Oceanografia da UFSC pesquisa, desde 2016, registros de terremotos no estado

16/04/2018 16:33

Projeto financiado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ), com apoio do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia – Oceanografia Integrada e usos múltiplos da Plataforma Continental e Oceano Adjacente – Centro de Oceanografia Integrada (INCTMar COI/Geodiversidade) descreve registros de terremotos no passado geológico, como evidências desses eventos em Florianópolis e regiões adjacentes. Os primeiros trabalhos com estes registros foram publicados em 2016.
(mais…)

Olhando para o céu: mapeamento da Via Láctea é tema de encontro internacional de Astrofísica

16/04/2018 13:48

Região central da Via Láctea. Reprodução. Crédito: ESO/VVV Survey/D. Minniti
Acknowledgement: Ignacio Toledo, Martin Kornmesser.

Observar e mapear galáxias é uma tarefa bastante difícil, devido às distâncias, magnitude dos objetos e tecnologia atual. No entanto, mapear nossa própria galáxia, o local que nosso planeta ocupa no espaço, não é menos árduo. A Via Láctea é particularmente difícil de ser mapeada em decorrência do fato de as observações partirem de dentro da própria galáxia e do alto índice de gás poeira nas regiões centrais.

A partir do telescópio VISTA (Visible and Infrared Survey Telescope for Astronomy), no entanto, o mapeamento se tornou possível, pois em infravermelho é possível a observação de objetos mesmo nas regiões mais obscurecidas. Em 2006 um edital público permitiu que pesquisadores apresentassem projetos para observação com o telescópio VISTA, cuja tecnologia permitiria a tarefa de mapeamento de nossa galáxia. A partir de então, o projeto selecionado, denominado VISTA Variables in the Vía Láctea (VVV), tem realizado a atividade e desde 2010 organiza encontros internacionais para debater às pesquisas na área.
(mais…)

UFSC na Mídia: UFSC Blumenau atende alunos que se prepararam para Olimpíada de Matemática

12/04/2018 10:32

A RICTV Record Santa Catarina fez uma matéria com a UFSC Blumenau, veiculada na última terça-feira, dia 10. Os professores da UFSC estão oferecendo aulas extras gratuitas a estudantes da rede pública e privada para ajudá-los a se preparar para a Olimpíada Brasileira de Matemática.

Confira a matéria abaixo.

 

 

Docentes do Departamento de Química são indicados para Academia Brasileira de Ciências

09/04/2018 11:04

Professor da UFSC, Daniel Lazaro Gallindo Borges. Foto: Lattes

Dois professores que atuam na UFSC foram indicados para se tornarem membros da Academia Brasileira de Ciência (ABC), na área de Ciências Químicas. Os nomes de Daniel Lazaro Gallindo Borges e Antonio Salvio Mangrich foram divulgados no dia 1º de janeiro. Ambos são docentes do Programa de Pós-Graduação em Química (PPGQ), sendo respectivamente, efetivo e voluntário. Mangrich é professor da Universidade Federal do Paraná (UFPR) e será empossado como membro titular e Borges, afiliado.

A ABC é uma entidade independente e sem fins lucrativos. Algumas referências da ciência brasileira integram a instituição, e são estes membros titulares que indicam os novos ingressantes na Academia. Em 2007, a ABC iniciou uma nova categoria, a de membros afiliados: cientistas de até 40 anos que permanecerão na entidade por cinco anos. A intenção é promover uma troca de experiências entre cientistas jovens e experientes.
(mais…)

Docente da UFSC Araranguá desenvolve projeto para auxiliar pais nos cuidados com os filhos

06/04/2018 13:14

O bem estar de uma criança é sempre uma preocupação dos pais, principalmente quando ela está enferma. Tradicionalmente os responsáveis verificam se seus filhos estão bem, medindo periodicamente a sua temperatura, batimentos cardíacos e a sua respiração. É difícil medir esses sinais sem perturbar a criança, principalmente à noite. No projeto eNurse, o objetivo é criar um sistema embarcado para ser utilizado por uma criança durante a noite, sem causar desconforto. O dispositivo é capaz de  medir e enviar para uma aplicação móvel (smartphone)  os valores  de temperatura, batimento cardíaco e movimento respiratório. Estes valores das medidas são apresentados graficamente na aplicação móvel e em caso de anomalia (indicativo de  febre ou  hipotermia) é disparado um alarme.
(mais…)

Academia Brasileira de Letras nomeia professor Berthold Zilly Sócio Correspondente

06/04/2018 12:07

A Academia Brasileira de Letras (ABL) elegeu, no dia 5 de abril, quinta-feira, o professor e tradutor alemão Berthold Zilly para a Cadeira nº 15, de seu Quadro de Sócios Correspondentes, na vaga do professor de espanhol e português da Universidade da Califórnia, o norte-americano Claude Lyle Hulet, falecido em agosto do ano passado. Berthold Zilly, é professor visitante do Programa de Pós-Graduação em Estudos da Tradução (PGET) desde 2011. O quadro de Sócios Correspondentes da ABL é formado por 20 membros estrangeiros. Um novo integrante somente é eleito pelos Acadêmicos quando um dos efetivos falece.

Zilly será o sétimo ocupante da cadeira 15, que tem como Patrono Frei Gonçalves Ledo (Brasil). Os demais foram: Dom José Echegaray (Espanha), José Santos Chocano (Peru), Rodolfo Rivarola (Argentina), Ricardo Rojas (Argentina), Miguel Ángel Carcano (Argentina) e Caude L. Hulet (Estados Unidos).
(mais…)

Encontro internacional na UFSC debate últimos resultados sobre mapeamento da Via Láctea

04/04/2018 17:43

De 4 a 6 de abril a Universidade Federal de Santa Catarina recebe a 9ª edição do VVV Science Meeting. O evento reúne pesquisadores envolvidos no mapeamento da Via Láctea,  exibe os últimos resultados científicos do projeto VVV e debate a nova etapa, denominada VVVX e iniciada em 2017.

O que é o VVV

Em 2009 o ESO (European Southern Observatory) divulgou edital público para observação com o telescópio VISTA (Visible and Infrared Survey Telescope for Astronomy), em funcionamento no Chile.

Dentre os candidatos, o projeto VISTA Variables in the Vía Láctea (VVV), composto por pesquisadores de diversos países, foi o selecionado pelo ESO para coordenar as observações com o telescópio.

Assim, desde 2010, o VVV tem mapeado a galáxia em que se encontra nosso sistema solar, a Via Láctea. Os dados coletados são públicos e de acesso livre, o que tem potencializado o mapeamento de centenas de milhões de estrelas em nossa galáxia.

A Via Láctea é particularmente difícil de ser observada em decorrência do fato de as observações partirem de dentro da própria galáxia. A partir do telescópio VISTA, no entanto, o mapeamento se tornou possível, devido ao sistema de filtros infravermelhos presentes no telescópio que permitem a localização de corpos mesmo quando encobertos.

O projeto foi realizado de 2010 e 2016 e em 2017 entrou em uma nova etapa, denominada VVVX (Visible and Infrared Survey Telescope for Astronomy eXtended Survey), que implica na extensão do projeto original, com o mapeamento de outras regiões da galáxia e atividades até 2020.

Sobre 9º VVV science meeting

No 9º VVV science meeting são exibidos os últimos resultados científicos obtidos pelos dados coletados pelo VVV. Com início às 9h desta quarta-feira, 4 de abril, o encontro iniciou com a fala de abertura do professor da UFSC e integrante do VVV, Roberto Kalbusch Saito.

O evento possui ampla programação, com apresentação de trabalhos, pôsteres e o andamento de pesquisas realizadas a partir dos dados coletados pela equipe do VVV, além das discussões acerca do andamento e estratégias para o VVVX

A programação completa está disponível aqui.

Mais informações

Programação

Página do evento (em inglês)

Divulgação VVVX survey (em inglês)

 

Gabriel Martins/Agecom/UFSC

Foto em destaque: Região central a Via Láctea. Créditos: ESO/VVV Survey/D. Minniti. Acknowledgement: Ignacio Toledo, Martin Kornmesser

Pesquisadores da UFSC identificam riscos do uso abusivo de antibióticos de amplo espectro

04/04/2018 11:34

Uma pesquisa desenvolvida na UFSC demonstrou que o pré-tratamento de camundongos com antibiótico de amplo espectro pode agravar o quadro de doenças inflamatórias sistêmicas por favorecer a disseminação de bactérias intestinais multirresistentes a antibióticos. A principal bactéria identificada no estudo foi o Enterococcus gallinarum.

Enterococcus gallinarum é uma bactéria presente no intestino de camundongos e humanos, com diversos casos reportados de infecções com essa bactérias em humanos. A pesquisa reforça diversos trabalhos na literatura demonstrando as consequências prejudiciais do uso inadequado dos antibióticos e demonstra o envolvimento de uma nova bactéria em doenças inflamatórias.

O trabalho foi desenvolvido principalmente por alunas de mestrado do Programa de Pós-Graduação em Farmacologia da UFSC, Fernanda S. Soares (dissertação defendida em 2013) e Flávia Amaral (mestrado em andamento), e contou com a colaboração de uma equipe multidisciplinar de pesquisadores, sob orientação do professor Fernando Spiller, do Departamento de Farmacologia.

O trabalho foi publicado no final de dezembro de 2017 no periódico Frontiers in Immunology. O periódico internacional está entre os cinco mais citados da área de Imunologia em todo o mundo.

Confira, abaixo, o esquema:

 

 

Mayra Cajueiro Warren
Jornalista da Agecom/UFSC

 

 

 

O universo em expansão de Hawking: influências do cientista são avaliadas por professores da UFSC

03/04/2018 13:03

Neste sábado, 30 de março, foi realizado o velório de um dos mais renomados cientistas contemporâneos, Stephen Hawking. Falecido em 14 de março, o físico terá suas cinzas sepultadas na Abadia de Westminster e ficará ao lado de Isaac Newton e Charles Darwin, dois dos mais proeminentes cientistas britânicos de todos os tempos.

A deferência a Hawking não é sem motivos. Sua influência extrapolou seu campo de atuação científica e para buscar sintetizá-la, a Agência de Comunicação da UFSC (Agecom) entrevistou dois professores do Departamento de Física (FSC/CFM/UFSC), Débora Peres Menezes e Roberto Kalbusch Saito, para que ambos analisassem o impacto do trabalho de Hawking.

A singularidade de Hawking

Notório e notável, Stephen Hawking, trouxe originais avanços teóricos à cosmologia e astrofísica. Débora é explícita em dizer: “para o campo da cosmologia, Hawking era o maior cientista vivo”. Além de sua grande contribuição à área, no entanto, o físico inglês ganhou relevo por sua incrível capacidade de divulgação de temas complexos como singularidade, universo primordial, buracos negros e horizonte de eventos, por exemplo. Em best-sellers mundiais, ele disseminou para iniciantes em ciências conceitos até então herméticos.

Débora afirma que “a ciência normalmente se desenvolve assim: cada um vai contribuindo com uma migalhinha. Revendo aqui e ali e, de repente, alguém aparece e dá um salto. É difícil avaliar o quanto de migalha e quanto de salto tem Hawking, mas que ele possui uma contribuição relevante é indiscutível”.

Segundo Roberto, “além de um trabalho científico de excelência, o físico teve verdadeiro brilhantismo em divulgação”. O professor ainda acrescenta que “Hawking conseguiu explicar ao público em geral o que mesmo os astrofísicos tinham dificuldade em entender”.
(mais…)

Pesquisadores da UFSC participam de missão em Minas Gerais com foco nos produtos locais

27/03/2018 11:29

O mestrando Leandro Guimarães, vinculado ao Laboratório de Estudos da Multifuncionalidade Agrícola e do Território (Lemate), e o professor Aparecido Lima da Silva, do Departamento de Fitotecnia do Centro de Ciências Agrárias (CCA), da UFSC, participaram de uma missão de estudo no estado de Minas Gerais. Juntamente com uma equipe interinstitucional e representantes de agricultores da Serra Catarinense, eles estiveram, entre 2 e 7 de março, nos municípios mineiros de Tiradentes, São Roque de Minas e Patrocínio.

O objetivo da missão foi vivenciar as experiências de indicação geográfica e valorização de produtos e serviços locais. Assim, os integrantes da “Missão MG” conheceram as novas tecnologias, tendências, boas práticas e as ações de cooperação empreendidas nos municípios visitados, que podem ser adaptadas à região serrana de Santa Catarina.

A missão foi organizada pelo Sebrae-SC e contou com participação de representantes da Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri), Associação de Municípios da Região Serrana, Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Associação Empresarial de Lages, Câmara de Dirigentes Lojistas de Lages, Associação Brasileira de Produtores da Maçã, produtores de maçã e de mel de melato e pesquisadores da UFSC.
(mais…)

UFSC na mídia: metais pesados, hormônios e agrotóxicos estão na água que chega às torneiras

08/03/2018 12:37

A Rede Brasil Atual (RBA) publicou no dia 2 de março uma reportagem especial de Cida de Oliveira sobre a qualidade da água que chega às torneiras das residências. A observação foi feita pela professora do Campus Curitibanos da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Sonia Corina Hess. Confira a reportagem completa abaixo ou aqui.

Metais pesados, hormônios e agrotóxicos estão na água que chega às torneiras
(mais…)

Abertas as inscrições para o Prêmio Mercosul de Ciência e Tecnologia

07/02/2018 09:59

Estão abertas as inscrições para o Prêmio Mercosul de Ciência e Tecnologia – Edição 2017. As inscrições estão disponíveis até 2 de março de 2018 e o tema desta edição é “Tecnologias para a Economia do Conhecimento”. O prêmio é organizado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e tem premiação de até 25.500 dólares.

Mais informações em www.premiomercosul.cnpq.br ou pelo e-mail: 

Mais um composto sintético pra conta: estudo analisa a contaminação de solos, águas e alimentos pelo PFOS

06/02/2018 09:25

Ele pode estar nos solos, nas águas, no ar e nos alimentos. Aplicado “inofensivamente” para combater o ataque de formigas de corte em cultivos de Pinus e Eucaliptos, na sua grande maioria, o formicida sulfluramida é um composto sintético, estável na natureza e que pode ser armazenado gradativamente pelo corpo humano através da ingestão de alimentos ou água que tiveram contato com esse poluente orgânico persistente (POP).

Segundo a Convenção de Estocolmo, da qual o Brasil é signatário, os POPs “são substâncias químicas que têm sido utilizadas como agrotóxicos e possuem características de alta persistência, ou seja, não são facilmente degradadas”. O Ministério do Meio Ambiente (MMA) esclarece em seu site que esse material pode ser transportado pelo ar, água e solo por longas distâncias e, com isso, “se acumularem em tecidos gordurosos dos organismos vivos, sendo toxicologicamente preocupantes para a saúde humana e o meio ambiente”. Uma vez no ambiente o formicida sulfluramida degrada para o POPs, chamado ácido perfluoroctanosulfônico (PFOS), caracterizado pela Convenção de Estocolmo como um químico de uso industrial.

A pesquisadora da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Juliana Leonel, iniciou a exploração do comportamento deste formicida na costa baiana em 2014 enquanto professora da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Agora, membro do corpo docente do curso de Oceanografia da UFSC, vinculado ao Centro de Ciências Físicas e Matemáticas (CFM), a docente inicia as pesquisas sobre o poluente em outras regiões da costa brasileira, por meio de projeto aprovado pelo CNPq (Universal/2016): Origem, Distribuição e Transporte de PFOS para o Atlântico Sul.
(mais…)

Revista de Ciências Humanas comemora 35 anos e publica estudo de caso sobre a negação do negro em famílias interraciais

22/01/2018 12:33

A Revista de Ciências Humanas – RCH publicou o volume 51, número 2, comemorativo aos 35 anos da publicação. A edição traz uma nova identidade visual e marca também outras mudanças editoriais em curso: a revista passa a adotar a modalidade de publicação continuada – não mais organizada em números dentro de cada volume, incrementa sua equipe editorial, adota um novo projeto gráfico e se conecta com as tendências da editoração científica.

De acordo com as editoras, Ana Lídia Campos Brizola e Katia Maheirie, “através da manutenção de avaliações regulares e consistentes das submissões recebidas, do compromisso com a periodicidade e busca constante de atualização em relação ao cenário editorial científico mundial, a RCH vem se constituindo um veículo de crescente interesse por parte de pesquisadores e referência em termos de normalização para a construção de um perfil mais preciso da produção científica brasileira. Como resultado, as submissões e acessos às edições publicadas cresceram na ordem de 300% nos últimos quatro anos. ”
(mais…)

Pesquisadores da UFSC participam de projeto interinstitucional apoiado pelo programa IODP/Capes

16/01/2018 12:00

Uma equipe de pesquisadores vinculados ao Laboratório de Oceanografia Costeira (LOC/CFM) da UFSC, composta pelos professores Carla Bonetti e Antonio Henrique da Fontoura Klein, o pós-doutorando do PPGOceano André Rosch Rodrigues, a mestranda do PPGOceano Patricia Schmitt e três bolsistas de Iniciação Científica do curso de Oceanografia, Ana Carolyna Duarte de Sousa, Patricia Tortora e Maria Rita Lua de Quadros, participa do Programa Integrado de Perfuração Oceânica (IODP, em inglês Integrated Ocean Drilling Program).

Localização dos testemunhos analisados até o momento pelo LOC/UFSC. Mapa elaborado por André Rosch Rodrigues.

(mais…)

Contaminação dos oceanos por formicida é abordada em artigo de professora da UFSC

02/01/2018 13:30

A contaminação oceânica pelo formicida Sulfluramida é o tema do texto “A formiga e o mar”, de autoria de Juliana Leonel, docente e atual subcoordenadora do curso de graduação em Oceanografia (CFM/UFSC).  O artigo exibe os progressos e desafios das pesquisas que analisam a contaminação dos poluentes orgânicos persistentes (POPs). Dentre esses poluentes, o ácido perfluoroctanoico sulfônico (PFOS), cujos efeitos aos organismos são de alta toxicidade e persistência, é geralmente estudado a partir de suas fontes industriais e urbanas. Com isso, ganha relevância a análise dos impactos a partir do uso do formicida Sulfluramida em cultivos de Pinus e Eucaliptos como possível fonte significante de PFOS. E é a partir desta questão direcionada à região costeira do Brasil que Juliana Leonel sintetiza o assunto no artigo que publicamos na íntegra abaixo.
(mais…)

Divulga Ciência nº 15 – 57 anos da UFSC

19/12/2017 12:05

Edição nº 15 – dezembro de 2017

No mês do aniversário da Universidade Federal de Santa Catarina e no ano em que sua Agência de Comunicação celebrou 25 anos, o Jornalismo Científico da UFSC apresenta a 15ª edição do Divulga Ciência. Nesta terceira e última do ano, foram selecionadas 10 matérias que representam parte da produção científica da universidade, nas mais diversas áreas e publicadas no decorrer de 2017. E em meio às novidades, o lançamento da segunda Revista UFSC Ciência, produzida pela Agecom, no intuito de contribuir com o importante processo de disseminação do conhecimento desenvolvido pelos pesquisadores da instituição. A revista pode ser acessada online e também estará disponível nos próximos dias em versão impressa. Leia mais

Tese investiga relação entre obesidade e depressão nos idosos de Florianópolis

Tese desenvolvida no Programa de Pós-Graduação em Nutrição da Universidade Federal de Santa Catarina (PPGN/UFSC), com base nos dados do estudo EpiFloripa Idoso, vinculado ao Departamento de Saúde Pública da UFSC, teve como objetivo investigar a associação entre obesidade, mudanças antropométricas e sintomas depressivos em idosos da cidade de Florianópolis, Santa Catarina. Leia mais

Artigo sobre eficácia da vacina contra HPV é divulgado em revista científica

O professor Edison Natal Fedrizzi, do Departamento de Ginecologia e Obstetrícia da UFSC e chefe do Centro de Pesquisa Clínica Projeto HPV, é um dos autores de um artigo sobre os resultados dos estudos de eficácia da vacina nonavelente contra o HPV. O artigo foi publicado no dia 5 de setembro, na The Lancet, uma das mais conceituadas revistas científicas da área médica. O Centro de Pesquisa Clínica Projeto HPV foi um dos centros mundiais que avaliou a eficácia desta vacina em mulheres jovens. Confira o artigo.

Pesquisas apontam novas perspectivas sobre evolução e biogeografia de peixes recifais

Uma visita, em 2015, de um pesquisador radicado na Austrália ao Laboratório de Biogeografia e Macroecologia Marinha (LBMM/UFSC)  deu o pontapé inicial que resultou na publicação de dois artigos conexos na revista britânica Biological Reviews no início deste ano. Os trabalhos indicam novas perspectivas sobre a evolução e biogeografia de peixes recifais. Leia mais

Alunas da UFSC Blumenau abordam conceitos de geometria fractal em festival no Rio de Janeiro

As alunas da sétima fase do Curso de Licenciatura em Matemática, Cristiane Santos e Edionara Bachmann, participam, até o dia 30 de abril, do Festival da Matemática promovido no Rio de Janeiro. Elas foram selecionadas para promover a oficina “Geometria Fractal: Ideias Para Uma Abordagem De Seus Conceitos Em Sala De Aula”. O trabalho foi selecionado em um universo de mais de 274 propostas submetidas à avaliação de uma comissão de sete professores e pesquisadores convidados pelo Instituto de Matemática Pura e Aplicada (Impa). Leia mais

Pesquisa em parceria com a UFSC é publicada em periódico internacional de Arqueologia

Uma pesquisa realizada no Laboratório de Materiais do Ateliê de Conservação-Restauração de Bens Culturais Móveis (Atecor) da Fundação Catarinense de Cultura (FCC) foi publicada no Journal of Archaeological Science, revista internacional que é referência no campo da Arqueologia. O estudo relata a análise química de artefatos cerâmicos arqueológicos encontrados em uma escavação por pesquisadores da UFSC na cidade de Alfredo Wagner, interior de Santa Catarina. Leia mais

Pesquisadores da UFSC instalam primeira boia meteo-oceanográfica em Santa Catarina

Uma boia meteo-oceanográfica, a SiMCosta SC-01, está fundeada desde o dia 22 de fevereiro nas proximidades da Ilha do Arvoredo, interior da Reserva Biológica (Rebio) Marinha do Arvoredo, em Florianópolis. Andrea Freire, coordenadora da área de Oceanografia do MAArE, reforça a importância da instalação da boia para o desenvolvimento da pesquisa em oceanografia no estado: “Santa Catarina tem sido um lugar de muitas ocorrências de desastres naturais, todos relacionados à variabilidade oceanográfica e meteorológica. Agora teremos a possibilidade de observar essas variações.” Leia mais

Estudo relaciona modelos de informações nutricionais com alimentação mais saudável

Uma pesquisa realizada no Programa de Pós-Graduação em Nutrição (PPGN/UFSC) mostrou que os estudantes universitários optam por refeições mais saudáveis nos restaurantes dependendo do tipo de informação mostrada nos cardápios. O estudo foi realizado no Brasil e na Inglaterra, onde eram apresentados cardápios com diferentes informações nutricionais aos estudantes antes de se servirem. A pesquisadora espera que a partir do estudo possam ser adotadas medidas legislativas com relação às informações nutricionais nos cardápios do Brasil e do mundo. Leia mais

Alunos de Engenharia de Computação da UFSC Araranguá são premiados em Concurso de Sistemas Embarcados

O Concurso de Sistemas Embarcados 2017 – WND IOT Challenge – é organizado pela Sociedade Brasileira de Computação (SBC). No ano de 2017 a competição ocorreu no estado do Paraná, encerrada no último dia 10 de novembro. Uma equipe de alunos do curso de Engenharia de Computação da UFSC Araranguá foi premiada na categoria melhor projeto de graduação. Os vencedores Marcelly Homem Coelho, Vinicius Ferri e Thiago Dal Pont apresentaram o projeto “ Implementação de um Sistema para Monitoramento de Barragens”. Leia mais

Laboratório de Psicultura Marinha amplia produtividade de sardinhas em cativeiro

O Laboratório de Piscicultura Marinha (Lapmar) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) desenvolveu melhorias na produção de sardinhas (Sardinella brasiliensis) em cativeiro, no projeto Isca-Viva, lançado em 2009. Entre os objetivos do projeto está a contribuição para o processo de gestão pesqueira, com técnicas de produção e manejo de isca-viva para a pesca de atum. Leia mais

UFSC na mídia: pesquisadores da UFSC criam forma de obter energia solar em placas de cerâmica

Uma fachada ventilada, por onde o ar circula e faz trocas térmicas, deixando a temperatura interna mais agradável. No teto, um sistema refletivo, que diminui a absorção do calor, e na parede, a maior novidade de todas: um revestimento cerâmico capaz de acumular os raios solares e transformá-los em energia elétrica. Inédita no Brasil, a pesquisa realizada no campus Araranguá, da UFSC, quer criar uma alternativa para a utilização de energia fotovoltaica. Leia mais

 

Laboratório de Piscicultura Marinha amplia produtividade de sardinhas em cativeiro

18/12/2017 08:00

O Laboratório de Piscicultura Marinha (Lapmar) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) desenvolveu melhorias na produção de sardinhas (Sardinella brasiliensis) em cativeiro, no projeto Isca-Viva, lançado em 2009. Entre os objetivos do projeto está a contribuição para o processo de gestão pesqueira, com técnicas de produção e manejo de isca-viva para a pesca de atum.

Uma das principais evoluções  é a reprodução por desova espontânea de sardinhas produzidas em cativeiro. Antes, os pesquisadores somente conseguiam realizar isto com indução de hormônios e reprodutores selvagens. A velocidade da produção de larvas também aumentou: hoje elas são “desmamadas” de 20 a 30 dias após sua eclosão, já podendo ser comercializadas como iscas-vivas na metade do tempo anterior (40-60 dias). A alimentação e exigência nutricional da espécie em cativeiro também foram determinadas, otimizando a produção com baixo custo.
(mais…)

Pesquisa busca modelo de comportamento seguro para participantes do Programa Antártico Brasileiro

08/12/2017 07:46

Uma pesquisa pioneira da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) irá elaborar um modelo de comportamento seguro para expedicionários militares brasileiros que trabalham na Antártica. Desenvolvido no Programa de Pós-Graduação em Psicologia pela mestranda Paola Barros Delben, orientada pelo professor Roberto Moraes Cruz, o projeto visa a redução da probabilidade de acidentes e adoecimentos dos participantes do Programa Antártico Brasileiro (Proantar).
(mais…)

‘UFSC contra o Aedes’ leva conscientização a diversos setores

28/11/2017 18:29

Com o objetivo de desenvolver ações de conscientização à comunidade universitária no combate à dengue, zika vírus e chikungunya, todas transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti, a campanha “UFSC contra o Aedes” iniciou com uma intervenção que mobilizou o campus Florianópolis, no bairro Trindade. A manhã de 23 de novembro foi atípica: com cerca de 1,8 metro de altura, um mosquito foi visto percorrendo três centros de ensino, a Reitoria e até o Restaurante Universitário (RU).

A campanha que animou o campus, no entanto, possuía muito mais do que alguém fantasiado do famigerado mosquito. A iniciativa da Coordenadoria de Gestão Ambiental (CGA) da UFSC visa ao combate às doenças associadas ao Aedes aegypti como transmissor. As ações desse dia marcam tanto o início da campanha quanto a retomada dos trabalhos da Comissão de Combate à Dengue. A data escolhida é estratégica por se tratar do princípio da época de maior risco de contágio, entre novembro e maio.
(mais…)

Parceria entre UFSC e Centro de Saúde transforma lugar ocioso em espaço de cura

10/11/2017 11:20

O acesso à Horta Medicinal do Centro de Saúde Prainha, localizada na região central de Florianópolis/SC, parece um portal para um mundo inverso ao encontrado em um posto de saúde. Ao sair da recepção e passar por um pequeno corredor, o visitante chega a um jardim medicinal. São plantas e alimentos cuidadosamente colocados em uma área de 20X30 m². Este terreno, antes, era ocupado por pedras e restos de obra e, a partir de março de 2016, passou a ser um lugar de cura e cuidados por meio do alimento. Potes plásticos, caixas de leite, galões e até um vaso sanitário são reaproveitados para que as plantas cresçam e se desenvolvam na sua plenitude.

O projeto ‘Vamos plantar saúde’ surge na Prainha através de uma parceria entre os profissionais da unidade, a comunidade local, os residentes multiprofissionais em Saúde da Família recém-formados pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e o Horto Medicinal do Hospital Universitário (HU).
(mais…)

Instituto de Soldagem e Mecatrônica da UFSC recebe Prêmio Stemmer Inovação Catarinense

08/11/2017 09:07

Jair Dutra: obrigação institucional. Foto: Divulgação

O Instituto de Soldagem e Mecatrônica (Labsolda) da UFSC recebeu nesta última segunda-feira, 6 de novembro, o Prêmio Stemmer Inovação Catarinense, entregue ao professor Jair Carlos Dutra. O instituto apresentou três cases de destaque entre os projetos desenvolvidos recentemente e foi premiado na categoria Instituição CTI pelo conjunto da obra. A cerimônia, realizada no Centro de Eventos da Fiesc, teve a presença do ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab.

O prêmio, na sua sétima edição, é uma promoção da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc). Criada em 2008 pela Lei Catarinense de Inovação, a premiação leva o nome do ex-reitor da UFSC, Caspar Erich Stemmer, e visa reconhecer, com troféus, certificados e valores financeiros, ações inovadoras de instituições, empresas e pessoas consideradas “protagonistas da inovação”. O Labsolda, que concorreu com a Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul) e o Instituto Stela, apresentou três cases de destaque.
(mais…)

Ônibus elétrico alimentado por energia solar da UFSC completa o equivalente a uma volta ao mundo

06/11/2017 08:00

Ao longo do dia 6 de novembro, segunda-feira, o ônibus elétrico alimentado por energia solar da UFSC irá completar 40 mil quilômetros rodados após oito meses de operação regular, distância equivalente a uma volta inteira na Terra.

Inaugurado em dezembro de 2016, o Ônibus Elétrico iniciou o serviço regular de transporte entre o Campus Central da UFSC e o Sapiens Parque em março de 2017. O ônibus – que é parte de um projeto denominado deslocamento produtivo com veículos elétricos alimentados por energia solar fotovoltaica – é um ambiente de trabalho, com poltronas confortáveis (somente transporta passageiros sentados), duas mesas de reunião, tomadas 220V e USB, wi-fi e ar-condicionado.

(mais…)

Pesquisadores da UFSC recebem prêmio em Congresso Nacional de Pesquisa e Ensino em Transportes

03/11/2017 15:47

O trabalho intitulado “Controle do fluxo principal em rodovias por meio de veículos cooperativos equipados com controle adaptativo de cruzeiro”, recebeu o “Prêmio Anpet de Produção Científica” na área de Tráfego Urbano e Rodoviário no XXXI Congresso Nacional de Pesquisa e Ensino em Transportes.

A mestranda Jéssica Aquino Chaves, o orientador professor Rodrigo Castelan Carlson, o doutorando Eduardo Rauh Müller e o professor Werner Kraus Junior, são os autores do artigo. Eles fazem parte do Programa de Pós-graduação em Engenharia de Automação e Sistemas (PPGEAS) da UFSC.
(mais…)

Aluna da UFSC Araranguá conquista prêmio de melhor iniciação científica em jornada acadêmica 

01/11/2017 09:32

Gabriela Leopoldino Costa, do campus de Araranguá da UFSC, recebe prêmio na VIII Jornada Catarinense de Geriatria e Gerontologia. Foto: divulgação

No mês de outubro, ocorreu em Criciúma, a VIII Jornada Catarinense de Geriatria e Gerontologia. No evento foram apresentados diversos trabalhos científicos, além de palestras na área. Mais uma vez uma aluna do Campus Araranguá da UFSC foi destaque. Gabriela Leopoldino Costa, que está no sexto período do curso de Fisioterapia na universidade, apresentou o trabalho “Análise do Equilíbrio em Indivíduos com Doença de Parkinson na Atividade de Iniciação da Marcha Estando Parado em Pé.” A estudante conquistou a segunda colocação no quesito melhor iniciação científica apresentada. 
(mais…)