Grupo PET Metrologia e Automação apresenta projeto ‘Suspensão Ativa’ para engenheiros da Bosch

02/08/2013 11:16

PET- Metrologia e Automação apresenta projeto ” Suspensão Ativa”.  Foto: Divulgação

Estudantes do curso de Engenharia Mecânica e de Engenharia de Controle e Automação apresentaram o projeto “Suspensão Ativa” ao Departamento de Chassis and Systems da Bosch durante visita à empresa no dia 24 de Julho. A visita faz parte de uma viagem organizada anualmente no mês de julho pelo grupo PET – Metrologia e Automação, onde os estudantes passam uma semana realizando visitas técnicas a empresas de diversos setores. Neste ano, o grupo viajou para o estado de São Paulo, onde puderam conhecer também outras empresas como Embraer, Mectron, INPE, WABCO e Hyundai.

Na visita realizada a Bosch, os alunos Gilberto Felipe Pinho e Marina Brasil Pintarelli, do curso de Engenharia Mecânica, e Allan Oliveira da Silva e Tiago Gouveia Rocha, de Engenharia de Controle e Automação, tiveram a oportunidade de apresentar o projeto “Suspensão Ativa”. Na oportunidade, os membros puderam expor o desenvolvimento do projeto, assim como trocar informações com o especialista em suspensões ativas, Johannes Kopp.

A oportunidade de apresentação do projeto surgiu através do ex-membro do PET-MA e atual engenheiro do departamento de Chassis Systems Control da Bosch, Eduardo Cenci. Eduardo foi um membro do grupo entre 2007 e 2009 e ao verificar os projetos realizados pelo PET, se interessou pelo da Suspensão Ativa e fez o convite para que, na ocasião da visita, o grupo apresentasse o projeto. Eduardo Cenci atualmente trabalha na calibração de ABSs e sistemas de estabilidade de veículos.

O projeto surgiu em março deste ano, em parceria com o departamento de Engenharia Mecânica sob a orientação dos professores Rodrigo de Souza Vieira, Henrique Simas e José Carlos de C. Pereira. A equipe tem como objetivo projetar uma suspensão ativa para o veículo de competição Fórmula UFSC 2014. A vantagem que este sistema trará para o veículo é a capacidade de atuar automaticamente nas suspensões, possibilitando que as transferências de carga no veículo sejam controladas. Desta forma o efeito de rolagem do carro em curvas é reduzido, o que aumentará a aderência do carro a pista e, por consequência, evitará perda de tração. Além disso, com a suspensão ativa implementada, o comportamento geral do veículo pode ser definido e alterado apenas com modificações a nível de software, em vez de alterações na estrutura do carro.

Além da apresentação, o grupo visitou as instalações da Bosch e teve a oportunidade de conhecer um pouco melhor as atividades que um engenheiro desempenha nesse ramo e adquirir uma boa experiência acerca do dia a dia das empresas e sua situação atual.

Betina Ramos/Núcleo de Comunicação do CTC/UFSC

Tags: BOSCHCTCPET- Metrologia e Automaçãoprojeto Suspensão AtivaUFSC