Reitora participa de encontro com o novo ministro da Educação em Brasília

24/02/2014 16:36

Reitora da UFSC, Roselane Neckel. Foto: Ascom/Andifes

A reitora Roselane Neckel e a pró-reitora de Pós-Graduação, Joana Maria Pedro, participaram de reunião do Conselho Pleno da Andifes (Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior), que contou com a presença do novo ministro da Educação, Henrique Paim. A pró-reitora foi ao encontro como presidente do Copropi (Colégio de Pró-Reitores de Pós-Graduação, Pesquisa e Inovação das Ifes), cargo para o qual foi eleita no final de 2013. No primeiro encontro com o colegiado de reitores, Henrique Paim confirmou parceria com a Andifes para trabalhar em projetos de interesse comum entre as universidades federais e o Ministério da Educação (MEC).

Acompanhado pelo secretário executivo do MEC, Luiz Claudio Costa, e pelo secretário de Educação Superior (Sesu/MEC), Paulo Speller, o ministro falou sobre os projetos para a educação e sobre o apoio que será dado às universidades federais no decorrer de 2014. Henrique Paim destacou a importância dessas instituições na formação de professores, dentro do pacto para a melhoria da qualidade da educação básica, e realçou alguns pontos específicos do ensino superior público que terão especial atenção do Ministério. A reitora Roselane Neckel destacou a importância dessa iniciativa e afirmou que medidas precisavam ser tomadas com urgência a fim de que não haja a previsível crise pela falta de professores na educação básica, já que cada vez menos pessoas se interessam pela carreira.

A reitora da UFSC elogiou a escolha do professor Luiz Claudio Costa como secretário executivo e, durante a reunião, solicitou ao MEC que disponibilizasse para as instituições federais de educação superior (Ifes) dados atualizados sobre o que já está garantido, em termos orçamentários, para 2014. “Isto é muito importante para o nosso planejamento”, destacou. Ela também ressaltou a importância de haver mais medidas que possibilitem a ampliação do apoio pedagógico e psicológico da Ifes, garantindo a inclusão plena. “Mas eu não sou pessimista. Acho que vivemos um momento muito melhor do que o que passamos há algumas décadas”, destacou durante o encontro de reitores.

A reitora da UFSC, Roselane Neckel, e a pró-reitora de Pós-Graduação, Joana Maria Pedro. Foto: Ascom/Andifes

Autonomia

De acordo com Henrique Paim, o MEC está acompanhado o trabalho da Andifes na elaboração da Lei Orgânica das Universidades Federais e dará o apoio que for necessário para fazer avançar o marco legal, que tem como foco principal a autonomia universitária. Outro incentivo dado pelo ministro foi quanto ao processo de internacionalização. Segundo ele, é necessário avançar nesse plano como forma de colocar o país em patamares de competitividade mundial.

Outros temas colocados foram a aproximação das universidades com a pesquisa aplicada e a necessidade de ampliar a participação das instituições de ensino superior públicas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e no Sistema de Seleção Unificada (Sisu). A Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH) foi avaliada por Paim como um projeto já amadurecido e com avanços. “Agora, o programa Mais Médicos, junto com a EBSERH, vão garantir a construção de hospitais para as universidades que ainda não os possuem”, disse Paim.

Diretoria-Geral de Comunicação da UFSC
Com informações da Ascom/Andifes

Tags: EbserhHenrique paimMais MédicosMECPROPGReunião da AndifesUFSC