Administração Central emite comunicado sobre o campus da UFSC no Médio Vale do Itajaí

04/04/2013 15:57

NOTA DE ESCLARECIMENTO

 Em julho de 2011, a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) recebeu do Governo Federal a missão de implantar um campus no Médio Vale do Itajaí. Desde estão, busca conciliar os interesses da Fundação Universidade Regional de Blumenau (FURB) relacionados à sua federalização. Em maio de 2012, a nova administração da UFSC deu continuidade a essa relação de respeito à FURB e à sua comunidade interna. Entre maio e dezembro de 2012, em que pesem a longa greve nacional que atingiu IFES de todo o País e as muitas demandas internas decorrentes desse fato, além da própria reestruturação de uma gestão que se iniciara, a reitora da UFSC participou de pelo menos nove reuniões que tinham como pauta específica a parceria com a FURB – sendo que a maior parte delas contou com a presença de lideranças de Blumenau e/ou do próprio reitor daquela universidade, professor João Natel. Três desses encontros ocorreram em Brasília, com participação da equipe do Ministério da Educação (MEC) – duas das quais com a presença do ministro da Educação, Aloizio Mercadante.

Após todas essas reuniões, concluiu-se que, por questões jurídicas, não era possível avançar nas propostas apresentadas pela FURB e pela gestão anterior da UFSC. Essa decisão nunca dependeu da UFSC, e todos os atores que acompanharam os debates sabem disso. Os entraves jurídicos foram apontados, inclusive, pela Consultoria Jurídica do MEC, com base na legislação em vigor. Nesse contexto, apesar de nossos esforços, a estrutura física da FURB poderia até ser adquirida pelo Governo Federal, mas seus professores e servidores técnico-administrativos teriam que ser demitidos. Além disso, por uma questão de igualdade de direitos, os estudantes teriam que realizar novo vestibular ou SISU, em condições de igualdade como todos os demais alunos das IFES, e, finalmente, as propostas pedagógicas teriam que ser aprovadas pelos órgãos colegiados da UFSC.

Assim, atendendo ao que foi determinado pela Presidência da República, não há mais como adiar a criação de vagas públicas na região. Por isso, anunciamos que pretendemos, ainda em 2013, implantar o campus da UFSC em Blumenau. Obviamente nossos planos não incluem qualquer tipo de conflito com a FURB, como parecem sugerir algumas manifestações que circulam em mídias sociais e outros canais. Ao contrário, sempre vimos a FURB como uma parceira em potencial, com quem mantivemos um diálogo franco durante estes últimos meses e a quem respeitamos por toda a sua trajetória e por seus inegáveis serviços prestados à comunidade catarinense. Com uma gestão pautada pelo diálogo e pela constante preocupação com o respeito ao outro, desconhecemos qualquer possibilidade de ocupação de áreas da União que possa trazer prejuízo a quem quer que seja. Informações sobre isso nada mais são que boatos. Estamos, sim, em busca de um espaço adequado para oferecer condições para o desenvolvimento, além do ensino de graduação, da pesquisa, da extensão e, em um futuro próximo, do ensino de pós-graduação no novo campus da UFSC. Contudo, isso será feito com transparência, zelo pela coisa pública e respeito às instituições envolvidas.

Como a própria história da nossa Universidade mostra, o estabelecimento contínuo de parcerias – sobretudo com a população local – é essencial para a implantação e consolidação de nossas atividades nos diferentes campi. Isso não deve ser diferente em Blumenau, onde pretendemos contar com parceiros que possam nos ajudar a implantar um campus de referência, trazendo inúmeros benefícios à comunidade da região e, por extensão, ao Estado de Santa Catarina. Ofereceremos, inicialmente, 400 vagas, sendo que pelo menos 30% delas irão atender à política de cotas já implementada pela UFSC em 2012/2013. Há uma comissão estudando o perfil social e econômico da região e que tem como objetivo apresentar à comunidade um projeto político-pedagógico que possa ser iniciado plenamente em 2014, o que significa que o vestibular deve ocorrer ainda em 2013. Estamos trabalhando para levar o melhor da nossa Universidade para o Médio Vale do Itajaí, conforme a missão que recebemos. A população pode ter certeza de que este sempre foi o nosso único objetivo. Com a contribuição de cada um e cada uma, não nos restam dúvidas de que tal meta poderá ser alcançada, beneficiando toda a população catarinense.

  Florianópolis, 4 de abril de 2013.

Administração Central da Universidade Federal de Santa Catarina

Tags: Administração CentralCampusMédio Vale do Itajaínota esclarecimentoUFSC