo do texto e algumas leituras sobre esse universo.  Após fazerem uma pesquisa de campo com profissionais da área, os atores se sentiram mais aptos a representar essa realidade, e, agora, convidam o púbico a conhecê-la – para além das esquinas.

Sinopse:

O Abajur Lilás revela a relação entre Giro, cafetão e dono do mocó; seu truculento auxiliar Osvaldo; e as prostitutas Dilma, Célia e Leninha. Cada personagem exerce uma função específica na trama e busca garantir sua segurança econômica por meio da obsessão e ganância – o desafio da sobrevivência é o que as anima. Algo inesperado acontece no mocó, e as três prostitutas são as principais suspeitas.

“Esta peça é um grande sonho realizado por todos nós. Apesar das muitas dificuldades que tivemos com a falta de verbas, fizemos o máximo possível para que ela se concretizasse. Escolhi esta peça primeiramente porque ela aborda assuntos que não estão sob nossos olhares, mas que existem e são difíceis de serem questionados. A peça se passa na década de 1970 e retrata o drama vivido em um mocó, entre um cafetão, seu capanga e as prostitutas; e é a partir daí que podemos observar e comparar que muitas coisas mudaram desde aquela época, mas que certos preconceitos ainda fazem parte da sociedade e devem ser retratados para que possam ser melhorados.” – Neluna Hatschbach Freitas.

“Nunca pensei que um dia faria uma peça como esta; a primeira impressão foi bem esquisita no início, mas, com o tempo e o trabalho dos atores, fui entendendo mais a proposta e ficando mais empolgada. Fazer um personagem masculino é realmente um desafio, mas, com a orientação certa, fui-me aproximando do que poderia ser o Giro”, afirma Ana Paula Gozalo.

Ficha Técnica
Direção: Neluna Hatschbach Freitas.
Direção de Arte: Juliana Schiavo.
Orientação: Fabio Salvatti.
Elenco: Ana Paula Gozalo, Bruna Guollo Patricio, Bruna Lourenço, Gisele Farias e Ikizera.
Servidores Técnicos: Gabriel Guedert, Guilherme Rosário Rotulo, Rachel Teixeira Dantas.
Produção: grupo “Sete e Um’.
Realização e apoio: Grupo Sete e Um, UFSC, Art Vidros Distribuidora Ltda, Dali, DAC e SeCult.

O autor
Plínio Marcos (1935, Santos-SP – 1999, São Paulo-SP), escritor brasileiro, autor de inúmeras peças de teatro, escritas principalmente na época do regime militar (1964-1985). Foi também ator, diretor e jornalista. Suas obras se destacavam pela denúncia e protesto contra formas de organizações sociais. Principais peças: Dois Perdidos numa Noite Suja (1966), Navalha na Carne (1967), Balbina de Iansã (1971) e O Abajur Lilás (1976).
Serviço

O quê: espetáculo teatral O Abajur Lilás.
Quando:  28, 29 e 30 de novembro, às 20 horas.
Quanto: gratuito e aberto à comunidade. Ingressos conforme a disponibilidade de lugares no teatro – capacidade de 106 pessoas –, que abre uma hora antes do espetáculo.
Onde: Teatro da UFSC, ao lado da Igrejinha, praça Santos Dumont, Trindade, Florianópolis.
Classificação: 16 anos.
Duração: 80 minutos.
Contato: Produção – (48) 9627-1704.

Visite www.dac.ufsc.br

Fonte: [CW] DAC/SeCULT/UFSC, com texto do grupo

Revisão: Claudio Borrelli/Revisor de Textos da Agecom/DGC/UFSC

Tags: O Abajur LilásTeatro da UFSCUFSC