Edições do Bosque lança livro ‘Evolução, Cultura e Comportamento Humano’

24/02/2017 11:23

Livro_EvolucaoCulturaO programa Edições do Bosque, do Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFH) acaba de lançar o livro “Evolução, Cultura e Comportamento Humano”, organizado pelos professores Mauro Luís Vieira e Angela Donato Oliva. O objetivo é apresentar reflexões sobre temas relacionados com evolução, cultura e comportamento humano na contemporaneidade, baseado na premissa que os nossos comportamentos são resultados, também, da história produzida ao longo do processo de evolução da nossa espécie.

A obra apresenta questões recentes e tendências atuais que integram diferentes níveis de explicações sobre as causas do comportamento. Procura mostrar que em vez de separar as várias dimensões do comportamento humano em dicotomias (inato versus aprendido; cultural versus biológico), a integração entre esses fatores certamente é uma estratégia promissora.

No primeiro capítulo, é realizada uma consistência discussão envolvendo esclarecimentos sobre os mal-entendidos do que é Psicologia Evolucionista. No segundo, é apresentado um panorama evolucionista e cultural sobre cooperação. No terceiro capítulo, procura-se destacar os aspectos da nossa história filo e ontogenética sobre cuidados parentais e desenvolvimento infantil.  Por último, há um capítulo sobre as origens evolutivas do amor. A obra inclui, ainda, um glossário sobre os termos mais utilizados.

“Evolução, Cultura e Comportamento Humano” pode ser acessado pelo link.

 

Mais informações:
Edições do Bosque 

UFSC apresenta Sistema de Gestão de Riscos para Transferências Financeiras à Saúde ao Fundo Nacional de Saúde

23/02/2017 11:39

O Sistema de Gestão de Riscos para Transferências Financeiras à Saúde, desenvolvido pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), foi apresentado em reunião realizada com membros do Fundo Nacional de Saúde (FNS) no dia 16 de fevereiro em Brasília. O sistema visa agregar valor ao processo de tomada de decisão sobre a qualificação técnica e a capacidade operacional das entidades privadas sem fins lucrativos que pleiteiam a obtenção de recursos da União.

De acordo com a equipe responsável pelo projeto, a fase de implantação no FNS inicia no dia 6 de março. Em um segundo momento, o uso se estenderá às áreas finalísticas do Ministério da Saúde (MS). O sistema foi criado por uma equipe multidisciplinar da UFSC, com o apoio de técnicos e especialistas do FNS. Segundo o coordenador da equipe, professor Lúcio Botelho, houve etapas de discussões presenciais e on-line ao longo do processo, de modo a abordar todos os pontos essenciais para o cumprimento dos objetivos propostos. Fruto de um termo de execução descentralizada firmado em 2013, o sistema é uma ferramenta desenvolvida por meio de uma metodologia de gestão de risco integrada que trabalha com um sistema de Raciocínio Baseado em Casos (RBC).
(more…)

Primeira dissertação da Pós-Graduação em Oceanografia da UFSC analisa pesca e maricultura em Florianópolis

17/02/2017 10:45

A primeira dissertação a ser defendida no Programa de Pós-Graduação em Oceanografia da UFSC terá como tema uma análise detalhada dos modos de vida atingidos pela pesca na capital de Santa Catarina. A dissertação “Pesca e maricultura em Florianópolis, Santa Catarina, Brasil: Análise exploratória dos modos de vida e da percepção dos usuários sobre as atividades”, apresentada pelo aluno Homero Destéfani, do curso de Oceanografia, será defendida na Sala de Usos Múltiplos do Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFH), no dia 22, às 14h.

A decadência da pesca artesanal fez com que os pescadores buscassem alternativas para complementar sua renda. Entre essas atividades desenvolvidas, está a maricultura. A dinâmica institucional gera contextos de vulnerabilidade que afetam de diferentes formas os grupos de usuários dos recursos pesqueiros. A análise feita pela tese busca compreender como eles se sentem e respondem a esses contextos.

A pesquisa foi realizada em duas comunidades reconhecidamente pesqueiras da Ilha de Santa Catarina: Santo Antônio de Lisboa e Ribeirão da Ilha.

 

Matheus Pereira
Estagiário de Jornalismo da Agecom

Pós em Recursos Genéticos Vegetais  recebe inscrições para pós-doutorado

08/02/2017 09:43

O Programa de Pós Graduação em Recursos Genéticos Vegetais da Universidade Federal de Santa Catarina recebe inscrições para seleção de bolsista de pós-doutorado até 12 de fevereiro, no âmbito do projeto “Biotecnologias aplicadas ao estudo da morfogênese e conservação in vitro de espécies nativas assistidas por abordagens bioquímicas e fisiológicas”.

Mais informações na página do programa.

 

Programa de Pós-Graduação em Física divulga chamada para bolsa PNPD/Capes

08/02/2017 09:13

O Programa de Pós-Graduação em Física da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) anuncia a disponibilidade de duas bolsa de pós-doutorado do Programa Nacional de Pós-doutorado da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (PNPD/CAPES), para o período de dois anos, podendo ser renovada anualmente até no máximo de 60 meses. As inscrições vão até 22 de fevereiro.

A mensalidade da bolsa é de R$ 4,1 mil, além de valores destinados ao custeio.

O candidato deve atuar em linhas de pesquisa teóricas ou experimentais, em uma das seguintes áreas de pesquisa: Astrofísica, Física Atômica e Molecular, Física da Matéria Condensada e Mecânica Estatística, Física Nuclear e de Hádrons, Física Matemática e Teoria de Campos.

O regulamento completo do Programa Nacional de Pós-Doutorado – PNPD está descrito na Portaria nº 086, de 03 de julho de 2013.

Para fazer sua inscrição, clique aqui.

 

Instituto publica novo número da Revista Brasileira de Estudos Latino-Americanos

07/02/2017 08:36

O Instituto de Estudos Latino-Americanos (Iela) acaba de lançar o novo número da Revista Brasileira de Estudos Latino-Americanos (Rebela), periódico com artigos, resenhas e análises sobre a América Latina. A revista existe desde 2011. O número mais recente pode ser acessado no link.

O primeiro texto, de Gilberto Felisberto Vasconcellos, “O colapso energético e ecológico do capitalismo”, aborda a depredação da natureza pelo capitalismo, ao mesmo tempo em que reflete sobre uma ausência de reflexão sobre esse tema nas Ciências Sociais. Ele aponta que na contradição entre sociedade e humanidade, provocada pelos combustíveis fósseis, petróleo e carvão mineral, responsáveis pelo aquecimento global, o trópico aparece como uma alternativa para limpar e salvar o planeta Terra, o que implica ir além do capital, cuja razão de ser é a busca do lucro.

Em seguida, o texto “Uruguay 2015: la opción por el ajuste”, de Jorge Notaro Roumas, aponta como o país avançou, até 2014, no aumento PIB, no número de pessoas empregadas, redução da pobreza, etc.. E como a partir de 2015 começou um processo de reversão por conta da política de ajuste aplicada pelo governo.

O debate sobre os povos originários é apresentado no texto “Um território que não tinha nome: Os povos originários nos livros didáticos venezuelanos e brasileiros”, de André Luan Nunes Macedo, que é o resultado de uma investigação comparativa de livros didáticos brasileiros e venezuelanos atualmente em circulação nesses países. Nele, o autor busca refletir sobre os contrastes e identidades, problematizando a construção das narrativas em torno das civilizações ameríndias e dos povos originários latino-americanos.

O quarto artigo é “Apontamentos sobre proteção social e a filosofia dos povos originários”, de Elaine Tavares. O texto discute a proteção social aos indígenas no Brasil mostrando que não há uma preocupação em entender o universo filosófico dos povos originários e apresenta elementos da filosofia e da cosmovisão originária de vários povos da América Latina.

Depois, o texto “Entre o imperialismo e o subimperialismo: a projeção brasileira à Bolívia e ao Peru nos governos Lula da Silva (2003-2010)”, de Rafael Teixeira de Lima, discute a possibilidade do subimperialismo brasileiro na região sul-americana no século XXI e recupera esse conceito como ferramenta fundamental para a compreensão da realidade regional.

A Bolíva e os movimentos sociais são o tema do artigo “Movimientos sociales: Impulsores en la construcción de la Constitución Política de Bolivia 2009”, de Elissandro dos Santos Santana e Jesús Ibáñez Ojeda, no qual discutem se a Constituição atual foi realmente fruto das demandas populares que assomaram com força a partir do novo governo de Evo Morales, fruto de longas luta travadas desde o ano 2000.

A filosofia se expressa no texto “Contribuição a uma crítica geografizada do pensamento: uma leitura situada do pensamento filosófico desde a América Latina”, de Bruno Reikdal Lima. Nele o autor põe em questão o deslocamento geográfico do ponto de partida para a constituição de um macro-relato histórico da filosofia trabalhada na América Latina, de modo a criticar a periodização e a filosofia da história eurocêntrica que habitualmente se utiliza.

O último artigo do volume é “Judiciário, política e transição: O Saber Técnico E A “Mão Invisível” das Políticas”, de Maria da Graça Marques Gurgel e Plínio Régis Baima de Almeida. No trabalho eles propõem desvelar o papel desempenhado pelo Judiciário no Brasil ao longo dos anos, bem como o seu nível de diálogo com os valores democráticos.

A resenha está a cargo de Paulo Alves Pereira Júnior, com o texto “Revolução e contrarrevolução na Guatemala na segunda metade do século XX”, no qual apresenta o livro A Revolução Guatemalteca, escrito por Greg Grandin e publicado pela Editora UNESP em 2004.

O Ensaio Fotográfico traz o registro da Ocupação Jambalaia, no Rio de Janeiro, com autoria de Rafael Guedes Imenes. O trabalho na ocupação localizada em Campo Grande, Zona Oeste da cidade do Rio de Janeiro, expõe os personagens, as condições insalubres de moradia e o cotidiano dos moradores.

Produção de vinhos finos de altitude em SC é tema de lançamento em São Joaquim

01/02/2017 14:01

Vitivinicultura (1)Lançado nesta quarta-feira, na Secretaria de Desenvolvimento Regional de São Joaquim, o livro “Tecnologias para o desenvolvimento da vitivinicultura de Santa Catarina – relatório das atividades desenvolvidas”, de Duilio Porro e Marco Stefanini, com prefácio dos pesquisadores italianos Francesco Bocchetti e Andrea Segrè.

A obra apresenta os resultados do acordo operativo de 2005 entre a Província Autônoma de Trento e a UFSC para gerar conhecimento, tecnologias e materiais que possibilitaram a produção de vinhos finos de altitude em Santa Catarina.

“Esse acordo permitiu grandes avanços na pesquisa científica, investimentos em infraestrutura, intercâmbio de professores, pesquisadores e alunos para a formação de recursos humanos de alto nível”, observa o reitor Luiz Carlos Cancellier.

Hoje o vinho fino de altitude produzido em Santa Catarina é considerado por muitos especialistas como um produto de credibilidade e alto valor agregado no mercado nacional. O Estado já entrou para o roteiro do enoturismo brasileiro, trazendo dividas não somente para os produtores de uva e vinho, mas também para a indústria hoteleira e o comércio em geral, movimentando toda a economia da região.

Laboratório busca voluntários para avaliação de força e composição corporal de idosos

20/01/2017 13:23

laboratóriobiomecanicaO laboratório de Biomecânica do Centro de Desportos da Universidade Federal de Santa Catarina (CDS/UFSC) realiza, a partir deste sábado, 21 até o dia 30 de maio, avaliações de força e composição corporal de homens com idade de 60 anos ou mais. Serão avaliados massa muscular, gordura e densidade óssea em três dias, e os voluntários receberão relatório completo com os resultados gratuitamente.

As avaliações fazem parte do projeto de dissertação de mestrado do aluno Lucas Orssatto, orientado pelo professor Fernando Diefenthaeler.

Para participar, os interessados devem se inscrever gratuitamente entrando em contato pelo telefone (48) 98809-2900 ou pelo e-mail  As atividades acontecem no Bloco 5 do Centro de Desportos, no Laboratório de Biomecânica.

UFSC e MS desenvolvem pesquisa sobre resistência da bactéria da gonorreia a medicamentos

12/01/2017 16:47

Os índices de resistência da gonorreia a certos medicamentos preocupam o mundo. Recentemente, a Organização Mundial da Saúde (OMS) deixou de considerar a ciprofloxacina uma opção viável para o tratamento dessa infecção sexualmente transmissível (IST). Um estudo inédito coordenado pelo Departamento das IST, do HIV/Aids e das Hepatites Virais (DIAHV), vinculado à Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, em parceria com o Laboratório de Biologia Molecular e Microbactérias da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), revelou altas taxas de resistência aos antimicrobianos em todas as regiões do país. O estudo nacional de vigilância da resistência das cepas de gonorreia circulantes no Brasil foi desenvolvido entre 2015 e 2016.

Os resultados corroboram a atual recomendação terapêutica da OMS, lançada em 2016, de substituir a ciprofloxacina pela ceftriaxona ou cefixima, na terapia dupla, com azitromicina, como opção de tratamento para infecções gonocócicas. Ainda, segundo a OMS, um agente antimicrobiano não deve ser usado quando, em estudos de vigilância in vitro, mais de 5% das culturas gonocócicas demonstrarem resistência a esse antimicrobiano em questão.
(more…)

Divulga Ciência – Especial 56 anos da UFSC

16/12/2016 13:06

Edição Especial nº 12 – Dezembro de 2016

imagem_edicaoespecial_divulgaciencia-01

Não é por acaso que a 12ª edição do Divulga Ciência foi publicada em data próxima de a UFSC completar 56 anos. Para o seu aniversário – 18 de dezembro -, o desejo não é apenas oferecer mais um produto comunicativo, mas comemorá-lo com um material especial, com importância para a Universidade e a todos que a cercam.

Produzir com mais frequência material de divulgação científica é uma necessidade a ser suprida pela UFSC, para retornar à sociedade o que ela espera de uma universidade federal, pública e gratuita.

Em tempos atuais, o meio eletrônico é o caminho mais viável para se divulgar. O propósito do boletim é levar ao grande público o conhecimento produzido na UFSC sobre ciência, tecnologia e inovação, de forma clara e objetiva.

A UFSC é um local privilegiado, se respira, se alimenta e se engrandece por meio da ciência. Nesta pequena cidade, em que circulam em média 60 mil pessoas, são desenvolvidos trabalhos pioneiros, fantásticos, e muitas vezes invisíveis. Aos poucos, tenta-se explorar e desmistificar este universo, cumprir com a nobre missão de informar.

Por trás de cada matéria, há um trabalho de muitas mãos, de muitas mentes e por que não dizer de muitas vozes. Cada detalhe foi pensado com muito carinho e respeito pelo leitor que tem a instituição como uma referência no ensino, pesquisa e extensão. A UFSC alcançou grandes distâncias, dentro e fora do Brasil. Dar visibilidade a tudo que aqui acontece nessa área é um longo caminho, mas cada pequeno passo é uma grande conquista.


 

Laboratório e Projeto Amanhecer da UFSC atuam com o controle da dor

“Mais de 80% das doenças que acometem o ser humano têm como sinal ou sintoma a dor. Do ponto de vista da Neurobiologia, ela tem caráter de proteção, no caso da dor aguda. Se a dor for ativada por muito tempo, deixa de ter esse caráter e é tratada como doença”, esclarece o coordenador do Laboratório de Neurobiologia da Dor e Inflamação (Landi) da UFSC. Leia mais.

Colégio de Aplicação colhe frutos do Projeto Lixo Zero

Iniciado em 2014 com a criação e o apoio do Núcleo de Educação Ambiental (NEAmb) do Centro Tecnológico (CTC) da UFSC, o projeto de extensão Lixo Zero, do Colégio de Aplicação (CA) evoluiu e agora passa a ser utilizado como exemplo para escolas do município de Florianópolis. Leia mais.

Trabalhos da UFSC ajudam a elaboração de novas recomendações da Espen

Dois estudos realizados na UFSC foram selecionados para criar uma recomendação específica sobre o uso de ácidos graxos ômega-3. Esses estudos correspondem à pesquisa de mestrado de Juliana de Aguiar Pastore Silva e à tese de doutorado de Michel Carlos Mocellin, ambos do Programa de Pós-Graduação em Nutrição (PPGN). Leia mais.

Artigo de pesquisadores da UFSC determina nova ação de antibiótico contra tuberculose

Para buscar novos meios de ação de antibióticos contra a tuberculose, os pesquisadores Lívia Harumi Yamashiro e André Luiz Barbosa Báfica, do Laboratório de Microbiologia, Imunologia e Parasitologia (MIP) da UFSC, desenvolveram um artigo científico analisando a forma de agir do antibiótico Isoniazida. Leia mais.

Grupo de pesquisa do Campus de Joinville recebe prêmio na Bélgica

O Grupo de Pesquisa em Manufatura Auxiliada por Computador (GPCAM) do Campus de Joinville da UFSC recebeu o prêmio PMI Award 2017, de melhor artigo do Congresso de Inovação em Molde e Polímeros – PMI 2016, realizado na Bélgica. Leia mais.

Pesquisadores da UFSC descobrem cinco novas espécies de fungos

Estima-se que no mundo inteiro haja de um a cinco milhões de espécies de fungos, e apenas 100 mil delas foram descritas. Um dos trabalhos dos pesquisadores do Laboratório de Micologia (Micolab) da UFSC é coletar, analisar e registrar esses cogumelos ou fungos que ainda não foram descobertos. Leia mais.

Fóssil de cogumelo mais antigo do mundo é brasileiro

O fóssil de cogumelo mais antigo do mundo é brasileiro e estava no Centro de Pesquisas de História Natural da Universidade de Illinois, nos Estados Unidos. Durante o 8º Congresso Brasileiro de Micologia, realizado na UFSC de 3 a 6 de outubro, o fóssil foi entregue à Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Leia mais.

Antonio Carlos Wolkmer: por um Direito plural, crítico e transformador

“O professor Antonio Carlos Wolkmer é um dos nomes mais representativos da teoria jurídica crítica latino-americana.” Essa é a primeira frase do capítulo sobre o pesquisador na obra El pensamiento filosófico latinoamericano, del Caribe y “latino” (1300-2000), publicada no México, em 2011.” Leia mais.

Sugestão de leitura: ‘Ética e direito dos animais’

A coletânea traz diversos artigos sobre o uso benevolente dos animais, por que os animais não têm direitos e como isso afeta os direitos dos seres humanos incapazes, abolicionismo animal, validade da distinção entre animais racionais e irracionais, breves considerações sobre o status moral de animais não humanos, uso danoso de animais de outras espécies, direito e justiça na perspectiva ética e bioética ambiental. Leia mais.

Série Consciência: pele artificial

A série Consciência, da TV UFSC, mostra nesta edição o trabalho dos Laboratórios da UFSC de Tecnologias Integradas (Intelab) e de Células-Tronco e Regeneração Tecidual (Lacert), que ampliam e aprofundam os estudos sobre possíveis substitutos para a pele humana. Assista.

Sobre

Divulga Ciência é um boletim eletrônico produzido pela Agência de Comunicação (Agecom) com o objetivo de informar sobre a produção científica vinculada à UFSC.
Outras matérias de Jornalismo Científico publicadas no portal da UFSC neste link.

Edição: Rosiani Bion de Almeida
Coordenadoria de Divulgação e Jornalismo Científico

Acompanhe outras notícias da UFSC no Portal 
Confira a programação da TV UFSC

Contatos com a produção deste informativo:
Agência de Comunicação (Agecom)
Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)
Campus Reitor João David Ferreira Lima. Trindade. Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.
/ (48) 3721-9601

Acompanhe a UFSC nas redes sociais:
Facebook
TwitterInstagram

Laboratório de Experimentação Remota recebe professores da Suécia

16/12/2016 09:08

O Laboratório de Experimentação Remota, localizado no Centro Araranguá da Universidade Federal de Santa Catarina, recebeu a visita de dois professores vindos da Suécia, Kristian Nilsson e Johan Zackrisson, entre os dias 13 e 15 de dezembro. Os professores são participantes do projeto VISIR+, do qual o RExLab também faz parte.

Suecos visitam laboratório em Araranguá. Foto: Divulgação

Suecos visitam laboratório em Araranguá. Foto: Divulgação

O nome “VISIR+” é uma sigla para “Módulos Educacionais para Teoria e Prática de Circuitos Elétricos e Eletrônicos seguindo uma Metodologia de Ensino e Aprendizagem baseada em Inquérito suportada por VISIR”. O projeto destina-se a definir, desenvolver e avaliar um conjunto de módulos educacionais que compreende experimentos práticos (hands-on), virtuais e remotos – este último, apoiado por um laboratório remoto chamado Virtual Instruments Systems in Reality (VISIR).

O projeto é financiado pelo “Programa Erasmus+” da Comissão Europeia, com a participação de universidades de diversos países, como Brasil, Portugal, Espanha, Argentina, Suécia e Áustria.

Mais informações em http://rexlab.ufsc.br/projects/visir

 

 

Pós em Relações Internacionais divulga edital para vaga de pós-doutorado

07/12/2016 10:28

A Coordenadoria do Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais (PPGRI) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) divulgou o edital do processo de seleção de candidatos para uma vaga de pós-doutorado em Relações Internacionais, para atuar junto ao PPGRI na pesquisa, no ensino e na extensão com bolsa do Programa Nacional de Pós-Doutorado (PNPD/CAPES). As inscrições vão de 17 de janeiro a 13 de março de 2016.

Mais informações na página do programa.

Pós em Jornalismo realiza 6ª Jornada Discente e homenageia Nilson Lage

06/12/2016 10:59

A Jornada Discente do Programa de Pós-Graduação em Jornalismo (Posjor) da UFSC chega à sexta edição. O encontro reunirá mais de 30 mestrandos e doutorandos do programa, de 6 a 9 de dezembro, que irão apresentar temas relacionados aos seus projetos de pesquisa, estimulando o debate e intercâmbio científico entre discentes e docentes.

O evento é organizado na forma de seminário, com apresentações divididas em mesas temáticas, mediadas pelos professores, e momento para debate e troca de experiências relacionadas à pesquisa em Jornalismo. Qualquer pessoa interessada pode participar do evento, como ouvinte.

Além das apresentações, a Jornada traz palestras com pesquisadores, debates com profissionais e representantes de órgãos de classe, exposições e atividades de integração. Neste ano, a programação conta com homenagem ao trabalho e à obra do professor Nilson Lage, que durante mais de 15 anos atuou como docente e pesquisador na UFSC.

A organização da Jornada Discente, bem como a edição do Caderno de Resumos (anais com resumos ampliados) é realizada por uma Comissão escolhida anualmente para essa finalidade e composta por mestrandos, doutorandos, pós-doutorandos e professores vinculados ao Posjor.

Confira a programação da 6ª Jornada Discente.

Eventos do projeto Mais Ciência integram agentes de inovação

24/11/2016 09:02

Três eventos científicos voltados às instituições de pesquisa, indústria e governo que pretendem analisar os gargalos da inovação aberta e da P&D no Brasil e no mundo foram abertos na quarta-feira, 23 de novembro, no auditório da Federação das Indústrias de Santa Catarina, em Florianópolis,

Os congressos são promovidos pelo projeto Mais Ciência da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), com patrocínio do Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações.

DSC_0054

Reitor participou da abertura dos eventos. Foto: Divulgação

Na abertura oficial dos eventos, o reitor da UFSC, Luiz Carlos Cancellier de Olivo, salientou a relevância do projeto Mais Ciência como forma de proporcionar um amplo e atualizado debate sobre aspectos jurídicos relacionados à inovação tecnológica. “Quando discutimos o aprimoramento do sistema normativo brasileiro, estamos contribuindo para que a Administração Pública possa atuar com segurança jurídica diante dos novos desafios apresentados pelo avanço da tecnologia”, destacou Cancellier.

O presidente do Instituto Nacional de Propriedade Industrial, Luiz Otávio Pimentel, sublinhou que a propriedade industrial é fundamental para garantir retorno dos esforços para gerar inovações tecnológicas. “A inovação aberta precisa integrar agentes de inovação”, acrescentou Pimentel.

Nos dias 24 e 25 serão realizados, simultaneamente, o III Congresso Internacional: Inovação Aberta na Indústria de Alimentos e Bebidas; o IV Congresso Internacional de Energia: Eficiência Energética, Sistema de Inovação Climática e Desenvolvimento Sustentável; e o Congresso Internacional: Pesquisa & Desenvolvimento.

Os eventos integram o projeto Mais Ciência, da Fundação José Arthur Boiteux (Funjab) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), com patrocínio do Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações. A organização é da Academia de Propriedade Intelectual, Inovação e Desenvolvimento (INPI), UFSC, MDIC; coorganização Fortec e Rede NIT-NE, e apoio Capes, FIESC, MCTIC, Governo Federal.

O IV Congresso Internacional de Energia: Eficiência Energética, Sistema de Inovação Climática e Desenvolvimento Sustentável vai analisar a inovação aberta para alcançar eficiência energética num sistema de inovação climática e de desenvolvimento sustentável. O objetivo deste evento é discutir sobre os desafios da inovação aberta e tendências nos contratos, nas suas cláusulas, os efeitos e problemas.

A primeira edição do Congresso Internacional: Pesquisa & Desenvolvimento visa debater os problemas e possíveis soluções para o marco regulatório da inovação aberta.

O III Congresso Internacional: Inovação Aberta na Indústria de Alimentos e Bebidas analisará a inovação aberta na indústria de alimentos e de bebidas.

Mais informações no site.

Trabalhos da UFSC ajudam a elaboração de novas recomendações da Espen

31/10/2016 16:00

Dois estudos realizados na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) foram selecionados para criar uma recomendação específica sobre o uso de ácidos graxos ômega-3. Esses estudos correspondem à pesquisa de mestrado de Juliana de Aguiar Pastore Silva e à tese de doutorado de Michel Carlos Mocellin, ambos do Programa de Pós-Graduação em Nutrição (PPGN). Os trabalhos tiveram orientação do professor Erasmo Benicio Santos de Moraes Trindade, em parceria com os professores Tânia Silvia Fröde, Everson Araújo. Nunes, Yara Maria Franco Moreno e Giovanna Medeiros Rataichesck Fiates. As pesquisas colaboraram para a elaboração de 44 recomendações.
(more…)

15ª Sepex: programação da Semana se estende até sábado

20/10/2016 14:00

destaque_sepex15ª Semana de Ensino, Pesquisa e Extensão (Sepex) da UFSC será realizada de 20 a 22 de outubro, com o tema “Ciência alimentando o Brasil”.

A Sepex é um dos maiores eventos de divulgação científica da UFSC e um dos mais importantes de Santa Catarina. Desde 2000 o encontro reúne trabalhos desenvolvidos na Universidade em uma mostra científica aberta ao público, em pavilhão montado na Praça da Cidadania, em frente à Reitoria, no Campus Florianópolis, no bairro Trindade. Durante o evento são oferecidos minicursos, palestras e eventos paralelos, como o Seminário de Iniciação Científica (SIC).

Nesta edição, a Sepex abordará a história da evolução humana, a sua relação com os alimentos e a contribuição do conhecimento científico e tecnológico para tornar a alimentação diária cada vez melhor.

A programação artístico-cultural foi aberta pela banda catarinense Dazaranha, nesta quinta-feira, 20 de outubro, na Praça da Cidadania, em frente à Reitoria da UFSC.

Confira a programação artístico-cultural da Sepex.

Estandes e eventos paralelos

A organização da Sepex também divulgou a lista de estandes homologados.

O do Projeto Fortalezas, da UFSC, que irá sortear exemplares do livro As defesas da Ilha de Santa Catarina e do Rio Grande de São Pedro em 1786 e ingressos para visitar as fortificações gerenciadas pela UFSC.

O do Núcleo de Estudos da Terceira Idade (Neti) programou para o dia 20, mesa-redonda “Experiências que alimentam gerações”, com os professores Laura Difini, (Qualidade de Vida); Karen Luchesi (Fonoaudióloga, para falar sobre a mastigação) e Julia Dubois (Nuti), sob a coordenação de Jordelina Schier, às 14h30, no Auditório Garapuvu. E também haverá apresentação do Grupo Seresta do Núcleo.

O da Gestão Ambiental – UFSC Sustentável realiza, nesta sexta-feira, às 14h a Oficina de Agrofloresta Agroecológica, no Bosque do CFH. Além disso, no estande são distribuídas mudas nativas da mata atlântica durante todo o evento.

Serviço:

O quê: 15ª Semana de Ensino, Pesquisa e Extensão (Sepex).

Quando: 20 a 22 de outubro de 2016, das 9h às 19h.

20 e 21/10 – das 9h às 19h (quinta e sexta-feira).

22/10 – das 9h às 12h (sábado).

Onde: pavilhão na Praça da Cidadania, em frente à Reitoria.

Mais informações: sepex.ufsc.br.

 

Pós em Ecologia promove palestra com professor norte-americano

19/10/2016 16:40

O professor norte-americano Daniel Simberloff, da Universidade de Tennessee (EUA), estará na UFSC no dia 31 de outubro, segunda-feira, para uma palestra promovida pelo programa de pós-graduação em Ecologia (Poseco/UFSC). O evento ocorre no auditório da Biblioteca Central, às 16h e é aberta a todos os interessados.

O tema da palestra, que será ministrada em inglês, é “Invasion biology and management: progress, problems and polemics“. A área de pesquisa do professor está focada em invasões biológicas, estrutura e composição de comunidades e estrutura morfológica de comunidades. Daniel já publicou mais de 500 trabalhos.

Mais informações no site da Poseco, pelo e-mail  ou pelo telefone (48) 3721-2713.Bioinvasão  2016 Simberloff 31 out

Simpósio ‘Crônica: jornalismo, edição, tradução’ recebe trabalhos até 31 de outubro

19/10/2016 10:16

livros-nopatioO I Simpósio “Crônica: jornalismo, edição, tradução“, que será realizado na UFSC  nos dias 14 e 15 de dezembro, recebe propostas de comunicação até 31 de outubro. O evento é promovido pelo programa de pós-graduação em Estudos da Tradução (PGET/UFSC) e ocorre no Centro de Comunicação e Expressão (CCE). Podem apresentar trabalhos pesquisadores e docentes; pós-graduandos; pesquisadores de pós-doutorado; graduandos pesquisadores de Iniciação Científica e TCC (Trabalho de Conclusão de Curso); jornalistas; cronistas e profissionais da área.

Os trabalhos devem discutir a natureza e a circulação de crônica em seus diferentes suportes, a poética da crônica, o impacto da digitalização dos arquivos, a crônica na era da internet, as semelhanças e diferenças entre a crônica brasileira e a crônica em outras línguas, países e culturas. Convidamos investigadores de diferentes disciplinas (entre outras, estudos jornalísticos, estudos literários, estudos da tradução), com vinculação institucional (pesquisadores de TCC, iniciação científica, mestrado, doutorado, pós-doutorado, pesquisadores de centros de pesquisa, professores) ou independentes, jornalistas, cronistas, editores, para um debate inter e transdisciplinar sobre o gênero crônica, em suas diferentes manifestações e interfaces.

Interessados em participar com comunicação devem enviar resumo expandido (entre 250 e 300 palavras), palavras-chave (de 4 a 6), abstract (250-300 words), keywords (4-6), para o e-mail:  até 31 de outubro. A avaliação e resposta com envio de pareceres será realizada até 13 de novembro. As inscrições são gratuitas.

Sobre o evento

O simpósio busca discutir a natureza e a circulação da crônica como gênero associado à imprensa e que experimenta uma reconfiguração quando da publicação em diferentes suportes (jornal, revista, livro), formatos (digital, impresso) e temporalidades (no momento, em hemerotecas e bibliotecas digitais), na própria língua ou em tradução. Qual é o espaço destinado à circulação das crônicas ao longo dos séculos XIX, XX e XXI? O que implica a edição das crônicas em livro? Há regularidades nas antologias de crônicas? Que impacto tem a digitalização das crônicas na leitura e na pesquisa sobre o gênero? Quais os eventuais diálogos entre a crônica brasileira e a crônica de outros países? Qual a exportabilidade da crônica brasileira e qual a importabilidade da crônica de outras línguas no Brasil? Estas são algumas das questões que nortearão o simpósio.

Os conferencistas convidados serão Lúcia Granja, da Universidade Estadual Paulista (UNESP) e Julio Schvartzman, da Universidad de Buenos Aires (UBA).

Mais informações pelo e-mail ou pelo Facebook.

Dissertação da UFSC recebe 2° lugar em prêmio de antropologia

18/10/2016 17:58
12495083_261081510899612_7315278458422848797_nA dissertação de mestrado de Anai Graciela Vera Britos, intitulada “Convivendo na Terra de Ñane Ramoi Jusu Papa: uma etnografia das relaҫões entre os Pai Tavyterã e os animais”, orientada pelo professor Rafael José de Menezes Bastos, recebeu o 2° lugar no Prêmio de Antropologia “Dra. Branislava Susnik” de 2016. Anai, de nacionalidade paraguaia, foi aluna do programa de pós-graduação em Antropologia (PPGAS/UFSC) e bolsista PEC-PG. Ela receberá prêmio em dinheiro e a publicação do texto.
A ata de decisão do júri está disponível aqui.
Mais informações sobre o prêmio no Facebook ou na ata.

15ª Sepex: minicurso ‘Caminhando com a dor’ é oferecido para a comunidade

17/10/2016 13:35

O departamento de Farmacologia da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) oferece minicurso “Caminhando com a Dor – trocando em miúdos suas causas e tratamento”, na Semana de Ensino, Pesquisa e Extensão (SEPEX), no dia 21 de outubro, das 14h às 18h. Será ministrado na sala FMC 14, Bloco D do Centro de Ciências Biológicas (CCB). 
(more…)

Seis pesquisadores da UFSC são destaque no Prêmio Capes de Tese 2016

14/10/2016 15:22

PremioCapesDeTesesA Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) divulgou no dia 10 de outubro, o resultado do Prêmio Capes de Tese 2016. Três pesquisadores da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) foram premiados pelas melhores teses de doutorado defendidas em 2015 e três foram agraciados com menções honrosas. O resultado foi publicado no Diário Oficial da União (DOU). O prêmio constitui-se de certificado, medalha e bolsa de pós-doutorado.

A cerimônia de entrega dos prêmios ocorrerá na sede da Capes, em Brasília, no dia 14 de dezembro. O resultado do Grande Prêmio Capes de Tese – Edição 2016 será divulgado na cerimônia de entrega dos prêmios. Em 2015, um dos vencedores do Grande Prêmio é pesquisador da UFSC.

Na área “Engenharias III”, o prêmio foi para Jaime Andrés Lozano Cadena, orientado por Jader Riso Barbosa Junior e coorientado por Alvaro Toubes Prata, do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Mecânica, com a tese “Desenvolvimento de um Sistema de Refrigeração Magnética do Tipo Rotativo”.
(more…)

Estudante da UFSC recebe prêmio de melhor tese de doutorado pela Associação de Engenharia e Ciências Mecânicas

13/10/2016 15:36

A tese de doutorado “Desenvolvimento de regeneradores térmicos para aplicações em sistemas de refrigeração magnética“, de Paulo Vinicius Trevizoli foi premiada com o Prêmio ABCM-EMBRAER na categoria Doutorado. O prêmio é um dos mais relevantes na área de Engenharia Mecânica, concedido pela Associação Brasileira de Engenharia e Ciências Mecânicas.

 

Mais informações:
Termo de Premiação
Site da ABCM

 

Dissertação da pós em Ciência da Computação recebe prêmio

11/10/2016 18:18

CamiloA dissertação de mestrado do aluno Eduardo Camilo Inacio, do programa de pós-graduação em Ciência da Computação (PPGCC/UFSC), foi premiada no Concurso de Teses e Dissertações do XVII Simpósio de Sistemas Computacionais de Alto Desempenho (WSCAD-CTD). O trabalho foi desenvolvido no Laboratório de Pesquisa em Sistemas Distribuídos (LAPESD/UFSC), com a orientação do professor Mario Antonio Ribeiro Dantas.

A pesquisa intitulada “Caracterização e Modelagem Multivariada do Desempenho de Sistemas de Arquivos Paralelos” foi selecionada pelo comitê Científico do evento, realizado entre os dias 5 e 7 de outubro, em Aracaju, Sergipe, como a segunda melhor dissertação de mestrado do WSCAD-CTD 2016. “Ter o trabalho premiado no principal evento nacional da área de computação de alto desempenho é uma grande satisfação. É um reconhecimento da importância do problema de armazenamento em sistemas computacionais de larga escala, que me motiva ainda mais para a continuidade do meu doutorado”, afirma Eduardo.

Sobre o concurso

A Comissão Especial de Arquitetura de Computadores e Processamento de Alto Desempenho (CE-ACPAD) da Sociedade Brasileira de Computação (SBC) promove anualmente o concurso de teses e dissertações em arquitetura de computadores e computação de alto desempenho, no qual três teses e três dissertações são selecionadas para apresentação oral durante o WSCAD e os melhores trabalhos são premiados.

Mestrado Profissional em Propriedade Intelectual recebe inscrições para processo seletivo

11/10/2016 17:20

O curso de Mestrado Profissional em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para Inovação divulga a abertura do edital para ingresso em março de 2017.  As inscrições já estão abertas e vão até  14 de novembro, às 18h. O edital está disponível aqui.

Os candidatos devem se inscrever exclusivamente pela página do PROFNIT Nacional, no link.

Mais informações pelo e-mail ou telefone: (48) 3721 4933.

A secretaria do curso funcional de segundas às sexta, das 7h às 13h, nao Bloco C – CSE.

‘Revista Katálysis’ abre chamada para artigos

11/10/2016 10:02

Revista Katálysis, dedicada à publicação de trabalhos sobre assuntos atuais e relevantes no âmbito do Serviço Social, áreas afins e suas relações interdisciplinares, abre chamada de artigos para duas edições. A primeira tem prazo de envio dos trabalhos até 15 de novembro, e a segunda com prazo até 15 de março de 2017. As submissões de artigos ocorrerão somente pela plataforma do periódico, por meio do link.

 

As orientações para os autores estão disponíveis no site, ou podem ser solicitadas pelo e-mail:

 

 

Fascículo n. 2, Volume 20 de 2017
Temática: Pós-graduação e Serviço Social
Envio dos trabalhos: até 15 de novembro de 2016
Lançamento: Junho de 2017
Ementa:
A chamada trata do debate sobre a Pós-graduação no âmbito do Serviço Social e tem o objetivo de reunir pesquisas do Serviço Social e áreas afins no Brasil e em outros países, que analisem e problematizem a respeito de:

a) desafios para a pesquisa e Pós- graduação
b) o debate em torno da formação em nível de pós-graduação nacional e internacional;
c) as condições objetivas para a formação e qualificação dos pesquisadores, docentes e profissionais;
d) avaliação da Pós-graduação em Serviço Social.

 

Fascículo n. 3, Volume 20 de 2017
Temática: Ética e política
Envio dos trabalhos: até 15 de março de 2017
Lançamento: outubro de 2017
Ementa:
A chamada trata do debate sobre Ética tem o objetivo de reunir pesquisas do Serviço Social e áreas afins no Brasil e em outros países, que analisem e problematizem a respeito de:
a) conjuntura nacional e internacional e seus desafios éticos e políticos
b) ética e política nos seguintes âmbitos: nas universidades, no serviço público, nas políticas sociais, nos movimentos sociais, nas áreas profissionais, entre outras.
c) o debate sobre a formação e atuação política e ética dos assistentes sociais;
c) as relações entre ética e política e teoria e prática no âmbito do Serviço Social.

 

  • Página 1 de 4
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4