Projeto de extensão oferece atendimento psicológico gratuito para estrangeiros

23/10/2012 18:31

A Clínica Intercultural, projeto de extensão do Curso de Graduação em Psicologia da UFSC, oferece atendimento psicológico especializado e direcionado a pessoas que passam por experiências migratórias e podem apresentar estado de vulnerabilidade psíquica. O serviço é oferecido a alunos da UFSC e à comunidade externa e é prestado na língua materna do estrangeiro. Antes de serem atendidos, os pacientes passam por um processo de triagem e por uma avaliação de urgência no caso.

O grupo começou as atividades no início deste ano. Os atendimentos são gratuitos e realizados no Serviço de Atenção Psicológica (Sapsi), localizado no prédio novo do Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFH). Os agendamentos devem ser feitos por email ().

Quem migra tem que lidar com o estranhamento diante do novo contexto. “A adaptação não é muito fácil. Os problemas podem ser somente relacionados à rotina, como ter que ir à secretaria ou descobrir onde fica sua sala de aula. Mas eles podem ser mais sérios também”, afirma o estudante de 7ª fase de Psicologia e participante do projeto, Marcio Jibrin. “O que acontece é a perda da rede de apoio. Não há mais amigos, familiares, companheiros ou pessoas conhecidas a quem se possa recorrer. Não há mais ninguém plenamente confiável por perto. E então essa rede tem que ser reconstruída”, completa.

A equipe do projeto Clínica Intercultural é formada tanto por alunos quanto por profissionais formados, porque além de prestar serviço psicológico para estrangeiros, o objetivo é auxiliar na formação profissional de cada estudante que participa. A coordenadora é a professora do Departamento de Psicologia Lucienne Martins.

Mais informações pelo ou .

Isadora Ruschel / Estagiária de Jornalismo na Agecom

Tags: atendimentoCFHClínica InterculturalestrangeirosgratuitopsicologiaUFSC