Bloomsday relembra clássico do escritor irlandês James Joyce

16/06/2010 11:37

Realizado em várias cidades do mundo, como Dublin e Nova York, e também em Florianópolis, o “Bloomsday” celebra, a cada dia 16 de junho, o romance mais radical do século XX, “Ulisses” (1922), do irlandês James Joyce, no qual prosa e poesia são inseparáveis.

Nesse livro revolucionário, que introduziu na literatura novas técnicas narrativas, como o monólogo interior, o protagonista Leopold Bloom, parodiando o longo périplo do herói homérico, Odisseu, percorre a cidade de Dublin, Irlanda, recolhendo anúncios para jornal. Bloom é, em suma, um personagem que leva e traz mensagens, atuando ativamente na mídia impressa da época.

Para rememorar sua aventura de “homem da imprensa”, o evento deste ano, em Florianópolis, será totalmente midiático, ocorrendo simultaneamente em duas mídias contemporâneas: o site www.centopeia.net e a Rádio Comunitária Campeche, 98.3FM, www.radiocampeche.com.br , apoiadores do Bloomsday de Florianópolis 2010.

Joyce no site

No site www.centopeia.net , os leitores poderão ler, no dia 16 de junho, uma entrevista com Caetano Galindo, tradutor da nova versão de “Ulisses” (a sair em 2012), a terceira em língua portuguesa. Também estará disponível, no mesmo endereço eletrônico, uma parte do livro “Enrique Flor” (a sair em 2011), de Sérgio Medeiros, diretor da Editora da UFSC (EdUFSC), que narra poeticamente a biografia do personagem de mesmo nome, um senhor de origem portuguesa, radicado em Dublin, que atua no romance “Ulisses” como organista num breve episódio: sua música, tocada nos matrimônios, faz surgirem flores, folhas e galhos em todos os lugares, sobretudo nos nomes e sobrenomes dos noivos e dos seus convidados, constituindo curiosa reflexão sobre o desmatamento da Irlanda e de Portugal em 1904, ano em que se passa o enredo de “Ulisses”.

O site trará ainda, entre outras colaborações, um ensaio de Dirce Waltrick do Amarante sobre ”Finnegans Wake”, o mais “ilegível” romance da literatura universal, no entanto, já traduzido para várias línguas, inclusive o português do Brasil.

Joyce na estação de rádio

A Rádio Comunitária Campeche, 98.3FM, no dia 16 de junho, apresentará, ao longo da programação, a leitura de “soundsenses” (palavras inventadas, algumas compostas por mais de cem letras, que anunciam um evento qualquer, cósmico ou cotidiano, e que integram o romance “Finnegans Wake”), na voz de Aline Maciel, colaboradora da Rádio, e, entre as 18 e 20 horas, um programa especial ao vivo com uma amostra verbo-musical da obra de Joyce, reunindo leituras de páginas antológicas e de composições inspiradas no romancista irlandês, assinadas por grandes compositores modernos, como Luciano Berio e John Cage, entre outros. Obras de compositores brasileiros, como Flo Menezes, também integrarão a programação dessa noite.

A poesia e a prosa de Joyce citam numerosas canções populares da Irlanda, por isso, no encerramento do “Bloomsday” deste ano, a Rádio Comunitária Campeche transmitirá canções tradicionais da ilha de Joyce, interpretadas pelo cantor e poeta Marcelo Tápia e por músicos convidados.

Organização do Bloomsday 2010: Dirce Waltrick do Amarante, Sérgio Medeiros e Aline Razzera Maciel.

Contato: ; ;