Democratização das Comunicações no Brasil é destaque do ‘Jornalismo em Debate’ nesta segunda

11/10/2013 09:12

A edição de outubro do programa “Jornalismo em Debate” discute democratização das comunicações no Brasil. O programa vai ao ar, ao vivo, nesta segunda-feira, 14 de outubro, a partir das 16h, pela Rádio Ponto UFSC – www.radio.ufsc.br ou pela frequência 106.1 FM. O “Jornalismo em debate” também é retransmitido pela Rádio Joinville Cultural FM. Após a apresentação, o programa fica disponível em nosso site para acesso a qualquer momento.

Pensando no 25º aniversário da promulgação da Constituição Federal de 1988, especialmente no capítulo que trata da Comunicação e das ações do Fórum Nacional pela Democratização das Comunicações (FNDC), o “Jornalismo em Debate” coloca em discussão o estágio em que se encontram as Políticas de Comunicação, particularmente aquelas relativas à radiodifusão no Brasil. Também vamos abordar as novas tecnologias e ferramentas de comunicação – redes sociais e internet – como instrumentos (ou não) da democratização. Será que elas permitem um processo alternativo? Ou reproduzem a “voz” do senso comum, uma visão distorcida da opinião pública?

Para discutir esta e outras questões relativas ao tema, estarão no estúdio da Rádio Ponto o professor e pesquisador do Departamento de Jornalismo da UFSC, Carlos Augusto Locatelli, o diretor do Sindicato dos Jornalistas de Santa Catarina, Aderbal da Rosa Filho e o jornalista e coordenador da Rede de Notícias da Associação Catarinense de Emissoras de Radio e Televisão (ACAERT) Marco Aurélio Gomes. Por telefone participarão do debate o jornalista e Presidente da Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) Celso Schröder e o coordenador do projeto “Os Donos da Mídia” James Görgen.

O programa

Em 2013, o “Jornalismo em Debate” passou a ser transmitido mensalmente, produzido por estudantes do Curso de Jornalismo da UFSC. Com orientação do professor Áureo Mafra, o programa integra a disciplina Cátedra FENAJ/UFSC de Jornalismo para a Cidadania, uma parceria entre o Curso de Jornalismo da Universidade e a Federação Nacional dos Jornalistas – FENAJ, com o apoio do Sindicato dos Jornalistas de Santa Catarina – SJSC.

Desde a estreia, em abril de 2011, foram discutidos temas como corrupção no futebol, crise econômica mundial, coberturas sobre educação, de tragédias como a do Realengo, de questões do gênero feminino, da homofobia, da função das redes sociais, a cobertura esportiva como jornalismo ou entretenimento, entre outros assuntos que estão na pauta diária da imprensa.

Mais sobre os debatedores já confirmados desta edição:

Carlos Augusto LocatelliProfessor adjunto e Chefe do Departamento de Jornalismo da Universidade Federal de Santa Catarina desde 1993. É coordenador do Núcleo de Projetos Editoriais (NPE), onde desenvolve projetos nas áreas de jornalismo e comunicação organizacional. Trabalha principalmente com os temas: espaço público, interesse público e privado, políticas públicas de comunicação, comunicação das organizações e jornalismo, comunicação e barragens.

Aderbal da Rosa Filho –  Formado em Jornalismo pela UFSC (1983), trabalhou no Jornal de Santa Catarina, no A Notícia e em assessoria de imprensa para parlamentares e entidades. Atualmente assessora o Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Florianópolis e é diretor do Sindicato dos Jornalistas de Santa Catarina.

Marco Aurélio Gomes Formado em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Atuou como repórter do Diário Catarinense e RBS TV, foi coordenador de jornalismo da Rádio CBN-Diário. É co-autor dos livros: “Memória da Radiodifiusão Catarinense” e “JASC – 50 anos de vitórias”. Atualmente, é coordenador da Rede de Notícias ACAERT – RNA, que produz conteúdo jornalístico para as emissoras de Rádio associadas à ACAERT.

Celso SchröderÉ jornalista e professor. É presidente da Federação Nacional dos Jornalistas, presidente da Federação de Jornalistas da América Latina e Caribe (FEPALC), integra a direção da Federação Internacional de Jornalistas (FIJ) e coordena o Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC). Além disso, é o representante da FENAJ no Conselho de Comunicação Social do Congresso Nacional e continua como diretor do Sindicato dos Jornalistas do RS. Em 2009, foi superintendente de Comunicação Social da Assembleia Legislativa.

James Görgen – É jornalista e especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão lotado na Secretaria Executiva do Ministério das Comunicações. Também é coordenador do Projeto de Pesquisa Donos da Mídia. Foi coordenador-geral de Políticas Audiovisuais do Ministério da Cultura (2009-2011) e Secretário-executivo do Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (2002-2006).

– Os ouvintes podem interagir enviando perguntas e questionamentos para o e-mail ou pela Fan Page do Facebook do Jornalismo em Debate – facebook.com/jornalismoemdebate.

Outras informações: http://www.radioponto.ufsc.br/.

Fonte: Programa Jornalismo em Debate – Rádio Ponto UFSC

Tags: Cátedra FENAJ/UFSCJornalismo em DebateRádio PontoUFSC