Estudo relaciona modelos de informações nutricionais com alimentação mais saudável

17/01/2017 12:25

Uma pesquisa realizada através do Programa de Pós-Graduação em Nutrição (PPGN) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)  mostrou que os estudantes universitários optam por refeições mais saudáveis nos restaurantes dependendo do tipo de informação mostrada nos cardápios. O estudo foi realizado no Brasil e na Inglaterra a partir da apresentação de diversos tipos de cardápios com diferentes informações nutricionais aos estudantes. A pesquisadora espera que a partir do estudo possam ser adotadas medidas legislativas com relação às informações nutricionais nos cardápios do Brasil e do mundo.
(more…)

Ansiedade, nervosismo e a alegria da comemoração marcam o ritual de ingresso na UFSC

10/01/2017 12:55

Com a divulgação do resultado oficial do Vestibular 2017 da Universidade Federal de Santa Catarina(UFSC), na manhã desta terça-feira, 10 de janeiro, no Centro de Desportos (CDS), muitos vestibulandos se reuniram no local para conferir suas colocações nas listas. E como normalmente acontece todos os anos, o ambiente ficou marcado por euforias, decepções e muita comemoração.

Quinto lugar geral do vestibular, Bruno Leite Goulart, aprovado em Medicina, estava sem palavras: “Não dá para descrever o que sinto agora, simplesmente. Além da aprovação no curso que desejava, o quinto lugar do vestibular, é uma emoção muito grande”, comemorou o mineiro, que já mora em Florianópolis há quatro anos.

Também em Medicina para o segundo período, Vitor Marques Stahelin foi aprovado junto com sua namorada, Amanda Correa Nascimento, que passou para Odontologia. Entre um abraço em sua namorada e muita alegria, o estudante garantiu: “Depois de quatro anos de tentativa, finalmente consegui a aprovação, junto com ela… realmente não consigo descrever tudo que estou sentindo”.

Thamyres de Lima Machado, de 21 anos, fez o vestibular pela primeira vez e conseguiu a aprovação para o curso de Enfermagem. “É uma sensação de alívio misturada com felicidade, a gente fica apreensivo mas quando vê o nome na lista de aprovados fica agradecido por todo esse tempo que passamos esperando”, confessou Thamyres.

Leia mais: Os 10 primeiros classificados do Vestibular da UFSC foram o ponto alto da cerimônia oficial

Confira as fotos:

 

Matheus Pereira/estagiário de Jornalismo da Agecom/UFSC

Cenário econômico serve como pano de fundo para coletânea sobre Serviço Social

10/01/2017 10:30

Serviço Social-v3-3dCortes orçamentários com impacto no caráter público das universidades federais, mudanças que colocam em xeque direitos trabalhistas e medidas de ajustes fiscal que o próprio governo já reconheceu como “amargas”.

É nesse contexto que chega o terceiro volume da coletânea Serviço Social: questão social e direitos humanos, publicado pela Editora da UFSC e resultado das pesquisas feitas por discentes e docentes do Programa de Pós-Graduação em Serviço Social da UFSC (PPGSS).

Segundo as organizadoras, Liliane Moser e Vania Maria Manfroi, o Serviço Social caracteriza-se tanto por atuar nas expressões da questão social quanto por debruçar à análise e à compreensão dos fenômenos sociais, cada vez mais complexos.

Não por acaso, portanto, temas como as políticas sociais setoriais, a precarização, a informalidade e a terceirização, que têm dominado o mundo do trabalho, são analisados na coletânea e expressam a produção do conhecimento crítico do PPGSS.

A primeira parte do livro, por exemplo, apresenta as reflexões feitas pelos professores da linha Direitos, Sociedade Civil e Políticas Sociais na América Latina, a partir de temáticas desenvolvidas nos projetos de pesquisa vinculados ao programa.
(more…)

Especialização EaD em Gênero e Diversidade na Escola forma 148 profissionais

09/01/2017 13:34
Cursistas do GDE durante apresentação de Trabalhos de Conclusão de Curso (TCCs). (Foto: Mayra Cajueiro Warren/Agecom/UFSC)

Cursistas do GDE durante apresentação de Trabalhos de Conclusão de Curso (TCCs). (Foto: Mayra Cajueiro Warren/Agecom/UFSC)

A primeira edição do curso de Especialização a Distância em Gênero e Diversidade na Escola (GDE), promovido pelo Instituto de Estudos de Gênero (IEG) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), financiado pelo Fundo Nacional para o Desenvolvimento da Educação (FNDE), do Ministério da Educação (MEC), teve dois anos de duração e acaba de graduar 148 especialistas. O curso, que já foi realizado em duas edições em nível de aperfeiçoamento, com três meses de duração, teve sua primeira turma de especialização, com aulas via plataforma Moodle e módulos presenciais em cinco cidades do estado, com temáticas voltadas ao debate sobre gênero, sexualidades, diversidades, raça e etnia e deficiência.

Segundo as coordenadoras do GDE, as professoras Olga Regina Zigelli Garcia e Miriam Pillar Grossi, não há perspectiva de oferta de nova edição do curso pelo governo federal, apesar de haver grande procura. “Trata-se de um curso que exige recursos públicos para ser realizado, pois envolve um número significativo de professoras(es) e tutoras(es). Toda semana a coordenação do curso tem recebido mensagens de professoras(es) do ensino público interessadas em cursá-lo”, explicam.

O curso é voltado para profissionais e voluntários que trabalham com a educação. A iniciativa é aplaudida pelas docentes como um espaço de formação por uma sociedade mais igualitária. “A escola é um dos espaços de socialização mais marcantes do viver humano. Com este olhar, o curso visou à formação de professoras(es) da rede pública municipal, estadual e federal de ensino, em gênero, sexualidade, orientação sexual, relações étnico-raciais e deficiências, a fim de capacitá-las(os) para atuarem na educação formal, promovendo a igualdade e equidade, através da articulação e implantação destas temáticas no contexto escolar. O principal ganho é a instrumentalização de multiplicadoras(es) nas temáticas abordadas”, ressalta Olga Zigelli.
(more…)

Fazenda Experimental da Ressacada divulga lista de excedentes para comercialização

02/01/2017 13:03

A Fazenda Experimental da Ressacada, que integra o Centro de Ciências Agrárias (CCA) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), atualizou a lista de excedentes produzidos nas suas unidades de ensino, pesquisa e extensão para comercialização. A portaria normativa nº 68/2016/GR, de 23 de fevereiro de 2016, regulamenta essa atividade no âmbito da Universidade. O documento caracteriza como produção excedente os bens perecíveis e não perecíveis que não foram aproveitados pelas unidades universitárias e pelos órgãos suplementares.
(more…)

Pró-Reitoria publica portaria sobre validade dos Cadastros Socioeconômicos

28/12/2016 11:01

A Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (Prae) publicou a Portaria nº 14/2016, que estipula as normas para o Cadastro Socioeconômico, realizado pela Coordenadoria de Assistência Estudantil (CoAEs/Prae) para acesso aos Programas de Permanência Estudantil da UFSC, além do Anexo I, com as matrículas dos estudantes e as respectivas datas de validade dos cadastros.

Mais informações  serão publicadas no site da Prae.

UFSC conclui licitação que define empresa para implantação de controle eletrônico de frequência

26/12/2016 16:16

A Pró-Reitoria de Administração encerrou, no dia 23 de dezembro de 2016, o processo licitatório que definiu a empresa responsável pela instalação e implantação de equipamentos para o controle eletrônico de frequência dos servidores. A medida visa atender à decisão judicial que determinou o prazo de 31 de dezembro de 2016 para que a UFSC concluísse a implantação.

No ano passado o Ministério Público Federal ingressou com a Ação Civil Pública nº 5005561-74.2015.4.04.7200 contra a UFSC.  Em 07 de abril passado o juiz da 2ª Vara Federal de Florianópolis, Alcides Vettorazzi, proferiu a sentença, determinando seu cumprimento até o próximo dia 31. Tanto a Universidade quanto o MPF recorreram, mas o processo ainda aguarda o julgamento das apelações. Ao final do processo de licitação, o valor da proposta vencedora, R$ 685.000,00 (seiscentos e oitenta e cinco mil reais), foi inferior à cotação inicial, que era de R$ 1.300.382,00 (um milhão, trezentos mil e trezentos e oitenta reais).

Foram quatro empresas participantes da licitação. A vencedora do certame, Henry Equipamentos Eletrônicos e Sistemas Ltda, de Pinhais, PR, vai atender dez itens, para o campus de Florianópolis (Trindade e CCA) e para os Centros de Araranguá, Blumenau, Curitibanos e Joinville. O primeiro grupo de itens, referente aos controladores eletrônicos microprocessados, prevê a entrega de 210 (duzentos e dez) equipamentos para Florianópolis, seis para Blumenau, seis para Araranguá, oito para Curitibanos e oito para Joinville.

O segundo grupo prevê a instalação de Dispositivos com circuito integrado para cadastramento de digitais. Serão instalados seis em Florianópolis, dois em Araranguá e dois em Blumenau, quatro em Curitibanos e outros quatro em Joinville. Além dos equipamentos estão previstos no processo “softwares e hardware em compatibilidade com as especificações, conexões com câmera do tipo IP, serviços de instalação, manutenção preventiva/corretiva/reativa e suporte técnico, além de treinamento de usuários e garantia de 36 meses”.

Inauguração de auditório e lançamento de prêmio que levam o nome do ex-reitor Caspar Erich Stemmer

23/12/2016 11:01

Inaugurado no dia 21 de dezembro, o Auditório Caspar Stemmer na sede da Dígitro Tecnologia, em Florianópolis. A UFSC foi representada pela reitora em exercício, Alacoque Lorenzini Erdmann, pelos pró-reitores de Graduação, Pesquisa e Extensão e pelo Secretário de Inovação.

Inauguracao_auditorio_Premio_Stemmer_211216_87

Foto: divulgação

Na ocasião, houve o lançamento do Prêmio Professor Caspar Erich Stemmer de Inovação Catarinense de 2017, com a presença do ministro da Ciência e Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab. O prêmio foi criado em 2008 e carrega o nome do professor e ex-reitor da UFSC por sua contribuição para o desenvolvimento da ciência e da inovação no estado. Essa edição contempla 60 pessoas, instituições e/ou empresas com valores que totalizam R$ 1,6 milhão.

Fonte: Ascom/Divulgação

Obra publicada pela EdUFSC traz reflexões sobre como a sociedade vê a cultura surda

23/12/2016 08:00

Capa livro-As Imagens do Outro sobre a Cultura Surda-4.edDiferentes identidades, histórias, subjetividades, línguas, valorização das formas de viver. Em As imagens do outro sobre a cultura surda, a autora, Karin Lilian Strobel, convida o leitor para uma série de questionamentos e reflexões acerca da forma como a sociedade vê os indivíduos surdos. Nascida no Paraná, Karin tem uma longa história de envolvimento com os movimentos que lutam pelo reconhecimento da língua de sinais e com outras mobilizações que permitiram avanços na compreensão dos chamados “estudos surdos”.

Um deles diz respeito à cultura e à existência de um “povo surdo” ou de uma “comunidade surda”. A certa altura, ela afirma: “A cultura surda exprime valores, crenças que, muitas vezes, se originaram e foram transmitidas pelos sujeitos surdos de gerações passadas ou de seus líderes bem sucedidos, através das associações de surdos”.

Em seu Estado, Karin Strobel foi professora em diferentes níveis educacionais e atuou na formação de alunos surdos e de profissionais da área. A experiência da autora inclui ainda um período dentro da equipe pedagógica do Departamento de Educação Especial da Secretaria de Educação do Paraná. Trabalhou como voluntária para a Associação dos Surdos de Curitiba (ASC) e atualmente é diretora-presidente da Federação Nacional de Educação e Interpretação dos Surdos (Feneis).
(more…)

Inscrições para 2º Concurso Salim Miguel da Editora da UFSC começam nesta terça, dia 27

21/12/2016 11:34

A Editora da UFSC abre nesta terça, 27, o período de  inscrições para o II Concurso Salim Miguel, que vai premiar uma obra de ficção inédita na categoria romance, redigida em língua portuguesa. Somente escritores catarinenses ou residentes no estado há pelo menos 05 anos podem concorrer. 

As inscrições vão até o dia 20 de março de 2017 e devem ser feitas na Secretaria da Direção Executiva da EdUFSC, no Campus Universitário da Trindade, no horário comercial entre 7h30 e 13h30 até o dia 3 de março (horário de verão na universidade) e das 8h às 12h e das 14h às 18h até dia 20 de março. Serão aceitas inscrições por correio, considerando a data de postagem, com material remetido para: Editora da UFSC, II Concurso Salim Miguel [Romance], Caixa Postal 476, Florianópolis, SC, 88010-970.

Os documentos necessários para inscrição são: Cinco cópias impressas e uma cópia digital (formato PDF/A) em mídia digital física (CD ou pen drive) da obra, com um mínimo de 100 páginas e um máximo de 250 páginas, contendo na folha de rosto apenas o título da obra e o pseudônimo do/a autor/a. A impressão deve ser apenas em uma face do papel, em folha A4, com a seguinte formatação: fonte Times New Roman, tamanho 12, espaçamento 1,5, margens de 3 centímetros à esquerda e acima e 2 centímetros à direita e abaixo. Todas as páginas devem ser numeradas consecutivamente, excluindo a folha de rosto, com numerais arábicos localizados na parte inferior e centralizados. Cada cópia impressa deve ser encadernada com espiral.

Envelope lacrado, identificado apenas com o pseudônimo do/a autor/a e o título da obra, contendo os seguintes documentos: ficha de inscrição devidamente preenchida (disponível na página da Editora da UFSC: www.editora.ufsc.br), cópia frente e verso do documento de identidade (em que conste localidade de nascimento) e, para as pessoas não nascidas no Brasil, comprovação de residência fixa de pelo menos cinco anos (contas de água, luz, telefone ou contrato de locação dos últimos cinco anos). O envelope lacrado da obra vencedora será aberto após a proclamação do resultado feita pela Coordenação da Comissão Julgadora em reunião do Conselho Editorial da EdUFSC.

Mais informações em www.editora.ufsc.br.

 

Revista da UFSC publica dossiê com artigos de experiências em Timor-Leste

21/12/2016 09:22

Revista Perspectiva, do Centro de Ciências da Educação da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), publicou um dossiê intitulado “Cooperações Educacionais entre países Sul-Sul: análises e perspectivas sobre o Timor-Leste e Moçambique”, o qual traz reflexões sobre cooperações internacionais educacionais entre Brasil, Moçambique, Portugal e Timor-Leste.

As cooperações Sul-Sul são processos de articulação política e de intercâmbio econômico, científico, tecnológico, cultural e em outras áreas entre países em desenvolvimento. Na última década, o Brasil foi protagonista de muitas experiências de internacionalização solidária em suas instituições, traçando parcerias com vários países da África, Ásia e América Latina.
(more…)

UFSC 56 anos: neste 18 de dezembro, ‘nossas palavras são de gratidão’

16/12/2016 16:31

Há 56 anos a Universidade Federal de Santa Catarina iniciava a realização de um sonho, construído a partir da concepção de grandes personalidades da educação catarinense. Anos de muito esforço, dedicação e empenho, que resultaram na instituição pujante e forte que temos hoje. Graças aos esforços daquelas pessoas e à contribuição de milhares de outras, que ao longo deste tempo fizeram da UFSC a sua vida, chegamos a mais um aniversário da criação. Neste 18 de dezembro de 2016 nossas palavras são de gratidão a quem construiu a universidade e de esperança a quem, todos os dias, continua a missão de produzir, sistematizar e disseminar conhecimento, fortalecendo laços, arquitetando diálogos e respondendo à sociedade com qualidade, competência, respeito e harmonia.

Luiz Carlos Cancellier de Olivo, reitor e Alacoque Lorenzini Erdmann, vice-reitora

 

Destaque_red

Bustos em homenagem a José Arthur Boiteaux (centro), Henrique da Silva Fontes (direita) e João David Ferreira Lima. No aniversário da UFSC, nossa gratidão aos três catarinenses fundadores da Universidade

UFSC completa 56 anos e se posiciona em defesa da diversidade

16/12/2016 13:00

Em vários momentos de sua vida, sentiu o preconceito na pele. Nunca se deixou abater pelo inimigo que estava presente no convívio familiar, no meio acadêmico e no profissional. Quando relembra dos fatos ainda se emociona, de alguns até consegue achar graça, não costuma guardar mágoa e no geral, perdoa. É muito sensível às histórias alheias. Todos que a conhecem sabem que chora com facilidade e para ela a explicação é muito simples: “se a gente não se importar, com certeza há algo errado”.

Negra, filha de mãe baiana e pai catarinense, irmã mais velha de quatro irmãos, estudante do ensino público, mãe de gêmeos, participa de escola de samba desde a infância, pertence à religião de matriz africana, enfermeira pediátrica, docente, pesquisadora do CNPq, e atualmente responde pelas politicas de ações afirmativas e diversidades da UFSC.

Fez a graduação e o pós-doutorado na UFSC, mestrado em Farmacologia e doutorado em Saúde da Criança e do Adolescente pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Deu aulas na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Unicamp, Universidade Metodista de Piracicaba, Universidade São Francisco – Braganca Paulista, Faculdades Integradas Einsten Limeira (Fiel) e Universidade Paulista (Unip).

Foi eleita pela gestão da UFSC para retomar o compromisso social da instituição – o de defesa da diversidade humana – seja de orientação sexual, identidade de gênero, étnico-raciais, pessoas com deficiência e outros. Um novo desafio para ela, Francis Solange Vieira Tourinho, e em maio deste ano tornou-se oficial: estava no comando da primeira Secretaria de Ações Afirmativas e Diversidades (Saad) da UFSC.

Francis Tourinho - Foto Henrique Almeida-4

Francis, secretária de Ações Afirmativas e Diversidades da UFSC. Foto: Henrique Almeida/Agecom/UFSC

O reitor Luiz Carlos Cancellier de Olivo afirma que a criação de órgão para tratar desses temas tem origem na constatação de que a UFSC mudou, quanto ao perfil de seus estudantes. “A partir do momento em que passamos a receber jovens de diferentes origens, locais, etnias – algo que sempre ocorreu, mas acentuou-se com as cotas, os 50% destinados à escola pública e o ingresso pelo Sisu (Sistema de Seleção Unificada) – foi necessária uma ação institucional mais objetiva sobre esses grupos”. Reforça que as estruturas até então existentes, particularmente a Prae (Pró-Reitoria de Assuntos Educacionais) e a Prograd (Pró-Reitoria de Graduação), davam conta de executar políticas de apoio, mas era fundamental um espaço mais específico, com pessoas ligadas diretamente aos movimentos e com conhecimento de causa. “A equipe da Saad é múltipla, diversa, plural, como são as ações da própria Secretaria. E isso legitima a criação da nova estrutura. Nada mais verdadeiro do que afirmar que aqui na UFSC tem diversidade”, conclui Cancellier.
(more…)

Empossados os novos diretores e vices dos Centros de Ensino da UFSC

15/12/2016 10:44

posse3Realizada na última sexta-feira, 16, no auditório da Reitoria, em sessão especial do Conselho Universitário, a posse dos novos diretores e vice-diretores dos Centros de Ensino – Gestão 2016-2020, eleitos recentemente.

Para o reitor Luiz Carlos Cancellier de Olivo, esse compromisso que se renova a cada quatro anos com o processo eleitoral é reflexo de uma gestão descentralizada com os Centros de Ensino. “A universidade consegue dar um grande salto do ponto de vista político, administrativo e pedagógico no momento em que todas as decisões e  responsabilidades são compartilhadas.” Segundo Cancellier, o fato de essa legitimidade vir dos processos eleitorais aumenta a responsabilidade dos novos dirigentes, que assumem um compromisso com alunos, técnicos-administrativos e professores.

Milton Luiz Horn Vieira, presidente do Conselho de Curadores, torce para que os novos diretores continuem a fazer da Universidade um espaço mais justo, mais saudável em que realmente se possa continuar formando pensadores com qualidade para o país. “Se quisermos um país diferente, temos que investir nesse ponto. Isso é fundamental para que nossa nação não fique parada no tempo e no espaço.”

Já a vice-reitora Alacoque Erdmann entende que é vital projetar a instituição para as próximas décadas, dando atenção a todas as áreas de conhecimento com contribuições sociais relevantes.  Entendemos como vital projetar a nossa instituição para as próximas décadas.

“Cada unidade ou centro possui características muito peculiares, estruturas distintas. E essa diversidade exige maior compreensão, reconhecimento e respeito”, observou. “Precisamos vencer as barreiras e os gargalos burocráticos em prol da excelência acadêmica.”

Em nome dos ex-diretores e dos atuais falaram Isabela de Carlos Back, ex-diretora do Centro de Ciências da Saúde, e Eugênio Simão, diretor do Centro de Araranguá.

Confira os empossados:

Centro de Ensino Diretor (a) Vice-diretor (a)
Centro de Ciências Agrárias Walter Quadros Seiffert Cesar Damian
Centro de Ciências Biológicas Alexandre Verzani Nogueira Cristine Maria Bressan
Centro de Comunicação e Expressão Arnoldo Debatin Neto Silvana de Gaspari
Centro de Desportos Antônio Renato Pereira Moro Michel Angillo Saad
Centro de Ciências da Educação Nestor Manoel Habkost (pró tempore) Juares da Silva Thiesen (pró tempore)
Centro de Filosofia e Ciências Humanas Miriam Furtado Hartung Rogério Luiz de Souza
Centro de Ciências Físicas e Matemáticas Licio Hernanes Bezerra Nilton da Silva Branco
Centro de Ciências Jurídicas Ubaldo Cesar Balthazar José Issac Pilati
Centro de Ciências da Saúde Celso Spada Fabrício de Souza Neves
Centro Socioeconômico Irineu Manoel de Souza Maria Denize Henrique Casagrande
Centro Tecnológico Edson Roberto De Pieri Sergio Peters
Centro de Araranguá Eugênio Simão Anderson Luiz Fernandes Peres
Centro de Blumenau João Luiz Martins Ana Julia Dal Forno
Centro de Curitibanos Juliano Gil Nunes Wendt Kelen Cristina Basso
Centro de Joinville Cátia Regina Silva de Carvalho Pinto Lucas Weihmann

Estudantes apresentam levantamento ‘Rota Segura’ sobre acessibilidade e segurança no campus

15/12/2016 10:21

Um grupo de estudantes da UFSC apresentou os resultados do levantamento “Rota Segura”, que trata, especialmente, de questões de acessibilidade e segurança no campus Florianópolis, no último dia 7, na Sala dos Conselhos. Estavam presentes o reitor, Luiz Carlos Cancellier de Olivo, o secretário de Obras, Manutenção e Ambiente, Paulo Pinto da Luz, e a representante da Coordenadoria de Acessibilidade, Vivian Dias.

rota segura1

Foto: divulgação

A partir do levantamento, a Administração Central irá promover, a partir de 2017, um conjunto de projetos e obras no sentido de resolver, inicialmente, os pontos mais graves em que o acesso é prejudicado, inclusive às pessoas com restrição de mobilidade. O trabalho será feito a partir de recursos oriundos de emendas parlamentares, destinadas pelos deputados Décio Lima, Carmen Zanotto e Ronaldo Benedet, no valor aproximado de 1 milhão de reais, cujo recurso já está confirmado para a UFSC em 2017.

Mais informações com a estudante de direito da UFSC, Thais Becker, no e-mail .

Conselho Universitário se reúne em sessão ordinária nesta sexta-feira

14/12/2016 08:42

O Conselho Universitário (CUn) da UFSC se reúne em sessão ordinária nesta sexta-feira, 16 de dezembro, às 14h, na sala Professor Ayrton Roberto de Oliveira (Sala dos Conselhos), com transmissão ao vivo.

Ordens do dia:

1. Processo nº 23080.078771/2016-31

Requerente: Secretaria de Ações Afirmativas e Diversidades (SAAD)

Assunto: Apreciação da proposta de alteração da Resolução Normativa nº 65/2015/CUn, a qual trata da criação do Comitê Institucional de Ações Afirmativas da UFSC.

Relator: Luciano Lazzaris Fernandez

2. Processo nº 23080.078538/2016-58

Requerente: Wilson Knoner Campos e outros.

Assunto: Apreciação de Recursos Administrativos relativos ao Concurso público para Professor do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico para o campo de conhecimento: “Educação Infantil” do Núcleo de Desenvolvimento Infantil (NDI), objeto do Edital nº 062/DDP/2016.

Relator: Rogério Silva Portanova

3. Informes gerais

 

Medalha de lata: documentário mostra reais interesses por trás da construção da Vila Olímpica

13/12/2016 09:39

lucasfotoO prefeito Eduardo Paes, do PMDB, teve recentemente os bens bloqueados pela Justiça do Rio em ação ajuizada pelo Ministério Público do Estado. Ele é acusado de improbidade administrativa na construção do Campo de Golfe Olímpico da Barra da Tijuca, na zona Oeste. Segundo o MP, o peemedebista dispensou uma empresa de empreendimentos imobiliários do pagamento de taxa ambiental no valor de R$ 1,86 milhão em 2013. A empresa, que fez o campo, também teve os bens bloqueados na mesma decisão.

Não por acaso, a Barra da Tijuca abriga a Vila Autódromo, local onde foi construído o Parque Olímpico, principal instalação dos Jogos Rio 2016. Seu cenário, até o final de 2015, mais parecia um canteiro de obras, embora nada estivesse sendo construído. A região abrigava 583 famílias até 2014 e às vésperas do megaevento apenas 20 continuavam no local, resultado da remoção à força empreendida pela prefeitura sob a justificativa de reurbanização e adequação da área aos projetos olímpicos.

Ali, contra a vontade dos moradores, o governo municipal expulsou 2450 pessoas que não puderam decidir sobre seus destinos.  Foi o maior número absoluto de remoções da cidade do Rio de Janeiro. As estatísticas da administração de Eduardo Paes ultrapassam, inclusive, governos anteriores considerados principais adeptos desta política.
(more…)

Cadernos de prova e gabaritos já estão disponíveis no site do Vestibular UFSC 2017

12/12/2016 20:15

TXULUNH_Vestibular_2017A Comissão Permanente do Vestibular (Coperve) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) divulgou no site do Vestibular 2017 os cadernos de prova e os gabaritos preliminares das questões objetivas e discursivas nesta segunda-feira, 12 de dezembro. A Coperve também disponibilizou o cálculo online da pontuação.

Os candidatos poderão interpor recurso à Coperve quanto ao conteúdo das questões das provas e quanto ao gabarito preliminar das questões objetivas e discursivas, até as 18h desta terça-feira13 de dezembro. As orientações para a confecção dos recursos estão disponíveis no Edital.

Mais informações no site vestibular2017.ufsc.br.

 

 

 

O jovem na vida pública e a amizade na sociedade de consumo foram temas da redação no último dia de Vestibular

12/12/2016 20:00

O terceiro e último dia do Vestibular UFSC 2017 ocorreu nesta segunda-feira, 12 de dezembro, que amanheceu chuvoso e ao meio-dia retornou o sol. A tarde foi dedicada à redação e a quatro perguntas discursivas.

Vestibular 2017 - Foto Henrique Almeida-26

Foto: Henrique Almeida/Agecom/UFSC

A redação é considerada uma das etapas mais complicadas do Vestibular, pois é o momento em que o candidato precisa de concentração e criatividade para elaborar um bom texto. Além disso, as discursivas também exigem conhecimento, pois não há como simplesmente “chutar” uma alternativa, é preciso apresentar uma resposta completa que justifique o resultado correto.

Sandi Albino, 20 anos, vestibulanda de Medicina, diz que o tempo estava ótimo para a realização da prova já que não estava tão quente para perder a concentração e nem chovendo muito, para dar vontade de dormir.

Lucas Sabino Alves da Costa e Franciely Felício, de Florianópolis, esperavam o horário da prova sentados próximo ao lago da UFSC. Lucas presta o Vestibular para Administração e Franciely, para Enfermagem. Ambos acham o último dia o mais difícil e que exige mais concentração.

Antes da prova, alguns professores de cursos e colégios acompanharam os alunos pelo campus e davam algumas dicas. Até apostaram em temas para a redação como tecnologia, poluição e urbanização. Nas discursivas, cogitaram questão sobre estudo de raios, já que Santa Catarina é um estado muito propenso ao fenômeno e onde há grandes índices de morte por raios.
(more…)

Transferências e retornos: matrícula online para os classificados segue até dia 19

12/12/2016 10:50
O Departamento de Administração Escolar (DAE) da UFSC divulgou o Edita nº 37 com o resultado das transferências e retornos para o primeiro semestre de 2017.
A matrícula é obrigatória para a consumação do processo de transferência ou retorno, e deverá ser requerida online pela internet, mediante senha individual criada no site www.dae.ufsc.br acesso “Aluno” desde que o estudante tenha um e-mail registrado.
Deverá ser feita no período de 12 a 19 de dezembro de 2016 ou nos períodos de ajustes de matrícula subsequentes conforme publicado no calendário de 2017, se for o caso ou se houver necessidade de orientação sobre as disciplinas a serem cursadas, impreterivelmente, sob pena da perda da vaga e substituição pelo candidato de classificação imediata e subsequente da lista de classificação.
Mais informações no Edital.

Coral da UFSC homenageia os 100 anos do Samba em apresentação gratuita                 

12/12/2016 10:47

Há pouco mais de cem anos, o carioca Ernesto dos Santos, mais conhecido como Donga, registrava a canção Pelo Telefone no Departamento de Direitos Autorais da Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro. Ao fazer isso, oficializou o nascimento do samba, a partir de uma criação coletiva, composta na casa da baiana Tia Ciata, na Cidade Nova, Centro do Rio. Em comemoração a esta data tão importante para a cultura brasileira, celebrando o ritmo que é reconhecido como patrimônio imaterial do Humanidade, o Coral da UFSC fará uma apresentação especial, no dia 15 de dezembro, às 19h30, no Teatro da UFSC.

Coral da UFSC, foto Diana Souza, WEB 1100

Coral da UFSC. Foto: Diana Souza

Além da emblemática canção Pelo Telefone, obras de compositores como Noel Rosa, Caetano Veloso, Assis Valente, Ivone Lara e Chico Buarque compõem o repertório em homenagem ao centenário do Samba. O evento tem a direção e regência de Miriam Moritz, responsável também pela criação ao lado de Fátima Mileo. Os coralistas da UFSC serão acompanhados pelos músicos Paulo Sol, no baixo; Dário Cunha e Marcelo Carvalho, na percussão; Miriam Moritz, no violão; e Lucas Madeira, no cavaquinho e flauta transversal. A apresentação será gratuita, aberta à comunidade e os ingressos deverão ser retirados uma hora antes do início do evento, na bilheteria do Teatro da UFSC. 
(more…)

Colégio de Aplicação colhe frutos do Projeto Lixo Zero

09/12/2016 09:10
Caixas coletoras de papel para reciclagem na sala dos professores do Colégio de Aplicação. (Foto: Ítalo Padilha/Agecom/UFSC)

Caixas coletoras de papel para reciclagem na sala dos professores do Colégio de Aplicação. (Foto: Ítalo Padilha/Agecom/UFSC)

Iniciado em 2014 com a criação e o apoio do Núcleo de Educação Ambiental do Centro Tecnológico da Universidade Federal de Santa Catarina (NEAmb/UFSC), o projeto de extensão Lixo Zero, do Colégio de Aplicação (CA) evoluiu e agora passa a ser utilizado como exemplo para escolas do município de Florianópolis. Sem utilizar copos descartáveis há mais de dois anos, o Colégio passou por uma transformação, graças ao engajamento e colaboração de professores, técnicos, estudantes e voluntários.

Além de não mais utilizar copos descartáveis, a escola conseguiu reduzir pela metade a quantidade de resíduos com iniciativas como a separação de recicláveis e a compostagem do resíduo orgânico, que após ser transformado em composto, serve para adubar a horta orgânica da escola. Outros benefícios tangíveis foram a melhoria na limpeza da escola e uma redução no desperdício de alimentos na hora do lanche. A mobilização é contínua, graças à formação de um coletivo formado por voluntários da comunidade escolar envolvidos com o Lixo Zero.

A diretora da escola, Josalba Ramalho Vieira, explica que a educação pela sustentabilidade é uma das diretrizes da escola no Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) da UFSC. “O Projeto Coletivo Lixo Zero e da Horta contribuem para a beleza, leveza, limpeza, cuidado e educação com o planeta. É nosso desejo e obrigação de fomentar e incentivar novos projetos, difundir que todos os espaços da escola são educadores”, ressalta. “Havia queixas do pessoal da merenda, guerras de alimento, tudo isso foi levado em conta. Colocamos a compostagem em um local visível justamente para que as gerações aprendam que precisamos cuidar do que a gente come, do que descartamos e da produção de novos alimentos,” pondera a diretora.
(more…)

Antonio Carlos Wolkmer: por um Direito plural, crítico e transformador

06/12/2016 14:08
Foto: Jair Quint/Agecom/UFSC

Antonio Carlos Wolkmer. Foto: Jair Quint/Agecom/UFSC

“O professor Antonio Carlos Wolkmer é um dos nomes mais representativos da teoria jurídica crítica latino-americana.” Essa é a primeira frase do capítulo sobre o pesquisador na obra El pensamiento filosófico latinoamericano, del Caribe y “latino” (1300-2000), publicada no México, em 2011. Wolkmer é docente do Departamento de Direito da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) desde 1991. Aposentou-se em 2015, mas segue como professor colaborador e membro permanente do Programa de Pós-Graduação em Direito (PPGD). Ao longo de sua trajetória na UFSC, publicou 18 livros no Brasil, três no exterior e mais de cem artigos científicos. Orientou 72 dissertações de mestrado; 19 teses de doutorado; 11 trabalhos de conclusão de curso e 20 projetos de iniciação científica – além de 69 coorientações e seis supervisões de pós-doutorado.

Em 2010, no aniversário de 50 anos da universidade, Wolkmer recebeu do Centro de Ciências Jurídicas (CCJ) o prêmio Destaque Pesquisador. Como sempre se dedicou integralmente à carreira acadêmica – nunca atuou, nem teve pretensão de atuar, como advogado, juiz ou promotor –, ele se lembra desse momento com carinho: “Essa homenagem foi minha maior recompensa”. Wolkmer é hoje bolsista de produtividade nível 1A do CNPq — apenas dois outros pesquisadores no Brasil conquistaram esse nível na área de Direito.

A trajetória

Apesar de sua intensa produção e reconhecimento, ser pesquisador e professor universitário não estava em seus planos. Natural de São Leopoldo (RS), Wolkmer teve uma formação “tradicional, religiosa, humanista” – como ele a define. Estudou, quase sempre, em colégios católicos. Em 1973, ingressou no curso de Direito – à época se chamava Ciências Sociais e Jurídicas –, na Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos), mantida pela Associação Antônio Vieira (ASAV), de padres jesuítas.
(more…)

Laboratório e Projeto Amanhecer da UFSC atuam com o controle da dor

06/12/2016 14:06

Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) revelam um cenário doloroso e que tende a se ampliar com o aumento da expectativa de vida: uma em cada cinco pessoas sofre de algum tipo de dor crônica. “Mais de 80% das doenças que acometem o ser humano têm como sinal ou sintoma a dor. Do ponto de vista da Neurobiologia, ela tem caráter de proteção, no caso da dor aguda. Se a dor for ativada por muito tempo, deixa de ter esse caráter e é tratada como doença”, esclarece o coordenador do Laboratório de Neurobiologia da Dor e Inflamação (Landi) da UFSC e doutor em Farmacologia, Adair Roberto Soares dos Santos.

A International Association for the Study of Pain (IASP), localizada em Washington, nos Estados Unidos, conceitua a dor como “uma experiência sensorial e emocional desagradável associada a uma lesão tecidual real ou potencial ou descrita em termos de tal lesão”. As principais dores das quais a população padece são as lombares e cervicais, informa o professor. “A dor nada mais é do que a resposta da ativação do receptor sensorial que é responsável por identificar estímulos lesivos, que podem ser térmicos – calor ou frio -, mecânicos – beliscão ou prego no pé, por exemplo – ou químicos, que é processada e enviada ao cérebro, que interpreta como lesiva. Ela tem os caracteres emocional e sensorial, ambos fisiológicos”, esclarece Santos.

O Ministério da Saúde aprovou, em 2006, a Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PNPIC) no Sistema Único de Saúde (SUS). “O governo começou a incentivar tratamentos com plantas medicinais, não farmacológicos, como atividade física, acupuntura e terapia cognitivo-comportamental, usada, em alguns casos, para tratamento de pacientes com dores crônicas. Houve a inserção dessas técnicas no Programa Saúde da Família, visando o bem-estar e a recuperação da saúde do indivíduo de uma forma geral. Todas são técnicas sinalizadas pela OMS, que incentiva os diferentes países a darem subsídios para essas pesquisas”, afirma o coordenador do Landi. As técnicas complementares atuam conjuntamente com medicamentos.
(more…)