Rodrigo de Haro e Pedro Garcia lançam obras em Santo Antônio de Lisboa

16/02/2012 16:56

Santo Antônio de Lisboa tem noite de poesia no dia 15 de março com lançamento das duas últimas obras de Rodrigo de Haro e Pedro Garcia

Festa, luto, folia, melodramas. Arcabouços. Da matéria da tragédia e da celebração se faz a arte desses dois grandes poetas, amigos de longa data, Rodrigo de Haro e Pedro Garcia. Juntos, eles lançam às 20 horas do dia 15 de março, no Espaço Coisas de Maria João, em Santo Antônio de Lisboa, suas duas últimas obras poéticas.

O multiartista catarinense lança o livro-embalagem Poemas, que contém as obras: “Folias do Ornitorrinco” e “Espelho dos Melodramas”, em uma única edição pela Editora UFSC. Já o poeta carioca Pedro Garcia, que em 2000 teve reeditado seu primeiro livro, Viagem Norte, com serigrafia de Rodrigo de Haro, lança em Florianópolis pela Ibis Libris Arcabouços 2007.

Nessa noite de poesia em dose dupla na também poética Santo Antônio, os dois autores que compartilharam momentos
históricos da cultura e da política brasileira dividirão agora o mesmo palco para a leitura de seus versos. O público poderá contemplar a maturidade, as semelhanças e as diferenças entre as duas obras: a de Rodrigo, mais grave, mais narrativa, mais enigmática, com versos que caminham ao ritmo de uma escrita do sagrado; a de Pedro, simples, direta, antibarroca, atravessada pelo humor e pelo imediatismo da fala cotidiana.

Os dois volumes de Rodrigo de Haro costuram a unidade antagônica representada pela imagem dessa espécie meio ovípara, meio mamífera que o autor homenageia no título e no poema “Ornitorrinco”. A figura do ornitorrinco bem representa esse poeta-pintor, filho do artista plástico modernista Martinho de Haro e de Maria Palma, uma dona de casa de notória sensibilidade. “Elaborado, como todos nós,
de partes antagônicas para maior triunfo da unidade”, o ornitorrico é, como escreve o poeta, “animal sonhador que fecunda e brota de si mesmo”. Nascido em 1939 em Paris, por peripécias do destino, Rodrigo foi o fruto da lua de mel parisiense dos pais, que aproveitavam uma viagem de estudos recebida como prêmio pelo famoso pintor.

Resgatado às pressas da maternidade quando os nazistas invadiram a França, o recém-nascido fugiu nos braços dos pais da capital mundial da arte e retornou para a instância da São Joaquim no planalto catarinense, a quem dedica com grande afeto suas melhores elaborações surrealistas em conto e poesia.  Sobre essa história, diz ainda o poema: “Celebremos as núpcias do ornitorrinco/ gentil e pertinaz. Brindemos/ a natura folgazã, que – /por incansável amor/ao paradoxo – cheia de/ recursos, concebeu/este jardim de todas as delícias/ com a torre inclinada e/o tarot de Marselha./– Mas sobretudo/criou o ornitorrinco solidário”.

Na dualidade entre o universal e o local, o sagrado e o profano, o clássico e o maldito, o político e o surreal se constrói o universo imagético desse delicado e erudito artista que deixou a escola ainda adolescente para construir sua formação. O paradoxo Rodrigo de Haro tem 14 livros publicados e pelo menos outros seis (de contos, poemas, novelas) manuscritos esperando edição. Sua marca como artista plástico – o único catarinense que consta nos catálogos internacionais como pintor e poeta surrealista – está em vários cantos de Florianópolis, onde se criou entre artistas e intelectuais e se confunde com a própria paisagem da Ilha. A mais notória está nas paredes externas do prédio da Reitoria da UFSC, onde construiu o maior mural em mosaico do país.

Pedro Garcia:

Poeta e educador, doutor em Antropologia Social do Museu Nacional da UFRJ e pesquisador do CNPq, Pedro Garcia leciona na Universidade Católica de Petrópolis. Ao recomendar a leitura de Arcabouços 2007, o psicanalista e crítico cultural Muniz Sodré escreve na apresentação da obra: “Pedro Garcia é alguém que nos convida a entrar no jogo secreto da linguagem, alguém que percebeu que as palavras podem ser mágicas e prazerosamente brincalhonas sem ambiguidade comprazendo-se em dizer em se acentuar na sua pura forma (…). Seu modo é musical e intenso, sim, desde que se entenda sua musicalidade como a do silêncio, este que, diz o aforismo nagô, dá à luz a fala. E a intensidade, no caso de Pedro Garcia, é a dinâmica de sua tensa atenção à articulação silenciosa das palavras”.

Autor de uma extensa e premiada obra, Garcia publicou seu primeiro livro, Viagem Norte, em 1959. Ilha submersa e Paisagem Móvel vieram no mesmo ano de 1973 (Prêmio Poesia UFSC). A respeito de Trapézio & Trapezista, publicado em 1977, o famoso poeta Pedro Nava escreveu: “Sua poesia correta, simples, antibarroca, direta e com a dose indispensável de humor é de criação imediata, no leitor, dum estado congênere ao do autor. Seus livros são destes para guardar entre os preferidos”.

Quase uma década depois publicou Frutos do mar; Sobre a carne do poema e Índice de percurso (Prêmio Luís Delfino), em 1986. A invenção do tempo veio em 1993; ano em que publicou também Escadas improváveis, sobre o qual o prêmio Nobel de Literatura, José Saramago, escreveu: “Obrigado mesmo. Obrigado pelo livro e pelo gozo de tê-lo lido. E não por serem as Escadas Improváveis uma página 39, mas porque todas as páginas são para ler e reler, como Penélope desfazia e tornava a fazer”.

Flechas & Flechas e 34 poemas dois pedros são de 1996; Sobre nomes, de 1998 e 360º (poesia reunida), de 2005, coletânea reeditada em 1997 pelo Consejo Nacional para la Cultura y las Artes, do México. Em 1999, participou do Projeto Fonte de Poesia/Poemas no mar, com o apoio da Unesco, Biblioteca Nacional e Light. Em 2009, organizou a agenda poética Tempo passageiro, da qual fez parte com mais 11 poetas.

 

Serviço:

NOITE DE POESIA EM SANTO ANTÔNIO DE LISBOA

Data: 15 de março de 2012

Hora: 20 horas

Local: Coisas de Maria João (Espaço cultural e restaurante)

Santo Antônio de Lisboa – Florianópolis (SC)

 

RODRIGO DE HARO – EDITORA UFSC
Poemas (caixa-livro)
“Folias do Ornitorrinco”
“Espelho dos Melodramas”

PEDRO GARCIA – EDITORA IBIS LIBRIS
Arcabouços 2007

 

Texto: Raquel Wandelli, Jornalista na SeCArte/UFSC
Fones: (48) 3721-8729 e 9911-0524

www.secarte.ufsc.br
www.agecom.ufsc.br

 

 

 

Produção de estudantes: documentário sobre as Ilhas Falklands/Malvinas

16/02/2012 14:59

Documentário "Acorde e sinta o cheiro das flores"

Gustavo Naspolini e Paulo Rocha (produção, direção e edição de imagens) e Jéssica Lipinski ( coprodução) apresentaram no final de 2010 seu trabalho de conclusão do curso de jornalismo  (TCC) da UFSC sob orientação da professora Aglair Bernardo. ” Acorde e sinta o cheiro das flores” é um documentário sobre as Ilhas Falklands/ Malvinas.

(mais…)

Comitiva da FURB visita a UFSC

16/02/2012 14:31

Comitiva da FURB visita a UFSC

O Reitor da FURB, professor João Natel Pollonio Machado, o procurador César Augusto Wolff, Dilson Tomio, diretor da FURBTV e FURBFM e Michel Imme Sabbagh, assessor de imprensa foram recebidos nesta quarta-feira, dia 15 de fevereiro, pelo reitor em exercício Carlos Alberto Justo da Silva para falarem sobre comunicação pública e uma aproximação entre as procuradorias. Moacir Loth, diretor da Agência de Comunicação, esteve também presente à reunião.

Como a FURB era uma universidade cuja  política de comunicação estava voltada prioritariamente para o marketing e, que tem a necessidade de adequar esta política. Para isto querem a ajuda da experiência exitosa da Agência de Comunicação da UFSC.

(mais…)

Roselane Neckel hoje na Record News

15/02/2012 18:05

A reitora eleita da UFSC, Roselane Neckel, participa hoje, dia 15, às 19 horas, do Programa “Educação e Cidadania”, apresentado na Record News pela jornalista Maria Odete Olsen. Neckel falará sobre o processo de transição da gestão na universidade.

UFSC conquista 129ª posição no Ranking Web of World Universities

15/02/2012 18:05

A Universidade Federal de Santa Catarina passou à quarta instituição brasileira melhor qualificada na nova edição do Ranking Web of World Universities, o Webometrics. No levantamento publicado em janeiro é a segunda federal (veja abaixo). Na classificação para a América Latina, em que figurava como sexta universidade, passou a quinta, e no posicionamento mundial também subiu, conquistando o 129ª lugar (na edição de julho de 2011 era a 240ª).

Harvard University, Massachusetts Institute of Technology e Stanford University estão no topo do ranking. Entre as brasileiras, permanecem liderando a Universidade de São Paulo (USP) e a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). O terceiro lugar passou da Universidade Estadual de Campinas para a Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp).

Webometrics é uma pesquisa realizada desde 2004 pelo Cybermetrics Lab, grupo de pesquisa do Conselho Superior de Investigações Científicas, ligado ao Ministério da Educação da Espanha. É publicado duas vezes por ano, nos meses de janeiro e julho. O instituto monta o ranking a partir da análise do material disponibilizado nos sites das universidades. Para os organizadores, a presença de uma instituição de ensino e pesquisa na internet é um indicativo de sua excelência e de seu comprometimento com a disseminação do saber.

Na visão da pró-reitora de Pesquisa e Extensão da UFSC, professora Débora Peres Menezes, ainda que flutuações sejam constantes, rankings gerem polêmicas e devam ser vistos com cuidado, são importantes mecanismos de visibilidade das universidades.

“O êxito  neste novo ranking é significativo porque a UFSC está à frente de instituições importantes nacional e internacionalmente, como Unicamp, UFRJ, Unifesp, UFMG, UFV e UFLA”, considera o professor Adilson Luiz Pinto, do Departamento de Ciência da Informação, diretor do Núcleo de Apoio e Acompanhamento da Pró-Reitoria de Pesquisa e Extensão.

Em sua avaliação, um dos principais motivos do posicionamento atual é a visibilidade dos portais da UFSC, especialmente dos repositórios institucionais (com informações gerais) e de periódicos científicos (administrados pela Biblioteca Universitária).

Outro ponto importante é o papel que a web tem para a UFSC, universidade que adotou modelos de aulas a distância e semipresenciais, com conteúdos e programas atualizados. “Desde 2009, as instituições brasileiras ocupam destaque no cenário ibero-americano, representando aproximadamente 25% das mais importantes neste meio de divulgação de conteúdos informacionais”, complementa o professor, especialista em estudos métricos da informação (bibliometria, cienciometria, informetria e webometria).

Mais informações na UFSC:
– Professora Débora Peres Menezes / Pró-Reitora de Pesquisa e Extensão / / 3721-9716
– Professor Adilson Luiz Pinto / Diretor do Núcleo de Apoio e Acompanhamento / / 3721-8315

Por Arley Reis / Jornalista da Agecom

Acompanhe os dados:

10 primeiras universidades no ranking mundial:
1 Harvard University
2 Massachusetts Institute of Technology
3 Stanford University
4 University of Michigan
5 University of California Berkeley
6 Cornell University
7 Michigan State University
8 University of Wisconsin Madison
9 University of Pittsburgh
10 Carnegie Mellon University 223 6 27 79

10 universidades brasileiras mais bem colocadas no ranking :
20 Universidade de São Paulo USP (2)
71 Universidade Federal do Rio Grande do Sul UFRGS
122 Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho
129 Universidade Federal de Santa Catarina UFSC
171 Universidade Federal do Rio de Janeiro
184 Universidade de Brasília UNB
193 Universidade Estadual de Campinas UNICAMP
206 Universidade Federal do Paraná
253 Universidade Federal de Minas Gerais UFMG
358 Universidade Federal da Bahia

10 primeiras no ranking latino-americano
1 Universidade de São Paulo USP (2)
2 Universidad Nacional Autónoma de México (2)
3 Universidade Federal do Rio Grande do Sul UFRGS
4 Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho
5 Universidade Federal de Santa Catarina UFSC
6 Universidad de Chile
7 Universidade Federal do Rio de Janeiro
8 Universidade de Brasília UNB
9 Universidade Estadual de Campinas UNICAMP
10 Universidade Federal do Paraná 206 259 421 290 136

A UFSC nas últimas edições do ranking Webometrics:

Data Posição UFSC no Brasil Posição na América Latina Posição no ranking mundial Número de instituições avaliadas
1/2012 4
(USP,UFRGS,Unesp,UFSC)
5 129 20.300
7/2011 5( USP, UFRGS, Unicamp,UFRJ, UFSC) 6 206 20.000
1/2011 6(USP, Unicamp, UFRGS, UFRJ, Unesp,UFSC) 7 240 12.000
8/2010 3
(USP,Unicamp,UFSC)
6 377 12.000
12/2009 3
(USP, Unicamp,UFSC)
4 134 6.000
11/2008 4
(USP, Unicamp, UFRJ,UFSC)
4 381 6.000

 

Equipe da UFSC apresenta futebol de robôs na EXPEN 2012

15/02/2012 14:08

A equipe de Competições Tecnológicas Araranguá Intruders, ligada ao Campus Araranguá da UFSC, apresentará, durante a EXPEN 2012 – Feira de Multissoluções em Gestão, Serviços e Tecnologia, um time de futebol de robôs. A EXPEN é uma promoção da Associação Comercial e Industrial (ACIC) e acontecerá nos dias 29, 30 e 31 de março, no Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo de Nes, em Chapecó. O objetivo do evento é o demonstrar como diversas tecnologias de ponta, aliando hardware e software, podem ser usadas no controle de processos, nas indústrias e em todas as máquinas presentes no cotidiano das pessoas, explica o coordenador geral Francis Marcel Post.

(mais…)

Produção de estudantes: curso de Design desenvolve animações inéditas

15/02/2012 13:37

Animações do curso de DesignA disciplina de Projeto I, do Curso de Design da UFSC,  apresentou em seu último dia de aula o resultado final de seus trabalhos desenvolvidos no decorrer do semestre 2011-2.

É importante lembrar que esta é a primeira experiência em animação dos alunos, ainda cursando a terceira fase, tanto no manejo de programas específicos como Flash e After Effects, quanto no processo do desenho da animação propriamente dito, onde se desenvolve o aprendizado completo da metodologia da criação de um desenho animado 2D. É um ritmo de trabalho bem intenso ao longo de 288 horas envolvendo a integração entre as disciplinas sobre um único trabalho final, sendo uma experiência inédita em um curso de graduação no Brasil. O  Projeto I que é composto pelas disciplinas de Animação 2D, Cenário e Roteiro e Storyboard orientados pelos professores Mônica Stein e Clovis Geyer que apresentaram as seguintes animações:

Candy Dreams

Happy Easter!

Imagine

Interlúdio

Me curtindo adoidado

Fonte: Professor Clovis Geyer

Inscrições para o Projeto Amanhecer

15/02/2012 13:18

As inscrições para as terapias do Projeto Amanhecer serão realizadas nos dias 6, 7 e 8 de março. Na terça o horário será das 8 às 12 horas e na quarta e quinta, das 8h às 12 horas e das 13h30 às 17h30min. O local é o prédio do Núcleo de Capacitação Técnica (fundos do Hospital Universitário, atrás do Grêmio do HU). Os interessados devem trazer seu comprovante de vínculo com a UFSC (carteirinha, atestado de matrícula, crachá etc). Dúvidas entrar em contato pelo fone (48) 3721-8055 ou Mais informações em http://www.hu.ufsc.br/~proj_amanhecer, blog http://projetoamanhecer.blogspot.com/.

UFSC divulga cronograma de matrícula nas atividades físicas para comunidade

14/02/2012 17:45

O Centro de Desportos (CSD) da UFSC divulgou hoje, 14 de fevereiro, o cronograma e o edital das atividades de extensão para o semestre 2012/1.  No dia 23 de fevereiro, a partir das 17 horas, será divulgada a lista de turmas, com horários e valor da taxa de inscrição. As atividades começam no dia 12 de março e são abertas para a comunidade.

As matrículas devem ser feitas pelo site www.cds.ufsc.br. Para evitar congestionamento, os períodos foram escalonados: cada modalidade tem um dia específico para receber inscrições.

Em função da reforma da piscina, estão suspensas temporariamente as modalidades no Complexo Aquático, tais como Natação, Hidroginástica, Aquafitness e Polo Aquático. A conclusão da obra está prevista para o final de março de 2012. A partir daí o CDS irá informar o período de inscrição para as atividades aquáticas.

Confira as datas das matrículas no edital:
http://portalcds.ufsc.br/extensao-atividades-fisicas-para-a-comunidade/

 

 

 

 

 

 

UFSC divulga obras literárias para o Vestibular 2013

14/02/2012 16:57

A Comissão Permanente do Vestibular (Coperve) divulgou a lista das obras literárias para o Vestibular UFSC 2013:

1. Amar, verbo intransitivo, Mário de Andrade. Editora Agir.

2. Beijo no Asfalto,  Nelson Rodrigues. Nova Fronteira.

3. Capitães de Areia, Jorge Amado. Companhia das Letras.

4. Ecos no Porão, Volume 2, Silveira de Souza. Editora da UFSC.

5. Geração do Deserto, Guido Wilmar Sassi. Editora Movimento.

6. Memórias de um sargento de Milícias, Manoel Antônio de Almeida, NUPILL/UFSC e diversas editoras (Literatura Digital/UFSC), (Biblioteca Nacional Digital).

7. Memórias Sentimentais de João Miramar, Oswald de Andrade. Editora Globo.

8. Poesia Marginal, Diversos autores. Editora Ática

Fonte: http://coperve.ufsc.br/proximos-vestibulares/

Mais informações: (48) 3721-9200.

NDI comunica a suspensão do edital para vagas 2012

14/02/2012 16:09

Em nota oficial a direção do Núcleo de Desenvolvimento Infantil da UFSC comunica:

” Considerando impugnações, inclusive do Ministério Público Federal, do Edital nº2 NDI/2011 (Vagas 2012), especificamente quanto à forma de ingresso das crianças no Núcleo de Desenvolvimento Infantil (NDI).  Considerando que esse assunto volta a ser discutido no âmbito da UFSC . Por orientação da Procuradoria da UFSC, a Diretora do NDI, no uso de suas atribuições, determina a suspensão do Edital nº2 NDI/2011 (Vagas 2012) até ulterior decisão.

Prof. Marilene Dandolini Raupp

Diretora do Núcleo de Desenvolvimento Infantil/CED/UFSC “

Fonte: Site do NDI

Na mídia: UFSC Joinville aluga nova sede no bairro Santo Antônio

14/02/2012 15:09

Matrículas na casa nova: Universidade federal deixa a Univille e aluga nova sede no bairro Santo Antônio

Os alunos do curso de engenharia da mobilidade da UFSC Joinville vão começar o semestre em novo endereço na rua Presidente Prudente de Morais, no bairro Santo Antônio. A matrícula dos calouros está sendo feita no local e termina hoje. O novo prédio, que pertence ao Colégio Exathum, vai abrigar os 1,2 mil alunos até que o campus da UFSC, às margens da BR-101, fique pronto. As turmas do primeiro curso oferecido pela universidade começaram as aulas em 2009, nas salas da Univille. O setor administrativo e a sala dos professores foram instalados em um ginásio.

(mais…)

Novos posts no blog Ciência para Todos

14/02/2012 13:35

Para interessados na divulgação da ciência, o professor Faruk Nome, do Departamento de Química da UFSC, coordenador do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Catálise e Sistemas Moleculares e Nanoestruturados, informa sobre novos ensaios publicados no site Ciência para Todos:

1) A Ciência do Ketchup, por Fredric M. Menger 

2) Tratamento das doenças de cem anos atrás, por Fredric Menger

3) Biosorventes, por Marçal Pires 

Exposição fotográfica mostra o Carnaval na Ilha Terceira

13/02/2012 18:01
.

.

Parte de uma maratona fotográfica organizada pela Presidência do Governo Regional dos Açores, a mostra abre no dia 17 de fevereiro, na Fundação Municipal de Turismo de Porto Belo.

Como os descendentes dos açorianos brincam o Carnaval e como é um “bailinho” para os foliões da Ilha Terceira? São peculiaridades da folia no arquipélago dos colonizadores açorianos que só quem viu pode contar. É o que faz Joi Cletison Alves, diretor do Núcleo de Estudos Açorianos da Secretaria de Cultura e Arte da UFSC, autor da exposição de fotografias “Festival de Teatro Popular: o carnaval na Ilha Terceira – Açores”, que abre no dia 17 de fevereiro e permanece até 16 de março na Fundação Municipal de Turismo de Porto Belo. O fotógrafo e historiador viveu intensamente essa experiência nos quatro dias de carnaval de 2006, fotografando as tardes, noites e madrugadas de folia em Angra do Heroísmo e Praia da Victoria, na Ilha Terceira.

Na mostra, Joi Cletison traz o resultado de uma maratona fotográfica chamada “Gestos e Gente no Carnaval Terceirense”, organizada pela Presidência do Governo Regional dos Açores, da qual participou. A proposta da maratona foi fotografar o carnaval da Ilha Terceira nos Açores, que é um evento popular atípico em relação às manifestações populares no resto do arquipélago e em Portugal. Foram convidados para participar do projeto fotógrafos do Brasil, Canadá e EUA, todos tendo em comum a forte emigração açoriana. Do Brasil, participaram profissionais do Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Santa Catarina, da qual Cletison foi o representante.

Durante os quatro dias de carnaval, os selecionados fotografaram os “bailinhos”, que ocorrem somente na Ilha Terceira. Os bailinhos são uma espécie de bloco de carnaval. Cada freguesia (bairro) organiza o seu próprio grupo que compõe uma música (letra e arranjos), monta uma coreografia, cria um figurino próprio e depois ensaia a apresentação do todo. Nas noites de folia, os grupos se apresentam em sua localidade e depois percorrem as diversas comunidades da Ilha.

Um acervo de mais de 900 imagens documenta essa vivência na mostra promovida pela Fundação Municipal de Turismo de Porto Belo em parceria com a Secretaria de Cultura e Arte da UFSC e Governo Regional dos Açores e realização do Núcleo de Estudos Açorianos da UFSC. Joi impressionou-se com a autonomia dos foliões na organização. “Sai um Grupo e entra outro e o público permanece fiel, mantendo os teatros lotados”. Além da criação artística, os grupos cuidam do transporte e recursos financeiros para a montagem. A comunidade oferece apenas o espaço e um lanche depois da apresentação. Cada grupo chega a fazer oito apresentações durante a noite em locais diferentes. “Acontecimentos do dia a dia na área da política, economia ou sociedade servem como tema”, explica o fotógrafo.

    SERVIÇO

    “Festival de Teatro Popular : O carnaval na Ilha Terceira – Açores”

    Local: Fundação Municipal de Turismo de Porto Belo (FUMTUR)

    Período: 17/02 a 16/03/2012

    Horário de visitação: 8 às 20 horas de segunda feira a sábado

    MAIS INFORMAÇÕES: (48)3731-8605, (48)9982-8938 ou via e-mail    ou Fundação de Turismo Porto Belo (47) 3369.5638 com Alexandre ou

    Fotografias: http://ftp.identidade.ufsc.br/CarnavalAcores_JoiCletison.zip

     Promoção da exposição:

     Fundação de Turismo de Porto Belo

     Prefeitura de Porto Belo

     Universidade Federal de Santa Catarina – SECARTE

     Governo Regional dos Açores – DRC

     Realização: Núcleo de Estudos Açorianos da UFSC

     Fotografias: http://ftp.identidade.ufsc.br/CarnavalAcores_JoiCletison.zip

Divulgação: Raquel Wandelli

Jornalista – SeCArte – UFSC

Fones: 37218729, 37218910 e 99110524

    Apresentação:

    A apresentação da exposição é do escritor Álamo de Oliveira, que já compôs diversas marchas para o carnaval terceirense. O escritor também foi responsável por várias montagens teatrais e diversos bailinhos de carnaval. Abaixo o texto de apresentação da exposição.

    “Uma das celebrações festivas do Carnaval mais originais ocorre, com certeza, na ilha Terceira dos Açores. Durante dois ou três meses, alguns milhares de pessoas (atores, poetas populares, autores, compositores e músicos, vocalistas, ensaiadores, figurinistas, costureiras) preparam, com talento e afeto, aquele que é o maior Festival de Teatro Popular, se não do mundo, pelo menos da Europa.

    Durante os dias de carnaval, meias centenas de grupos percorrem as oito dezenas de palcos que envolvem a ilha, representando estórias que tocam o imaginário histórico e social ilhéu, nas mais diversas variantes temáticas, tratando-as, literária e teatralmente, de acordo com a sensibilidade de cada tema. Assim, a hagiografia, os feitos históricos e os dramas passionais entram na categoria das «danças» de dia, da noite e de espada, enquanto que os casos que se expõem ao ridículo público são satirizados através do uso de linguagem cômica e bem humorada, a que dão o nome de «bailinhos». «Danças» e «Bailinhos» utilizam o mesmo figurino estrutural (marcha, saudação, apresentação em quadros e desenvolvimento do enredo, despedida e repetição da marcha) e são escritas em poesia rimada bem à maneira do teatro vicentino.

    A presente exposição dirá muito da vivência do artista da imagem, que é Joi Cletison, no Carnaval da Terceira, em 2006. Ele testemunha todo o talento, criatividade e – por que não? – a genialidade de milhares de artistas, anônimos no dia-a-dia, mas admiráveis nos quatro dias em que desenvolvem este Festival, que é realizado numa ilha com 55 mil habitantes e visto por mais de 40 mil espectadores”.

    Álamo Oliveira – Escritor

    Raminho – Açores, 5 de Janeiro de 2007

UFSC divulga edital para 600 bolsas de estágio não obrigatório

13/02/2012 17:35

A Pró-reitoria de Ensino de Graduação (PREG) divulgou edital n° 001/PREG 2012 referente ao Programa Institucional de Bolsas de Estágio (PIBE). O programa está disponibilizando 600 bolsas de estágio não obrigatório, que contemplem atividades de preparação ao mercado de trabalho, destinadas a alunos de graduação da UFSC.

São 60 bolsas de inclusão (para alunos com deficiência) e 540 de campos de estágio. Diretores de Centro ou de campi, chefes de Departamento e os diretores do Núcleo de Desenvolvimento Infantil e do Colégio de Aplicação poderão requisitar as bolsas até as 24h do dia 16 de março pelo sistema PIBE.

O valor mensal da bolsa será definido pelo Conselho Universitário e é acrescido de auxílio transporte, sendo o pagamento proporcional aos dias de atividade. Durante os períodos de recesso o auxílio transporte não fará parte da remuneração do bolsista.

Mais informações: 3721-9446.

UFSC abre 33 vagas para professor substituto em dois editais

13/02/2012 16:35

A UFSC lançou nesta segunda-feira, 13 de fevereiro, o edital 021/DDPP/2012 para contratar dez professores substitutos, que irão atuar no Colégio de Aplicação e em outros seis departamentos: Ciências da Administração, Ciências dos Alimentos, Engenharia Elétrica, Estudos Especializados em Educação, Química e Serviço Social. As inscrições vão até o dia 17 de fevereiro e podem ser feitas diretamente no Colégio e nos departamentos. O horário de atendimento é das 14h às 18h, de segunda a quinta–feira, e de 8h ao meio dia, na sexta-feira. Mais informações: http://www.prdhs.ufsc.br/arquivos/Edital_021DDPP2012.pdf

O outro edital aberto, para contratar 23 professores substitutos, recebe inscrições até esta segunda-feira. Os candidatos devem se dirigir diretamente aos departamentos de ensino: Ciências Econômicas e Relações Internacionais, Direito, Ecologia e Zoologia, Enfermagem, Engenharia Civil, Geociências, Matemática, Nutrição, Psicologia e Saúde Pública. Veja as informações sobre o processo seletivo no edital: http://www.prdhs.ufsc.br/arquivos/Edital_011DDPP2012.pdf

 

Trabalhos para Colóquio de Psicossociologia e Sociologia podem ser enviados até hoje

13/02/2012 15:30

Pesquisadores tem até esta segunda (13/02) para submeter trabalhos ao I Colóquio Internacional de Psicossociologia e Sociologia Clínica de Florianópolis.

O evento acontece entre os dias 27 de fevereiro e 01 de março no campus da UFSC, terá como tema o mundo do trabalho e irá reunir pesquisadores brasileiros, franceses e canadenses. A conferência de abertura será ministrada pelo professor Vincent de Gaulejac, da Universidade Paris-Diderot, Paris 7, e tratará dos riscos psicossociais no trabalho, entre a violência e o sofrimento. O Colóquio discutirá também o trabalho doméstico, a situação do trabalho feminino, trabalho e ócio e ações possíveis diante do sofrimento no trabalho, entre outros temas.

Além de Gaulejac, o Colóquio traz ao Brasil os pesquisadores franceses Eugène Enriquez,  da Universidade Paris VII, Ginette Francequin, do Instituto Nacional de Estudo do Trabalho e Orientação Profissional  (INETOP) e Christophe Niewiadomski, da Universidade de Lille 3. Do Canadá vem o professor Jacques Rhéaume, da Universidade do Québec.  As inscrições para o Colóquio devem ser feitas no site: http://www.oceanoeventos.com.br/psicossociologia/

Na sequencia do colóquio acontecerão os Seminários de Implicação e de Pesquisa “Histórias de Vida”, nos dias 29/02 e 01/03. As atividades serão coordenadas pelos professores franceses e terão como temas a aposentadoria, as trajetórias socioprofissional, saúde e sofrimento no trabalho. As inscrições para os seminários devem ser feitas no local.

Os interessados têm até esta segunda, 13/02, para submeter trabalhos científicos. Serão selecionados pôsteres sobre relatos de pesquisas, casos e experiências nos diversos campos da Psicossociologia e Sociologia Clínica.

O evento é organizado pelo Laboratório de Informação e Orientação Profissional (LIOP), pelo Núcleo de Estudos do Trabalho e Constituição do Sujeito (NETCOS), pelo departamento de Psicologia da UFSC, pelo Programa de Pós-Graduação em Psicologia, pelo Instituto do Ser – Orientação Profissional e Carreira, e tem apoio da UFSC e do CNPq.

 

Serviço:

O quê:
– I Colóquio Internacional de Psicossociologia e Sociologia Clínica de Florianópolis e
– Seminários de Implicação e de Pesquisa “Histórias de Vida”

Quando:
27/02 a 01/03

Onde: Centro de Filosofia e Ciências Humanas
Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC
Campus Universitário – Trindade – CEP 88.040-970
Florianópolis – Santa Catarina – Brasil

Programação completa do Colóquio e dos Seminários:
http://www.eventosecongressos.com.br/oceano/_programacao/76.pdf

Informações e inscrições pelo site:
http://www.oceanoeventos.com.br/psicossociologia/

E-mail:
Esta imagem contém um endereço de e-mail. É uma imagem de modo que spam não pode colher.

Facebook Twitter Delicious Stumbleupon Email

Reitora eleita apresenta sua equipe para iniciar o processo de transição na UFSC

13/02/2012 14:50
.

.

Durante audiência realizada no final da manhã desta sexta-feira (10/2), a reitora eleita Roselane Neckel entregou para o reitor Alvaro Prata a nominata da equipe encarregada de iniciar a transição na reitoria e preparar um diagnóstico técnico da instituição.

As informações serão levantadas nas unidades e nos documentos oficiais, para que as equipes setoriais possam apresentar seus relatórios até o dia 15 de março.

A partir deste diagnóstico institucional, serão organizados os fóruns de planejamento da gestão, em sessões públicas a serem agendadas no Centro de Eventos.

A posse da nova reitoria está marcada para o dia 10 de maio.

Por Paulo Fernando Liedtke/ da equipe da Agecom
Fotos: Wagner Behr/ Agecom

 

Leia a íntegra do documento:

 

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Florianópolis, 10 de fevereiro de 2012

 

Da: Equipe de Transição – Gestão 2012-2016 – “A UFSC que queremos”

Para: Prof. Álvaro Toubes Prata, Dr.

Magnífico Reitor da Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC

 

 

Pelo presente documento apresenta-se os nomes da equipe de transição – Gestão 2012-2016. O objetivo dessa equipe é o de conhecer o funcionamento de cada Pró-Reitoria e/ou setor, por meio de visitas e consultas a documentos institucionais, com a finalidade de evitar descontinuidades  nos processos administrativos.

Entende-se que estes processos cotidianos não podem ser prejudicados nessa transição. Por isso, estamos nos antecipando no que diz respeito a diagnósticos e conhecimento pleno de procedimentos que são adotados.

Desde já agradecemos à Gestão atual, principalmente a Vossa Magnificência, por abrir esta oportunidade de acompanhar estes próximos meses de sua Administração.

Aproveitamos a oportunidade para reafirmar nosso pedido e necessidade de receber um espaço físico para a utilização de sede da equipe de transição. Em anexo  segue elencados os nomes dos integrantes dessa equipe, distribuídos por setores.

No caso de necessidade, colocamo-nos à disposição para quaisquer esclarecimentos,

 

Cordialmente,

_________________________

    Profª Roselane Neckel, Drª   

 

 

 

Equipe de Transição – Gestão 2012-2016 – “A UFSC que queremos”

 

Coordenação Geral:

Roselane Neckel (CFH)

Lúcia Helena Pacheco (CTC)

Edison da Rosa (CTC)

Sônia Gonçalves Carobrez (CCB)

Irineu Manoel de Souza (CSE)

Carlos Righi (CCE)

Juarez Vieira do Nascimento (CDS)

Roselane Fatima Campos (CED)

Eugênio Luiz Gonçalves (CTC)

Neiva Aparecida Gasparetto Cornélio (CTC)

Sergio Luis Schlatter Junior (CFH)

 

Comissões

 

PRPG:

Alcilene Rodrigues Monteiro Fritz (CTC)

Joana Maria Pedro (CFH)

Jouhanna do Carmo Menegaz (CCS)

Juarez Vieira do Nascimento (CDS) – Coordenador

PRPE:

Claudio Luiz de Freitas (CSE)

Cristina Scheibe Wollf (CFH)

Elias Machado Gonçalves (CCE)

Jamil Assereuy Filho (CCB) – Coordenador

 

PREG:

Adir Valdemar Garcia (CED)

Gabriel Bedin Slevinski (CFH)

Igor de Barros Ferreira Dias (CFH)

Renato Lucas Pacheco (CTC)

Roselane Fatima Campos (CED) – Coordenadora

PROINFRA/SEPLAN:

Américo Ishida (CTC)

Antônio Carlos Montezuma Brito (PROINFRA)

Edison da Rosa (CTC) – Coordenador

Eugênio Luiz Gonçalves (CTC)

Irineu Manoel de Souza (CSE)

Juan Altamirano Flores (CFH)

Mirian Ghizoni (CFH)

Vitor Hugo Tonin (CFH)

Waldoir Valentim Gomes Junior (CTC)

PRHDS:

Edite Krawulski (CFH) – Coordenador

Neiva Aparecida Gasparetto Cornélio (CTC)

Suzana da Rosa Tolfo (CFH)

PRAE

Domitila Souza Santos (CCA)

 Luiz Fernando Scheibe (CFH)

Sálvio Roberto Oliveira (CFH)

Sergio Luis Schlatter Junior (CFH) – Coordenador

FUNDAÇÕES E RELAÇÕES INTER-INSTITUCIONAIS

Carlos Alberto Vieira (CFH) – Coordenador

Nestor Roqueiro (CTC)

HU

Irineu Manoel de Souza (CSE) – Coordenador

Luiz Henrique Gonçalves (HU)

Neiva Aparecida Gasparetto Cornélio (CTC)

SINTER

Luiz Carlos Pinheiro Machado Filho (CCA) – Coordenador

Bruno Locks Floriani (CTC)

 

COMUNICAÇÃO

Carlos Righi (CCE) – Coordenador

Carlida Emerim Jacinto Pereira (CCE)

Itamar Aguiar (CFH)

Paulo Fermando Liedtke (Agecom)

Tattiana Gonçalves Teixeira (CCE)

SECARTE E EXTENSÃO

Clarilton Edzard Davoine Cardoso Ribas (CCA)

Fausto Breda (CTC)

Maristela Helena Zinner Bortolini (PRPE)

Marcos Freire Montysumma (CFH) – Coordenador

 

UFSC perde o fotógrafo Paulo Roberto Noronha

10/02/2012 21:39
Paulo Roberto de Freitas Noronha

Paulo Roberto de Freitas Noronha

Faleceu na sexta-feira (10/2) o repórter-fotográfico da Agência de Comunicação da UFSC Paulo Roberto de Freitas Noronha. Colaborador da universidade por mais de 30 anos, torcedor do Avaí e do Botafogo do Rio de Janeiro, Noronha, como era conhecido no Campus, tinha 50 anos e  trabalhou também no Projeto Larus. Deixa uma filha e dois netos. Ele foi velado e sepultado no sábado, no Cemitério do Itacorubi.

Horário de verão na UFSC

10/02/2012 12:30

De acordo com portaria emitida pelo Gabinete do Reitor, até 24 de fevereiro, a jornada de trabalho dos docentes e técnico-administrativos da UFSC será de segunda a quinta-feira, das 13h às 19h, e sextas-feiras, das 7h às 13h, salvo os serviços considerados essenciais.

Leia a portaria na íntegra:

PORTARIA N.º 1240/2011/GR, DE 31 DE OUTUBRO DE 2011

O Reitor da Universidade Federal de Santa Catarina, no uso das atribuições que lhe confere o Artigo 30 do Estatuto da UFSC,
– considerando a necessidade de racionalizar o consumo de energia elétrica, água, serviços de telefonia e outros;
– considerando o interesse de compatibilizar a jornada de trabalho da UFSC com a dos órgãos públicos federais, estaduais e municipais, que adotam, igualmente, horário especial de verão,

RESOLVE:

Art.1.º Estabelecer a jornada de trabalho dos servidores docentes e técnico-administrativos desta Universidade, de segunda a quinta-feira, das 13 às 19 horas, e sextas-feiras, das 7 às 13 horas, durante o período de 19/12/2011 a 24/2/2012, em período único, salvo os serviços considerados essenciais.

 Art. 2.º A compensação do referido horário será efetuada no exercício de 2012, atendendo às necessidades de serviço, sob o acompanhamento da chefia imediata.

Prof. Alvaro Toubes Prata
Reitor da UFSC

Silveira de Souza e Guido Sassi são leituras obrigatórias no vestibular da UFSC

10/02/2012 12:12

Dois autores catarinenses constam da relação de livros que vão cair no Concurso Vestibular 2013 da UFSC. Um deles é o livro de contos “Ecos no Porão 2”, do consagrado escritor catarinense Silveira de Souza,  publicado pela Editora UFSC  no ano passado. O outro é Geração do Deserto, romance histórico de Guido Wilmar Sassi, de 1964.

Segundo volume da série de livros de contos, Ecos no Porão já está à disposição para leitura on-line no site da Editora UFSC, que também providenciou uma segunda impressão com três mil exemplares. Silveira de Souza irá autografar a obra e conversar com os leitores no seu relançamento na Praça da Cidadania, durante a Feira de Livros da UFSC, que inicia com a volta às aulas, em 5 de março e se estenderá até 4 de abril, quando o volume será vendido com 50% de desconto.

Em Ecos no Porão 2, Florianópolis é o cenário para uma legião de homenzinhos bizarros fazendo cooper com calções esdrúxulos, velhinhos trovadores, desempregados, avozinhas, solteironas, aposentados, enfim, habitantes da vizinhança da Ilha onde pulsa um coração decrépito, murchando para a vida, que pode ser acordado de súbito por um pequeno incidente, a fuga de um canário ou uma rajada de vento. Mas Florianópolis não é mero pretexto para o quase octogenário escritor Silveira de Souza descrever o local onde nasceu e viveu. Mais do que isso, a Ilha é o “mundinho” onde se constituem essas “figurinhas ridículas” e apaixonantes do grotesco que vão ganhar dramaticidade e lirismo no segundo volume da antologia de contos de Silveira.

Esses habitantes ao mesmo tempo ordinários e excêntricos dos porões da ficção de Silveira, que podem estar no café, na Beira-Mar, na Praça XV, no Calçadão ou em quarto de hotel, carregam um traço em comum: todos experimentam o vazio da existência. Mas ao longo das 137 páginas são surpreendidos no automatismo banal do seu dia a dia urbano por sutis acontecimentos que anunciam possibilidades de conhecerem uma dimensão mais sublime da vida. E o que produz esse acesso ao “mundão”? Uma sinfonia de Bethoven, um sonho ou um pesadelo, uma emoção inesperada, uma cena da memória, um abalroamento de carro, enfim, interferências mais ou menos perceptíveis que alteram o estado de coisas e, como em um poema hai kai, sugerem uma revelação.

Considerado o melhor da obra de Silveira, o livro reúne três seleções do próprio autor dos livros Canário de assobio (1985), Relatos escolhidos (1988), Contas de vidro (2002) e ainda cinco contos inéditos, entre eles a narrativa metalinguística “Ecos no porão”, que dá nome à obra e traduz uma metáfora de Silveira para as interferências da leitura dos escritores clássicos que inundam seu imaginário desde os dez anos de idade. Com linguagem habilidosa, uma dose do humor e outra da ironia que lhe são características e ainda um olhar lírico para o grotesco, Silveira parece rir-se baixinho ao final de cada um dos 28 contos, onde reside uma possibilidade de descoberta que nunca se entrega sem esforço do leitor.

Ecos no porão 2 e Geração do Deserto  constam da relação divulgada no dia 7 de fevereiro pela Comissão Permanente do Vestibular, entre oito livros que incluem Amar, verbo intransitivo, de Mário de Andrade; Beijo no Asfalto, de Nelson Rodrigues; Capitães de Areia, de Jorge Amado; Memórias de um sargento de Milícias, de Manoel Antônio de Almeida (também publicado pela Livraria Digital do Núcleo de Pesquisa Informática Linguística e Literatura da UFSC); Memórias Sentimentais de João Miramar, de Oswald de Andrade e Poesia Marginal, de diversos autores.

Os livros são selecionados por professores representantes do ensino médio, do Curso de Graduação e Pós-Graduação em Literatura da UFSC e pesquisa em escolas. De acordo com a coordenadora pedagógica da Coperve, Maria Luíza Ferraro, o conhecimento dessas obras supõe capacidade de análise e interpretação de textos, assim como o reconhecimento de aspectos próprios aos diferentes gêneros. Além da leitura integral dos textos, a UFSC recomenda que os candidatos compreendam o contexto histórico, social, cultural e estético dessas obras.

Escolhido como marco das comemorações dos cem anos da Guerra do Contestado, Geração do Deserto inspirou em 1970 o filme Guerra dos pelados, de Sylvio Back. Reeditado três vezes pela Movimento, de Porto Alegre, o livro oferece uma importante reconstituição histórica e literária da vida, da cultura da época e dos personagens dessa guerra que envolveu camponeses, peões, jagunços e coronéis nas disputas territoriais dos estados de Santa Catarina e Paraná.

 Serviço:

Ecos no Porão 2
Autor:  Silveira de Souza
Editora UFSC
Preço do catálogo: R$ 29,00 e a R$ 15,00 na Feira de Livros da UFSC

Por Raquel Wandelli / Jornalista Secretaria de Cultura e Arte (SeCArte) / / Fones: 3721-8729, 3721-8910 e 9911-0524

Vestibular 2012: matrícula dos calouros acontece nos dias 13 e 14 de fevereiro

10/02/2012 11:56

Os candidatos classificados no Vestibular UFSC 2012 devem fazer sua matrícula nos dias 13 e 14 de fevereiro, diretamente na coordenadoria do curso localizada no campus universitário em que irá frequentar. Nos campi da UFSC de Florianópolis e Araranguá, o horário de atendimento é das 13 às 19 horas.  Em Curitibanos e Joinville o horário foi ampliado: das 8:00 às 12:00 e das 14:00 às 18:00.

O semestre letivo começa no dia 5 de março de 2012 para os cursos semestrais de graduação, pós-graduação e para os cursos trimestrais de pós. A exceção é o curso de Engenharia de Materiais, que concluiu as matrículas no dia 3 de fevereiro e iniciou as aulas no dia 6. Veja as orientações divulgadas pelo Departamento de Administração Escolar da UFSC (DAE) aos estudantes classificados no Vestibular 2012 para todos os cursos e semestres de ingresso, para ex-alunos (reingresso) e quem está em situação regular ou de trancamento:

EX-ALUNO DA UFSC (por abandono ou desistência):- Poderá retirar no DAE a documentação escolar correspondente à matrícula anterior e complementá-la com os demais documentos exigidos pela Portaria n. 001/PREG/2012, posteriormente se dirigir à coordenadoria do seu atual curso para efetuar a matrícula;

ALUNO DA UFSC (em situação regular ou de trancamento):

– Retirar junto ao Sistema de Bibliotecas a declaração negativa de débitos (somente para alunos regulares);

– Requerer no DAE o cancelamento do curso em que está vinculado (Lei 12089/2009);

– Retirar junto ao setor de arquivos do DAE a sua documentação escolar correspondente à matrícula anterior, complementá-la com os demais documentos exigidos pela Portaria n. 001/PREG/2012 e posteriormente se dirigir à coordenadoria do seu atual curso para
matrícula inicial.

CALOUROS 2012 (primeiro e segundo períodos):

– Realizar os procedimentos de matrícula inicial observando atentamente aos ditames da Portaria n. 001/PREG/2012, inclusive no que diz respeito a categoria da sua inscrição/classificação no concurso.

VALIDAÇÃO DE DISCIPLINA CURSADA NA UFSC (prioritariamente aos ingressantes no primeiro semestre):

– Para validar disciplinas cursadas na UFSC para o novo curso o estudante após a matricula poderá optar pelo Sistema Digital SPA mediante cadastramento pelo acesso aowww.dae.ufsc.br  ou alternativamente se dirigir pessoalmente ao DAE;

VALIDAÇÃO DE DISCIPLINA CURSADA EM OUTRA IES (prioritariamente aos ingressantes do primeiro semestre):

– Requerer no DAE a validação mediante processo administrativo devidamente instruído com o histórico escolar e conteúdo programático das disciplinas cursadas.

Informações pelos telefones (48) 3721-9607 e 3721-6558.

Saiba mais:
Veja a Portaria N°001/PREG/2012, com todas as orientações sobre a matrícula inicial nos cursos de graduação.

Estudantes da UFSC em Araranguá participam de cursos de verão

10/02/2012 10:55

Nestas férias o campus da UFSC em Araranguá está oferecendo aos estudantes os cursos de verão, com disciplinas das quatro graduações: Fisioterapia, Engenharia de Energia, Engenharia de computação e Tecnologias da Informação e Comunicação. A iniciativa surgiu a partir de demandas do campus e todos os cursos têm a mesma carga horária das disciplinas curriculares.

São quatro disciplinas oferecidas: Oceanografia, Cálculo I, Física A, Programação em Computadores I, Fundamentos Matemáticos para Computação, Cinesiologia II, Introdução ao Direito Digital e Neuropatologia Aplicada à Fisioterapia. As aulas começaram no dia 5 de janeiro e vão até 5 de março.

Fonte: Secretaria Acadêmica do Campus Araranguá/UFSC.

Agendamento das visitas ao Parque Viva a Ciência começa no dia 15 de fevereiro

10/02/2012 10:27

Estudante no brinquedo Gira gira do Parque Viva a Ciência da UFSC

Começa no dia 15 de fevereiro o agendamento das visitas ao Parque Viva a Ciência e ao Planetário da UFSC para os meses de março, abril e maio. As reservas devem ser feitas pelo telefone (48) 3721-9241. Com início previsto para 8 de março, as atividades são destinadas a diferentes públicos: estudantes do ensino fundamental e médio de escolas públicas e particulares, estudantes universitários e grupos da terceira idade. São duas horas de programação: uma no Planetário e outra no Parque Viva Ciência.

A sessão no Planetário começa com a projeção de um programa sobre astronomia. Depois os alunos participam de uma aula com explicações sobre o céu e os eventos astronômicos que estão acontecendo no período, tais como as constelações visíveis, eclipses ou passagem de cometas. Fundado em 1971, o Planetário da UFSC é o único de Santa Catarina e recebe anualmente mais de 15 mil visitas.

O Parque Viva a Ciência explica vários conceitos da Física por meio de atividades lúdicas. Em destaque estão os brinquedos gigantes: gangorras, balanços, mangueiras, gira gira, parabólicas, bicicleta suspensa, tubos sonoros, foguete e cadeiras auto-elevatórias. Veja a descrição dos brinquedos: http://www.vivaciencia.ufsc.br/docsite/paineis-rev.pdf

Diariamente acontecem quatro sessões: às 9h, 10h, 14h30min e às 15h30min. Cada escola pode marcar quatro horários por agendamento, com no máximo 38 pessoas por sessão. Os ingressos custam R$1,50 para estudantes de escolas públicas e R$3,00 para estudantes de escolas particulares. Professores não pagam.

Além das visitas agendadas, outra opção é participar da sessões de planetário abertas à comunidade, que são gratuitas e acontecem todas as quartas-feiras pontualmente às 18 horas. Recomenda-se chegar com pelo menos 15 minutos de antecedência para garantir uma vaga.

Os próximos agendamentos para visitas ao Parque e ao Planetário já têm data marcada:
16/05 – para visitas em junho, julho e agosto
15/08 – para visitas em setembro até dezembro

Mais informações:
http://www.vivaciencia.ufsc.br/agenda.html
Secretaria do Planetário: (48) 3721-4133

Por Laura Tuyama, jornalista na Agecom.