Aula inaugural da Pós-Graduação em Estudos da Tradução

10/03/2011 08:08

O Programa de Pós-Graduação em Estudos da Tradução da UFSC realiza na segunda-feira,  14 de março, a aula inaugural ´Tradução, língua e o estado (pós)nacional: a tarefa infinita da tradução`. O encontro acontece às 10h, no Auditório Henrique da Silva Pontes, bloco B do Centro de Comunicação e Expressão. O convidado é o professor Márcio Seligmann-Silva, da Universidade de Campinas (Unicamp).

Márcio Seligmann-Silva é doutor pela Universidade Livre de Berlim, pós-doutor por Yale e professor livre-docente de Teoria Literária na Unicamp. É pesquisador do CNPq e autor dos livros Ler o Livro do Mundo. Walter Benjamin:  romantismo e crítica poética (Iluminuras/FAPESP, 1999, vencedor do Prêmio Mario de Andrade de Ensaio Literário da Biblioteca Nacional em 2000); Adorno (PubliFolha, 2003), O Local da Diferença. Ensaios sobre memória, arte,  literatura e tradução (Editora 34, 2005, vencedor do Prêmio Jabuti na categoria Melhor Livro de Teoria/Crítica Literária 2006), Para uma crítica da compaixão (Lumme Editor, 2009) e A atualidade de Walter Benjamin e de Theodor W. Adorno (Editora Civilização Brasileira, 2009).

Também organizou os volumes Leituras de Walter Benjamin: (Annablume/FAPESP, 1999; segunda edição 2007); História, Memória, Literatura: o Testemunho na Era das Catástrofes (Unicamp, 2003) e Palavra e Imagem, Memória e Escritura (Argos, 2006). O professor ainda coorganizou Catástrofe e Representação (Escuta, 2000).

Márcio Seligmann-Silva traduziu obras de Walter Benjamin (O conceito de crítica de arte no romantismo alemão,  Iluminuras, 1993), G.E. Lessing (Laocoonte. Ou sobre as Fronteiras da Poesia e da Pintura, Iluminuras, 1998, finalista do Prêmio Jabuti na categoria Tradução, 2000), Philippe Lacoue-Labarthe, Jean-Luc Nancy, J. Habermas, entre outros. É coordenador desde 2006 do Projeto Temático Fapesc ´Escritas da Violência`. Possui vários ensaios publicados em livros e revistas no Brasil e no exterior.

O Programa de Pós-Graduação em Estudos da Tradução foi aprovado em 2003 pela Capes e teve a sua primeira turma de mestrado em 2004. É o primeiro do Brasil em sua área e conta com conceito 4 na Capes. Oferece mestrado e doutorado. Com área de concentração em Processos de Retextualização, a pós-graduação tem como linhas de  pesquisa Teoria, crítica e história da tradução e Lexicografia, tradução e ensino de línguas estrangeiras.

Mais informações: www.pget.ufsc.br / (48) 3721-6647

Tags: aula inauguralEstudos da tradução