Jornalista Mário Motta conta suas experiências aos alunos de Cátedra UFSC RBS

27/05/2013 16:20

Apresentador do Jornal do Almoço, Mário Motta, fala aos alunos da Cátedra UFSC-RBS. Foto: Luiza Possamai

No dia 23 de maio os alunos da Cátedra UFSC-RBS receberam o apresentador do Jornal do Almoço, Mário Motta. Há 27 anos na RBS TV, ele veio compartilhar sua experiência de vida e de profissional da comunicação com os alunos do curso de jornalismo, além de suas perspectivas em relação à carreira.

Seus pais trabalhavam em um programa na rádio Bandeirantes no final da década de 1940, quando tinham uma dupla sertaneja. Ao pedir demissão na rádio, os pais resolveram comprar um circo e viajar pelo interior de São Paulo.

A infância do apresentador foi marcada pelas mudanças de cidades e transferências entre escolas. Aos sete anos de idade, foi convidado a participar do filme Maria, 38, gravado por três meses no Rio de Janeiro. Foi sua primeira experiência com as câmeras – a qual reviveria quase três décadas depois, já na RBS TV.

Efetivamente aposentado desde o ano passado, Motta ainda pensa em retomar um sonho: estudar medicina. A ideia foi deixada de lado – porém, não esquecida – ao ser convocado pelo Exército ainda na juventude, o que fez com que optasse pela educação física, área em que concluiu o ensino superior e o mestrado.

Porém, a paixão pelo rádio e sua experiência no circo dos pais acabaram tornando Motta um exímio comunicador. Em cinco de maio de 1986 ele assumiu a bancada do Jornal do Almoço (JA) e a coordenação de jornalismo esportivo da RBS TV. Hoje, além de apresentador do JA ele está à frente do Notícia na Manhã, na rádio CBN Diário, e mantém uma coluna no jornal Hora de Santa Catarina.

Andressa Prates Freitas
Graduanda de Jornalismo – UFSC
Contato: (48)9686-1777
Tags: cátedra ufsc-rbsMario MottaUFSC