André Porto fala sobre Wittgenstein no Café Filosófico

10/06/2010 17:07

Um dos principais atores da chamada “virada linguística”, responsável pelo desenvolvimento da filosofia ocidental do século XX, Ludwig Wittgenstein (Viena, 1889) é o pensador predileto dos cursos de Ciências Humanas. Considerado por muitos como o principal pensador do século XX, ajudou a estabelecer as relações entre filosofia, linguagem e matemática. O autor de Tractatus Logico-Philosophicus, livro no qual esclarece as condições lógicas que o pensamento e a linguagem devem atender para poder representar o mundo, será o tema da próxima conferência do Café Filosófico, com André Porto, professor de Filosofia da Universidade de Federal de Goiás (UFG), nesta sexta-feira (11), às 10h, no auditório da Reitoria.

“Esboço de uma aritmética e análise wittgensteiniana”. Assim intitula-se a conferência do terceiro encontro do Projeto Café Filosófico deste ano, com acesso gratuito e aberto à comunidade. Realizado desde 2009 pela Secretaria de Cultura e Arte, com apoio da Pós-Graduação em Filosofia e do Núcleo de Investigações Metafísicas, o Café Filosófico promove o encontro mensal de estudantes, professores e pesquisadores com grandes filósofos da contemporaneidade para a discussão de temas atuais e emergentes.

Professor adjunto do Departamento de Filosofia, André Porto é atualmente o diretor da Faculdade de Filosofia da UFG. Seus interesses em filosofia da matemática incluem: as propostas de Wittgenstein e de Skolem, Estruturas Indutivas, Teorias dos Tipos e das Categorias, bem como a Análise Suave. O professor André tem estudado exaustivamente a obra de Wittgenstein da primeira e da segunda fase, com Quine, tradução radical e inescrutabilidade da referência, e com as propostas externalistas de Davidson. Em filosofia da linguagem, seus interesses são as concepções externalistas da semântica e da filosofia da mente.

Por Raquel Wandelli (jornalista, SeCarte)

Contatos: (48) 9911-0524 3721-9459





www.secarte.ufsc.br