UFSC recebe mais de 34 mil inscrições para Vestibular 2014

21/11/2013 16:43

A confirmação definitiva das inscrições e a relação de candidatos por vaga para o Vestibular 2014 serão divulgadas no dia 29 de novembro. De acordo com a Comissão Permanente do Vestibular (Coperve) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), são 34.024 inscritos para concorrer às vagas ofertadas para os cinco campi. Ao todo, foram registrados 569 candidatos para Araranguá, 347 para Blumenau, 720 para Curitibanos, 31.456 para Florianópolis e 932 para Joinville.

“As inscrições estão dentro do esperado. Aumentou o número de candidatos da Política de Ações Afirmativas, especialmente negros e indígenas. A quantidade de inscritos ficou um pouco acima da média dos últimos anos: abaixo do Vestibular 2013 e acima do Vestibular 2012”, informa o presidente da Coperve, Olinto José Varela Furtado. Para a próxima seleção, 11.060 candidatos optaram pelas vagas reservadas por meio da Política de Ações Afirmativas, o que representa 32,51% dos inscritos.

O Programa de Ações Afirmativas da UFSC foi criado em 2008 com o quantitativo de 10% das vagas de todos os cursos e turnos para alunos negros – prioritariamente de instituições públicas – e a reserva de 20% para estudantes que cursaram o ensino fundamental e o ensino médio em escolas públicas. A criação de vagas suplementares para candidatos pertencentes a povos indígenas também foi definida pelo Conselho Universitário da UFSC, que ratificou os tipos de cotas e percentuais em 2012.

No mesmo ano, a Lei nº 12.711, de abrangência nacional, tornou obrigatória, em instituições federais de ensino, a cota para alunos advindos de escolas públicas. A lei trouxe, ainda, a exigência de que o estudante tenha cursado integralmente o ensino médio em escola pública, com cotas estipuladas de acordo com a renda familiar. Em cada uma dessas cotas, há percentuais para grupos étnico-raciais.

Desde então, a UFSC vem se adequando à legislação. Até 2016, a Universidade deverá ofertar 50% das vagas para candidatos da rede pública. “Os 10% já faziam parte do Programa da UFSC. A lei definiu o percentual para escola pública e, dentro dele, reservas com base na renda familiar e na autodeclaração étnico-racial. O Programa da Universidade não trazia corte de renda. As cotas estão se ampliando, todo ano devem aumentar no mínimo 12,5%, considerando a lei”, esclarece Patrícia Alves Godinho, pedagoga da Pró-Reitoria de Graduação (Prograd) responsável pelas atividades relacionadas à Política de Ações Afirmativas na Universidade.

Dos candidatos ao Vestibular 2014 que optaram pelas cotas, 1.122 se autodeclaram negros; 137 informaram pertencer a povos indígenas; 532 cursaram integralmente o ensino médio em escolas públicas, pertencem a famílias com renda mensal igual ou inferior a um salário mínimo e meio per capita e se autodeclararam pretos, pardos ou indígenas; 371 cursaram todo o ensino médio em escolas públicas, possuem renda familiar mensal bruta acima de um salário mínimo e meio por pessoa e se autodeclararam pretos, pardos ou indígenas; 4.142 cursaram integralmente o ensino médio em escolas públicas e apresentam renda familiar mensal bruta de até um salário mínimo e meio per capita; 4.756 cursaram todo o ensino médio em escolas públicas e possuem renda familiar mensal bruta acima de um salário mínimo e meio.

Informações fornecidas por meio do questionário socioeconômico preenchido pelos candidatos no ato da inscrição apontam que 13.284 cursaram integralmente o ensino médio em escolas públicas e 18.050, em escolas particulares; 1.027 fizeram a maior parte do ensino médio em escola pública e 1.524 cursaram a maior parte em escola particular. Apenas 23 estudaram em escolas comunitárias durante o ensino médio. O questionário apresenta, ainda, a opção “Outros”, selecionada por 116 candidatos.

Mil cartilhas sobre a Política de Ações Afirmativas da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) foram distribuídas, no dia 16 de outubro, em sete escolas públicas estaduais da Grande Florianópolis que ofertam o ensino médio – quatro localizadas no Continente e três na Ilha. O material foi desenvolvido pela Prograd e entregue para diretores e professores.

“A cartilha foi criada para divulgar o assunto para os estudantes de escolas públicas, para informar sobre um direito que eles têm e esclarecer dúvidas que recebemos”, explica Patrícia. O conteúdo foi elaborado com base nos questionamentos recebidos durante as inscrições de vestibulares anteriores e na inovação apresentada pela legislação.

A Prograd contatou a Secretaria de Estado da Educação de Santa Catarina (SED-SC), encaminhou o material por e-mail para as microrregiões e solicitou às gerências regionais o encaminhamento às escolas que atendem ao ensino médio. A equipe também fez contatos com lideranças comunitárias da Grande Florianópolis para disseminar as informações. A versão online da cartilha está disponível no site do Vestibular 2014. Acesse aqui.

As provas do Vestibular 2014 serão realizadas nos dias 14, 15 e 16 de dezembro, com início às 14h e término às 18h, em Florianópolis, Biguaçu, Palhoça, São José, Santo Amaro da Imperatriz, Blumenau, Brusque, Araranguá, Balneário Camboriú, Canoinhas, Chapecó, Caçador, Concórdia, Criciúma, Itajaí, Curitibanos, Jaraguá do Sul, Joaçaba, Lages, Joinville, São Miguel do Oeste, Rio do Sul e Tubarão.

Outras informações:
Vestibular 2014  e  (48) 3721-9200
Política de Ações Afirmativas:  / (48) 3721-4444 

Bruna Bertoldi Gonçalves/ Jornalista da Assessoria de Imprensa do Gabinete da Reitoria / UFSC
(48) 3721-4558 /

Tags: copervenúmero inscritosprogradUFSCVestibular 2014