PF investiga autoria de cartas anônimas distribuídas no Campus

16/04/2012 12:32

A Polícia Federal (PF) vai investigar a procedência e autoria dos documentos apócrifos que circulam há meses no Campus denegrindo a imagem de dirigentes e lideranças da UFSC. A solicitação foi formalizada oficialmente pela Administração Central ao superintendente da PF – Região de SC, Ademar Stocker, representado (na reunião) pelo delegado Ildo Rosa, que já assumiu as investigações.

Segundo Ildo, o fato é “grave e preocupante, pois não se trata de uma questão meramente pessoal, mas ganha contornos institucionais”. Para ele, as cartas anônimas atingem diretamente a credibilidade e o conceito da UFSC. “A nossa missão também é a de preservar as instituições e o Serviço Público em geral”. A identificação e responsabilização dos autores serão prioridades da delegacia especializada para esses casos que recém-assumiu.

Ofício enviado pelo reitor à PF

Abertas inscrições para IV Concurso de Cartazes sobre Homofobia, Lesbofobia e Transfobia

16/04/2012 10:45

Estão abertas até o dia 3 de maio as inscrições para o IV Concurso de Cartazes sobre Homofobia, Lesbofobia e Transfobia nas Escolas. O desafio é proposto para as turmas das escolas públicas de Santa Catarina pelo Núcleo de Identidades de Gênero e Subjetividades (NIGS), ligado ao programa de Pós-Graduação em Antropologia da UFSC.

O IV Concurso de Cartazes faz parte do projeto Papo Sério, principal ação de extensão do NIGS na área de gênero e sexualidades. Cada cartaz pode ser produzido por até quatro alunos, trabalho que deve ser coordenado por uma professora, professor ou outro membro do corpo técnico-pedagógico.

Os trabalhos deverão ser feitos em papel cartolina (tamanho 50 x 66cm) de qualquer cor e conter um título relacionado ao Dia Municipal de Combate à Homofobia, Lesbofobia e Transfobia, (Lei Municipal 7.476/07) com texto e imagens a critério dos participantes. No verso, devem ser escritas as seguintes informações: título e ano do concurso, nome da escola, nome completo dos alunos e alunas com ano e série cursada. Além do nome das professoras ou professores que coordenaram a atividade.

A ficha de inscrição deverá ser submetida de forma online (http://concursonigs.paginas.ufsc.br), ou impressa e anexada no cartaz. O cartaz deverá ser apresentado juntamente com a ficha de inscrição até o dia 3 de maio, de manhã ou à tarde, na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), campus Trindade, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, bloco D, sala quatro, departamento de Antropologia, Laboratório de Antropologia Social, Núcleo de Identidade de Gênero e Subjetividades (NIGS).

Nesta quarta edição haverá prêmios nas categorias científica, popular e prêmio NIGS. Os trabalhos inscritos na categoria científica serão avaliados por uma comissão formada por profissionais que atuam nas áreas afins do concurso. O prêmio popular será atribuído por voto de visitantes da exposição no hall do Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFH) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), de 14 a 18 de maio. E o prêmio NIGS será escolhido pelas pesquisadoras e pelos pesquisadores do núcleo. Serão levados em consideração: clareza e conformidade com o edital, comunicação do tema proposto no cartaz e estética e originalidade.

Os cartazes vencedores na categoria prêmio científico receberão um conjunto de livros sobre gênero e sexualidade para a biblioteca da escola e cada membro receberá um prêmio individual, além certificado de participação no concurso.

O IV Concurso de Cartazes sobre Homofobia, Lesbofobia e Transfobia nas Escolas é promovido pelo Núcleo de Identidades de Gênero e Subjetividades (NIGS) do Laboratório de Antropologia Social da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), com o apoio da Coordenadoria de Políticas Públicas para Mulheres (CPPM).

Mais informações: http://concursonigs.paginas.ufsc.br

Projeto Papo Sério: / Fone: (48) 3721-4135

 

Congresso de Cadastro Técnico Multifinalitário

16/04/2012 10:12

Estão abertas as inscrições para o 10º Congresso de Cadastro Técnico Multifinalitário e Gestão Territorial. O encontro que inclui o 8º Encontro de Cadastro Técnico Multifinalitário para os Países do Mercosul e o 5º Encontro de Cadastro Técnico Multifinalitário para os Países da América Latina será realizado no período de 7 a 11 de outubro, no Maria do Mar Hotel, em Florianópolis.  Está confirmada a presença de pesquisadores alemães, espanhóis, portugueses, cubanos, mexicanos, guatemaltecos argentinos e equatorianos. A coordenação geral do evento é do professor Carlos Loch, do Departamento de Engenharia Civil da UFSC.

Mais informações e inscrições: www.cobrac.ufsc.br / /

Governo federal discute consolidação da política de atenção à saúde do servidor público

16/04/2012 09:59

A Universidade Federal de Santa Catarina sedia, a partir desta terça-feira, 17 de abril, a III Oficina Nacional das Unidades SIASS, que vai discutir os novos rumos da política de atenção à saúde do servidor público. As unidades SIASS (Subsistema Integrado de Atenção à Saúde do Servidor) têm o objetivo de desenvolver ações de perícia oficial, de prevenção/promoção de saúde e de segurança no ambiente de trabalho. Cerca de 350 participantes são esperados para a oficina, que se estende até o dia 19, quinta-feira, no Centro de Cultura e Eventos da UFSC.

O Departamento de Desenvolvimento de Atenção Social e à Saúde (DDAS) da Pró-   Reitoria de Desenvolvimento Humano e Social da UFSC é uma das unidades SIASS do país. Elas compõem a Política Nacional de Atenção à Saúde do Servidor Público Federal do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG). A oficina desta semana tem a organização do DDAS, junto com a Unidade SIASS-INSS e o Departamento de Saúde, Previdência e Benefícios do Servidor da Secretaria de Gestão Pública (Desap/Segep) do MPOG.

Para a pré-abertura está prevista a apresentação de novidades do Desap/Segep, do módulo promoção em saúde e do novo portal da Rede SIASS. No decorrer da oficina estão programados três painéis com profissionais convidados sobre as temáticas “Epidemiologia como instrumento de gestão da saúde do servidor”, “Saúde do servidor: reflexões a partir da Ergologia e da Clínica da Atividade” e “Unidades do SIASS: atualidades e desafios”.

O evento prevê também trabalhos em grupo com os profissionais da Rede SIASS com o intuito de elaborar indicativos para questões como competências das Unidades SIASS; uma possível classificação de tipos de Unidades SIASS segundo a abrangência, número de órgãos envolvidos, atribuições, realidades e especificidades regionais, entre outros; e processo de interiorização da Rede SIASS.

Segundo informações da Desap, a oficina pretende apontar os caminhos que serão traçados para a instrumentalização, consolidação e fortalecimento da Rede SIASS. Ana Paula Balthazar dos Santos, diretora do Departamento de Desenvolvimento de Atenção Social e à Saúde da PRDHS, diz que a discussão e a elaboração de documentos coletivos têm sido uma tônica do SIASS, inclusive no seu processo de criação e de implementação.

Na Universidade Federal de Santa Catarina, a Unidade SIASS foi implantada em setembro de 2010 através do DDAS/PRDHS. “Contudo, vale destacar que o DDAS foi convidado pelo MPOG a participar das primeiras discussões sobre o SIASS já no grupo de trabalho nacional no ano de 2009, tendo em vista a sintonia do trabalho deste

departamento com a proposta do SIASS”, afirma Ana Paula.

A Rede SIASS, em geral, é composta por profissionais da área médica (médicos peritos, médicos do trabalho, psiquiatras), enfermeiros, assistentes sociais, psicólogos, nutricionistas, fisioterapeutas, dentistas, engenheiros e técnicos de segurança do trabalho, assistentes em administração, entre outros.

Outros órgãos – A unidade da UFSC atende a uma população de aproximadamente 8.500 servidores em todo o estado de Santa Catarina, sem contar o plano de saúde suplementar, que abarca em torno de 15 mil vidas por incluir familiares e dependentes dos servidores. “Vale destacar que as Unidades SIASS são compostas por mais de um órgão público, sendo que no caso da UFSC abrange no momento a Procuradoria Federal, a Polícia Federal, a Polícia Rodoviária Federal, o Ibama e o IBGE”, ressalta a diretora.

Assim, além de atenderem os servidores técnico-administrativos e docentes da UFSC no que se refere às questões do SIASS, incluindo os campi de Curitibanos, Joinville e Araranguá, os profissionais do DDAS atendem todos os demais órgãos públicos federais da Unidade SIASS/UFSC.

Mais detalhes sobre as questões do SIASS continuarão sendo levados aos servidores técnico-administrativos e docentes da UFSC e demais órgãos por meio do projeto “O Direito à Informação”, que vem sendo desenvolvido pelos profissionais do DDAS-Unidade SIASS/UFSC, ou mesmo de capacitações promovidas por estes profissionais na Divisão de Capacitação e Afastamento para Formação do Departamento de Desenvolvimento de Potencialização de Pessoas (DCAF/DDPP).

A diretora informa que a III Oficina das Unidades SIASS será transmitida em tempo real pelo Centro de Cultura e Eventos e que neste período os serviços do DDAS estarão fechados em função de seus profissionais participarem desta atividade. “Situações emergenciais do Plano de Saúde Suplementar devem ser encaminhadas ao servidor Marco, na recepção da PRDHS”, conclui.

Mais informações podem ser obtidas nos telefones (48) 3721-8543 e 3731-9030

 

 

Notas de Falecimento

16/04/2012 09:20

Jenifer Fernandes dos Santos
Com pesar o Centro de Filosofia e Ciências Humanas comunica o falecimento da aluna Jenifer Fernandes dos Santos, da terceira fase do curso de Psicologia da UFSC. Jenifer, 21 anos, é oriunda da região de Campinas (SP) e vivia na Moradia Estudantil da UFSC.  A PRAE está providenciando os trâmites burocráticos e o translado para sua cidade de origem. O Curso de Psicologia deliberou por três dias de luto, sendo que a turma da terceira fase não terá aulas neste período. De acordo com veículos de comunicação, Jenifer não resistiu após ser resgatada do mar neste domingo, 15 de março, a 15 metros do Costão Norte da Praia da Lagoinha do Leste, em Florianópolis.

Mirian do Valle Pereira Flores da Silva
Faleceu aos 60 anos a servidora Mirian do Valle Pereira Flores da Silva, lotada no Hospital Universitário, Sessão de Análises Clínicas, onde ocupava o cargo de Farmacêutica Bioquímica. Aposentada no dia 1°de agosto de 2007, Mirian foi admitida na UFSC em 9 de maio de 1980. O corpo está sendo velado nesta segunda-feira, 16 de abril, no Cemitério do Itacorubi. O sepultamento será às 17h.

Universidade homenageia Gilberto Velho

16/04/2012 09:10

Pesquisadores e estudantes do Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social da UFSC realizam nesta segunda-feira, 16 de abril, encontro para lembrar a contribuição de Gilberto Velho. A partir de 17h, na sala 322 do Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFH), serão exibidas cenas de dois vídeos com depoimentos do antropólogo: Antropólogos que passaram pela Ilha (Núcleo de Antropologia Visual e Estudos da Imagem /UFSC) e Narradores urbanos (Banco de Imagens e Efeitos Visuais /UFRGS).

O antropólogo de 66 anos morreu no sábado, 14 de abril, vítima de um Acidente Vascular Cerebral (AVC), em seu apartamento em Ipanema, na zona sul do Rio. Foi pioneiro na pesquisa de questões urbanas na antropologia, que inspiraram uma série de estudos nessa área. Atuou nas áreas de Antropologia Urbana, Antropologia das Sociedades Complexas e Teoria Antropológica.

Informações: / 3721-9714

Rede Nacional de Pesquisa em Biodiversidade Marinha comprova redução de peixes no litoral

16/04/2012 08:30

Nos censos visuais os pesquisadores estimam a quantidade e o tamanho dos peixes em áreas demarcadas. Fotos: Rede Sisbiota-Mar

Resultados preliminares da Rede Nacional de Pesquisa em Biodiversidade Marinha (Sisbiota Mar) confirmam cientificamente cenário conhecido na prática por pescadores e comunidades litorâneas brasileiras: a quantidade de peixes na costa está muito menor do que em ambientes mais protegidos, como as ilhas oceânicas. Nestas ilhas, a biomassa marinha chega a ser quatro vezes maior do que nas localizadas próximo ao litoral.

Os dados que resultam de censos visuais subaquáticos realizados em expedições marinhas serão apresentados na Austrália, no mês de julho, em um dos mais importantes eventos científicos na área de pesquisa marinha, o 12th International Coral Reef Symposium (ICRS 2012).

“As ilhas oceânicas estão muito mais preservadas do que as da costa, pois no litoral a pressão é muito maior. Era um dado já esperado e agora documentado”, informa o professor do Departamento de Ecologia e Zoologia da UFSC, Sergio Floeter, coordenador da Rede Nacional.

O apoio financeiro direcionado ao Sisbiota-Mar pela Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc) e CNPq já permitiu a realização de expedições ao Atol das Rocas, Barreirinhas e Maracajaú (no estado do Rio Grande do Norte); a Tamandaré e ao arquipélago de Fernando de Noronha (Pernambuco); a Maragogi (Alagoas); a Ilhas de Guarapari (Espírito Santo) e Baía de Todos os Santos (Bahia).

Em cada uma das saídas de campo, censos visuais possibilitaram a mensuração da biomassa. Esse dado representa a média de peixes em quilogramas, em áreas demarcadas de 40 metros quadrados. As informações são registradas pelos pesquisadores em mergulhos, com estimativas, além de quantidade, do tamanho dos peixes. De acordo com Floeter, essa é uma metodologia adotada por pesquisadores da vida marinha há mais de 20 anos. A Rede já realizou levantamentos de cerca de 100 amostras de 40 metros quadrados em cada ilha ou local da costa (o que representam aproximadamente quatro quilômetros quadrados investigados em baixo d’água em cada expedição).

Dados que já haviam sido obtidos em estudos anteriores e sua comparação com os atuais revelam grandes diferenças entre os ambientes. Em relação a ilhas de Santa Catarina, por exemplo, o ambiente oceânico de Atol das Rocas (também uma Reserva Biológicas Marinhas, assim como a Reserva Biológica Marinha do Arvoredo) tem biomassa quatro vezes maior (12.9 kg/40m² documentados no Atol e 3,3 kg/40m² em ilhas de Santa Catarina).

De acordo com Floeter, a Ilha da Trindade, localizada cerca de 1.200 quilômetros a leste de Vitória, é outro local em que foi documentada grande biomassa . “Não é um parque ou reserva, mas é muito distante, por este motivo fica mais preservada”, avalia o biólogo que integra o Programa de Pós-Graduação em Ecologia da UFSC e já orientou diversos trabalhos de graduação e pós-graduação sobre as comunidades de peixes no litoral catarinense.

No caso das ilhas de Santa Catarina, com estudos realizados pela equipe de Floeter desde 2006 e que incluem ambientes da Reserva Biológica Marinha do Arvoredo, os dados não são bons. “Mas a biomassa dentro da Reserva é ainda assim bem melhor do que fora dela”, ressalta o pesquisador, otimista com o trabalho proporcionado pela  pesquisa em rede, que integra estudiosos de oito universidades brasileiras (UFSC, UFRGS, USP, UFF, UFRJ, UFES, UFC e UFRPE), envolve 15 programas de pós-graduação, 15 Pesquisadores de Produtividade do CNPq e jovens pesquisadores.

Todas as equipes têm laboratórios, equipamentos de mergulho e coleta que serão direcionados a gerar  suporte científico para estratégias de conservação da biodiversidade marinha nacional

Segundo ele, a rede consolida esforços regionais iniciados há mais de uma década, permitindo que grupos de pesquisa atuem de forma harmônica e padronizada. Ela é constituída por três núcleos principais – Sul (nucleado na UFSC), Sudeste (nucleado na UFES) e Nordeste (nucleado na UFRPE). Todas as equipes têm laboratórios, equipamentos de mergulho e coleta, muitos deles comprados com recursos do edital Sistema Nacional de Pesquisa em Biodiversidade (Sisbiota), lançado pela Fapesc em parceria com o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, por meio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Ao longo de três anos, devem ser aplicados quase R$3 milhões em pesquisas que vão gerar suporte científico para estratégias de conservação da biodiversidade marinha nacional e conhecimento sobre o potencial farmacológico dos biomas marinhos. Nos dias 26 e 27 de março, pesquisadores da Rede se reuniram em Vitória (ES), para integração e compartilhamento dos estudos. De acordo com Floeter, a equipe já processa também resultados promissores sobre espécies marinhas que podem contribuir com o desenvolvimento futuro de fármacos, mas que levarão ainda algum tempo para serem divulgados.

Mais informações com o professor Sergio R. Floeter, (48) 3721-5521 / e-mail

Por Arley Reis / Jornalista na Agecom

Saiba Mais:

O Sisbiota-Mar envolve a integração de mais de 25 projetos de pesquisa e extensão vigentes sintetizados em três frentes:

– Projeto 1 Ecologia – enfoque nos padrões e processos ecológicos da biodiversidade marinha brasileira

– Projeto 2 Evolução – lida com os padrões e processos evolutivos de formação da biodiversidade marinha brasileira no espaço e no tempo, em um contexto histórico

– Projeto 3 Química Marinha – tem como objetivo investigar do ponto de vista químico as relações ecológicas e aplicar o conhecimento

Leia também:
Professores da UFSC lançam publicação sobre mudanças climáticas

Tese produz subsídios para aproveitamento sustentável de bromélia nativa da Mata Atlântica
Rede Nacional de Pesquisa em Biodiversidade Marinha comprova redução de peixes no litoral
– Monografia sobre digestores anaeróbios para tratamento do lixo urbano é premiada
UFSC desenvolve sistema para monitorar alimentação e atividades físicas entre crianças de 7 a 10 anos
Pesquisa reforça indícios de que condições na infância afetam obesidade em adultos
Pesquisadores estudam mosquitos na Ilha de Santa Catarina
UFSC abre inscrições para curso sobre células-tronco
Laboratórios do CDS avaliam atleta da patinação de velocidade
Presidente da Petrobras Biocombustível visita Laboratório de Remediação de Águas Subterrâneas
Prevenção do câncer é tema iniciação científica entre “pesquisadores mirins”
Universidade testa capsulas de erva-mate

UFSC faz campanha para educar trânsito no Campus

16/04/2012 08:17

Campanha do trânsito no CampusA partir desta segunda-feira, 16 de março, a Central de Segurança do Campus da UFSC no bairro Trindade colocará adesivos em veículos estacionados em calçadas e outros locais indevidos. O objetivo é conscientizar a comunidade universitária, para que os abusos deixem de acontecer.

O adesivo alerta sobre a irregularidade, pede cooperação do motorista e indica medidas que poderão ser tomadas em caso de reincidência. Além de colocar o aviso nos parabrisas, a Segurança do Campus vai fotografar os veículos e anotar as placas.

Como a segurança tem acesso aos dados do Detran/SC por meio do Sistema Integrado de Segurança Pública, os proprietários poderão ser contactados. Além disso, em caso de reincidência, para os alunos poderá ser aberto um processo acadêmico e para os servidores um processo administrativo por danos ao patrimônio público, entre outras medidas que estão sendo discutidas pela Administração Central da UFSC.

Mais informações:  Central de Segurança do Campus 3721-9555 / 3721-5050 / 3721-9442

Glauber Rocha volta à cena com reinvenção do romance

16/04/2012 07:00
.

O diretor da EdUFSC, Sérgio Medeiros, também é o editor da obra

No aniversário de 30 anos da morte de Glauber Rocha, a Editora da UFSC resgata a dívida do Brasil com a obra literária de um dos seus mais inovadores e criativos artistas e intelectuais, que revolucionou o cinema e reinventou a língua portuguesa. Riverão Sussuarana, o único e definitivo romance do mentor do Cinema Novo, esgotado há mais de três décadas, ganha uma nova edição, publicada pela EdUFSC em parceria com o Instituto Itaú Cultural.O lançamento da obra ocorrerá em Florianópolis, no dia 18 de abril, às 19h, na Fundação Cultural Badesc, junto com a divulgação do resultado do Concurso Rogério Sganzerla: Roteiros (Cinema e Dramaturgia), promovido pela Secretaria de Cultura e Arte e Editora da UFSC em 2011.

Polêmico, vociferante, ousado, erudito e transgressor, Glauber sempre será um marco na cultura brasileira. Para dar visibilidade a esse acontecimento de repercussão nacional, a Editora programou três atividades culturais no mesmo dia em homenagem ao artista, além do lançamento do livro. O evento começa com uma mesa redonda sobre a importância de Riverão Sussuarana.Os professores Jair Fonseca, do Curso de Literatura da UFSC, e a professora Dirce Waltrick do Amarante, do Curso de Artes Cênicas, vão apresentar seus estudos sobre as relações do cinema e da literatura de Glauber com James Joyce e Guimarães Rosa. Fonseca mostra a influência de Rosa sobre os “filmes sertanejos” de Glauber, a exemplo de Deus e o diabo na Terra do Sol, de 1964, enquanto Dirce fala principalmente sobre as aproximações de linguagem com Joyce.
Na sequência, um grupo de alunos de diversas disciplinas do Curso de Artes Cênicas coordenados pela professora Dirce fará a leitura da peça teatral que integra o romance da página 119 a 137, interrompendo a narrativa épica com o que o autor chama de “teatrinho sertanejo”. Como a obra de Joyce, o livro mistura narrativa, teatro, poesia, jornalismo, explica a professora de teatro e crítica teatral. Glauber extrapola as classificações de gênero, como o próprio autor explica em entrevista em 1981: “O livro é ao mesmo tempo um manifesto literário e estético. A teoria e a prática daquele livro são transferidas para a música, para o cinema, qualquer tipo de arte. […] Incorpora uma espécie de renovela, de desnovela, de recordel”. Vão compor a leitura os alunos Jacqueline Kremer, Marina Vershagem, Angélica Mahfuz, Márcio Cabral, Lourenço Lombardi, Robson Walkowski e Eduardo Stahelin.
Por fim, serão conhecidos os nomes dos dois vencedores do Concurso de Roteiros promovido pela EdUFSC, que busca incentivar o surgimento de talentos como o de Glauber e Rogério Sganzerla em Santa Catarina, conforme o diretor da Editora, Sérgio Medeiros. A presidente da Comissão Julgadora, Clélia Mello, professora do Curso de Cinema, vai divulgar os dois roteiros que, num total de 15 inscritos, receberão como prêmio a publicação de suas criações em livro.  O catarinense Sganzerla, que pertenceu ao grupo de jovens cinemanovistas liderados por Glauber e Júlio Bressane, também teve sua obra ensaística publicada pela EdUFSC e Itaú Cultural em 2010, com Edifício Rogério.
Ao seu modo tropicalista e antropofágico de criação, Glauber processa as diversas contribuições dos grandes nomes da cultura moderna e pós-moderna com gênio crítico e inventivo, inovando na trama e na linguagem, crivada de neologismos e palavras-valise (onde vários vocábulos compõem um só). A obra teve um impacto estético e cultural silencioso, mas profundo, alcançando, como o cinema premiado de Glauber, admiradores no exterior. Além de uma espécie de alucinado making off sobre o romance feito pelo próprio autor, a edição traz duas resenhas analíticas assinadas por Jair Fonseca e o crítico Mário Câmara. Em seu ensaio, Fonseca afirma que Riverão Sussuarana é marcado pelo memorialismo, pela autobiografia e pela autoficção.
Assim, a “desnovela” de Glauber chega primeiramente para o público de Santa Catarina, depois para o resto do Brasil, a partir do lançamento, em São Paulo, na sede do Itaú Cultural, em data ainda não confirmada. Depois de dois anos de negociação com a família do cineasta, Riverão… sai publicado com duas capas sobrepostas: a original, desenhada pela viúva Paula Gaettan, na publicação da Record de 1978, e a atual sobreposta, da artista gráfica catarinense Lúcia Iaczinski, de modo que é possível ler nesse palimpsesto as tendências estéticas e políticas dos dois períodos históricos da cultura brasileira.
 

.

(clique para ampliar)

SERVIÇO:

Riverão Sussuarana, Glauber Rocha
Editora da UFSC
Lançamento: 18 de abril, às 19h
Local: Fundação Cultural Badesc, Centro de Florianópolis
De R$ 39,00, por R$ 28,00 – com desconto de 30% (no lançamento)
 
Por Raquel Wandelli/Jornalista na SeCarte – (48) 9911-0524 – 3721-9459www.secarte.ufsc.br

TV UFSC apresenta videoclipe, filme musical e entrevista sobres aparelhos auditivos

14/04/2012 10:29
.

Na programação da semana: "Se tu andas"; UFSC Entrevista sobre aparelhos auditivos e Primeiro Plano com o trabalho acadêmico "J-1: Experiência de Trabalho nos EUA"

A primeira estreia da semana é a do videoclipe “Se Tu Andas”, da banda florianopolitana Pornô de Bolso. A música está no EP O.T.,  que a banda lançou no ano passado, com nove faixas. O vídeo foi dirigido por Alan Langdon, cineasta e primeiro baterista do grupo: uma longa caminhada até um encontro todo especial com instrumentos musicais na Praia do Moçambique. Vai ao ar no domingo às 22h30min, segunda-feira às 23h, quarta-feira às 23h30min e sexta-feira às 17h.

O UFSC  Entrevista conversa com o professor Júlio Cordioli, do departamento de Engenharia Mecânica. O professor é sub-coordenador do projeto de desenvolvimento de transdutores para aparelhos auditivos utilizando materiais piezoelétricos. O projeto, que tem o apoio da Fapeu, estuda uma inovação nos componentes microfone e alto-falante de aparelhos auditivos. O objetivo é diminuir o número de itens internos dos aparelhos e assim o custo final. Estreia na segunda-feira às 22h, com horários alternativos à meia-noite de terça para quarta-feira, quinta ao meio-dia, sexta às 23h30min e meia-noite de sábado para domingo e domingo ao meio-dia.

“As Luzes de Buenos Aires”, estreia da semana na Sessão Cinema, é o primeiro filme protagonizado por Carlos Gardel, em 1931. Ele interpreta um fazendeiro que vê sua prometida abandoná-lo para procurar o sucesso como cantora na capital argentina. Ele decide ir atrás dela e tentar convencê-la a voltar à fazenda. Estreia na terça-feira às 21h, com horário alternativos à meia-noite de quarta para quinta-feira, sexta-feira às 14h e sábado às 20h.

O Primeiro Plano reapresenta “J-1: Experiência de Trabalho nos EUA”, de Isis Martins Dassow. Nesta grande reportagem em vídeo, três brasileiros que estão na cidade americana de Jackson, no estado de Wyoming, mostram seu cotidiano e relatam experiências de um programa de trabalho remunerado nos Estados Unidos. Leandro, Letícia e Lucas também respondem a questões que nem sempre são esclarecidas por agências de intercâmbio e ajudam o espectador a concluir se vale a pena juntar as economias e partir para o exterior. Vai ar na quarta-feira às 22h, meia-noite de quinta para sexta-feira, sexta-feira às 22h e sábado às 16h.

Para acompanhar a TV UFSC, sintonize o canal 15 da NET Florianópolis e veja a programação completa no site www.tv.ufsc.br/grade. Assista aos boletinsde notícias também no www.youtube.com/tvufsc.

 

Por Fábio Bianchini/ Jornalista na TV UFSC

Shakespeare na Barca dos livros desta sexta

13/04/2012 17:00
.

.

Encontro com Roberto O´Shea, tradutor de Péricles, de Shakespeare, começa às 20 horas, na sede do projeto, na Lagoa da ConceiçãoO especialista em Shakespeare José Roberto O´Shea é o convidado desta sexta-feira, 13, às 20 horas, do Encontro com o Autor do projeto Abril com Livros, da Barca da Leitura, que fica no LIC, na Lagoa da Conceição. Professor do Curso de Literatura Inglesa da UFSC, ensaísta e tradutor, o autor vai conversar com os leitores e autografar sua mais recente tradução da obra do dramaturgo inglês: Péricles, lançado pela Iluminiras. O´Shea é também autor das obras Antologia de poesia norte-americana contemporânea, O primeiro Hamlet, e Filosofia e Literatura, todos pela Editora da UFSC.

Com a tradução da primeira peça do período final e mais amadurecido de William Shakespeare, Péricles, príncipe de Tiro (Iluminuras, 176 pp., R$38) José Roberto O’Shea,  oferece a primeira edição brasileira dessa obra. Escrito na data provável de 1608, trata-se de um texto entre o romanesco e o teatral, aclamado pela complexidade psicológica das personagens. Os críticos destacam os aspectos inspirados na música e no sobrenatural que cercam a narrativa. A peça fez um enorme sucesso já à época de sua primeira encenação, em 1608, sendo o maior êxito de público da carreira de Shakespeare.

Em abril se comemoram o Dia Internacional do Livro Infantil, o Dia Nacional do Livro Infantil e o Dia do autor e do Direito Autoral. Durante todo o mês, a Barca de Livros está promovendo uma intensa programação para o fortalecimento da cultura da leitura. Além do encontro com autor estão previstos passeios de barco com narração de histórias para crianças, projeção de filmes, saraus de contação de histórias, visita das escolas à Biblioteca da Barca, ciclo de literatura latino-amerciana, conservação de livros, oficina de poesia e de teatro. Na semana de 12 a 18 de abril, 12 turmas visitam a biblioteca da Barca dos Livros dentro da programação especial da Semana Municipal do Livro Infantil.

 

SERVIÇO:

Encontro com o Autor na Barca dos Livros

Autor: Roberto O´Shea
Lançamento:
Péricles, tradução de Shakespeare
Horário:
20 horas
Local:
Barca dos Livros, rua Largo Hipólito do Valle Pereira, 620 – LIC – Village – Lagoa da Conceição

 

Por Raquel Wandelli/Jornalista da UFSC – 9911-0524 e 3721-9459.

“Ontem, uma lembrança…” retorna ao Teatro da UFSC

13/04/2012 16:57

Produção do Grupo de Teatro do Núcleo Espírita de Artes (NEA)

Retorna ao palco do Teatro da UFSC a peça “Ontem, uma lembrança…”, que será apresentada nos dias 14 e 15 de abril (sábado e domingo) às 20 horas (no sábado) e às 19 horas (no domingo). O ingresso custa R$ 14 (inteira) e R$ 7 (meia).

Produção do Grupo de Teatro do Núcleo Espírita de Artes (NEA), de Florianópolis, a peça estreou em junho de 2009, no Teatro da UFSC, e foi apresentada várias vezes na região, no Teatro Álvaro de Carvalho e no Teatro Adolfo Melo, e representou o Estado de Santa Catarina na 8ª Mostra Brasileira de Teatro Transcendental, que ocorreu em agosto de 2010, em Fortaleza, Ceará.

Ontem, uma lembrança…

1970: Rosana, uma jovem tímida e introspectiva, mora numa casa antiga, num bairro isolado. A vida é preenchida pela amizade de apenas um amigo, João, seu companheiro de escola e juventude.

Anos 20: naquela mesma casa, viveu Milosz, um soldado polonês, ex-combatente, que veio para o Brasil com os traumas da guerra, da perda dos dois melhores amigos e o abandono da mulher.

Em meio às duas histórias, que se intercalam, uma personagem misteriosa: Marta. Ela pode ser o elo entre aquelas vidas tão distantes no tempo, mas tão próximas nos conflitos e sofrimentos.

Peça estreou em junho de 2009, no Teatro da UFSC

Da paixão desenfreada à libertação pelo amor! Onde está a linha de separação entre esses sentimentos extremos?

Ficha Técnica:

Texto: Rogério da Silva

Direção: Ana Luz

Elenco: Ricardo Oliveira, Vivian Françosi, Luana Amorim e Eduardo Silva

SERVIÇO:

O QUÊ: Peça teatral “Ontem, uma lembrança…”

QUANDO: Dias 14 e 15 de abril de 2012 (sábado e domingo)

HORÁRIO: 20 horas (sábado); 19 horas (domingo).

ONDE: Teatro da UFSC, ao lado da Igrejinha, Praça Santos Dumont, Trindade, Florianópolis-SC

QUANTO: O ingresso custa R$ 14 (inteira) e R$ 7 (meia)

CONTATO: (48) 8813-9222 (Eduardo) / (48) 9971-0169 (Rogério)

Visite www.dac.ufsc.br

Fonte: [CW] DAC – SECARTE.UFSC, com material da produção.

Curso de Cinema promove Mostra Cavalcanti

13/04/2012 16:47
.

Nos anos 1950, Alberto Cavalcanti enfrentou no Brasil oposição ferrenha tanto da direita quanto da esquerda

 

 

 

 

 

 

 

 

De 23 a 27 de abril, acontece no auditório Henrique da Silva Fontes (Centro de Comunicação e Expressão da UFSC) a Mostra Cavalcanti, com exibição de onze filmes de Alberto Cavalcanti, apresentação de trabalhos de pesquisa e debates. A Mostra é a primeira do projeto Punctum: cinema e pensamento, do Curso de Cinema da UFSC, que visa reunir trabalhos em torno de temas relativos aos filmes e publicá-los, junto com os debates gravados, na Punctum, a revista do Curso.

Essa primeira mostra foi motivada pelo interesse crescente de alunos e professores em resgatar e principalmente reler Alberto Cavalcanti, figura emblemática de paradoxos e preconceitos centrais à(s) história(s) do cinema.

 

Alberto Cavalcanti

Nascido no Rio de Janeiro em 1897, Cavalcanti esteve no centro de momentos cruciais, trabalhando como diretor (de 58 filmes), roteirista, cenógrafo, diretor de som, de arte, montador, desenhista de produção, figurinista, arquivista e ator. Começou como assistente de L’Herbier em Paris, tornando-se em seguida nome central da vanguarda francesa dos anos 20 (Rien que les heures é exemplo disso e estará na Mostra). Nos anos 30 inicia, com John Grierson, no General Post Office Film Unit (GPO), a tradição do documentário inglês, hoje especialmente produtiva – Coal Face e Night Mail, do GPO, também serão exibidos. Na mesma época, torna-se um dos principais desenvolvedores da tecnologia e da estética do som no cinema, e dessa fase a Mostra inclui Went the Day Well? e Dead of Night.

Em 1949, único cineasta brasileiro com experiência internacional significativa, Cavalcanti volta ao Brasil a convite de Assis Chateaubriand e, trazendo técnicos da Europa, assume a direção artística da Companhia Vera Cruz, iniciativa industrial ambiciosa que enfrenta oposição ferrenha e complexa, tanto da direita quanto da esquerda – até sua vida privada é revirada na imprensa. Nos anos 50, depois de filmar O canto do mar (filme que abre a Mostra), volta à Europa onde conhece Bertolt Brecht (e filma seu Herr Puntila, que estará na Mostra) e Joris Ivens, trabalhando também, em vários países, com teatro e televisão. Morre em 1982 em Paris.

Apesar das retrospectivas, biografias, e edições de cópias em dvd, Cavalcanti é ainda pouco conhecido do público. O interesse crescente de pesquisadores em torno dele faz ver todo um universo de conceitos e atitudes capazes de revolver e desativar muitas certezas quanto a arte, estética, história, nacionalidade, gênero etc.

 

Convidados

A cada dia a Mostra exibe cerca de duas horas de filmes e logo em seguida vêm as apresentações e os debates. No primeiro dia, segunda, 23 de abril, o convidado será Rodrigo de Haro, cinéfilo apaixonado que conheceu Cavalcanti e que tem em O canto do mar um embalo decisivo em sua vida de poeta e artista plástico.

Na terça, André Zacchi, mestrando em Literatura e formando em Cinema na UFSC, propõe uma leitura de filmes de Cavalcanti dos anos 30 e 40 (principalmente Night Mail, Went the Day Well? e Dead of Night) a partir de seu trabalho de Mestrado, voltado principalmente ao inumano. O debatedor será seu colega de Mestrado Lucian Chaussard, também formado em Cinema na UFSC, participante da seleção de filmes dos festivais Fam e Faça e crítico da revista Contracampo.

Na sexta-feira, último dia, a pesquisadora Marina Moros, com Mestrado e Doutorado em Literatura na UFSC, apresenta trabalho em torno de sua atual pesquisa de Pós-doutorado, também na UFSC, em torno dos documentários de Cavalcanti, em sua relação com conceitos como o de soberania – falará principalmente de Coal Face e Rien que les heures. A debatedora será sua supervisora, Carmen Rial, do Departamento de Antropologia e dos programas de pós-graduação em Antropologia e Ciências Humanas da UFSC, além de coordenadora do Núcleo de Antropologia Audiovisual (Navi), com pós-doutorado na mesma área pela École de Hautes Études em Sciences Sociales.

Na quarta e na quinta, os debates serão conduzidos pelos professores Antonio Carlos Santos, da Pós-Graduação em Ciências da Linguagem da Unisul, e Luiz Felipe Soares, do curso de Cinema e da Pós em Literatura da UFSC (ambos tendo feito também mestrado e doutorado em Literatura na UFSC).

 

Os filmes

23/4, segunda feira

  • O canto do mar (1952), 124 min: produção posterior à Vera Cruz, já para a Kino Filmes, do Rio. Experimentação no humanismo realista, enfocando a seca no Nordeste e suas consequências. Participação no roteiro de José Mauro de Vasconcelos, música de Guerra Peixe, fotografia exuberante de Cyril Arapoff e Paolo Reale. Com Luiz Andrade, Glauce Bandeira, Fernando Becker, Aurora Duarte.

24/4, terça feira

  • Night Mail (1936), 25 min: produção do General Post Office, a partir do poema de Wystan Hygh Auden, dirigido com Harry Watt e Basil Wright. Cavalcanti faz o som do filme, de desenho sofisticado. Com John Grierson.
  • Went the Day Well? (1942), 92 min: produção da inglesa Ealing (onde Cavalcanti trabalha depois de se afastar do GPO), tematizando a possível invasão da Inglaterra pelo exército alemão na Segunda Guerra. Com Leslie Banks, C. V. France, Valerie Taylor.

25/4, quarta feira

  • La P’tite Lili (1927), 15min: segundo filme de Cavalcanti, feito na França, com curiosa experimentação de texturas. Com Catherine Hessling (modelo de Auguste Renoir) e com Jean Renoir (no papel do proxeneta).
  • We Live in Two Worlds (1937), 15 min: produção do GPO (co-produção com a Suíça), com texto e voz de J. B. Priestley, sobre nacionalidade e cruzamento de fronteiras.
  • Herr Puntila und sein Knecht Matti (1960), 97 min, colorido: comédia musical, adaptação do texto de Brecht, co-produção entre Áustria e ex-Alemanha Oriental. Com Curt Bois, Heinz Engelmann e Maria Emo.

26/4, quinta feira

  • Yellow Caesar (1941), 24 min: produção da Ealing, debochando da figura de Mussolini, com montagem brincalhona de trechos de documentários e reportagens cinematográficas, alternados com desenhos (de Feliks Topolski). Marcel King, Sam Lee, Max Spiro e Jack Warrock imitam a voz de Mussolini.
  • Dead of Night (1945), 103 min: produção da Ealing. Personagens se reúnem numa casa e contam histórias estranhas. Cavalcanti dirige os segmentos Christmas Party e The Ventriloquist’s Dummy – nesse último um boneco de ventríloquo ganha vida. Parcialmente baseado em H. G. Wells. Com Mervyn Johns, Roland Culver, Mary Merrall, Googie Withers, Frederick Valk.

27/4, sexta feira

  • Capitain Fracasse (1928), 92 min: produção francesa, adaptação do romance de Téophile Gautier, em que o capitão recebe uma trupe de teatro e se apaixona por uma das atrizes. Com Pierre Blanchar, Lien Deyers, Charles Boyer.
  • Rien que les heures (1926), 35 min: produção francesa, experimentação com enquadramento, iluminação, montagem, imagens fragmentadas, como que acompanhando cenas de Paris referidas aos choques modernos. Com Blanche Bernis, Nina Chousvalowa, Philippe Hériat, Clifford McLaglen.
  • Coal Face (1936), 11 min: produção do GPO, também a partir de texto de Wystan Hygh Auden (assim como Night Mail), enfocando, com criatividade e imprevisibilidade de enquadramento e montagem, gestos de trabalhadores em minas de carvão. Com a voz do próprio Auden.

 

 Confira a programação completa aqui.

Mais informações: 3721-6543 e www.cinema.ufsc.br

 

Filmografia de Alberto Cavalcanti 

La visite de la vieille dame (TV, 1971)
Les empaillés (TV, 1969)
Story of Israel (1967)
Yerma (1962)
The Monster of Highgate Ponds (1961)
Herr Puntila und sein Knecht Matti (1960)
La prima notte (1959)
A Rosa-dos-Ventos (segmento da Rússia) (1957)
Mulher de Verdade (1954)
O Canto do Mar (1952)
Simão o Caolho (1952)
For Them That Trespass (1949)
The First Gentleman (1948)
They Made Me a Fugitive (1947)
The Life and Adventures of Nicholas Nickleby (1947)
Dead of Night (segmentos Christmas Party e The Ventriloquist’s Dummy) (1945)
Champagne Charlie (1944)
The Halfway House (1944)
Waterlight (1943)
Went the Day Well? (1942)
Alice in Switzerland (1942)
Film and Reality (1942)
Yellow Caesar (1941)
 A Midsummer Day’s Work (1939)
Men of the Alps (1939)
Four Barriers (1938)
Mony a Pickle (1938)
The Line to Tschierva Hut (1937)
We Live in Two Worlds (1937)
Who Writes to Switzerland (1937)
Message from Geneva (1936)
Coal Face (1935)
Pett and Pott: A Fairy Story of the Suburbs (1934)
New Rates (1934)
The Glorious Sixth of June (1934)
Coralie et Cie (1933)
Le mari garçon (1933)
Plaisirs défendus (1933)
En lisant le journal (1932)
Le jour du frotteur (1932)
Le truc du Brésilien (1932)
Nous ne ferons jamais le cinéma (1932)
Revue montmartroise (1932)
Tour de chant (1932)
À mi-chemin du ciel (1931)
Les vacances du diable (1931)
Dans une île perdue (1931)
A Canção do Berço (1930)
Toute sa vie (1930)
Le petit chaperon rouge (1930)
Rien que les heures (1930)
Vous verrez la semaine prochaine (1930)
Le capitaine Fracasse (1929)
La jalousie du barbouillé (1929)
En rade (1928)
Yvette (1928)
La p’tite Lili (1927)
Le train sans yeux (1927)

Fonte: professor Felipe Soares/ Curso de Cinema da UFSC

Empresa Júnior de Engenharia Mecânica promove palestra sobre pesquisa junto à NASA

13/04/2012 16:20

A Empresa Júnior i9 CONSULTORIA da UFSC promove a palestra “Pesquisando junto à NASA, relatos e perspectivas”, com o engenheiro Jonny Carlos da Silva,  na quinta-feira, dia 19 de abril, às 18h30min, no auditório Teixeirão do Centro Tecnológico (CTC).  O evento é aberto ao público.

A palestra abordará a experiência advinda do pós-doutorado realizado como pesquisador visitante junto à NASA, no Ames Research Center em Mountain View, Califórnia. Será apresentada uma breve introdução sobre o Ames, bem como serão mostrados alguns pontos relativos ao pós-doc: desenvolvimento de sistemas especialistas voltados ao diagnóstico de falhas em sensores, gerenciamento de cargas elétricas visando sustentabilidade e design rationale (captura das justificativas de projeto) para sistemas aviônicos. Também serão mostradas as perspectivas desta cooperação.

Sobre o palestrante:

Jonny Carlos da Silva é formado em engenharia mecânica pela UFPB, trabalhou como engenheiro na Alumar-Alcoa, tem mestrado e doutorado em engenharia mecânica ambos pela UFSC. Tem especialização pelo Kyushu International Center- JICA (Japão). Durante seu doutorado foi pesquisador junto ao departamento de engenharia da Universidade de Lancaster, Inglaterra. Por este projeto recebeu o prêmio Shaping the Future concedido pela Universidade de Hannover, Alemanha na Expo 2000. É professor do departamento de engenharia mecânica da UFSC desde 1993. Tendo sido coordenador do curso de graduação entre 2007 e 2011, e membro da Câmara de Ensino de Graduação entre 2008-2010. Orientou trabalhos de mestrado e doutorado, e coordenou projetos de pesquisa para empresas como Petrobras, SCGAS, e TBG, projetos desenvolvidos nos laboratórios LASHIP e LABCET. É co-autor do livro: Projeto integrado de produtos: planejamento, concepção e modelagem. Tem como linhas de pesquisa: Sistemas Especialistas aplicados à Engenharia e Modelagem Dinâmica. Desde março, assumiu a coordenação do NeDIP– Núcleo de Desenvolvimento Integrado de Produtos.

Sobre a i9 CONSULTORIA:

Fundada em 1995, a i9 CONSULTORIA é uma empresa gerida por alunos do curso de Engenharia Mecânica da Universidade Federal de Santa Catarina, que figura há décadas entre os mais prestigiados do Brasil. A empresa oferece consultorias de alta qualidade e com um custo abaixo do encontrado no mercado, já tendo realizado mais de 60 consultorias ao longo de sua existência. Para tanto, conta com os serviços de alunos de fases avançadas do curso de Engenharia Mecânica,  aliando o seu conhecimento e vontade à experiência de professores do Departamento de Engenharia Mecânica, que atuam como orientadores no processo de consultoria. Como resultado da excelência, receberam o prêmio de melhor consultoria realizada por uma empresa júnior em 2005.

Outras informações pelo telefone (48) 3721-7537 ou pelo site www.i9.ufsc.br.

Inscrições de trabalhos para a I Jornada de Pesquisa em Condições Crônicas

13/04/2012 16:05

A partir da sexta, 20/04, até o dia 20 de maio podem ser inscritos trabalhos para a I Jornada Brasileira de Pesquisa em Condições Crônicas, que acontece nos dias 13 e 14 de setembro na UFSC.

O evento é organizado pelo do Núcleo de Estudos e Assistência em Enfermagem e Saúde a Pessoas em Condição Crônica (Nucron), que está completando 25 anos em 2012, e é vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da UFSC.

Informações: www.nucron.ufsc.br.

UFSC assina acordo de cooperação com a Universidade de Ingolstadt

13/04/2012 15:02

Professores de Ingolstadt e da UFSC reunidos para a assinatura do acordo de cooperação

Na quinta-feira, 12 de abril, o reitor Walter Shober da universidade alemã de Ingolstadt e o pesquisador George Overbeck foram recebidos no gabinete pelo reitor em exercício Carlos Alberto Justo da Silva, para assinatura de acordo de cooperação entre as universidades, com foco na segurança veicular e no intercâmbio de professores e alunos.

(mais…)

Pedalada marca em Florianópolis Dia Internacional da Doença de Parkinson

13/04/2012 15:00

Com o objetivo de congregar portadores da doença, familiares, cuidadores, profissionais da saúde e amantes do ciclismo, será realizado no próximo domingo, 15 de abril, o Segundo Pedala Parkinson. A atividade que marca o Dia Internacional da Doença de Parkinson sairá da frente da Reitoria da UFSC às 15h, com concentração a partir de 14h30min. De acordo com os organizadores, haverá bicicletas especiais para pessoas com maior dificuldade.

Da UFSC os participantes seguirão até o início da Avenida Beira-Mar Norte e o Koxixos, retornando ao ponto de partida, em um trajeto de aproximadamente 10 quilômetros.   “A proposta é estimular o portador da doença de Parkinson a sair na rua e perceber que ele pode continuar inserido na sociedade”, explica a professora do Departamento de Enfermagem da UFSC Ângela Maria Alvarez, líder do Grupo de Estudos sobre Cuidado de Saúde de Pessoas Idosas.

O Segundo Pedala Parkinson é uma promoção da Associação Parkinson Santa Catarina, em parceria com a UFSC e Prefeitura de Florianópolis, entre outras entidades. O mal de Parkinson é uma doença degenerativa do sistema nervoso central em que ocorre perda de um neurotransmissor chamado dopamina. A falta de dopamina resulta em uma série de sintomas motores, como tremor, rigidez muscular e lentidão de movimentos.

Mais informações:
– Associação Parkinson Santa Catarina – APASC / (48) 3721-6651 e (48) 3721-9445
– Na UFSC, com a professora Ângela Maria Alvarez / / (48) 3721-9480

Oficina discute política de atenção ao servidor público

13/04/2012 14:43

O diretor do Departamento de Saúde, Previdência e Benefícios do Servidor (Desap), órgão vinculado ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, Sérgio Carneiro, estará na abertura da III Oficina das Unidades do Siass (Subsistema Integrado de Atenção à Saúde do Servidor), marcada para terça-feira, dia 17, no Centro de Cultura e Eventos da UFSC, em Florianópolis. O encontro tem o objetivo de consolidar uma política de atenção ao servidor público no Brasil e contará com a participação de especialistas de vários estados, que terão três dias para discutir propostas para a instrumentalização e fortalecimento da rede.

A abertura oficial, às 19h, terá as presenças de Ana Lúcia Amorim de Brito, secretária de Gestão Pública, Marilene Ferrari Lucas, secretária adjunta da Secretaria de Gestão Participativa (Segep), e do reitor da UFSC, Alvaro Toubes Prata. A programação prevê ainda, às 19h30, uma palestra com a professora Vilma Santana sobre a epidemiologia como ferramenta para a promoção da saúde. Uma confraternização e uma apresentação cultural fecham a agenda do dia. As discussões e trabalhos em grupos, intercalados com painéis e palestras, vão até o dia 19, quinta-feira.

O Siass foi criado para desenvolver ações conjuntas nos campos de segurança e de saúde dos servidores, numa perspectiva multiprofissional. A Universidade Federal de Santa Catarina conta com a maior unidade do Siass do país, que atende, além dos servidores da instituição, profissionais de outros órgãos federais, como o INSS, a Polícia Federal, o IBGE, o Ibama, a PRF e a Procuradoria Federal.

Mais informações pelo telefone (48) 3721-8543.

Por Paulo Clóvis Schmitz/Jornalista na Agecom

Semana Clarice tem inscrições prorrogadas até dia 16

13/04/2012 14:20

Por que Clarice permanece? Quais as repercussões que sua estética e obra trazem para a academia e para arte? Clarice continua sendo uma das autoras mais lidas no Brasil, sofrendo desdobramentos tanto na grande mídia quanto nos corredores da literatura. Pensar Clarice não é só pensar em um conjunto de livros, mas refletir sobre um momento de transição da Literatura Brasileira pelo qual podemos desvendar traços do que é o escrever contemporâneo.

Com o intuito de reunir pesquisadores, leitores e artistas que tenham Clarice Lispector como um de seus eixos norteadores, o Programa de Ensino Tutorial de Letras (PET) da UFSC promoverá entre os dias 18 e 21 de abril, no Centro de Comunicação e Expressão (CCE), a Semana Clarice.

Além de um evento acadêmico, a Semana Clarice será uma experiência transversal, na qual não somente se analisará sua obra, mas poderemos conhecer suas ressonâncias no cinema, teatro e artes visuais. Para isso, contaremos com a presença de Suzana Amaral, diretora do premiado filme A Hora da Estrela e uma peça inédita baseada na obra de Clarice Lispector, produzida por atores do Curso de Artes Cênicas UFSC.

Haverá também a participação de professores renomados da literatura como o professor Raul Antelo, uma entrevista exclusiva com o tradutor de Clarice para os Estados Unidos Benjamin Moser, autor da biografia mais recente Clarice, uma biografia e a presença da escritora Ana Miranda, autora da novela Clarice.

O pagamento das inscrições foi prorrogado até 16 de abril. Para se inscrever é necessário o envio de um e-mail para , com as informações solicitadas no site http://www.semanaclarice.ufsc.br/. O valor das inscrições é de R$ 20 (ouvinte) e os pagamentos deverão ser efetuados através de depósito bancário.

Sobre o PET

Criado e implantado em 1979 pela Capes, o PET (outrora Programa Especial de Treinamento, hoje Programa de Educação Tutorial) é um programa acadêmico direcionado a alunos regularmente matriculados em cursos de graduação. O PET objetiva envolver os estudantes que dele participam num processo de formação integral, propiciando-lhes uma compreensão abrangente e aprofundada de sua área de estudos.

São objetivos deste Programa: a melhoria do ensino de graduação, a formação acadêmica ampla do aluno, a interdisciplinaridade, a atuação coletiva e o planejamento e a execução, em grupos sob tutoria, de um programa diversificado de atividades acadêmicas.

Dentre outros programas de apoio à pesquisa, ensino e extensão, o PET diferencia-se pela autonomia que proporciona aos seus bolsistas no desenvolvimento de atividades que abranjam aquelas três áreas. Por reunir acadêmicos de formações, perspectivas e interesses diversos, o PET é espaço pedagógico privilegiado a uma dinâmica de experiências e discussões, de reflexões e tensões, da prática de diferenças que constitui e que deve ser uma Universidade.

Programação:

18/04 (quarta):

8h30 às 10h – Credenciamento
10h às 12h – Mesa-redonda com Ana Luiza Andrade (UFSC), Eleonora  Frenkel Barreto (UFSC) e. Marcio Markendorf (UFSC)
12h30 – Cinepet com Gilberto Schmütz De Gouma (UFF)
14h às 16h – Apresentação de trabalhos
16h – Café
16h30 às 18h30 – Mesa-redonda com Carlos Eduardo Capela (UFSC) e Gilberto Schmütz De Gouma (UFF)
18h30 às 20h30 – Palestra com Raul Hector Antelo

19/04 (quinta):

10h às 12h – Apresentação de trabalhos
14h às 15h30 – Cinepet: Exibição do filme A Hora da Estrela
15h30 às 16h – Café
16h às 18h – Palestra com Suzana Amaral
19h – Sarau com alunos do Colégio de Aplicação da UFSC

20/04 (sexta):

10h às 12h – Entrevista com Benjamin Moser com comentários dos professores Pedro de Sousa (UFSC) e Tânia Regina Ramos (UFSC)
12h30 – Sarau de MPB (ministrado pelo professor Claudio Celso Alano da Cruz)
14h30 às 16h30 – Apresentação de trabalhos
16h30 – Café
17h às 18h – Premiação do Concurso Artístico
18h30 – Encerramento com palestra da escritora Ana Miranda
20h – Programação Cultural no Teatro da UFSC – Peça de teatro

21/04 (sábado):

20h – Programação cultural no Teatro da UFSC – peça de teatro

Informações:

Pagamento: (48) 8443-6647 (Mariane)
Concurso de Artes: (48) 9106-7750 (Adriana)
Sarau: (47) 8815-2736 (Ellen)
Informações gerais: (48) 9167-6467 (João Gabriel)

5º Simpósio Sul de Imunologia terá conferência de abertura com Juan Lafaille

13/04/2012 14:11

Entre os dias 18 e 20 de abril acontece em Florianópolis a quinta edição do Simpósio Sul de Imunologia (V SSI). Considerado um evento “cult” da área, o simpósio se estabeleceu como um ponto de convergência para a geração de colaborações e discussões de temas diversificados em Imunologia no Sul do Brasil. O evento é organizado por professores de Imunologia Básica e do Programa de Pós-Graduação em Farmacologia da UFSC.

A edição deste ano tem como destaque a vinda do professor Juan Lafaille, da Universidade de Nova York, e do professor Nelson Vaz, da Universidade Federal de Minas Gerais. Além de palestras, o evento terá mesas de discussão para proporcionar maior interação entre os participantes. Os alunos serão diretamente beneficiados com a oportunidade única de conhecer e conversar com imunologistas de renome nacional e internacional em Florianópolis. Os temas abordados nas palestras serão microbiota e inflamação, manipulação antigênica de células dendríticas, vacinas, mecanismos de alergia, dentre outros.

Antes do evento serão oferecidos dois cursos aos participantes inscritos, um sobre os conceitos básicos de imunologia e outro sobre mensuração de citocinas através de beads (CBA), patrocinado pela empresa Becton & Dickinson. Durante o evento haverá o lançamento do livro “Onde está o organismo?”, de autoria professor Nelson Vaz e colaboradores.

O SSI acontece desde 2007 e tem como missão estimular a interação científica de docentes e pesquisadores da área de Imunologia do Brasil. O simpósio é voltado para estudantes de graduação, pós-graduação, docentes e pesquisadores das áreas de Biologia, Farmácia, Medicina, dentre outras.

Esta edição é organizada pela comissão formada pelos professores da universidade André Báfica, Daniel dos Santos Mansur, Fernando Spiller e Aguinaldo Roberto Pinto e pelo pesquisador do Instituto Carlos Chagas (ICC/Fiocruz), Juliano Bordignon. O evento tem o apoio do PPG em Farmacologia da UFSC, Becton & Dickinson, CNPq, Analítica, ICC/Fiocruz e UFSC.

Confira a programação aqui.

Serviço:

O quê: V SSI – 5º Simpósio Sul de Imunologia.

Quando: 18 a 20 de Abril de 2012.

Onde: Hotel Quinta da Bica D´água, Carvoeira, Florianópolis (SC)

Mais informações: http://www.ssi.ufsc.br/

Contato: Professor André Báfica (48) 3721-5162

Por Laura Tuyama, jornalista na Agecom.

Comissão organiza debates sobre a questão das Malvinas

13/04/2012 12:43

No dia 10 de março, o reitor em exercício, Carlos Alberto Justo da Silva, recebeu em seu gabinete uma comissão que visa promover o debate sobre a questão das Malvinas. Formada pela Secretária de Cultura da UFSC, Maria de Lourdes Borges, e pelos professores Liliana Reales (LLE/CCE) e Raúl Antelo (LLV/CCE), a comissão defende a tese de paz no Atlântico Sul e a reabertura das negociações entre Argentina e Reino Unido. A ideia do grupo é organizar na UFSC, nas próximas semanas, um ciclo de palestras, projeções de filmes e debates, o que contou com o apoio do reitor.

“A iniciativa é de extrema importância”, afirma o reitor em exercício. “Penso que se deva dar outra luz a esse processo de discussão e a UFSC pode contribuir com sua característica acadêmica, buscando esclarecer o porquê das coisas e ajudando a construir uma capacidade crítica sobre o tema”, diz.  Este ano completam-se 30 anos da Guerra das Malvinas, que durou 72 dias e resultou na morte de 649 soldados argentinos, 255 britânicos e 3 civis das ilhas.

Conforme explica o professor Antelo, esta mobilização em favor do diálogo e da paz no Atlântico Sul está acontecendo em diversas partes do mundo, a partir de ações do Ministério das Relações Exteriores da Argentina e dos consulados. Em Florianópolis, a comissão elaborou o documento “Pela imediata reabertura das negociações e pela paz na região”, que está sendo apoiado por professores, artistas e intelectuais de instituições de diversos países.

Por Laura Tuyama, jornalista na Agecom

Saiba mais:
Documento: Pela imediata reabertura das negociações e pela paz na região.

Semana UFSC – os principais eventos no período de 16 a 21 de abril

13/04/2012 12:42

Agenda semanal produzida pela Agência de Comunicação da UFSC.

Acompanhe as Notícias na página da UFSC e no site da Agecom.

Divulgue seu evento:  Esta imagem contém um endereço de e-mail. É uma imagem de modo que spam não pode colher.

O Semana UFSC também está no Facebook > clique aqui para acessar.

 AVISOS

Apoio aos professores

O Laboratório de Apoio ao Docente, LADE, está com plantão permanente para orientar os professores na preparação de atividades didáticas presenciais e a distância utilizando a plataforma moodle. A equipe de Bolsistas do Reuni é coordenada pela Professora Eleonora Milano Falcão Vieira (UAB).  Atendimento diário em horário comercial no 4º andar, Bloco F, CSE (Prédio dos Mestrados). Informações: Esta imagem contém um endereço de e-mail. É uma imagem de modo que spam não pode colher. ; (48)3721-8307/ 6793.

Orientação profissional

O LIOP (Laboratório de Informação e Orientação Profissional) está recebendo inscrições para atendimento de universitários. O objetivo é auxiliar os alunos com alguma dificuldade de adaptação ao curso universitário. Inscrições no SAPSI/UFSC, prédio do CFH. Contato pelos fones (48) 3721-4989/3721-8213 ou.

Representação dos STAs nos órgãos colegiados

A Pró-Reitoria de Desenvolvimento Humano e Social (PRDHS) lançou editais para e eleição de servidores técnico-administrativos como membros do Conselho Universitário e do Conselho de Curadores. As inscrições podem ser feitas até o dia 16 deste mês na Secretaria Geral dos Órgãos Deliberativos Centrais (térreo do prédio da Reitoria). A eleição será dia 26 de abril para escolha de três titulares e suplentes para o Conselho Universitário e um titular e um suplente para o Conselho de Curadores. Informações: (48): 3721-6316 ou 3721-9030. Visite também as páginas do Conselho de Curadores e do Conselho Universitário.

Chamada de artigos

A revista Texto Digital que será publicada em julho, está aberta para submissões nas seções Artigos, Dossiê Temático, Resenhas e Entrevistas. O prazo final para submissões é 01 de junho. Informações:http://www.periodicos.ufsc.br/index.php/textodigital/index

Curso de revisão de textos

A professora Lúcia Locatelli Flôres ministra, a partir de maio, a série de cursos Revisão de Textos. As inscrições, no valor de R$ 300,00, podem ser feitas no setor de Extensão a Fapeu (em cujo auditório serão dadas as aulas), no horário das 8h às 11h30 e das 13h30 às 17h30, ou por meio do site www.fapeu.org.br . Contato: (48) 3271-4309.

DIA A DIA

Segunda-feira, dia 16 de abril

– Cineclube Rogério Sganzerla: exibições e debates de filmes de difícil acesso e variadas temáticas. Auditório Henrique Fontes, do CCE – Bloco B, das 18h30 às 21 horas, filme “A estrada da vida”. Informações: http://www.cineclube.ufsc.br/

Terça-feira, dia 17 de abril

– Abertura do 2º Seminário Brasil-Argentina de Pesquisa e Investigação em Jornalismo (Bapijor). Dias 17 e 18 de abril no Auditório da Reitoria da UFSC. Promoção: Observatório da Ética Jornalística e Mestrado em Jornalismo da UFSC (Posjor). Informações:  http://1bapijor.webnode.com.br  ; (48) 3721-4831,  

– PET Engenharia de Produção promove Curso de Excel. Carga horária: 10 h/a. De 17 a 19 de abril, das 18h30 às 22h. Investimento: R$20,00. Inscrições na sala do PET Engenharia de Produção. Informações: Esta imagem contém um endereço de e-mail. É uma imagem de modo que spam não pode colher. ; (48) 3721-7060; http://www.peteps.ufsc.br

– Abertura da III Oficina das Unidades do SIASS (Subsistema Integrado de Atenção à Saúde do Servidor). Promoção: Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão com apoio da UFSC. Local: Centro de Cultura e Eventos, de 17 a 19/4/2012. Informações: (48) 37218543/9611 ou Esta imagem contém um endereço de e-mail. É uma imagem de modo que spam não pode colher.

Quarta-feira, dia 18 de abril

– Abertura do II Encontro de Teoria Social, Educação e Ontologia Crítica. De 18 a 20 de abril, no auditório do CED. Informações e inscrições: www.gepoc.ced.ufsc.br/etseoc/

– Abertura do 5º Simpósio Sul de Imunologia. De 18 a 20 de abril em Florianópolis. Informações: www.ssi.ufsc.br

– Abertura da Semana Clarice Lispector. Promoção: Programa de Ensino Tutorial de Letras. De 18 a 21 de abril no CCE. Informações: http://www.semanaclarice.ufsc.br/ ou Esta imagem contém um endereço de e-mail. É uma imagem de modo que spam não pode colher.

– Seminário de Educação Ambiental, organizado pelo Núcleo de Educação Ambiental do CTC (NEAmb). Auditório do Teixeirão/CTC, das 18h30 às 21h40. Informações: (48) 3721-7746 ou www.facebook.com/neamb.ufsc

– Lançamento do livro Riverão Sussuarana, de Glauber Rocha pela Editora da UFSC. Fundação Cultural Badesc, 19 horas, evento conjunto com a divulgação do resultado do Concurso Rogério Sganzerla de Roteiros (Cinema e Dramaturgia), promovido pela Secretaria de Cultura e Arte. Informações: www.secarte.ufsc.br ou (48)37219459.

– Café Philo discute relações entre poder e sociedade, com o professor Rogério Luiz de Souza (Depto de História/UFSC). Local: Sede da Aliança Francesa, Rua Visconde de Ouro Preto, 282 – Centro – Florianópolis. Horário: 19 horas. Informações: (48) 37218729;www.secarte.ufsc.br

– Posse da nova Diretoria Executiva da Empresa Junior de Engenharia Civil. Auditório da Engenharia de Produção, 19h30. Informações: (48) 9982-7765.

Quinta-feira, dia 19 de abril

– 2º Seminário Regional Floresta. Local: Universidade do Contestado (Curitibanos). Promoção: Epagri com apoio da UFSC/Curitibanos. Informações: http://curitibanos.ufsc.br/ufsc-cbs/divulgacao-2%C2%BA-seminario-regional-florestal

– 28ª Jornada Sul-Brasileira de Cirurgia Plástica. De 19 a 21 de abril, no Majestic Palace Hotel. Promoção: Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) em parceria com o Departamento de Cirurgia (CCS/UFSC). Informações: (48) 3721-8058, www.sbcp-sc.org.br .

– Palestra “Microrredes e Redes de Distribuição Ativas no Contexto Smart Grid”, com o prof. Marcelo Lobo Heldwein, do Departamento de Energia Elétrica.  Local: Jurerê BeachVillage, 16h45min. Evento: Energy Show, de 19 a 21 de abril. Informações:www.energyshow.com.br , (48) 2107-2716.

– A Empresa Junior i9 promove a palestra Pesquisando junto à NASA, relatos e perspectivas, com o engenheiro Jonny Carlos da Silva. Auditório Teixeirão/CTC,  18h30min. Evento aberto ao público. Informações (48) 3721-7537 ou http://www.i9.ufsc.br/

Sexta-feira, dia 20 de abril

– Curso de Teoria e Prática de Cultivo e Manejo de Bambu. Local: Campus UFSC/Curitibanos. Informações: http://curitibanos.ufsc.br/ufsc-cbs/curso-teoria-e-pratica-de-cultivo-e-manejo-de-bambu#more-3050

– Apresentação do Instituto de Estudos Brasil Europa (IBE). Sala dos Conselhos, prédio da Reitoria, 14 horas. Informações:  (48) 3721-6406 ou http://www.ibe.usp.br

– Palestra semanal do Grupo de Estudos em Astronomia (GEA): “Estática dos Fluídos: Pressões no Universo em Que Vivemos”, com Frederico de Freitas Taves. Informações: http://www.gea.org.br/programacao.html ; (048) 3721.4133/9241; Esta imagem contém um endereço de e-mail. É uma imagem de modo que spam não pode colher.

– Último dia de inscrições no processo seletivo do Programa de Educação Tutorial da Engenharia Elétrica.  Informações:www.peteel.ufsc.br

CULTURA E LAZER

Teatro

Peça teatral “…In Memoriam”. Dias 27, 28 e 29 de abril, às 20h no Teatro da UFSC e dia  1º de maio, 19h30min, no Teatro Álvaro de Carvalho. Ingressos: R$10,00 e R$5,00. Informações: www.apatotadoteatro.blogspot.com  ; www.teatrolachama.blogspot.com

Festival

O Festival Audiovisual Catarinense (FAÇA). Três etapas: Lages  ( Teatro SESC) – de 12 a 16 de abril,  Blumenau ( Teatro Edith Gaertner) – de 19 a 21 de abril e Florianópolis  – de 26 a 29 de abril ( Cinema do CIC).  Serão realizadas também oficinas. Entrada gratuita. A UFSC é um dos apoiadores institucionais. Informações: http://www.faca.art.br/

Exposição fotográfica

Exposição “Janelas” do fotógrafo Joi CletIson (NEA). Imagens registradas em Portugal, Açores e Florianópolis. Local: Espaço Cultural do Hall da Reitoria. De 20 de abril a 10 de maio. Informações: (48) 37218302; Esta imagem contém um endereço de e-mail. É uma imagem de modo que spam não pode colher.

Oficinas do DCE

 Durante o semestre letivo o Diretório Central dos Estudantes (DCE) oferece diversas oficinas: Tango, Teatro, Yoga, Meditação, Tai Chi Chuan, Capoeira, Kung-Fu entre outras. Informações: http://www.dce.ufsc.br/_atividades/atividades_oficinas.html

Memórias da cidade

Exposição Memórias da Cidade, organizada pelo Espaço Estético e por professoras do 4º ano do Ensino Fundamental do Colégio de Aplicação (CA). A mostra apresenta impressões de imagens fotográficas do Acervo da Casa da Memória e do Acervo da UFSC, das décadas de 20, 30, 40 e outras mais atuais da cidade, litoral e continente, preservadas como patrimônio histórico da cidade. Visitação até 23 de abril. Informações: (48) 37219527.

Mostra de documentários

A Mostra de Documentários, promovida pelo Núcleo de Antropologia Visual da UFSC, em parceria com a Casa das Máquinas, acontece quinzenalmente, sempre às quintas-feiras, às 20 horas. Os filmes são exibidos na Praça Bento Silvério, na parede externa da Casa das Máquinas, na Lagoa da Conceição, até o dia 19/4. Informações: http://navi.paginas.ufsc.br /(48) 3721-2241.  http://noticias.ufsc.br/2012/03/15/mostradedocumentarios/

Projeto 12:30

Apresentações musicais todas as quartas-feiras, às 12h30min, na Concha Acústica. O espetáculo é gratuito e aberto à comunidade. Informações:  (48) 3721-9348 / 3721-9447.

Exposição do NEA

O Núcleo de Estudos Açorianos (NEA) promove a exposição Ilha Terceira/Ilha de Santa Catarina: Um Paralelo Iconográfico, pesquisa e curadoria de Paulo Ricardo Caminha. Visitação até 27/4 no Espaço Cultural do NEA. Informações: Paulo Caminha (48) 9919.3886; Joi (48)3721.8605.

PRÓXIMOS EVENTOS

Abril

– Dia 22 de abril é o último dia para submeter artigos e pôsteres para o IV Seminário de Pesquisa em Educação a Distância, que acontece nos dias 28 e 29 de junho em Florianópolis.

– VIII Jornadas Bolivarianas. Local: Auditório da Reitoria. Data: 23 a 27/4/2012. Promoção: Instituto de Estudos Latinoamericanos (IELA). Informações: http://www.jornadasbolivarianas.blogspot.com

– Semana de Dança na UFSC. De 23 a 29 de abril o campus universitário será palco de mostras, performances, palestras com dançarinos internacionais sobre a história da dança, mesas-redondas, exposições de videodança e oficinas gratuitas. Informações:

– Palestras informativas sobre o programa de intercâmbio Cidadão Global da AISEC. Dia 23/04, 18h30, Auditório do CSE. Dia 24/04, 12h30, Auditório do CSE. Informações: www.aiesec.org.br/florianopolis ; (48) 3024 0331 ; Esta imagem contém um endereço de e-mail. É uma imagem de modo que spam não pode colher.

– Seminário “Energia mais Limpa: Conhecimento, Sustentabilidade e Integração”. Centro de Cultura e Eventos, dias 24 e 25/4/2012. Promoção: UFSC e Instituto Ideal. Informações: (48) 3721-5185/ 8408-1498; www.institutoideal.org

– Eleições para o Diretório Central dos Estudantes (DCE) dias 24 e 25 de abril. Informações: Comissão Eleitoral (48) 9621-4216 ou (49) 8436-4004; www.dce.ufsc.br

– “III Congresso Sul-Brasileiro de Medicina de Família e Comunidade” e “I Seminário Nacional de Comunicação Clínica”. No Centro de Eventos da UFSC, de 25 a 28 de abril. Informações: http://www.sulbrasileiromfc.com.br/trabalhos/index.php

– I Curso de Formação de Árbitros de Patinação de Velocidade e Encontro e workshop para Técnicos de Patinação de Velocidade. Dias 27 e 28 de abril, no auditório do Centro de Desportos (CDS). Informações e inscrições: http://www.fchp.com.br/cursoseworkshop/ ; Laboratório de Biomecânica (48) 37218530; www.biomec.paginas.ufsc.br

– I Curso de Formação de Árbitros e o Encontro Nacional de Técnicos em Hóquei e Patinação de Velocidade, promovido pela Confederação Brasileira de Hóquei e Patinação (CBHP). Dia 28 de abril, no auditório do CDS. Informações e inscrições:  http://www.fchp.com.br/cursoseworkshop/

– XIV Encontro Regional dos Estudantes de Biblioteconomia, Documentação, Ciência e Gestão da Informação da Região Sul. Tema: “Práticas profissionais durante o processo de formação”. Dias 28, 29,30 de abril e 1° de maio, auditório da Reitoria e CED.  Informações: http://erebdsul2012.paginas.ufsc.br/

– 8º Encontro Ampliado da Rede Ecovida. Promoção: Cepagro/CCA. De 28 a 31 de maio, no Centro de Eventos e Praça da Cidadania. Informações: www.cepagro.org.br ou (48) 96027155.

– Dia Internacional da Dança. Eventos na UFSC dias 29 e 30 de abril. As inscrições para apresentações artísticas e oficinas vão até 13 de abril. Informações:  ;  www.secarte.ufsc.br ; (48) 3721-6801.

– Dia 30/4, último dia para a comunidade universitária para participar do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes). A autoavaliação da UFSC é aberta para manifestação da comunidade universitária.. Para participar: http://2ciclopaai.paginas.ufsc.br/formulario-eletronico/  . Informações:

Maio

– Fóruns de planejamento para a nova reitoria. Dias 2,3 e 4 de maio, auditório do Centro de Eventos. A programação completa será divulgada no site da UFSC. Informações: Esta imagem contém um endereço de e-mail. É uma imagem de modo que spam não pode colher.  ; Roselane Fatima Campos (CED) Esta imagem contém um endereço de e-mail. É uma imagem de modo que spam não pode colher.  (48) 9944-9414.

– Dias 2 e 3 de maio o Núcleo de Antropologia Audiovisual (NAVI) promove o II Simpósio de Futebol: migrações, mídias e sociabilidades, no Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFH). Informações:http://navi.paginas.ufsc.br/2012/02/28/iisimposiodefutebolmigracoesmidiasesociabilidades/

– Café Philo. Dia 02 de maio, palestrante Norberto Dallabrida, sociólogo. Tema: Pierre Bourdieu e o sistema escolar. Local: Sede da Aliança Francesa, Rua Visconde de Ouro Preto, 282 – Centro – Florianópolis. Horário: 19 horas. Informações: (48) 37218729;www.secarte.ufsc.br

– O Sintufsc – Sindicato dos Trabalhadores da Universidade Federal de Santa Catarina – promove no dia 5 de maio, a partir das 18h30min, a tradicional confraternização do Dia do Trabalhador. Retirada de convites até dia 30 de abril. Informações: (48) 3721.9220;www.sintufsc.ufsc.br

– Dia 14 de maio encerram as inscrições para o processo de seleção (doutorado) no Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia e Biociências. Informações: www.biotecnologia.ufsc.br  (48) 3721-9049.

– Dia 14 de maio encerram as inscrições para Teste ANPAD, seleção de mestrandos e doutorandos promovida pela Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração. Informações: www.anpad.org.br/teste

– Seminário Internacional de Educação Infantil e Contribuições dos Estudos da Infância. O encontro será realizado no período de 14 a 16 de maio, no Centro de Cultura e Eventos da UFSC. As inscrições estão abertas. Informações:  http://www.siei.ufsc.br/ Núcleo de Estudos e Pesquisas da Educação na Pequena Infância – NUPEIN – UFSC / (48) 3721-8918.

– Café Philo. Dia 16 de maio, palestrante Kléber Prado Filho. Tema: Foucault. Local: Sede da Aliança Francesa, Rua Visconde de Ouro Preto, 282 – Centro – Florianópolis. Horário: 19 horas. Informações: (48) 37218729; www.secarte.ufsc.br

– II Congresso Internacional de Formação Profissional no Campo da Educação Física (II CIFPEF) e VI Seminário de Estudos e Pesquisas em Formação Profissional no Campo da Educação Física (VI SEPEF).  Promoção: Centro de Desportos da UFSC em parceria com o CEFID da UDESC. De 17 a 19 de maio de 2012, no Centro de Eventos da UFSC. As informações e inscrições: www.sepef2012.ufsc.br e www.portalcds.ufsc.br.

– II Simpósio Brasil-Canadá sobre Nanotoxicologia. De 21 a 24 de maio, no Hotel Mercure Florianópolis Convention. Informações: “>br ou (48) 3721-4995; www.labtox.ufsc.br

– XVIII Congresso Brasileiro de Geriatria e Gerontologia. Tema: “Envelhecimento, oportunidades, desafios e conquistas”. De 22 a 25 de maio, no Centro de Convenções Sul América, no Rio de Janeiro. Apoio: Núcleo de Estudos da Terceira Idade/UFSC. Informações:www.cbgg2012.com.br/index.php ; (21) 2285-8115.

– Encontro Nacional de Estudantes de Relações Internacionais (XVII ENERI). De 23 a 26 de maio na UFSC. Informações: www.eneri.ufsc.br

– Fórum Mundial de Educação Profissional e Tecnológica (FMEPT). De 28 de maio a 1º de junho de 2012. UFSC participa do Comitê Organizador. Inscrições abertas no site http://2sitefmept.ifsc.edu.br/index.php . Outras informações: Prof. José André Angotti, DEN/PREG; angotti@reitoria.ufsc.br ; Prof. Nelson Canzian da Silva – DPE/PRPE; canzian@reitoria.ufsc.br

– Café Philo. Dia 30 de maio, palestrante Wladimir Antônio da Costa Garcia. Tema: Emmanuel Levinas. Local: Sede da Aliança Francesa, Rua Visconde de Ouro Preto, 282 – Centro – Florianópolis. Horário: 19 horas. Informações: (48) 37218729;www.secarte.ufsc.br

Junho

– 15 º Congresso Internacional de Alvenaria Estrutural. De 3 a 6 de junho no Costão do Santinho Resort. Organização: UFSC e UFSCar. Informações: http://www.15ibmac.com/home/

– Café Philo. Dia 13 de junho, palestrante Marcos Montysuma. Tema: Henri Bergson e a questão da memória. Local: Sede da Aliança Francesa, Rua Visconde de Ouro Preto, 282 – Centro – Florianópolis. Horário: 19 horas. Informações: (48) 37218729;www.secarte.ufsc.br

– I Semana da Pós-Graduação em Química da UFSC. De 18 a 22 de junho, no auditório do Departamento de Química. Informações: Esta imagem contém um endereço de e-mail. É uma imagem de modo que spam não pode colher.  ou (48) 3721-6844 (ramal: 222).

– 3º Simpósio Brasileiro de Comunicação Científica: Perspectivas em Acesso Aberto – Cenários para 2020. Dias 5 e 6 de junho em Florianópolis. Promoção: Departamento de Ciência da Informação (CIN) e do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação (PGCIN). Informações: http://www.sbcc.ufsc.br/index.php/sbcc/sbcc2012 ou (48) 3721-8516.

– IV SEPEAD – Seminário de Pesquisa em EaD. Tema: “Desafios para o futuro da EaD”. Dias 28 e 29 de junho em Florianópolis. Informações: http://ead.ufsc.br/seminario2012/

 Julho

– 1º. Simpósio Catarinense de Promoção da Saúde: diálogo com as estratégias da Carta de Ottawa. Dias 2 e 3 de julho no auditório da Reitoria. Inscrições de trabalho até 15/5. Promoção: Programa de Pós-Graduação em Enfermagem. Informações e inscrições: www.aben-sc.com

– VII Congresso Brasileiro de Pesquisadores/as Negros/as – COPENE 2012. Tema: “Os Desafios da Luta Antirracista no século XXI”. De 16 a 20 de julho, na UDESC e CCA/UFSC. Informações: http://www.abpn.org.br/copene ; (48) 37219243 r 2202 ;

 Setembro

– 2° Simpósio Internacional de História Ambiental e Migrações. De 17 a 19 de setembro, na UFSC. Promoção: Grupo de Pesquisa: Laboratório de Imigração, Migração e História Ambiental (LABIMHA). Submissão/inscrição até dia 30 de abril no site http://www.labimha.ufsc.br/2simposio

 Outubro

– 10º Congresso de Cadastro Técnico Multifinalitário e Gestão Territorial; 8º Encontro de Cadastro Técnico Multifinalitário para os Países do Mercosul e o 5º Encontro de Cadastro Técnico Multifinalitário para os Países da América Latina. De 7 a 11 de outubro, no Maria do Mar Hotel, em Florianópolis. Informações:  www.cobrac.ufsc.br /

 Novembro

– IX Simpósio Brasileiro de Etnobiologia e Etnoecologia: avanços para identidade cultural, conservação e uso da biodiversidade. De 26 a 29 de novembro na UFSC. Informações: http://www.ixsbee.com.br/ ; Laboratório de Ecologia Humana e Etnobotânica/UFSC,  , (48)37219460.

Quatro lançamentos integram o Bapijor

13/04/2012 12:17

O mestrado em Jornalismo promove no próximo dia 17, às 17 horas, no Auditório da Reitoria, o lançamento e a sessão de autógrafos dos livros “Los dueños de la palabra”, de Guillermo Mastrini; “Em luta pela terra sem mal: a saga guarani contra a escravidão na Bolívia”, de Juliana Dal Piva; “Nuevos escenarios de  trás de las noticias: agenda, tecnologias y consumo”, de Lila Luchessi; “Nascidos para perder”, de Mylton Severiano e “Ideologia e técnica da noticia”, de Nilson Lage. Os quatro lançamentos integram as atividades do 2º Seminário Brasil-Argentina de Pesquisa e Investigação em Jornalismo (Bapijor).

Café Philo discute relações entre poder e sociedade

13/04/2012 12:09

Os estudos do historiador francês Marc Bloch sobre as relações entre poder, psicologia coletiva e crenças na sociedade contemporânea são o foco do segundo Café Philo de 2012. O professor do Curso de História da UFSC, Rogério Luiz de Souza, será o palestrante da 37ª edição do projeto. A palestra, seguida de debate, acontece na próxima quarta feira, 18 de abril, às 19h na sede da Aliança Francesa.

Gratuito e aberto ao público, o projeto Café Philo ocorre a partir deste ano, quinzenalmente às quartas-feiras, sempre com a apresentação de um intelectual da atualidade abordando obras de pensadores franceses clássicos ou contemporâneos. “O objetivo é reunir a comunidade para discutir temas que tocam a experiência de viver juntos em uma mesma cidade”, explica o idealizador do evento, Pedro de Souza, professor da Pós-Graduação em Literatura da UFSC, que coordena o evento ao lado do professor Rogério Luiz de Souza. Os temas podem ser de ordem filosófica, política, religiosa, literária, entre outros.

O historiador

Marc Bloch notabilizou-se como um dos fundadores da Escola dos Annales. É considerado o maior medievalista contemporâneo e um dos maiores historiadores do século XX. Seus trabalhos e pesquisas reformularam os paradigmas nos estudos sobre o feudalismo. Foi responsável por importantes inovações no pensamento histórico, estimulando reflexões sobre a relação entre homem, sociedade e tempo na construção da História. “História é a ciência dos homens no transcurso tempo”, cunhou o autor.

Entre suas principais obras estão: La société féodale (1939); e Les róis thaumaturges: Étude sur le caractère surnaturel attribué à la puissance royale particulièrement en France et en Angleterre (1924) – traduzido para o português sob o título Os reis taumaturgos.(1993). Sua última obra, L’étrange défaite (Derrota Estranha, 1946), traz uma avaliação da derrota francesa na invasão alemã de 1940. Na fase final da vida, escreveu Apologia da História, obra que deixou inacabada ao morrer, em 16 de junho de 1944, fuzilado por agentes da Gestapo.

Nas próximas edições do Café Philo estão previstas conferências sobre Pierre Bourdieu e o sistema escolar, Foucault, Emmanuel Levinas e Henri Bergson . Em edições anteriores foram discutidas as ideias de autores como Foucault, Paul Ricoeur, Blanchot, Rousseau, Deleuze, Felix Guattari, Albert Camus, Derrida, entre outros. O ciclo é realizado em parceria entre a UFSC e a Aliança Francesa, organizado pelos professores Pedro de Souza (Literatura e Linguística) e Rogério Luiz de Souza (História), com apoio na divulgação da Secretaria de Cultura e Arte.

SERVIÇO:

O quê: 37º Café Phillo

Quando: 18 de abril, às 19h

Onde: Sede da Aliança Francesa, Rua Visconde de Ouro Preto, 282 – Centro
– Florianópolis/SC

Quanto: Gratuito, aberto ao público.

Próximas edições do Café Philo:

02 de maio – palestrante Norberto Dallabrida, sociólogo – tema: Pierre Bourdieu e o sistema escolar

16 de maio – palestrante Kléber Prado Filho – tema: Foucault

30 de maio – palestrante Wladimir Antônio da Costa Garcia – tema: Emmanuel Levinas

13 de junho – palestrante Marcos Montysuma – tema: Henri Bergson e a questão da memória

Matheus Moreira Moraes

Estagiário de Jornalismo da SeCArte/UFSC

3721-8729 /

Informações: 99110524 e 37218729, www.secarte.ufsc.br.

5º Seminário de Literatura Infantil e Juvenil debate formação de novos leitores

13/04/2012 12:01

A professora Vera Teixeira Aguiar fala sobre a leitura no Brasil: "Acho que a situação melhorou: as pessoas leem mais, só não leem livros".

“A promoção de novos leitores está ligada à formação de professores, pois eles são em grande parte os responsáveis pelo primeiro contato da criança com o livro”, explicou a professora Vera Teixeira Aguiar, da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS), durante a conferência Letramento Literário e Diversidade. A conferência abriu o 5º Seminário de Literatura Infantil e Juvenil (5º SLIJ), que tem por objetivo discutir e promover a formação de leitores. Como parte da Semana Municipal do Livro Infantil de Florianópolis, o evento começou no dia 11 de abril e termina nesta sexta-feira.

“Na universidade vemos os livros como um objeto natural, mas ele não tem nada de natural:  é um objeto que precisa ser aprendido pela criança”, afirma. Este aprendizado faz parte do que a professora explica como letramento literário, um conceito que vai além de apenas ler os livros, pois requer aprender a se movimentar no mundo da leitura. “Letramento literário é entender o que é o objeto livro, descobrir o que é ler, o que existe para ser lido e como encontrar aquilo que se gosta”, explica.

Desde o primeiro contato com o livro até se tornar uma leitora crítica, cada pessoa passa por um processo formado por cinco fases (ver o quadro), em que se vai de livros mais simples para leituras mais complexas. As fases não precisam necessariamente estar atreladas a faixas etárias ou aos anos escolares, mas são gradativas, ou seja, não se queimam etapas. “Qualquer que seja a fase em que o leitor está, temos que garantir o espaço da liberdade para fruição artística, para desenvolver a sensibilidade, a imaginação e o senso de humanidade – a arte humaniza”, afirma a professora Vera.

Práticas com leitores – Outro ponto de destaque da conferência foram os exemplos de práticas que os professores podem utilizar. Da França ela cita uma atividade simples com crianças de três anos. A professora local selecionou vários livros, tirou cópia das capas, recortou o título, o autor, e outros elementos, e pediu para que, a partir dos recortes, as crianças localizassem o livro original. O objetivo da atividade é mostrar para as crianças que todos os livros têm um título, um autor, um personagem principal. “Parece pouco, mas é esse contato primeiro com o livro que a escola tem que fazer, porque muitas vezes as famílias não têm o objeto em casa”, afirma.

Outro exemplo apresentado foi uma oficina de leitura que acontecia dentro de uma empresa de ônibus de Porto Alegre. Os participantes eram motoristas, cobradores, eletricistas, mecânicos, faxineiras, todos já alfabetizados. Como primeira atividade, a organizadora da oficina escolheu a leitura de textos presentes na vida cotidiana dos alunos: as faixas de parachoque de caminhão. A partir desta atividade o grupo passou por crônicas policiais, esportivas e até participaram de encontros com cronistas. “É preciso pensar em quem é o leitor, que lugar ele ocupa e o que pode ser interessante para ele”, explica a professora. A partir disso pode-se escolher uma leitura por seu grau de complexidade ou pelos diferentes gêneros de leitura, como poesia, romance, crônica, entre outros critérios.

Questionada sobre a pesquisa Retrato da Leitura no Brasil, que mostra que em 2011 o número de brasileiros considerados leitores caiu 55% para 50% da população estimada, a professora vê os resultados com ceticismo. O Retrato da Leitura considera leitor aqueles que leram pelo menos um livro nos três meses que antecedem a pesquisa. “Pela minha experiência, acho que a situação melhorou: as pessoas leem mais, só não leem livros”, afirma. “Os jovens leem muito na internet, e escrevem muito também”, completa.

A aprendizagem da leitura em cinco fases


1. Pré-leitura
– anterior à alfabetização, ao domínio do código, até 4-5 anos. A criança tem contato com livros de imagens, com pouco texto. Os livros podem trazer cenas do cotidiano, histórias muito simples, poesia, rimas, quadrilhas, folclore, contos de fadas.

2. Anos iniciais – 1º à 2º série, entre 6 a 8 anos. São os mesmos livros da fase anterior, agora lidos por ela. É uma fase rica de fantasia e desenvolvimento da imaginação, por isso os contos de fada são importantes. As crianças descobrem que podem resolver problemas da vida real a partir da fantasia.

3. Leitura interpretativa – 3º à 5º série. Nesta fase os elementos mágicos perduram, e os da realidade começam a se mesclar na história. Um exemplo é o livro “Os meninos da rua da praia”, de Sérgio Capparelli, que retrata o cotidiano de um grupo de crianças que encontram uma tartaruga na praia, que na história é o elemento mágico, pois pensa e faz o leitor refletir. É uma leitura intermediária, que exige mais do leitor na interpretação dos fatos.

4. Introdução à leitura crítica – 6º e 7º séries. Nesta fase a criança começa a desenvolver domínio lógico e a capacidade de abstrair. É também o período em que a criança passa a se organizar em grupos, que são muito importantes para formação da personalidade. Os livros de interesse podem ser histórias de aventuras policiais, sobre grupo de crianças que resolvem as situações, por exemplo.

5. Leitura mais estética e crítica – a partir da 8º série e o ensino médio. Nesta fase os jovens estão organizando seu mundo de valores e definindo quem vão ser na vida adulta. Buscam textos que falem de amor, profissão, questões sociais.

Sobre o evento

O 5º SLIJ acontece anualmente e reune estudantes, professores e pesquisadores nas áreas de Educação, Psicologia, Biblioteconomia, Letras, interessados em debater sobre literatura infantil e juvenil e formação de leitores. O evento é um projeto dos membros do Núcleo de Pesquisas e Ensino em Língua Portuguesa e Alfabetização (NEPALP), vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Educação, do Centro de Ciências da Educação (CED) da UFSC. Esta edição do seminário é organizada em parceria com o Programa de Pós-Graduação em Ciências da Linguagem da Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL),  com  o Núcleo de Estudos Negros (NEN), com o Programa de Educação Tutorial  – Pedagogia (PET/UFSC) e com o Grupo de Pesquisa Escolarização, Práticas Docentes e Conhecimentos Pedagógicos

Serviço:

O quê: 5º Seminário de Literatura Infantil e Juvenil (5º SLIJ)

Quando:  11 e 13 de abril de 2012

Local: Centro de Ciências da Educação (CED) e Centro e Filosofia e Ciências Humanas (CFH), Campus Trindade – UFSC

Mais informações: http://literaturainfantilejuvenil.wordpress.com

 

Por Laura Tuyama, jornalista na Agecom. Foto: Wagner Behr.