Mostra Cinema pela Verdade terá exibições na UFSC

18/06/2012 09:36

As principais universidades do país serão palco do primeiro festival ´Cinema pela Verdade`, realizado pelo Instituto Cultura em Movimento (ICEM) em parceria com o Ministério da Justiça, via Comissão de Anistia. A UFSC terá exibição de filmes e debates segunda, terça e sexta-feira (veja cronograma abaixo).

O projeto vai levar para os quatro cantos do Brasil filmes nacionais que têm como tema o período da ditadura militar e suas consequências. O festival  percorre todas as 27 capitais federativas e vai passar por 81 universidades, promovendo exibições gratuitas, seguidas de debate com a presença de convidados e diretores/realizadores de cada obra.

O Cinema pela Verdade foi contemplado pelo edital Marcas da Memória, da Comissão da Anistia, que visa a promoção de eventos e projetos em geral com foco no período da ditadura militar no Brasil.

Acompanhe a programação:

Segunda-feira / 18 de junho / Hércules 56
UFSC / Centro de Comunicação e Expressão / Bloco B / Auditório Henrique Fontes / 18h30min

Terça-feira / 19 de junho / Condor
UFSC / CCE / Bloco B / Auditório Henrique Fontes / 18h30min

Quarta-feira / 20 de junho / Condor
CESUSC / Auditório Cesusc / 19h

Quinta-feira / 21 de junho / Cidadão Boilesen
CESUSC / Auditório Cesusc/ 19h

Sexta-feira / 22 de junho / Uma longa Viagem
UFSC / CCE / Bloco B / Auditório Henrique Fontes /18h30min

Filmes Selecionados:

Cidadão Boilsen
Um capítulo sempre subterrâneo dos anos de chumbo no Brasil, o financiamento da repressão violenta à luta armada por grandes
empresários, ganha contornos mais precisos neste perfil daquele que foi considerado o mais notório deles. As ligações de Henning Albert Boilesen (1916-1971), presidente do grupo Ultra, com a ditadura militar, sua participação na criação da temível Oban – Operação Bandeirantes – e acusações de que assistiria voluntariamente a sessões de tortura emergem de diversos depoimentos de personagens daquela época.
Direção: Chaim Litewski, 2009 Documentário, 92 minutos.

Condor
Condor foi o nome dado à cooperação entre governos militares sul-americanos que resultou no sequestro e assassinato de milhares de
pessoas e no exílio de tantas outras. Uma análise contemporânea destes eventos, trazendo uma história de terrorismo de Estado, mas também de pessoas e da procura pela verdade e justiça.Direção: Roberto Mader, 2007.
Documentário, 106 minutos.

Hércules 56
Na semana da independência de 1969 o embaixador americano no Brasil, Charles Burke Elbrick, foi sequestrado. Em sua troca foi exigida a divulgação de um manifesto revolucionário e a libertação de 15 presos políticos, que representam diversas tendências políticas que se opunham à ditadura militar. Banidos do território nacional e com a nacionalidade cassada, eles são levados ao México no avião da FAB Hércules 56. Através de entrevistas com os sobreviventes os fatos desta época são relembrados.
Direção: Silvio Da-Rin, 2006. Documentário, 94 minutos.

Uma Longa Viagem – O documentário fala da vida da própria diretora, na época em que era presa política do regime militar e um de seus irmãos, Heitor, rodava o mundo num mergulho delirante no universo das drogas.
Direção : Lucia Murat , 2011. Documentário, 97.

Informações: Fernanda Viana / Produção Cultural / (48) 9147-8747

Tags: cinema pela verdadeUFSC