Oficinas Semana Ousada de Artes

17/11/2011 12:44

As inscrições para participar das 22 oficinas de arte gratuitas e abertas ao público da 4ª Semana Ousada de Artes devem ser feitas pelo site do evento www.semanaousada.udesc.ufsc.br até esta quinta-feira, 17 de novembro. O  evento da UFSC e da  UDESC vai movimentar a vida cultural das cidades catarinenses com uma overdose de espetáculos de arte e cultura.

Fotografia, expressão corporal, xilogravura, música, escultura, artesanato, desenho, cerâmica, teatro, performance, dança, produção cultural, máscaras, origami. Para quem gosta de artes e busca aperfeiçoamento em algum tipo de expressão artística a 4ª Semana Ousada de Artes UFSC-UDESC abre este mês a oportunidade de participar de oficinas gratuitas e abertas ao público nas mais diversas áreas com profissionais das duas universidades públicas. São 22 oficinas integrando a programação da 4ª Semana Ousada, que de 22 a 25 de novembro vai movimentar a vida cultural de Florianópolis e de 17 cidades catarinenses oferecendo mais de uma centena de espetáculos de dança, teatro, música, cinema, moda, além de palestras, exposições e mostras selecionados pela qualidade e ousadia estética.

Quem quer participar das oficinas precisa preencher o formulário de inscrição no site do evento www.semanaousada.udesc.ufsc.br . Cada curso tem de 10 a 20 vagas e de um a cinco dias de duração. A Grande Florianópolis e as cidades de Araranguá, Balneário Camboriú, Lages, Ibirama, Joinville, Chapecó, Palmitos, Pinhalzinho, Guarujá do Sul, Laguna, Palma Sola, Dionísio Cerqueira e São Bento do Sul vão entrar no circuito artístico da Semana Ousada. A Camerata de Florianópolis abre a programação com o arrebatador espetáculo musical “Sinfonia Terra”. Também já estão confirmadas apresentações de grupos teatrais reconhecidos em circuito nacional, como a peça Oxigênio, de Marcio Abreu, que questiona a moral e necessidades humanas. A Mostra Catarinense de Cinema na TV UFSC e o Desfile de Moda dos Alunos da UDESC serão uma oportunidade de conhecer o produto da experimentação artística dos laboratórios de ensino das universidades públicas.

Organizada pela Secretaria de Cultura e Arte da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e pela Coordenadoria de Cultura da Pró-Reitoria de Extensão, Cultura e Comunidade da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), a 4ª Semana Ousada de Artes vai “apresentar a universidade como fonte de ousadia e sensibilidade poética, afirmando a cultura ao lado do ensino, da pesquisa e da extensão como unidades indissociáveis do conhecimento”, como assinala a secretária de Cultura e Arte da UFSC, Maria de Lourdes Borges. Essa super concentração de espetáculos gratuitos pretende democratizar o acesso ao saber nas mais diversas linguagens, promover o fazer artístico e construir nas cidades do circuito um ambiente propício à fruição e à criação da arte.

 

OFICINAS – 4ª SEMANA OUSADA UFSC/UDESC – inscrições de 11 a 17 de novembro pelo sitewww.semanaousada.ufsc.br  FOTOGRAFANDO O IN-VISÍVEL A PARTIR DA REALIDADE?
Data: 22 a 25 de novembro, 14h às 17h30MIN.
Ministrante: Danísio Silva
Local: Sala Laranjeira, Centro de Cultura e Eventos / UFSC.
Vagas: 14
Requisito: Cada participante deverá ter uma câmera fotográfica digital, não há necessidade de ser profissional.Descrição: O curso “Fotografando o In-visível a Partir da Realidade?” trabalha sobre a dicotomia visível x invisível, que, não sendo uma questão premente para a filosofia, é objeto de questionamentos e preocupações daqueles que não se contentam com o caráter objetivo que orienta a visão de mundo ditada pelo senso comum. A proposta da oficina é questionar a imagem, o que implica em questionar a realidade. No curso, será possível perceber como cada um cria sua própria realidade, influenciado por outras pessoas e pelo meio. O curso tem um caráter ousado, porque propõe uma alternativa ao mundo das imagens como um fim em si mesmo. Além disso, se volta para o universo da Arte, na medida em que mexe com um mundo de inquietações, que aceita o não óbvio, que admite a ausência de limites e convenções, ou seja, um território livre para ser ou não ser.
COM PALAVRAS E SEM ELAS. EXPRESSANDO ATRAVÉS DO CORPO
Data: 21 e 22 de novembro, 9h às 12h
Ministrante: Grupo Simulacro
Local: sala 403 (CFM) – Artes Cênicas/UFSC
Vagas: 16Objetivo: Expressar pensamentos e emoções sem palavras, através do corpo. Aprofundar na verdade e em encontrar as ações necessárias para um comover e significar sem dizer.
Metodologia: Através de um texto se improvisará uma cena, primeiro com palavras e depois buscando condensar os significados sem as palavras, apenas com o corpo. O foco será a verdade e a organicidade do texto e do movimento. A música se configurará de acordo com as cenas improvisadas, podendo ser rítmica ou melódica, intervindo como parte das emoções que se estão vivendo em cena.
Inscrição: 
GRAVURAS LAMBE-LAMBE – XILOGRAVURAS
Data: 21 de novembro, 13h30MIN às 18h00,
22, 23 e 24 de novembro,
Turma I: 09h às 12h
Turma II: 14h às 18h
Ministrante: Flávia Fernandes.
Local: Praça da Cidadania/UFSC.
Vagas: 10 por turma.
Materiaisrequisitados:
10 Folhas Papel de seda em várias cores, papel sulfite 75g folha A2, estilete, tesoura, avental, 1 colher de madeira de cozinha, goivas e formões para xilogravura,
bloco de desenho tamanho A2, pincel, lápis, carvão, 2 pacotes de estopas, régua e esquadro de 50cm a 1m.
Descrição: O objetivo á criar uma ação coletiva envolvendo artistas poetas e cidadãos tendo a xilogravura como foco de interesse e a intervenção como contraponto. As gravuras podem ser feitas individualmente ou em grupos em que cada participante trabalha uma matriz formando painéis.
A imagem gráfica é usualmente identificada com os meios urbanos e com a cultura desenvolvida nas grandes cidades em torno da produção e consumo de imagens. As cidades hoje em dia estão repletas de imagens, outdoor, cartazes que na sua maioria utilizam a linguagem gráfica dos meios digitais e fotográficos. A ação nesse workshop será de criarmos imagens gráficas poéticas sem o cunho publicitário e instalarmos em diversos lugares no campus, criando um dialogo e interferência com os lugares em que serão instalados.
A MUSICA E O JOGO DO ATOR
Data: 21, 22, 23 de novembro, 14h às 18h
Ministrante: Cláudia Sachs
Local: Sala 403 –  CFM Curso de Artes Cênicas/UFSCVagas: 16Descrição: A partir dos pressupostos da pedagogia de Jacques Lecoq e de princípios da metodologia de Viewpoints para a formação do artista cênico, o curso apóia-se em relações entre a música, o jogo do ator e o espaço. Através de exercícios práticos de preparação corporal e de improvisação, usamos a música como parceiro de cena, como indutora da imaginação e do jogo do ator, refletindo em sua presença e escuta em cena. O objetivo é despertar a percepção para a dinâmica interna da música, os ritmos, os silêncios, as ênfases, entre outras características que podem ser transpostas para o corpo do ator, o jogo, a criação, a dramaturgia da cena.
Inscrição: 
ESCULTURA EM MÁRMORE
Turma I: 22, 24 e 25 de novembro, 09h às 12h
Turma II: 22, 23 e 25 de novembro, 14h às 18h
Ministrante: Pita Camargo.
Local: Praça da Cidadania/UFSC
Vagas: 10 por turma
OBS: Montagem com acompanhamento dos inscritos, 21 de novembro, a partir das 13h.Descrição: O escultor estará trabalhando ao vivo em uma obra já em transformação, oportunizando aos visitantes conhecer o entalhe na  pedra de forma direta, apresentando os materiais, ferramentas e  técnicas.
PRESÉPIO POPULAR
Data: 22 a 24 de novembro, 13h às 17h
Ministrante: Osmarina Vilalva
Local: Praça da Cidadania/UFSC
Vagas: 20Descrição: Os participantes terão a oportunidade de confeccionar seu próprio presépio feito artesanalmente com materiais simples: casca da semente de pente-de-macaco, ramos secos, pequenas flores desidratadas e argila para confeccionarem as figuras de Sagrada família.
Durante a oficina o participante participará da modelagem das peças, pintura das figuras, criação do presépio e montagem final.
PRESÉPIO  DE GRANDE FORMATO
Data: 21 a 25 de novembro, 13h às 17h
Ministrante: Luís Andrés Vilalva, Osmarina Vilalva e Paulo Vilalva.
Local: Praça da Cidadania/UFSCOficina livre – sem inscrições.Descrição: Os participantes poderão participar da modelagem das peças que irão compor os presépios e depois acompanhar a montagem final. Esta instalação será uma representação tradicional do nascimento do menino Jesus e ficará em frente à Reitoria da UFSC até o “Dia dos Santos Reis” .
Este trabalho é feito artesanalmente e exclusivamente pela família de artistas, utilizando materiais diversos para as estruturas, como madeiras, aramados e espumas, sendo que a cabeça e demais membros são todos feitos em cerâmica, moldados a mão.
DESENHOS PARA CRIANÇAS
Data: 22 a 25 de novembro, 09h às 12h e das 14h às 18h
Ministrante: Lilian Martins
Local: Lona – Praça da Cidadania/UFSC
Vagas: 35 por turma.
Duração: 60min.Descrição: Lilian Martins convida as crianças para registrarem em caderninhos as  imagens de seu dia a dia. Esses cadernos de imagens estimulam as  crianças a observar, selecionar imagens, sintetizar, organizar ideias,  compor arranjos, e poetizar o seu cotidiano.
CERÂMICA UTILITÁRIA 2
Data: 22 a 24 de novembro
Turma I: 09h às 12h
Turma II: 14h às 17h
Ministrante: Tânia Fernandes.
Local: Praça da Cidadania/UFSC
Vagas: 12 por turmaDescrição: Diversas cidades catarinenses, colonizadas pelos portugueses, mais especialmente pelos açorianos, entre elas Florianópolis, São José e outras da Grande Florianópolis, vêm mantendo, ao longo dos últimos séculos muitas das suas tradições, incluindo-se a arte de confeccionar artefatos artesanais de barro.  Entre esses se destacam as louças, ou seja, as panelas, pratos, garrafas, jarras e outros.
Durante o evento serão confeccionados os modelos citados acima, tendo como instrumento a roda de oleiro e como matéria prima a argila. A prática desta oficina fará com que cada participante vivencie a técnica até hoje preservada, valorizando a cultura herdada.
CERÂMICA UTILITÁRIA 1
Data: 22 a 24 de novembro.
Turma I: 09h às 12h
Turma II: 14h às 17h
Ministrante: Lourival Medeiros.
Local: Praça da Cidadania/UFSC.
Vagas: 12 por turma.Descrição: Enquanto o Oleiro vai torneando e dando forma as peças, vai  contando um pouco sobre a vida dos oleiros,como as coisas aconteciam nas olarias, da retirada das argilas a forma como amassavam o barro, como era feito a queima, como era o transporte até os centros consumidores pelo mar em baleeiras, como era o processo de aprendizado,etc…
Na segunda etapa o participante terá oportunidade praticar em um torno de cerâmica movido com os pés, aprendendo a sincronizar os movimentos dos pés para impulsionar a roda e os movimentos das mãos na modelagem das peças.
PERFORMANCE MUSICALData: 22 de novembro, 10h
Palestrante: Maestro André Luis Dias Pires
Local: Auditório Garapuvu – Centro de Cultura e Eventos / UFSCDescrição: Na primeira parte ao piano, ele fala sobre a questão da exegese do texto musical, da relação partitura/performance. Na segunda parte, poderá ouvir e comentar performances de participantes, individuais ou em grupo. Com relação aos pianistas ele poderá abordar questões de ordem técnico-instrumental específicas. O que de forma geral caracteriza o trabalho de André como professor, tanto para alunos regulares quanto para atividades esporádicas como esta, é o fato de que, nele, o rigor não impede, e até estimula, a heterodoxia e o bom humor.
TEATRO MUSICAL 
Ministrante: Rodrigo Bez Marques
Data:   23 de novembro
Local: Sala 402 CFM – Artes Cênicas/UFSC
Dias 24 e 25 de novembro,
Local: Sala 403 Artes Cênicas UFSC.
Horário: 14h às 17h
Vagas: 20Descrição: Esta oficina tem como objetivo introduzir e instruir o aluno a respeito da arte do teatro musical. Será realizada uma aula teórica, na qual abordaremos a história do teatro musical, desde suas raízes na ópera até o teatro musical contemporâneo. O aluno acompanhará uma linha do tempo e será apresentado aos principais musicais já produzidos pelo mundo. Broadway e West End seråo apresentados aos estudantes que também conheceråo os grandes nomes do mundo dos musicais: diretores, atores, produtores, coreógrafos e autores, e poderåo conferir alguns videos destes artistas em trabalho e de forma crítica entender a relevância destes nomes para o mundo das artes. Será também realizadas práticas, nas quais serão abordadas noções de interpretação musical, ritmo, interpretação coreográfica e jogos teatrais, voltadas para o processo de criação da estética do Teatro Musical.
CRIAÇÕES AÉREAS EM TECIDO23 de novembro, 10h às 12h e 24 de novembro, 16h20min as 18h30min.
Ministrantes: Luciana Fiamonici e Carla da Silva Trindade
Local: Ginásio de Aluminio – CDS/UFSC
Vagas: 15Descrição: Propiciar um contato inicial, com a forma artística de acrobacia aérea em tecido; apresentar o implemento “tecido” e promover vivência de criação e técnicas de movimentação no solo e no ar; oportunizar experimentações enfatizando a expressividade e a criatividade nas movimentações.
Inscrição: 
INTRODUÇÃO A DANÇA INDIANA CLÁSSICA E MODERNA
Data:  24 de novembro, 14h20min às 16h.
Ministrante: Grupo Aatmanatyam
Ministrantes: Adriane Martins e Madhava Keli (Maria Clara S. Tavares).
Local: Sala de Dança A – CDS/UFSC
Vagas: 20Descrição:Esta oficina pretende, por meio de exposição teórica, explicar sobre as variações e estilos de danças na Índia; expressões e gestos e o contexto musical e o papel da dança no cinema indiano. Após, será feita a parte prática com um aquecimento, exercícios de expressão e consciência corporal; Técnicas de alguns movimentos na dança indiana; Introdução a passos básicos da dança indiana (moderna e clássica); Movimentos com as mãos e braços, movimentos com os pés, movimentos da cabeça, giros.
Inscrição: 
DANÇAS CIRCULARES DOS POVOS: ENCONTROS
Data:  24 de novembro, 16h30min.
Ministrantes: Giselle Ventura, Luciane Ventura, Patrícia Guerrero, Terezinha Maria Cardoso (TMaria).
Local: Praça da Cidadania – na frente da reitoria
Vagas: ilimitadasDescrição: As Danças Circulares são praticadas em grupo e englobam diversos ritmos, cantos e danças de povos e culturas do mundo. Através dos passos em círculo, nós nos socializamos, nos integramos, nos alegramos e, sobretudo, a dança possibilita o encontro consigo e com o outro. Sendo assim, essa oficina busca: Vivenciar danças tradicionais de diferentes povos e culturas;  Vivenciar danças contemporâneas, danças dos Florais de Bach e danças de roda brasileiras; Desenvolver as capacidades expressivas e criativas dos participantes através de uma prática e de um movimento coletivo, afetivo, sensível e simbólico.
Inscrição: 
O PALHAÇO E O JOGO
Data: 24 de novembro, das 9h às 12h.25 de novembro  das 9h às 12h e às 14h saída de palhaço no Campus da UFSC
Ministrante: Paula Bittencourt de Farias
Local: Sala  403 (CFM) – Artes Cênicas/UFSC
Vagas: 15Descrição: A oficina tem como principal foco a experimentação prática. Os conceitos relativos ao jogo cômico serão abordados na medida em que forem vivenciados corporalmente através de jogos e exercícios. O encontro permitirá uma breve exposição do universo do palhaço por meio de brincadeiras, exercícios corporais, práticas de improvisação e jogos que introduzam elementos da comédia. Buscar-se-á levar o aluno/ator a um estado de percepção de seus mecanismos geradores de comicidade (ritmo / forma particular agir, reagir e se relacionar com as dinâmicas).
Inscrição: 

PRODUÇÃO E GESTÃO PARA AS ARTES CÊNICAS

Ministrante: Pedro H.S. de Freitas

Data da oficina: 21 a  23 de novembro

Horário: 14h às 18h

Local: Sala 401 – CFM – Curso de Artes Cênicas /UFSC

Número de vagas: 20

Sinopse da oficina: produção cultural viabiliza a criação da arte e mediação perante seus públicos para sua fruição. Assim, mais que inserirprodutos no mercado das artes, é função do produtor cultural a elaboração de estratégias que tornem possíveis a criação e a fruição de bens simbólicos.
O curso parte desta dimensão do fazer cultural, procurando localizá-la como ação. O seu objetivo é oferecer aos participantes noções gerais para a gestão de projetos culturais nas artes cênicas: sua formatação para editais e leis de incentivos; o debate sobre a relação entre o processo de criação e a sua administração; a leitura dirigida e a discussão de textos sobre a produção cultural contemporânea  – os artifíciosde gestão que viabilizam os artifícios da cena. Assim, tanto quanto fornecer instrumental para o aluno-participante viabilizar projetos culturais, espera-se contribuir para a o seu processo de formação como agente social da cultura. Conteúdo programático: O papel da produção / Contextualização de Cultura no Brasil / Financiamento à Cultura: Ação Privada e ação Estatal / Elaboração de Projetos (Concepção, objetivos, justificativa) / Planejamento (Orçamento; cronograma) / Estratégia de Plano de Comunicação / Captação de Recursos

Inscrições

 

DANCE ABILITYData: 23 de novembro, das 9h às 12h
Ministrante: Pedro Pinheiro
Local: sala 403 (CFM) – Artes Cênicas/UFSCVagas: 15
Descrição: Dance Ability é um método de dança que utiliza a improvisação de movimento para promover a exploração artística entre pessoas com e sem deficiência.Desde sua criação há cerca de 30 anos, a Companhia Joint Forces, dos EUA e seu diretor Alito Alessi têm mantido como propósito cultivar o comum desenvolvimento da dança e o movimento para a expressão criativa de todas as pessoas. DanceAbility oferece um caminho de inclusão a partir de exercícios simples num ambiente respeitoso, seguro e acolhedor.Sem movimentos pré-determinados, em Dance Ability, a capacidade para dançar de cada indivíduo se define menos por suas qualidades técnicas do que por sua presença, sua escuta aos outros e à atmosfera criada pelo grupo.
Enquanto acolhe-se a riqueza da diversidade, preconceitos são colocados em jogo, transformados a partir da experiência com o outro.Inscrições

 

BALNEÁRIO CAMBORIÚOFICINAS DE MÁSCARAS E ABAYOMISData: 23 de novembroVagas: 30
Descrição: A oficina pretende mostrar a diversidade cultural africana através deste elemento que é a máscara, trazendo a importância da máscara para a cultura africana. Sendo que este projeto é uma ação de extensão que está inserida no Programa Memorial Antonieta de Barros do núcleo de Estudos Afro-Brasileiros.
Duração: 2 horasInformações no site

LAGES

 

EDITORIAL PRODUTOSTYLE

Data: 23 de novembro, 10h

Ministrante: Manoela Ferreira

Local: CAV/UDESC

Oficina livre sem inscrições

 

Descrição: Trabalho proposto pela matéria de Produção de Moda e Imagem, da 5ºfase do curso de Design de Moda da UDESC.  Elaborou-se um editorial de moda que tem por tema, o lifestyle da empresa que está se trabalhando no projeto interdisciplinar da mesma fase. Este trabalho consiste na perspectiva de produzir uma visualização do suposto público-alvo existente, de uma empresa do projeto interdisciplinar. A temática envolve valorizar o comportamento de um mesmo objeto em diferentes faixas-etárias. De como esse público interage com os mesmos produtos oferecidos no mercado, implementando suas particularidades e individualidades em diferentes valores estéticos.

Duração: 1h


SÃO BENTO DO SUL

OFICINA DE MÁSCARAS E ABAYOMIS

Data: 21 de novembro, período vespertino

Local: Escola Estadual Urbana Carlos Ziopperer Sobrinho

Vagas: 30

Descrição: A oficina pretende mostrar a diversidade cultural africana através deste elemento que é a máscara, trazendo a importância da máscara para a cultura africana. Sendo que este projeto é uma ação de extensão que está inserida no Programa Memorial Antonieta de Barros do núcleo de Estudos Afro-Brasileiros.
Duração: 2h.

 

OFICINA DE ORIGAMI: METAMORFOSE

Data: 23 de novembro, período vespertino
Ministrante: Kathia Yuri

Local: Escola Estadual Urbana Carlos Ziopperer Sobrinho

Vagas: 20

Descrição: A proposta da oficina é proporcionar o aprendizado de transformar pedaços de papel em figuras como: animais, objetos utilitários, flores e várias outras formas. Independente da idade.
Duração: 1 h.

 

Divulgação: Raquel Wandelli

99110524 e 37218729

www.secarte.ufsc.br

Ex-aluno da UFSC lança livro

17/11/2011 12:06

Alexandre Eicke Liberato, graduado em direito pela UFSC, lançou no dia 16 de novembro o livro “Você tem medo de que? O direito ao sigilo e a requisição de meros dados cadastrais”. A cerimônia aconteceu na Superintendência da Polícia Federal em Santa Catarina, Rua Paschoal Apóstolo Pítsica,  4744 – Florianópolis.

No livro o autor frisa que o Estado, por meio de instrumentos legais, dotou suas autoridades investigantes, como as Comissões Parlamentares de Inquérito, as autoridades fiscais, o Ministério Público e as autoridades policiais, de algumas prerrogativas, a serem exercidas no âmbito de seus procedimentos administrativos. Entre estas prerrogativas se destaca o poder
de requisitar, de forma direta, meras informações cadastrais, sustenta Alexandre.

Para maiores informações:
http://www.editoramultifoco.com.br/literatura-loja-detalhe.php?idLivro=656&idProduto=677 /

Eleições na UFSC: consulta à comunidade universitária acontece entre 8h e 21h

17/11/2011 08:08

Nesta quinta-feira, 17 de novembro, a comunidade universitária vai às urnas para escolher os novos reitor e vice-reitor, que vão administrar a universidade no período de 2012-2016. A consulta será realizada das 8h às 21h, ininterruptamente. O resultado deve ser divulgado já na noite desta quinta-feira.

Cinco chapas estão concorrendo:

Acompanhe a seguir perguntas e respostas para esclarecer eventuais dúvidas sobre o processo de votação:

Alunos de cursos a distância na UFSC podem votar?
Os alunos regularmente matriculados em cursos de graduação a distância da UFSC também podem votar. Mas para isso precisam comparecer ao campus da Trindade, em Florianópolis.

Alunos, servidores e professores dos campi de Araranguá, Curitibanos e Joinville podem votar?
Sim, desde que estejam dentro das condições estabelecidas na resolução:

Os servidores docentes e técnico-administrativos ativos da Universidade, integrantes das respectivas carreiras e em efetivo exercício que constem do seu cadastro de pessoal ativo até o dia 17/10/2011.

Os alunos regularmente matriculados até o dia 17/10/2011.

Alunos que estão fazendo intercâmbio na UFSC podem votar?
Não. Os alunos de intercâmbio são aqueles que cursam um ou dois semestres na UFSC. Eles não podem votar pois estão regularmente matriculados na universidade de origem, e não na UFSC.

Podem votar os alunos estrangeiros regularmente matriculados na graduação e pós-graduação, como por exemplo os alunos do Programa de Estudantes Convênio de Graduação (PECG), Programa de Estudantes Convênio de Pós-Graduação (PECPG).

Alunos de pós-doutorado podem votar?
Não. O pós-doutorado é considerado um estágio, e não um curso.

Alunos que estejam com a matrícula trancada podem votar?
Não. Para votar os alunos precisariam estar regularmente matriculados no dia 17/10/2011.

Todos os alunos do Colégio de Aplicação poderão votar?
Não. Apenas os alunos que tiverem a idade mínima de 16 anos na data de 17/10/2011.

Servidores docentes ou técnico-administrativos aposentados podem votar?
Não. Para votar é preciso estar em exercício.

Servidores docentes ou técnico-administrativos em licença podem votar?
Sim. São considerados em atividade.

Servidores docentes ou técnico-administrativos em férias podem votar?
Sim.

Eleitores que não estiverem em sua seção eleitoral podem votar em outra seção?
Não.

Existe alguma forma de votar a distância, por correspondência ou por procuração?
Não. O voto é presencial: o eleitor só pode votar na seção em que está apto. Não existe voto por procuração.

Um eleitor faz parte de diferentes segmentos da comunidade universitária, por exemplo: é professor e técnico-administrativo, ou é professor e aluno de pós-graduação. Como fica o voto nesses casos?
Cada pessoa vota uma única vez. As regras para os casos em que o eleitor faz parte de mais de um segmento estão definidas da seguinte forma:
– se é servidor docente e técnico-administrativo, votará como professor;
– se é servidor docente, técnico-administrativo e aluno, votará como professor;
– se é servidor técnico-administrativo e aluno, votará como técnico-administrativo;
– se é aluno matriculado no curso de pós-graduação e graduação, votará como aluno de pós-graduação.

O voto é obrigatório?
Não.

Quais serão as datas e horários da consulta?
O primeiro turno será realizado no dia 17 de novembro de 2011.
Se houver segundo turno a data marcada é 30 de novembro de 2011.
A consulta será realizada das 8h às 21h, ininterruptamente.

Como são as urnas?
São urnas eletrônicas, fornecidas pelo Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina (TRE).

Como é o processo de votação?
É um processo semelhante ao de votar para presidente, por exemplo:
– cada seção é composta por um presidente de mesa e dois mesários;
– o eleitor identifica-se junto à mesa, com um documento oficial com foto. Seu nome deverá constar do cadastro de eleitores da seção e da folha de votação;
– depois o eleitor dirige-se à urna eletrônica para digitar o número do seu candidato;
– é preciso digitar dois números. Portanto, lembre-se de colocar o número zero antes do número da chapa de seu candidato;
– em seguida aparecerá a foto e o nome. Para confirmar, basta apertar o botão verde, CONFIRMA. Para corrigir, aperte o botão laranja, CORRIGE. Para anular o voto, digite números diferentes dos que estão concorrendo e confirme. Para votar em branco, aperte a tecla Em Branco.

Posso votar em qualquer urna?
Não. Os eleitores estão organizados por seção eleitoral por Unidade Acadêmica ou Unidade Administrativa.Portanto, cada eleitor poderá votar em apenas uma urna.

Como localizo minha seção eleitoral?
As listagens com o nome dos eleitores e sua respectiva seção estão disponíveis nos links:

ELEITORES   DOCENTES

ELEITORES   DISCENTES (ALUNOS)

ELEITORES   TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS

Quais documentos preciso levar para votar?
O eleitor deverá portar documento oficial com fotografia, como por exemplo a Carteira de Identidade, Carteira Nacional de Habilitação, Passaporte.

Envie sua pergunta:
Se você tem alguma pergunta sobre o processo de consulta da UFSC, envie um email para Por favor, informe no assunto da mensagem “Eleições UFSC”.

Por Laura Tuyama / Jornalista da Agecom

Saiba Mais:

– Nova edição do Jornal Universitário abre espaço para as cinco chapas inscritas nas eleições para a reitoria da UFSC.

– Comissão Eleitoral:  (48) 3721-2199 / http://comeleufsc.ufsc.br /

Acompanhe as regras da consulta à comunidade universitária:

– Res. Nº 004/COMELEUFSC/2011

– Res. Nº 003/COMELEUFSC/2011

– Resolução Nº 002/COMELEUFSC, de 05 de outubro de 2011

– Res. nº 001/COMELEUFSC/2011

Chapas inscritas:

1 – Reitor: Dilvo Ilvo Ristoff; vice-reitor: Rogério Bastos

2 – Reitor: Irineu Manoel de Souza; vice-reitor: Carlos Antonio Ramirez Righi

3 – Reitor: Fernando Kinoshita; vice-reitor: Eduardo A. Temponi Lebre

4 – Reitor: Carlos Alberto Justo da Silva; vice-reitor: Vera Lucia Bazzo

5 – Reitor: Roselane Neckel; vice-reitor: Lúcia Helena Martins Pacheco

Começa distribuição gratuita de ingressos para 4ª Semana Ousada de Artes

17/11/2011 08:05

A Secretaria de Cultura e Arte da UFSC fará quinta e sexta-feira a entrega antecipada dos  ingressos para os principais espetáculos da IV Semana Ousada de Artes UFSC/Udesc. O evento vai promover, de 21 a 25 de novembro, um supercircuito de arte e cultura em Florianópolis e em mais 17 cidades de Santa Catarina, com mais de cem espetáculos gratuitos e abertos ao público de dança, música, teatro, cinema, moda, além de oficinas, mostras, exposições e oficinas.

Na quinta-feira, 17, e na sexta, 18, das 9 às 13 horas, a SeCArte distribui ingressos para as apresentações dos espetáculos Sinfonia Terra e Recital com André Pires e para as peças Oxigênio e Dentro Fora. Os bilhetes são gratuitos e poderão ser retirados no hall do Centro de Cultura e Eventos, ao lado do banco Santander, na UFSC. Todas essas apresentações com distribuição antecipada de ingressos ocorrerão no Auditório Garapuvu do Centro de Cultura e Eventos da UFSC. Para os demais eventos não será necessário retirar bilhetes de entrada.

A Semana Ousada de Artes UFSC/UDESC abre no dia 21 de novembro, às 20 horas, com a Camerata Florianópolis estreando pela segunda vez o grante espetáculo Sinfonia Terra. No dia seguinte, 22, às 21 horas, ocorre o Recital André Pires. A peça Oxigênio terá duas apresentações: nos dias 24 e 25, das 19 às 21horas, enquanto a peça Dentro Fora está marcada para o dia 23 de novembro, às 21 horas, todos no Auditório Garapuvu.

Espetáculos com distribuição antecipada de ingressos

Sinfonia Terra – Abertura – 21 de novembro, às 20 horas

Sob a regência do maestro Jeferson Della Rocca e do compositor/pianista/maestro Alberto Andrés Heller, a Camerata Florianópolis estreia pela segunda vez o comovente espetáculo Sinfonia Terra, recém criado pelo compositor Alberto Heller, com a participação do Polyphonia Khoros e solos da soprano Masami Ganev e do barítono Douglas Hahn. O espetáculo inclui Tzigane para violino e orquestra, de Ravel (com solo de WaleskaSieczkowska) e o Concerto para violoncelo e orquestra, de Elgar (com solo de Anderson Fiorelli), obras que exigem grande virtuosidade por parte do violinista e da orquestra.

O título “Terra” faz referência à questão ambiental, presente nos textos e poemas que integram a obra, que reverencia Goethe, William Blake, Alphonse de Lamartine, Dante, Issa, Basho, Shiki e Buson, cantados em seus idiomas originais (alemão, inglês, francês, italiano e japonês). Heller procura traduzir em sons a experiência de uma ecologia profunda, onde humano e não-humano, matéria e espírito, natureza e cultura se mesclam quase que indistintamente, de tal forma que a sustentabilidade do planeta aparece indissociavelmente ligada à nossa capacidade de entrar em harmonia e equilíbrio com os inúmeros sistemas que compõem o complexo vida. Segundo Heller, a obra é resultado de uma grande procura literária e musical de textos que levam ao cerne dessas questões da vida em torno das quais a contemporaneidade se debruça.

Oxigênio – 24 e 25 de novembro, das 19 às 21horas.

Com a encenação de “Oxigênio”, a companhia brasileira de teatro lança no Brasil a obra de Ivan Viripaev, completamente inédita no país. O trabalho do dramaturgo, nascido na Sibéria, tem forte identificação com o trabalho da companhia. “A musicalidade da palavra expressa no texto, a forma de se colocar diante do público e a revisão do teatro como forma de contato com a plateia são apenas alguns dos elementos que nos conquistaram”, conta o diretor Márcio Abreu. O texto trata de assuntos contemporâneos como violência, terrorismo, racionalidade, consumismo. “Discute tudo isso investigando sobre o que é essencial na existência”, completa.

Dirigida por Marcio Abreu, com Patrícia Kamis, Rodrigo Bolzan e Gabriel Schwartz, o Vadeco, responsável também pela música, a trama parte de um crime passional. Um homem, acusado pelo assassinato da própria mulher é condenado, juntamente com sua amante. A partir dessa fábula começa uma discussão, polêmica e poética, sobre dramas de uma geração e o que é o “oxigênio” de cada um. A peça estreou em dezembro de 2010 na sede da companhia brasileira de teatro em Curitiba.

Recital André Pires – 22 de novembro, às 21 horas

O pianista, maestro, professor e pesquisador (arconte) André Pires apresenta o espetáculo musical Presciliano Silva e Francisco Valle: ousando a tradição, no qual toca (ao piano) e comenta peças desses dois compositores mineiros do século XIX que ele resgatou em sua tese de doutorado, defendida em junho último na Unirio. André Pires propõe associações entre as peculiaridades das duas obras e as diferentes tradições musicais em que ambos mergulharam. Ambos os compositores tiveram parte de sua formação no Rio de Janeiro, mas Silva estudou depois em Milão, e Valle em Paris.

Na abertura da tese, André comenta: “A música de Presciliano, operística ao gosto franco-italiano, perdeu espaço para a música romântica de viés germânico, quando da substituição do Império pela República em 1889; e a músicainternacionalista de Valle caiu no ostracismo após a instalação da hegemonia do pensamento nacional-modernista pós-1922”. Professor do Curso de Música da Universidade Federal de Juiz de Fora, André Pires é premiado como pianista e como regente de coros – tendo conquistado o título de melhor regente no Concurso Sudamericano de Interpretación Coral, na Argentina, em 2004.

No mesmo dia – às 10h da manhã, também no auditório Garapuvu, entrada franca – André oferece uma Oficina de Performance Musical a cantores e instrumentistas. Na primeira parte da Oficina (também ao piano) ele fala sobre a questão da exegese do texto musical, da relação partitura/performance. Na segunda parte, ouvirá e comentará performances de participantes, individuais ou em grupo. Com relação aos pianistas ele poderá abordar questões de ordem técnico-instrumental específicas.

Dentro Fora – 23 de novembro, às 21 horas.

A peça Dentro Fora é uma homenagem a uma das mais famosas obras de Samuel Beckett, Dias Felizes. O espetáculo é uma metáfora sobre o ser humano contemporâneo. Conta o momento de duas personagens chamadas apenas Homem e Mulher, que se encontram presas dentro de duas caixas. A peça explicita a imobilidade do ser humano perante a vida.

Para mais informações e fotos sobre as peças acesse o site da IV Semana Ousada de Artes.

Leia também:

IV Semana Ousada oferece 22 oficinas de arte gratuitas e abertas ao público

Divulgação:

Raquel Wandelli

Jornalista da UFSC na SeCArte

Informações: 37218304

Matheus Moreira Moraes

Estagiário de Jornalismo na SeCArte

ufsc.br

www.secarte.ufsc.br

www.semanaousada.udesc.ufsc.br

 

 

Eleições na UFSC: candidatos à reitoria falam sobre pesquisa na UFSC

17/11/2011 07:55
Durante a eleição para a reitoria na UFSC, a agência de jornalismo científico Ciência em Pauta lança uma série de entrevistas com os cinco candidatos sobre a pesquisa na universidade. Dilvo Ristoff, Irineu Manoel de Souza, Fernando Kinoshita, Carlos Alberto da Silva e Roselane Neckel falam sobre suas prioridades, intercâmbios, infraestrutura e propostas para a área científica dentro e fora dos campi.
A agência Ciência em Pauta é um projeto de extensão do Departamento de Jornalismo da Universidade Federal de Santa Catarina,  desenvolvido pelo NUPEJOC – Núcleo de Pesquisa em Linguagens do Jornalismo Científico.  Desde maio de 2010, produz material jornalístico sobre ciência, tecnologia e inovação, tomando sempre como referência a produção da UFSC.  Tudo que é publicado  no portal da agência pode ser usado gratuitamente por veículos de comunicação, desde que citada a fonte.

Eleições na UFSC: procedimentos de votação com dois dígitos nas urnas

17/11/2011 07:48

A Comissão Eleitoral encaminha para conhecimento da Comunidade Universitária os procedimentos de votação com dois dígitos nas urnas determinados pelo TRE/SC.

Solicitamos a ATENÇÃO do eleitor para esses procedimentos, que serão fundamentais para a correta inserção do voto na urna eletrônica.

ELEITOR,

Atenção para os procedimentos de votação:

1) Confirme se a sessão e o local de votação estão corretos;

2) Tenha consigo um documento oficial com foto;

3) Apresente-se à mesa receptora;

4) A urna eletrônica está programada para reconhecer as chapas e validar os votos SE o eleitor digitar o número da chapa precedido do número 0.

Assim, se o eleitor pretende votar na:

Chapa 1 – Dilvo Ilvo Ristoff (Reitor)/ Rogério Bastos (vice-reitor), deverá digitar 0 + 1, seguido da tecla CONFIRMA;

Chapa 2 – Irineu Manoel de Souza (Reitor)/Carlos Antônio Righi (vice-reitor), deverá digitar 0 + 2, seguido da tecla CONFIRMA;

Chapa 3 – Fernando Kinoshita (Reitor)/Eduardo Lebre (vice-reitor), deverá digitar 0 + 3 seguido da tecla CONFIRMA;

Chapa 4 – Carlos Alberto Justo da Silva (Reitor)/Vera Lucia Bazzo (vice-reitora), deverá digitar 0 + 4, seguido da tecla CONFIRMA;

Chapa 5 – Roselane Neckel (Reitora)/Lúcia Helena Martins Pacheco (vice-reitora), deverá digitar 0 + 5, seguido da tecla CONFIRMA.

5) Confirmado o voto, retire o seu documento de identificação na mesa receptora.

IMPORTANTE:

Caso o eleitor digite apenas um número e pressione a tecla CONFIRMAR, a urna eletrônica aguardará o dígito de outro número, ou seja, ela NÃO PROCESSARÁ o voto;

Caso o eleitor digite um algarismo qualquer de dois dígitos diferente de 01, 02, 03, 04 e 05 e pressione a tecla CONFIRMA, o voto será considerado NULO.

Caso a opção seja votar em branco, basta pressionar a tecla BRANCO, seguida de CONFIRMA.

COMELEUFSC 2011

Saiba Mais:

– Nova edição do Jornal Universitário abre espaço para as cinco chapas inscritas nas eleições para a reitoria da UFSC.

– Comissão Eleitoral:  (48) 3721-2199 / http://comeleufsc.ufsc.br /

Acompanhe as regras da consulta à comunidade universitária:

– Res. Nº 004/COMELEUFSC/2011

– Res. Nº 003/COMELEUFSC/2011

– Resolução Nº 002/COMELEUFSC, de 05 de outubro de 2011

– Res. nº 001/COMELEUFSC/2011

Chapas inscritas:

1 – Reitor: Dilvo Ilvo Ristoff; vice-reitor: Rogério Bastos

2 – Reitor: Irineu Manoel de Souza; vice-reitor: Carlos Antonio Ramirez Righi

3 – Reitor: Fernando Kinoshita; vice-reitor: Eduardo A. Temponi Lebre

4 – Reitor: Carlos Alberto Justo da Silva; vice-reitor: Vera Lucia Bazzo

5 – Reitor: Roselane Neckel; vice-reitor: Lúcia Helena Martins Pacheco

33ª edição do Café Philo

16/11/2011 18:20

A 33ª edição do Café Philo – Conversas em torno dos filósofos franceses – JEAN-JACQUES ROUSSEAU – organizada pelo professor Pedro Souza, do Departamento de Língua e Literatura Vernáculas, traz a convidada Marlene de Souza Dozol. O evento acontece nesta quinta, 17/11, às 19h, no auditório Biblioteca Pública de Santa Catarina. Evento gratuito.

Mais informações: (48) 3721-9581 ou 3028-8063.

CAFE PHILO <http://www.affloripa.com.br/agenda-cultural> <http://www.affloripa.com.br/agenda-cultural>

Eleições na UFSC: equipe do Curso de Jornalismo fará cobertura durante todo o dia

16/11/2011 18:05

Durante toda quinta-feira, 17 de outubro, a equipe do Zero Convergência realiza a cobertura jornalística das eleições para reitor e vice-reitor da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). A comunidade pode acompanhar em tempo real as movimentações dos candidatos e das cinco chapas, as votações nas seções eleitorais em todos os centros da universidade, e a expectativa em torno do resultado, que deve sair ainda na noite de quinta.

A cobertura será feita em texto, vídeo e áudio. Todo o material estará disponível no site do Zero Convergência, e nas contas no twitter (@zconvergencia), Facebook (fan page Zero Convergência), canal no Youtube (http://www.youtube.com/zeroconvergencia), e canal Mixcloud (http://www.mixcloud.com/zeroconvergencia).

Quem quiser colaborar com a cobertura das eleições poderá mandar um e-mail para com nome, curso e número de matrícula. A equipe do Zero Convergência pede aos alunos dos campi de Joinville, Araranguá e Curitibanos que enviem informações sobre o andamento das votações nesses locais.

O Zero Convergência é uma extensão multimídia do jornal laboratório Zero, produzido pelo Curso de Jornalismo da UFSC.

Mais informações: / (48) 3721-4833

Sala de Leitura do Hospital Universitário completa seis anos

16/11/2011 17:08

Cerimônia contou com a presença do patrono, o escritor Salin Miguel, de colaboradores e de usuários do setor. Fotos: Wagner Behr / Agecom

Na manhã desta quarta-feira, 16 de novembro, a Sala de Leitura Salim Miguel do Hospital Universitário (HU) comemorou seu sexto aniversário. Estavam presentes na cerimônia a diretora de apoio assistencial, professora Maria de Lourdes Rovaris (representando a direção do HU), o escritor Salim Miguel, Elson Matos (representando a diretora da Biblioteca Universitária), a coordenadora da Sala de Leitura, Eva Maria Seitz, o diretor na biblioteca municipal de Florianópolis, Daniel Du Herval, além de colaboradores e usuários do setor.

No discurso inicial, Eva Seitz destacou que o espaço conquistou o respeito dos usuários e da instituição. “Em 2010 nós atendemos 4.339 pacientes, acompanhantes internos, externos e funcionários do HU. E 642 pacientes/acompanhantes retiraram livro aqui da sala de leitura”, lembrou Eva.

A coordenadora também ratificou que o espaço é referência em Florianópolis, pois somente o HU tem esse tipo de serviço na Ilha, e citou outros projetos conjuntos. “Nós participamos da rede Biblioteca Viva, do Ministério da Cultura. Somos um ponto de leitura reconhecido também pelo Concurso Machado de Assis, do Ministério da Cultura. Na Sepex nosso estande ficou no quarto lugar na categoria interatividade, o que é muito importante”, sorriu orgulhosa.

Logo a seguir, Eva enumerou os principais desafios da sala de leitura. “O principal e maior é ter uma equipe de trabalho permanente [atualmente a sala de leitura tem uma funcionária e cinco bolsistas]. Temos também que iniciar projetos com uma perspectiva de continuidade, formar um grupo de leitores que vai ler para os pacientes, uma Cineterapia para mostrar um filme, uma comédia a um paciente. Tudo isso para que o paciente se sinta mais em casa, o hospital não pode ser um ambiente estático”.

Maria de Lourdes Rovaris, que estava representando a direção do HU, disse à coordenadora que espera uma ampliação da grade para aumentar o número de servidores na sala de leitura. Ela também elogiou o trabalho e disse que a direção do HU tem que ter um olhar diferenciado para esse tipo de projeto.

Patrono da Sala de Leitura, o escritor Salim Miguel acompanha o movimento do espaço e falou sobre seu otimismo em relação ao projeto. “É exemplo de uma biblioteca com espaço vivo, não só uma estante com livros. Já dizia Monteiro Lobato que um país se faz com homens e livros, pois os livros servem para abrir os caminhos para o povo, para que possamos pedir mais para os nossos governantes, uma sociedade mais justa”.

No final do evento a coordenadora premiou as pessoas que mais pegaram livros no ano passado. O espaço fica aberto para pacientes, acompanhantes internos e externos e funcionários do HU. A  Sala de Leitura atende de segunda à sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h, no terceiro andar do HU.

Mais Informações em 3721-8086 / http://www.saladeleiturahu.ufsc.br

Por José Wilson Fontenele / Bolsista de Jornalismo na Agecom

 

Pesquisadora da UFSC lança livro sobre a relação das crianças com as mídias

16/11/2011 16:44

Até que ponto a mídia influencia a maneira como as crianças se relacionam entre si? Partindo desse questionamento, Patrícia Bieging iniciou uma grande pesquisa que deu origem ao livro Populares e Perdedores – crianças falam sobre os estereótipos da mídia, que será lançado nesta quarta-feira, dia 16, às 19h30, na Livrarias Catarinense no Beiramar Shopping. A obra é fruto da pesquisa de mestrado realizada na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

Em Populares e Perdedores, Patricia Bieging problematiza os usos e a circulação de algumas categorias dispostas pelas mídias – como, por exemplo, populares, perdedores, fracassados e nerds – entre as crianças.

A pesquisa realizada pela autora contou com a participação de 25 crianças da Grande Florianópolis, com faixa etária entre 9 e 12 anos, de ambos e sexos e pertencentes a diferentes contextos sociais. “Apesar desta pesquisa não ter sido realizada no ambiente da escola, diante de tudo o que as crianças disseram fica claro que é nesse espaço que se efetivam as distinções entre os grupos, as competições e a intolerância, o que leva, consequentemente, aos atos violentos”, explica Patricia. A autora também comenta que, após a pesquisa, ficou evidente que nem sempre os professores sabem como agir diante de situações que caracterizam bullying.

Patricia enfatiza que, através desse trabalho, pretende promover a reflexão entre os leitores, pais e educadores. “Quero mostrar que é necessário refletir, a partir das crianças e de suas observações, sobre estes conceitos amplificados pelas mídias e sobre a maneira como são incorporados ao seu dia-a-dia. Con¬sidero que tanto educadores como produtores de comunicação podem contribuir para que as crianças e os jovens tenham uma formação cultural menos preconceituosa e mais aberta à diversidade de modos de ser”, finaliza.

Sobre a autora

Patricia Bieging é publicitária, especialista em Propaganda e Marketing e mestre em educação (no segmento de Educação e Comunicação) pela Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC. É também pesquisadora assistente no Núcleo de Pesquisa Infância, Comunicação e Arte, do CNPq.

Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em telecomunicação, planejamento e marketing corporativo e cultural. Suas publicações abordam temas ligados a televisão, transmídia, identidade cultural, estereótipo, subjetividade, práticas culturais e de consumo.

Sobre o evento

O lançamento do livro Populares e Perdedores – crianças falam sobre os estereótipos da mídia (Ed. Nova Letra, 164 pág., R$ 25) e sessão de autógrafos com a autora Patricia Bieging será no dia 16 de novembro, quinta-feira, às 19h30, na Livrarias Catarinense, Beiramar Shopping, Rua Bocaiúva, 2468, piso Joaquina, no Centro, em Florianópolis. Mais informações pelo telefone (48) 3271-6030 ou pelo e-mail .

Por Grayce Rodrigues

Orientações sobre recesso de final de ano

16/11/2011 16:40

O Gabinete do Reitor da UFSC encaminha aos diversos setores da Universidade orientações sobre o recesso de final de ano, conforme ofício circular da Secretaria de Recursos Humanos, ligada ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. De acordo com o documento, o funcionamento de setores e unidades de trabalho deve ser organizado de forma que os servidores se revezem em turmas de trabalho nas duas semanas comemorativas, sendo a primeira de 19 a 23 de dezembro, e a segunda de 26 a 30 de dezembro.

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO
SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS
Esplanada dos Ministérios, Bloco “C”, 7º andar, Sala 700.
Cep: 70.046-900 – Brasília-DF
Telefones: (61) 2020-1505/1139 Fax: (61) 3321-0117

Ofício-Circular nº 09/SRH/MP

Brasília, 3 de outubro de 2011.

Assunto: Recesso de final de ano.

Senhores Dirigentes de Recursos Humanos dos Órgãos e Entidades Integrantes da Administração Pública Federal direta, suas Autarquias e Fundações.

1. Com o objetivo de permitir que os servidores públicos federais comemorem as “Festas de Final de Ano” (Natal e Ano Novo), recomendo aos dirigentes dos órgãos e entidades da Administração Pública Federal direta, suas Autarquias e Fundações, que organizem o funcionamento de setores e unidades de trabalho, de forma que os servidores se revezem em turmas de trabalho nas duas semanas comemorativas, sendo a primeira de 19 a 23 de dezembro de 2011, e a segunda, de 26 a 30 de dezembro de 2011, preservados os serviços essenciais, em especial, o atendimento ao público.

2. Ambos os períodos previstos para o recesso totalizarão um número 40 (quarenta) horas semanais, que deverão ser compensados na forma do inciso II, do art. 44, da Lei nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990, excepcionalmente, entre 7 de novembro de 2011 e 30 de abril de
2012.

3. Recomendo a compensação de uma 1 (uma hora) diária, mediante a antecipação do início da jornada de trabalho em trinta minutos, postergando o seu final em também trinta minutos.

4. Determina-se rigor no cumprimento da compensação e no controle da frequência, na forma do Decreto nº 1.590, de 10 de agosto 1995.
Atenciosamente,

DUVANIER PAIVA FERREIRA
Secretário de Recursos Humanos

Horário de verão na UFSC

16/11/2011 16:27

De acordo com portaria emitida pelo Gabinete do Reitor, no período de 19/12/2011 a 24/2/2012 a jornada de trabalho dos servidores docentes e técnico-administrativos da UFSC será de segunda a quinta-feira, das 13h às 19h, e sextas-feiras, das 7h às 13h,  em período único, salvo os serviços considerados essenciais.

 

 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA

GABINETE DO REITOR
Campus Universitário Reitor João David Ferreira Lima – Trindade
CEP: 88040-900 – Florianópolis – SC
Telefone (048) 3721-9320 – FAX (048) 3721-8422
E-mail:

 PORTARIA N.º    1240          /2011/GR, DE 31       DE OUTUBRO DE 2011

O Reitor da Universidade Federal de Santa Catarina, no uso das atribuições que lhe confere o Artigo 30 do Estatuto da UFSC,
– considerando a necessidade de racionalizar o consumo de energia elétrica, água, serviços de telefonia e outros;
– considerando o interesse de compatibilizar a jornada de trabalho da UFSC com a dos órgãos públicos federais, estaduais e municipais, que adotam, igualmente, horário especial de verão,

RESOLVE:

Art.1.º Estabelecer a jornada de trabalho dos servidores docentes e técnico-administrativos desta Universidade, de segunda a quinta-feira, das 13 às 19 horas, e sextas-feiras, das 7 às 13 horas, durante o período de 19/12/2011 a 24/2/2012, em período único, salvo os serviços considerados essenciais.

                        Art. 2.º A compensação do referido horário será efetuada no exercício de 2012, atendendo às necessidades de serviço, sob o acompanhamento da chefia imediata.

Prof. Alvaro Toubes Prata
Reitor da UFSC

Palestra sobre inovação docente

16/11/2011 16:12

Palestra “Experiencias construccionistas de enseñanza y aprendizaje en el ámbito universitario. El trabajo de innovación y docencia dentro del grupo Indaga-t”
Palestrante: Fernando Herraiz (professor de Pedagogias Culturais na Faculdade de Belas Artes da Universidade de Barcelona – Espanha. Integrante dos grupo de pesquisa ESBRINA e do grupo de inovação docente INDAGA-T onde desenvolve seu trabalho refletindo sobre as relações pedagógicas emergentes em diferentes contextos educativos).
Data: 21/11/2011
Horário: 10h15
Local: Auditório do Colégio de Aplicação da UFSC
Organização: Débora Gaspar ()

Eleições na UFSC: procedimentos de votação com dois dígitos nas urnas

16/11/2011 15:52

A Comissão Eleitoral encaminha para conhecimento da Comunidade Universitária os procedimentos de votação com dois dígitos nas urnas determinados pelo TRE/SC.

Solicitamos a ATENÇÃO do eleitor para esses procedimentos, que serão fundamentais para a correta inserção do voto na urna eletrônica.

ELEITOR,

Atenção para os procedimentos de votação:

1) Confirme se a sessão e o local de votação estão corretos;

2) Tenha consigo um documento oficial com foto;

3) Apresente-se à mesa receptora;

4) A urna eletrônica está programada para reconhecer as chapas e validar os votos SE o eleitor digitar o número da chapa precedido do número 0.

Assim, se o eleitor pretende votar na:

Chapa 1 – Dilvo Ilvo Ristoff (Reitor)/ Rogério Bastos (vice-reitor), deverá digitar 0 + 1, seguido da tecla CONFIRMA;

Chapa 2 – Irineu Manoel de Souza (Reitor)/Carlos Antônio Righi (vice-reitor), deverá digitar 0 + 2, seguido da tecla CONFIRMA;

Chapa 3 – Fernando Kinoshita (Reitor)/Eduardo Lebre (vice-reitor), deverá digitar 0 + 3 seguido da tecla CONFIRMA;

Chapa 4 – Carlos Alberto Justo da Silva (Reitor)/Vera Lucia Bazzo (vice-reitora), deverá digitar 0 + 4, seguido da tecla CONFIRMA;

Chapa 5 – Roselane Neckel (Reitora)/Lúcia Helena Martins Pacheco (vice-reitora), deverá digitar 0 + 5, seguido da tecla CONFIRMA.

5) Confirmado o voto, retire o seu documento de identificação na mesa receptora.

IMPORTANTE:

Caso o eleitor digite apenas um número e pressione a tecla CONFIRMAR, a urna eletrônica aguardará o dígito de outro número, ou seja, ela NÃO PROCESSARÁ o voto;

Caso o eleitor digite um algarismo qualquer de dois dígitos diferente de 01, 02, 03, 04 e 05 e pressione a tecla CONFIRMA, o voto será considerado NULO.

Caso a opção seja votar em branco, basta pressionar a tecla BRANCO, seguida de CONFIRMA.

COMELEUFSC 2011

Saiba Mais:

– Nova edição do Jornal Universitário abre espaço para as cinco chapas inscritas nas eleições para a reitoria da UFSC.

– Comissão Eleitoral:  (48) 3721-2199 / http://comeleufsc.ufsc.br /

Acompanhe as regras da consulta à comunidade universitária:

– Res. Nº 004/COMELEUFSC/2011

– Res. Nº 003/COMELEUFSC/2011

– Resolução Nº 002/COMELEUFSC, de 05 de outubro de 2011

– Res. nº 001/COMELEUFSC/2011

Chapas inscritas:

1 – Reitor: Dilvo Ilvo Ristoff; vice-reitor: Rogério Bastos

2 – Reitor: Irineu Manoel de Souza; vice-reitor: Carlos Antonio Ramirez Righi

3 – Reitor: Fernando Kinoshita; vice-reitor: Eduardo A. Temponi Lebre

4 – Reitor: Carlos Alberto Justo da Silva; vice-reitor: Vera Lucia Bazzo

5 – Reitor: Roselane Neckel; vice-reitor: Lúcia Helena Martins Pacheco

Cursos gratuitos sobre capitalismo contemporâneo na América Latina

16/11/2011 15:25

Continua no dia 21 de novembro a sequência de seminários livres do Instituto de Estudos Latino-Americanos (IELA/UFSC). Nesse projeto, os pesquisadores do instituto, assim como convidados especiais, apresentam a teoria que move seus projetos de pesquisa. O curso a ser ministrado nos próximos dias 21 e 23 tratará das transformações do capitalismo contemporâneo na América latina. A inscrição é gratuita e deve ser feita com antecedência através do e-mail . São oferecidas 60 vagas.

As transformações do capitalismo dependente latino-americano foram profundas nas duas últimas décadas. A vigência da lei do valor em escala planetária, com a diminuição do poder estatal dos países periféricos, levou a grandes transformações na economia, no estado e nas classes sociais. Após intenso processo de transnacionalização da produção e perda de direitos dos trabalhadores surgiu recentemente uma nova onda desenvolvimentista, especialmente importante após a erupção da crise mundial do capital inaugurada a partir de setembro de 2007, cujos efeitos ainda não são totalmente visíveis e cujo fim ainda não se avizinha. O otimismo desenvolvimentista assume, portanto, caráter ideológico e é incapaz de oferecer uma real alternativa para os grandes problemas que caracterizam o capitalismo dependente latino-americano.

Serviço:

O quê? Curso As transformações do capitalismo contemporâneo na América Latina

Ministrante: Nildo Ouriques – professor de Economia da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

Quando: Dias 21 e 23 de novembro, das 14h às 18h, no miniauditório da Economia, 2º andar – CSE.

Informações: (48) 3721-6483

Assista ao vídeo do mutirão de limpeza do córrego que atravessa a UFSC

16/11/2011 15:10

Como forma de mobilização em relação às condições da Universidade, no dia 12 de novembro, alunos do Grupo Transdisciplinar de Pesquisa em Governança da Água e do Território (GTHidro) e da Empresa Jr de Engenharia Sanitária e Ambiental realizaram um mutirão de limpeza do córrego que atravessa a UFSC e passa ao lado do CDS, reitoria e CTC. Análises realizadas anteriormente apontam má qualidade da água em diversos pontos, devido à má disposição de resíduos sólidos e despejos de efluentes.

Clique aqui para assistir ao vídeo.

Mais informações com Yam: (48) 9959-1031.

Eleições na UFSC: saiba quais técnico-administrativos votam na Reitoria

16/11/2011 13:29

A seção eleitoral 312, localizada na Reitoria, é a que mais concentra servidores técnico-administrativos (STAEs) de diferentes setores e unidades administrativas da UFSC.

Votam na Reitoria os STAEs que trabalham nos seguintes órgãos:

– Agência de Comunicação – Agecom

– Biblioteca Universitária – BU (somente funcionários da BU. Os STAEs das bibliotecas setoriais votam no centro onde sua biblioteca se localiza)

– Centro de Desportos – CDS

– Gabinete do Reitor – GR

– Imprensa Universitária – IU

– Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (PRAE) e departamentos vinculados

– Pró-Reitoria de Desenvolvimento Humano e Social (PRDHS) e departamentos Vinculados

– Pró-Reitoria de Ensino de Graduação (PREG) e departamentos vinculados

– Pró-Reitoria de Infraestrutura (PROINFRA) e departamentos vinculados

– Pró-Reitoria de Pesquisa e Extensão (PRPE) e departamentos vinculados

– Pró-Reitoria de Pós-Graduação (PRPG) e departamentos vinculados

– Secretaria de Cultura e Arte (SecArte)

– Secretaria de Planejamento e Finanças

– Secretaria de Relações Institucionais e Internacionais

Em caso de dúvidas quanto ao seu local de votação, consulte a listagem publicada pela Comissão Eleitoral na página:

http://comeleufsc.ufsc.br/locais-de-votacao/

Consulte também:

Eleições na UFSC: perguntas e respostas

Por Laura Tuyama / Jornalista na Agecom.

Saiba Mais:

– Nova edição do Jornal Universitário abre espaço para as cinco chapas inscritas nas eleições para a reitoria da UFSC.

– Comissão Eleitoral:  (48) 3721-2199 / http://comeleufsc.ufsc.br /

Acompanhe as regras da consulta à comunidade universitária:

– Res. Nº 004/COMELEUFSC/2011

– Res. Nº 003/COMELEUFSC/2011

– Resolução Nº 002/COMELEUFSC, de 05 de outubro de 2011

– Res. nº 001/COMELEUFSC/2011

Chapas inscritas:

1 – Reitor: Dilvo Ilvo Ristoff; vice-reitor: Rogério Bastos

2 – Reitor: Irineu Manoel de Souza; vice-reitor: Carlos Antonio Ramirez Righi

3 – Reitor: Fernando Kinoshita; vice-reitor: Eduardo A. Temponi Lebre

4 – Reitor: Carlos Alberto Justo da Silva; vice-reitor: Vera Lucia Bazzo

5 – Reitor: Roselane Neckel; vice-reitor: Lúcia Helena Martins Pacheco

Prêmio Salim Miguel de romance ganha lançamento em Florianópolis

16/11/2011 10:21

“Eu estava na casa de um amigo e ouvi um estrondo. Era um adolescente que tinha se jogado no vão do 12º andar. A primeira cena do livro descreve a imagem do corpo caindo de uma pessoa. A partir dela, comecei a pensar na história da minha vida e da minha região”.

Vencedor do Concurso Salim Miguel 2011 de Romance, promovido pela Editora da UFSC, a obra “Ao que minha vida veio…”, de Alckmar Santos, professor de literatura, chega às livrarias de todo Brasil. O lançamento em Florianópolis ocorrerá no dia 18 de novembro (sexta-feira), às 19 horas, na Sala Aroeira do Centro de Cultura e Eventos da universidade, durante o Simpósio Internacional de Cibercultura da ABCiber. Em seu terceiro romance, Alckmar, grande admirador da obra de Guimarães Rosa, mistura história do Brasil com história de vida e conhecimentos de alquimia.

O romance premiado de Alckmar, que já publicou outras obras como poeta e ensaísta, estreia no site da Editora da UFSC (www.editora.ufsc.br) o projeto de digitalização de obras de acesso público e gratuito. Sempre transitando entre a escrita para formato impresso e meio eletrônico, o autor também apresentará durante o lançamento do romance, a criação digital multiartística, “Volta ao fim”, elaborada em conjunto com o artista Wilton Azevedo.

Brincando com a palavra alquimia no título e com as origens e nome do autor na narrativa, a história inicia-se na década de 1930, ambientada em Silveiras cidade natal do autor, no Vale do Paraíba paulista. Relata a busca do narrador para reconstituir sua trajetória, descobrir quem são seus pais e definir sua própria identidade. Uma característica marcante é a linguagem inovadora, que evoca a oralidade dos contadores de causos do interior, com passagens repletas de detalhes e encantamentos.

O autor conta que o livro começou a nascer há quatro anos, em uma viagem a Belo Horizonte. “Eu estava na casa de um amigo e ouvi um estrondo. Era um adolescente que tinha se jogado no vão do 12º andar. A primeira cena do livro descreve a imagem do corpo caindo de uma pessoa. A partir dessa cena inicial, comecei a pensar na minha história e na história da minha região”.

Se, para o protagonista, a narrativa é um resgate de sua história, para o autor o processo de escrita foi um resgate da linguagem falada na região, das histórias contadas pelo avô, da memória de fatos de sua infância. “O ritmo desse romance, o vocabulário, as imagens, tem tudo a ver com Silveiras”, explica Alckmar.

Baseado em sua experiência como pesquisador de cibercultura e coordenador, há 16 anos, do Núcleo de Pesquisa em Literatura, Linguística e Informática da UFSC, o escritor fez uso de ferramentas como softwares de edição de imagens e de geolocalização para identificar elementos da região referenciada. “Empreendi uma viagem virtual a essa região de Minas Gerais e São Paulo, pelo *Google Maps*, atrás do personagem e do contexto onde ele viveu, examinando estradinhas, nomes dos bairros, de cidades, para nominar tudo com exatidão.” A obra também envolveu pesquisa sobre a história do Brasil, como a participação do país na Segunda Guerra, especialmente a atuação dos pracinhas, os lugares por onde andaram e combateram.

A apresentação do livro é feita por José Luís Jobim, diretor do Instituto de Letras e professor da UERJ e UFF. Ele destaca que não devemos esperar respostas cartesianas nem retas para a pergunta lançada pelo personagem já no título. Ao acompanhar a trajetória do narrador-personagem, o leitor pode ir testemunhando um processo de investigação e as mudanças que as revelações resultantes dessa pesquisa da vida operam na sua mente.

“Ao que minha vida veio…” será apresentado ao público de Santa Catarina, onde Alckmar fez carreira como professor de literatura e pesquisador da UFSC, depois de um lançamento no início do mês na Livraria da Vila, em  São Paulo, estado de origem do autor. Na primeira semana de fevereiro, a EdUFSC lança a obra em Silveiras, onde tudo começou.

Sobre o autor

Alckmar Santos é professor de Literatura Brasileira na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), onde coordena o Núcleo de Pesquisas em Informática, Literatura e Linguística (NUPILL). Foi pesquisador convidado na Université Paris 3 – Sorbonne Nouvelle (2000-2001) e na Universidad Complutense de Madrid (2009-2010). É também poeta, romancista e ensaísta. Autor dos livros “Leituras de nós: ciberespaço e literatura”, “Dos desconcertos da vida filosoficamente considerada” (ensaio e poemas,
respectivamente – Prêmio Transmídia do Instituto Itaú Cultural), “Rios imprestáveis” (poemas, Prêmio Redescoberta da Literatura Brasileira da revista “Cult”).

Sobre o livro

Romance – Ao que minha vida veio…

Autor: Alckmar Santos

Editora da UFSC

Páginas: 202

Preço: R$ 29,00
Lançamento

Data: dia 18 de novembro de 2011

Hora: 19 horas – Simpósio da ABCiber

Local: Sala Aroeira do Centro de Cultura e Eventos da UFSC/
Contatos do autor:

E-mail:

Jornalistas responsáveis:

Raquel Wandelli

Jonralista – SeCArte – UFSC
Fones: 37218729 e 37218910 e 99110524

www.secarte.ufsc.br   www.ufsc.br
Laura Tuyama

Jornalista – Agecom – UFSC

Fone (48) 3237-8506

Eleições na UFSC: consulta à comunidade universitária acontece nesta quinta-feira

16/11/2011 09:23

Nesta quinta-feira, 17 de novembro, a comunidade universitária vai às urnas para escolher os novos reitor e vice-reitor, que vão administrar a universidade no período de 2012-2016.

Cinco chapas estão concorrendo:

Reunimos neste artigo algumas perguntas e respostas para esclarecer eventuais dúvidas sobre o processo de votação:

Alunos de cursos a distância na UFSC podem votar?
Os alunos regularmente matriculados em cursos de graduação a distância da UFSC também podem votar. Mas para isso precisam comparecer ao campus da Trindade, em Florianópolis.

Alunos, servidores e professores dos campi de Araranguá, Curitibanos e Joinville podem votar?
Sim, desde que estejam dentro das condições estabelecidas na resolução:

Os servidores docentes e técnico-administrativos ativos da Universidade, integrantes das respectivas carreiras e em efetivo exercício que constem do seu cadastro de pessoal ativo até o dia 17/10/2011.

Os alunos regularmente matriculados até o dia 17/10/2011.

Alunos que estão fazendo intercâmbio na UFSC podem votar?
Não. Os alunos de intercâmbio são aqueles que cursam um ou dois semestres na UFSC. Eles não podem votar pois estão regularmente matriculados na universidade de origem, e não na UFSC.

Podem votar os alunos estrangeiros regularmente matriculados na graduação e pós-graduação, como por exemplo os alunos do Programa de Estudantes Convênio de Graduação (PECG), Programa de Estudantes Convênio de Pós-Graduação (PECPG).

Alunos de pós-doutorado podem votar?
Não. O pós-doutorado é considerado um estágio, e não um curso.

Alunos que estejam com a matrícula trancada podem votar?
Não. Para votar os alunos precisariam estar regularmente matriculados no dia 17/10/2011.

Todos os alunos do Colégio de Aplicação poderão votar?
Não. Apenas os alunos que tiverem a idade mínima de 16 anos na data de 17/10/2011.

Servidores docentes ou técnico-administrativos aposentados podem votar?
Não. Para votar é preciso estar em exercício.

Servidores docentes ou técnico-administrativos em licença podem votar?
Sim. São considerados em atividade.

Servidores docentes ou técnico-administrativos em férias podem votar?
Sim.

Eleitores que não estiverem em sua seção eleitoral podem votar em outra seção?
Não.

Existe alguma forma de votar a distância, por correspondência ou por procuração?
Não. O voto é presencial: o eleitor só pode votar na seção em que está apto. Não existe voto por procuração.

Um eleitor faz parte de diferentes segmentos da comunidade universitária, por exemplo: é professor e técnico-administrativo, ou é professor e aluno de pós-graduação. Como fica o voto nesses casos?
Cada pessoa vota uma única vez. As regras para os casos em que o eleitor faz parte de mais de um segmento estão definidas da seguinte forma:
– se é servidor docente e técnico-administrativo, votará como professor;
– se é servidor docente, técnico-administrativo e aluno, votará como professor;
– se é servidor técnico-administrativo e aluno, votará como técnico-administrativo;
– se é aluno matriculado no curso de pós-graduação e graduação, votará como aluno de pós-graduação.

O voto é obrigatório?
Não.

Quais serão as datas e horários da consulta?
O primeiro turno será realizado no dia 17 de novembro de 2011.
Se houver segundo turno a data marcada é 30 de novembro de 2011.
A consulta será realizada das 8h às 21h, ininterruptamente.

Como são as urnas?
São urnas eletrônicas, fornecidas pelo Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina (TRE).

Como é o processo de votação?
É um processo semelhante ao de votar para presidente, por exemplo:
– cada seção é composta por um presidente de mesa e dois mesários;
– o eleitor identifica-se junto à mesa, com um documento oficial com foto. Seu nome deverá constar do cadastro de eleitores da seção e da folha de votação;
– depois o eleitor dirige-se à urna eletrônica para digitar o número do seu candidato;
– é preciso digitar dois números. Portanto, lembre-se de colocar o número zero antes do número da chapa de seu candidato;
– em seguida aparecerá a foto e o nome. Para confirmar, basta apertar o botão verde, CONFIRMA. Para corrigir, aperte o botão laranja, CORRIGE. Para anular o voto, digite números diferentes dos que estão concorrendo e confirme. Para votar em branco, aperte a tecla Em Branco.

Posso votar em qualquer urna?
Não. Os eleitores estão organizados por seção eleitoral por Unidade Acadêmica ou Unidade Administrativa.Portanto, cada eleitor poderá votar em apenas uma urna.

Como localizo minha seção eleitoral?
As listagens com o nome dos eleitores e sua respectiva seção estão disponíveis nos links:

ELEITORES   DOCENTES

ELEITORES   DISCENTES (ALUNOS)

ELEITORES   TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS

Quais documentos preciso levar para votar?
O eleitor deverá portar documento oficial com fotografia, como por exemplo a Carteira de Identidade, Carteira Nacional de Habilitação, Passaporte.

Envie sua pergunta:
Se você tem alguma pergunta sobre o processo de consulta da UFSC, envie um email para Por favor, informe no assunto da mensagem “Eleições UFSC”.

Por Laura Tuyama / Jornalista da Agecom

Saiba Mais:

– Nova edição do Jornal Universitário abre espaço para as cinco chapas inscritas nas eleições para a reitoria da UFSC.

– Comissão Eleitoral:  (48) 3721-2199 / http://comeleufsc.ufsc.br /

Acompanhe as regras da consulta à comunidade universitária:

– Res. Nº 004/COMELEUFSC/2011

– Res. Nº 003/COMELEUFSC/2011

– Resolução Nº 002/COMELEUFSC, de 05 de outubro de 2011

– Res. nº 001/COMELEUFSC/2011

Chapas inscritas:

1 – Reitor: Dilvo Ilvo Ristoff; vice-reitor: Rogério Bastos

2 – Reitor: Irineu Manoel de Souza; vice-reitor: Carlos Antonio Ramirez Righi

3 – Reitor: Fernando Kinoshita; vice-reitor: Eduardo A. Temponi Lebre

4 – Reitor: Carlos Alberto Justo da Silva; vice-reitor: Vera Lucia Bazzo

5 – Reitor: Roselane Neckel; vice-reitor: Lúcia Helena Martins Pacheco

Começa distribuição gratuita de ingressos para 4ª Semana Ousada de Artes

15/11/2011 10:36
Espetáculo A Boca Amordaçada fez parte da programação de 2010

Espetáculo A Boca Amordaçada fez parte da programação de 2010

Público tem oportunidade de conseguir nos dias 17 e 18, na UFSC, vaga para os quatro espetáculos de grande público da Semana, que abre no dia 21, às 20 horas

A Secretaria de Cultura e Arte da UFSC fará, já na quinta e sexta-feira desta semana, a entrega antecipada dos  ingressos para os principais espetáculos da IV Semana Ousada de Artes UFSC/Udesc. O evento vai promover, de 21 a 25 de novembro, um supercircuito de arte e cultura em Florianópolis e em mais 17 cidades de Santa Catarina, com mais de cem espetáculos gratuitos e abertos ao público de dança, música, teatro, cinema, moda, além de oficinas, mostras, exposições e oficinas.

Na quinta-feira, 17, e na sexta, 18, das 9 às 13 horas, a SeCArte distribui ingressos para as apresentações dos espetáculos Sinfonia Terra e Recital com André Pires e para as peças Oxigênio e Dentro Fora. Os bilhetes são gratuitos e poderão ser retirados no hall do Centro de Cultura e Eventos, ao lado do banco Santander, na UFSC. Todas essas apresentações com distribuição antecipada de ingressos ocorrerão no Auditório Garapuvu do Centro de Cultura e Eventos da UFSC. Para os demais eventos não será necessário retirar bilhetes de entrada.

A Semana Ousada de Artes UFSC/UDESC abre no dia 21 de novembro, às 20 horas, com a Camerata Florianópolis estreando pela segunda vez o grante espetáculo Sinfonia Terra. No dia seguinte, 22, às 21 horas, ocorre o Recital André Pires. A peça Oxigênio terá duas apresentações: nos dias 24 e 25, das 19 às 21horas, enquanto a peça Dentro Fora está marcada para o dia 23 de novembro, às 21 horas, todos no Auditório Garapuvu.

Espetáculos com distribuição antecipada de ingressos

Sinfonia Terra – Abertura – 21 de novembro, às 20 horas

Sob a regência do maestro Jeferson Della Rocca e do compositor/pianista/maestro Alberto Andrés Heller, a Camerata Florianópolis estreia pela segunda vez o comovente espetáculo Sinfonia Terra, recém criado pelo compositor Alberto Heller, com a participação do Polyphonia Khoros e solos da soprano Masami Ganev e do barítono Douglas Hahn. O espetáculo inclui Tzigane para violino e orquestra, de Ravel (com solo de WaleskaSieczkowska) e o Concerto para violoncelo e orquestra, de Elgar (com solo de Anderson Fiorelli), obras que exigem grande virtuosidade por parte do violinista e da orquestra.

O título “Terra” faz referência à questão ambiental, presente nos textos e poemas que integram a obra, que reverencia Goethe, William Blake, Alphonse de Lamartine, Dante, Issa, Basho, Shiki e Buson, cantados em seus idiomas originais (alemão, inglês, francês, italiano e japonês). Heller procura traduzir em sons a experiência de uma ecologia profunda, onde humano e não-humano, matéria e espírito, natureza e cultura se mesclam quase que indistintamente, de tal forma que a sustentabilidade do planeta aparece indissociavelmente ligada à nossa capacidade de entrar em harmonia e equilíbrio com os inúmeros sistemas que compõem o complexo vida. Segundo Heller, a obra é resultado de uma grande procura literária e musical de textos que levam ao cerne dessas questões da vida em torno das quais a contemporaneidade se debruça.

Oxigênio – 24 e 25 de novembro, das 19 às 21horas.

Com a encenação de “Oxigênio”, a companhia brasileira de teatro lança no Brasil a obra de Ivan Viripaev, completamente inédita no país. O trabalho do dramaturgo, nascido na Sibéria, tem forte identificação com o trabalho da companhia. “A musicalidade da palavra expressa no texto, a forma de se colocar diante do público e a revisão do teatro como forma de contato com a plateia são apenas alguns dos elementos que nos conquistaram”, conta o diretor Márcio Abreu. O texto trata de assuntos contemporâneos como violência, terrorismo, racionalidade, consumismo. “Discute tudo isso investigando sobre o que é essencial na existência”, completa.

Dirigida por Marcio Abreu, com Patrícia Kamis, Rodrigo Bolzan e Gabriel Schwartz, o Vadeco, responsável também pela música, a trama parte de um crime passional. Um homem, acusado pelo assassinato da própria mulher é condenado, juntamente com sua amante. A partir dessa fábula começa uma discussão, polêmica e poética, sobre dramas de uma geração e o que é o “oxigênio” de cada um. A peça estreou em dezembro de 2010 na sede da companhia brasileira de teatro em Curitiba.

Recital André Pires – 22 de novembro, às 21 horas

O pianista, maestro, professor e pesquisador (arconte) André Pires apresenta o espetáculo musical Presciliano Silva e Francisco Valle: ousando a tradição, no qual toca (ao piano) e comenta peças desses dois compositores mineiros do século XIX que ele resgatou em sua tese de doutorado, defendida em junho último na Unirio. André Pires propõe associações entre as peculiaridades das duas obras e as diferentes tradições musicais em que ambos mergulharam. Ambos os compositores tiveram parte de sua formação no Rio de Janeiro, mas Silva estudou depois em Milão, e Valle em Paris.

Na abertura da tese, André comenta: “A música de Presciliano, operística ao gosto franco-italiano, perdeu espaço para a música romântica de viés germânico, quando da substituição do Império pela República em 1889; e a músicainternacionalista de Valle caiu no ostracismo após a instalação da hegemonia do pensamento nacional-modernista pós-1922”. Professor do Curso de Música da Universidade Federal de Juiz de Fora, André Pires é premiado como pianista e como regente de coros – tendo conquistado o título de melhor regente no Concurso Sudamericano de Interpretación Coral, na Argentina, em 2004.

No mesmo dia – às 10h da manhã, também no auditório Garapuvu, entrada franca – André oferece uma Oficina de Performance Musical a cantores e instrumentistas. Na primeira parte da Oficina (também ao piano) ele fala sobre a questão da exegese do texto musical, da relação partitura/performance. Na segunda parte, ouvirá e comentará performances de participantes, individuais ou em grupo. Com relação aos pianistas ele poderá abordar questões de ordem técnico-instrumental específicas.

Dentro Fora – 23 de novembro, às 21 horas.

A peça Dentro Fora é uma homenagem a uma das mais famosas obras de Samuel Beckett, Dias Felizes. O espetáculo é uma metáfora sobre o ser humano contemporâneo. Conta o momento de duas personagens chamadas apenas Homem e Mulher, que se encontram presas dentro de duas caixas. A peça explicita a imobilidade do ser humano perante a vida.

Para mais informações e fotos sobre as peças acesse o site da IV Semana Ousada de Artes.

Leia também:

IV Semana Ousada oferece 22 oficinas de arte gratuitas e abertas ao público

Divulgação:

Raquel Wandelli

Jornalista da UFSC na SeCArte

Informações: 37218304

Matheus Moreira Moraes

Estagiário de Jornalismo na SeCArte

ufsc.br

www.secarte.ufsc.br

www.semanaousada.udesc.ufsc.br

 Semana Ousada na UFSC

TV UFSC: programação da semana tem futebol americano em terras catarinenses

15/11/2011 10:22
.

.

O Primeiro Plano estreia “Dando uma de Istepô”, que acompanha a rotina e as ambições dos São José Istepôs, o time de futebol americano da Grande Florianópolis. A equipe já tem os títulos de vice-campeão catarinense, campeão da Divisão sul-catarinense do Torneio Touchdown 2010 e campeão da Divisão sul LCFA 2010. Além de participar dos torneios, também divulgam o esporte com palestras e clínicas em escolas e jogos amistosos.

O documentário foi  trabalho final para a disciplina optativa “Grande Reportagem em Vídeo”, do curso de Jornalismo, dos graduandos Thomé Granemann e Luíza Fregapani, com orientação do professor Antônio Brasil. A estreia na TV é  quarta-feira às 22h, com horários alternativos  quinta à meia-noite, sexta às 22h e sábado às 10h.
O Som Na Ilha revisita o Festival de Música da UFSC, realizado no ano passado, durante as comemorações dos 50 anos da Universidade, com promoção da Secretaria de Cultura e Arte. Foram apresentadas 20 composições inéditas, de diferentes estilos musicais. Estreia no sábado, dia 19, às 22h, e o horário alternativo é no dia seguinte às 14h.
No Justiça do Trabalho na TV, o juiz Carlos Alberto Pereira de Castro, responsável pela implantação da Certidão Negativa de Débitos Trabalhistas, esclarece as vantagens da medida. A partir de janeiro de 2012, a certidão será necessária para as empresas que transacionam com o Estado ou querem participar de projetos licitatórios.  Estreia quinta-feira às 22h, com horário alternativo sexta-feira à meia-noite.
A atriz Lilian Gish, uma das primeiras estrelas da história do cinema, foi também a atriz preferida de DW Griffith, um dos fundadores da linguagem cinematográfica, principalmente no aproveitamento dos recursos da edição para acentuar o efeito dramático da história. “Lírio Partido”, estreia da semana na Sessão de Cinema, é dirigido por Griffiths e protagonizado por Gish.
“Lírio Partido”, lançado em 1919, após os épicos e controversos  “Nascimento de uma Nação” e “Intolerância”, é um conto de amor realizado em apenas três semanas, com orçamento modesto. Ainda assim, fez grande sucesso de público e crítica, em grande parte graças ao desempenho de Gish como a moça de 15 anos abandonada nas ruas de Londres que se envolve em romance místico com um jovem chinês que está no país para disseminar a filosofia oriental. Estreia terça-feira às 21h e os horário alternativos são quarta-feira à meia-noite e sexta-feira às 14h.
Para acompanhar a TV UFSC, sintonize o canal 15 da NET Florianópolis e veja a programação completa no site www.tv.ufsc.br/grade. Assista aos boletins de notícias também no www.youtube.com/tvufsc.

Biblioteca da UFSC torna-se editora e lança seu primeiro livro

11/11/2011 18:07
Cronicar: histórias de momentos e lugares

Cronicar: histórias de momentos e lugares, primeira obra da editora BU

A Biblioteca Universitária (BU) credenciou-se junto à Fundação Biblioteca Nacional como editora e lançou seu primeiro livro, o e-book “Cronicar: histórias de momentos e lugares”. A obra reune crônicas de autoria de 27 servidores técnico-administrativos da Universidade Federal de Santa Catarina.

A BU passa por um processo de reinvenção, como explica a a diretora, professora Narcisa de Fátima Amboni. “O papel da BU vai muito além de ser guardiã das informações: é trabalhar a comunicação científica no contexto de pesquisa, ensino e extensão, de uma forma dinâmica, atuando também como editora”, afirma.

O livro escolhido para ser a primeira obra da BU também tem uma história interessante: nasceu da produção de crônicas escritas por servidores técnico-administrativos durante uma capacitação. O curso “Leitura Crítica e Produção Textual” foi ministrado pelo professor Marcos Baltar, do Departamento de Linguística, e foi promovido pelo Departamento de Capacitação da Universidade, da Pró-Reitoria de Desenvolvimento Humano e Social (PRDHS) no início do ano.

A obra traz um conjunto de narrativas pessoais com o tema lugares, evocados a partir de memórias de infância, dos lugares pelos quais cada autor passou. O e-book foi organizado pelo professor Baltar e pelas servidoras Elizabete Terezinha Gomes, Andréa Figueiredo Leão Grants e Roberta Moraes de Bem. A próxima obra editada pela BU deverá ser publicada no dia 12 de abril, o Dia do Bibliotecário.

Acesse o e-book Cronicar: histórias de momentos e lugares.
www.bu.ufsc.br/design/e-bookcronicar.pdf

Confira o vídeo de lançamento do e-book Cronicar, em reportagem realizada pelo programa Universidade Já, da TV UFSC:

 

Por Laura Tuyama / Jornalista na Agecom.