‘Jornalismo em Debate’ abordará casos de violência contra crianças e adolescentes na mídia

16/09/2013 08:34

A edição de setembro do programa “Jornalismo em Debate” discute a cobertura da mídia em casos de violência envolvendo crianças e adolescentes no Brasil. O programa vai ao ar, ao vivo, nesta segunda-feira, 16 de setembro, a partir das 16h, pela Rádio Ponto UFSC (www.radio.ufsc.br). O “Jornalismo em Debate” também fica disponível em no site para acesso a qualquer momento e é retransmitido pela Rádio Joinville Cultural FM.

Recentemente, um caso de violência envolvendo o adolescente Marcelo Pesseghini, de 13 anos, considerado o principal suspeito de matar a mãe, o pai, a avó, a tia-avó e depois ter se suicidado, chocou a sociedade e ganhou repercussão na mídia. Seja em situações de crimes cometidos por jovens ou em casos de crianças que são vítimas de qualquer tipo de violência, esses são temas que exigem cuidados especiais por envolverem menores de idade. Pensando nisso, o “Jornalismo em Debate” coloca em pauta a reflexão sobre como essas crianças e adolescentes são tratados nos meios de comunicação. A mídia consegue informar o público com responsabilidade, pluralidade e respeitando a integridade e os direitos desses jovens?

Para discutir esta e outras questões relativas ao tema, participam do programa o professor e pesquisador do Departamento de Jornalismo da UFSC Rogério Christofoletti, o Promotor de Justiça do Ministério Público de Santa Catarina Marcelo Wegner, o jornalista e doutor em Ciência Política Leonardo Sakamoto e o presidente da Comissão Nacional de Ética da Fenaj, Sérgio Murillo de Andrade.

O “Jornalismo em Debate”, que discute a cobertura da mídia em casos de violência envolvendo crianças e adolescentes, vai ao ar ao vivo nesta segunda-feira, dia 16 de setembro, das 16h às 17h30min. O programa é transmitido pela Rádio Ponto UFSC (www.radio.ufsc.br) – e em rede pela Rádio Joinville Cultural 105.1 FM, emissora pública deste município do norte catarinense. Os ouvintes podem interagir enviando perguntas e questionamentos para o e-mail ou pela Fan Page do programa, facebook.com/jornalismoemdebate.

Em 2013, o “Jornalismo em Debate” passou a ser transmitido mensalmente, produzido por estudantes do Curso de Jornalismo da UFSC. Com orientação do professor Áureo Moraes, o programa integra a disciplina Cátedra Fenaj/UFSC de Jornalismo para a Cidadania, uma parceria entre o Curso de Jornalismo da Universidade e a Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), com o apoio do Sindicato dos Jornalistas de Santa Catarina (SJSC).

Desde a estreia, em abril de 2011, foram discutidos temas como corrupção no futebol, crise econômica mundial, coberturas sobre educação, de tragédias como a do Realengo, de questões do gênero feminino, da homofobia, da função das redes sociais, a cobertura esportiva como jornalismo ou entretenimento, entre outros assuntos que estão na pauta diária da imprensa.

Sobre os debatedores já confirmados desta edição:

Rogério Christofoletti – Professor e pesquisador do Departamento de Jornalismo da UFSC, é jornalista, mestre em Linguística e doutor em Ciências da Comunicação. Foi vice-presidente do Sindicato dos Jornalistas de Santa Catarina (2002-2004) e coordenou a Rede Nacional de Observatórios de Imprensa (Renoi, 2005-2009). Foi ainda membro do Conselho Científico da SBPJor (2009-2011). Desde 2009 é um dos líderes do Observatório da Ética Jornalística (objETHOS) e editor da revista Estudos em Jornalismo e Mídia (UFSC). Em 2010, venceu o Prêmio Luiz Beltrão/Intercom na categoria Liderança Emergente.

Marcelo Wegner – Promotor de Justiça do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), é bacharel em Direito e Coordenador-Adjunto do Centro de Apoio Operacional da Infância e Juventude (CIJ).

Leonardo Sakamoto – Jornalista e doutor em Ciência Política. Cobriu conflitos armados e o desrespeito aos direitos humanos em Timor Leste, Angola e no Paquistão. Professor de Jornalismo na PUC-SP, também é coordenador da ONG Repórter Brasil e seu representante na Comissão Nacional para a Erradicação do Trabalho Escravo. Possui um Blog, com crônicas diárias, no Portal de Notícias UOL.

Sérgio Murillo de Andrade – Jornalista formado pela UFSC, em 1984, e atual presidente da Comissão Nacional de Ética da Fenaj. Já foi presidente do Sindicato dos Jornalistas de Santa Catarina por duas gestões e também da Fenaj, igualmente por dois mandatos. Trabalhou no Diário Catarinense e Gazeta Mercantil, foi correspondente do Diário do Sul e atuou como freelancer de diversas publicações nacionais. Coordenou a comunicação de campanhas eleitorais em Santa Catarina. Foi assessor de imprensa no serviço público e empresarial e professor de jornalismo.

Redação: Julia Lindner/acadêmica de Jornalismo da UFSC

Tags: curso de jornalismoJornalismo em DebateRádio PontoUFSC