Congresso sobre formação em Educação Física reúne mais de 600 pesquisadores

18/05/2012 10:47

Carlos Januário, professor da Faculdade de Motricidade Humana da Universidade Técnica de Lisboa, Portugal.

“Até que ponto o profissional de educação física está formado após a conclusão da graduação”, questionou o professor Carlos Alberto Serrão dos Santos Januário na sua conferência de abertura do II Congresso Internacional de Formação Profissional no Campo da Educação Física (CIFPEF). Januário é professor na Faculdade de Motricidade Humana da Universidade Técnica de Lisboa, Portugal. Em sua palestra, ele falou também sobre o processo de aprendizagem e desenvolvimento ao longo da vida, e tipos e perfis de estagiários.

O CIFPEF acontece no Centro de Eventos da UFSC até o dia 19 de maio, junto com o VI Seminário de Estudos e Pesquisas em Formação Profissional no Campo da Educação Física (SEPEF). Participam desta edição 645 pesquisadores de 26 estados. Promoção conjunta entre a UFSC e a Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), o evento discute “A Construção da Identidade Profissional em Educação Física: da formação à intervenção”. O objetivo é estabelecer um diálogo entre universidade e mercado de trabalho, usando temáticas que abordam saúde, esporte, lazer, artes marciais, dança, educação física adaptada e escolar.

A abertura do Congresso foi feita pela reitora da UFSC, Roselane Neckel. Dentre as autoridades presentes estavam o reitor da UDESC, Antonio Heronaldo Sousa, o diretor do Centro de Desportos da UFSC, Edison Roberto de Souza, o representante do Ministério do Esporte, Amauri Bassoli de Oliveira e o vice-presidente do Conselho Federal de Educação Física, Carlos de Souza Pimentel. Após a abertura oficial, grupos de dança da UFSC e da UDESC fizeram suas apresentações homenageando a cidade de Florianópolis e sua cultura.

Congresso é uma promoção conjunta da UFSC e da UDESC.

Ainda na parte da manhã aconteceu a primeira sessão de Comunicações Orais, com o tema Estágio Curricular na Formação de Professores de Educação Física. A programação à tarde foi de mesas-redondas, com convidados internacionais, como a professora Paula Maria Batista, de Porto, Portugal, e a professora Cecília Maria Borges, de Montreal, no Canadá.

Devido à importância e dimensão que o tema vem assumindo no espaço de expressão da língua portuguesa, haverá também um evento-satélite, para discussão de assuntos relacionados à formaçãoem Educação Físicapara o setor de saúde. Acontece apenas no sábado, dia 19, das 9h às 16h, nas Salas Aroeira/Pitangueira, do Centro de Cultura e Eventos da UFSC.

Grupos de dança da UFSC e da UDESC apresentaram-se na abertura do evento. As danças homenagearam Florianópolis e sua cultura.

Além da UFSC e da Udesc, participam como co-organizadoras do evento diversas universidades nacionais e internacionais, com o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (FAPESC), da Prefeitura Municipal de Florianópolis, entre outros. O “Seminário de Estudos e Pesquisas em Formação Profissional no Campo da Educação Física” (SEPEF) foi promovido pela primeira vez, em 2002, na Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita (UNESP), no campus de Rio Claro, São Paulo. No evento de 2007, houve a internacionalização, surgindo então o Congresso Internacional de Formação Profissional no Campo da Educação Física, o CIFPEF, envolvendo a participação de pesquisadores vinculados aos centros de referência internacional na área.

Por Isadora Ruschel, bolsista de Jornalismo na Agecom. Fotos: Wagner Behr.

Tags: congresso internacionalEducação FísicaUFSC