Inscrições para o concurso Salim Miguel da Edufsc vão até o dia 20 de março

24/02/2017 14:19

Termina no dia 20 de março o período de inscrições para o para o II Concurso Salim Miguel, que vai premiar uma obra de ficção inédita na categoria romance, redigida em língua portuguesa. Somente escritores catarinenses ou residentes no estado há pelo menos 05 anos podem concorrer.

As obras inscritas serão avaliadas por uma Comissão Julgadora composta por três membros do Conselho Editorial da Editora da UFSC e por consultores ad hoc indicados e aprovados pelo mesmo Conselho. O resultado será divulgado na internet em novembro de 2017. Como prêmio, o romance será publicado pela Editora da UFSC ao longo do ano de 2018.

Salim Miguel, que faleceu em abril de 2016, era jornalista e escritor. Produziu romances, contos e crônicas e recebeu, entre outros, o prêmio Machado de Assis pelo conjunto de sua obra. Foi ainda o segundo diretor da Editora da UFSC, de 1983 a 1991, responsável por consolidá-la no mercado editorial nacional.

“Publicamos, principalmente, livros de divulgação científica e cultural e, de forma mais tímida, a literatura. Nesse contexto, a ideia de promover concursos literários surgiu em razão de um desejo de incentivar a produção artística em Santa Catarina”, observa a atual diretora-executiva Gleisy Fachin.
(more…)

‘O país está matando a galinha dos ovos de ouro’, diz presidente da Academia Brasileira de Ciências

24/02/2017 11:06

Defesa do investimento na ciência e na educação básica no Brasil são essenciais para o desenvolvimento do país, afirma o presidente da Academia Brasileira de Ciências (ABC), Luiz Davidovich. Ele participou do V Encontro de Física e Astronomia da UFSC com a palestra “Einstein, Schrödinger e as novas tecnologias quânticas” e foi entrevistado pela Agência de Comunicação da UFSC sobre as perspectivas de inovação e pesquisa no Brasil.

Como a ABC vê a situação do financiamento à ciência no país, em um cenário com a aprovação da PEC 55 e redução de verbas para entidades como a Faperj e Fapesp?

Luiz Davidovich: Vemos isso com muita preocupação. Mais que isso, achamos que a situação das fundações de amparo à pesquisa (FAP) em vários estados sofre ameaças contínuas. Houve uma tentativa de tirar parte dos recursos em São Paulo. Esses recursos estão voltando, mas ainda há uma discussão de como serão utilizados. A FAP da Bahia está em situação semelhante à do Rio de Janeiro. Então o cenário é muito ruim para a ciência e tecnologia, o que significa que o futuro do país está seriamente ameaçado. No mundo de hoje, baseado cada vez mais no poder do conhecimento, o Brasil está jogando na retranca, andando para trás. O orçamento deste ano do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) ainda não alcançou o nível de 2013, corrigido pela inflação. Temos ainda um contingenciamento de recursos, o nome é reserva de contingências. Significa o seguinte: dão o dinheiro, mas o dinheiro não vem. O contingenciamento em cima da ciência e tecnologia é muito alto, da ordem de 30% ou mais. O que podemos depreender disto? Que as elites deste país, quem está governando este país, não entende o papel da ciência e tecnologia no desenvolvimento nacional. Isto é entendido em outros países. Nos EUA, cerca de 2,8 % do PIB (Produto Interno Bruto) é aplicado atualmente em pesquisa e desenvolvimento, com grande participação das empresas. A China está com 2%, com perspectivas de chegar em 2020 com 2,5%. A União Europeia chegou a um acordo que leva, em 2020, o investimento em pesquisa e desenvolvimento a 3% do PIB. Coreia do Sul e Israel estão com mais de 4%, Suécia já está com 3%. Enquanto isto, o Brasil está próximo de 1%.

Luiz Davidovich é presidente da Academia Brasileira de Ciências. Foto: Henrique Almeida/Diretor de Fotografia/Agecom/UFSC

Luiz Davidovich é presidente da Academia Brasileira de Ciências. Foto: Henrique Almeida/Diretor de Fotografia/Agecom/UFSC

(more…)

UFSC divulga novas chamadas de calouros do Sisu e Vestibular 2017

23/02/2017 08:43

O Departamento de Administração Escolar divulgou os editais 4 e 5, referentes à 4ª chamada do Vestibular 2017 e vagas suplementares para negros, indígenas e quilombolas e à 2ª chamada do Sisu 2017. Nos dois casos, a matrícula on-line será de 23 a 28 de fevereiro, e a presencial, nos dias 14 e 15 de março.

Os calouros devem comparecer, para a matrícula presencial, à coordenadoria de curso localizada no campus que irão frequentar, no horário das 8h às 12h e das 14h às 18h, munidos da documentação exigida e publicada nas portarias 01, 03 e 04/Prograd/2017 (Vestibular) e 02/Prograd/2017 (Sisu).

A confirmação da etapa on-line da matrícula deve ser realizada pelo site.

A comprovação de renda dos candidatos cotistas deve ser realizada durante o período de matrícula presencial.

Confira a lista do Vestibular UFSC 2017.

Confira a lista do Sisu UFSC 2017.

 

Encontro de Sustentabilidade reúne profissionais e estudantes de Engenharia, Design e Arquitetura

21/02/2017 12:57

ENSUS-2017O V Encontro de Sustentabilidade em Projeto (ENSUS), que ocorre de 3 a 5 de maio na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), reunirá pesquisadores, professores, profissionais e estudantes de graduação e pós-graduação de Engenharia, Design e Arquitetura, que tenham a sustentabilidade como foco principal de suas atividades. A programação inclui três dias de palestras técnicas, mesas redondas e apresentações de artigos científicos. Informações sobre as inscrições estão disponíveis aqui. O evento ocorre no Centro de Cultura e Eventos da universidade.

Mais informações na página do evento, no Facebook e pelo e-mail: .

UFSC divulga segunda chamada de calouros remanejados para o primeiro semestre

21/02/2017 12:19

A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) divulgou a segunda chamada para os candidatos matriculados no segundo semestre e remanejados por opção ao primeiro semestre de 2017. Os estudantes convocados devem comparecer na coordenadoria do curso localizada no campus em que irão frequentar para a retirar o documento comprobatório de matrícula e iniciar as aulas no primeiro semestre letivo de 2017.

edital está disponível aqui.

Mais informações Departamento de Administração Escolar (DAE) pelo e-mail: e pelos telefones: (48) 3721-7402 / (48)3721-7405.

Pesquisadoras da UFSC estudam bactérias na Antártica

20/02/2017 21:41
Carolina e Giulia. (Foto: Renato Gamba Romano)

Carolina e Giulia. (Foto: Renato Gamba Romano)

Duas estudantes de Agronomia da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Carolina Alves Fernandes e Giulia Fabrin Scussel, estiveram na Antártica por 24 dias, entre janeiro e fevereiro, participando de uma pesquisa sobre as bactérias presentes naquele ambiente e sua ligação com as mudanças climáticas que acontecem no planeta. As alunas trouxeram as amostras coletadas para a Universidade, para serem analisadas. A pesquisa é realizada por meio do Laboratório de Ecologia Molecular e Extremófilos (LEMEx), do Departamento de Microbiologia, Imunologia e Parasitologia do Centro de Ciências Biológicas (CCB), sob a coordenação do professor Rubens Duarte.

O projeto é o Microsfera – A Vida microbiana na Criosfera Antártica: mudanças climáticas, e bioprospecção, que tem como objetivos estudar as bactérias da Antártica e verificar se esses micro-organismos podem fornecer informações sobre mudanças climáticas. É coordenado pela professora Vivian Pellizari, do departamento de Oceanografia Biológica do Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo (USP), com a participação de muitos outros docentes, entre eles o professor Rubens Duarte. “A ideia é que as bactérias respondem muito rapidamente às mudanças do clima e ambientais, adaptando seu metabolismo de forma a se adequar ao frio, ciclos de congelamento e descongelamento, aos períodos de muita luz ou de escuridão (verão e inverno antártico, respectivamente) etc. Quando há mudanças no clima, numa escala de vários anos, as bactérias do ambiente também mudam: algumas espécies aparecem, outras continuam no ambiente e outras somem”, explica o professor Rubens.

(Foto: Giulia Scussel)

(Foto: Giulia Scussel)

Para irem à Antártica, as estudantes precisaram se preparar no Rio de Janeiro, em agosto de 2016, onde estiveram durante uma semana realizando atividades físicas, provas de resistência, preparação de trabalho em equipe com a supervisão de psicólogos e assistindo a palestras sobre o que iriam enfrentar. “Lá conhecemos o pessoal que trabalha no Programa Antártico Brasileiro (Proantar), da Marinha do Brasil, e recebemos orientações sobre vestimentas, o que levar, entre outras informações”, explica Giulia. O treinamento é oferecido a todos os pesquisadores que participam do programa.

(Foto: Giulia Scussel)

(Foto: Giulia Scussel)

Carolina e Giulia ficaram alojadas na base Professor Julio Escudero, do Instituto Antártico Chileno (Inach). “A presença das pesquisadoras nessa base deveu-se ao fato da estação científica brasileira Comandante Ferraz estar em obras, após o incêndio que destruiu 80% da sua estrutura em 2012”, detalha o professor Rubens. Além disso, ele ressalta, “a área de coleta dos solos e do gelo fica bem próximo à base chilena”. As alunas coletaram amostras de solo e gelo das geleiras, que ficaram guardadas em freezers do navio do Proantar, para chegarem congeladas ao Brasil, garantindo que não haja distúrbios nas bactérias durante o transporte.

Carolina explica que as coletas foram realizadas no solo do recuo da Geleira Collins e de blocos de gelo. “As amostras nos ajudarão a realizar estudos da comunidade microbiana e sua biodiversidade, além de realizar o levantamento de dados sobre os organismos adaptados a sobreviver em um ecossistema frio, seco, oligotrófico e com grandes flutuações de temperatura, especialmente na Península Antártica, um dos ambientes que mais sofre os efeitos das mudanças climáticas”, salienta a pesquisadora. “Queremos saber como essas mudanças podem exercer pressões seletivas nos microrganismos, como ocorre a sucessão microbiana no recuo de geleira e qual a sua contribuição nos ciclos biogeoquímicos, e como essa reativação das comunidades microbianas através da exposição do solo podem influenciar o efeito estufa”, explica.

Rotina e experiências

Base onde as pesquisadoras da UFSC ficaram alojadas.  (Foto: Carolina Fernandes)

Base onde as pesquisadoras da UFSC ficaram alojadas.
(Foto: Carolina Fernandes)

Em sua temporada no continente congelado, Carolina e Giulia trabalharam em uma equipe que contava também com a participação de Renato Gamba Romano, graduando em Oceanografia da USP e Antônio Calvo, alpinista profissional contratado pelo Proantar. O grupo tinha uma rotina definida e marcada pelo clima e compromissos dos demais pesquisadores. Elas explicam que a região onde estavam tem variações climáticas constantes, com mudanças muito drásticas e bruscas. “Definíamos a rotina um dia antes, geralmente na parte da noite. Sentávamos com o grupo de brasileiros que estava conosco e, com a previsão do tempo em mãos, planejávamos os próximos passos da pesquisa. Junto com o alpinista, era decidido quem sairia a campo e quem ficaria no laboratório”, relata Giulia. Carolina complementa que as coletas duravam praticamente o dia todo, as pesquisadoras caminhavam muitos quilômetros, quebravam gelo, carregavam muitas amostras e em algumas saídas contavam com o apoio de transporte e em outras não.

(Foto: Carolina Fernandes)

(Foto: Carolina Fernandes)

Durante o período na Antártica, as pesquisadoras da UFSC fizeram sete saídas a campo. Nos dias em que não era possível realizar coletas (pelo mau tempo ou outros fatores de logística) as alunas se dedicavam aos trabalhos internos no laboratório da estação, como a realização de processos de filtragem de gelo e preparação e esterilização de materiais utilizados na coleta.

(Foto: Giulia Scussel)

(Foto: Giulia Scussel)

“Nas horas vagas tínhamos a oportunidade de conhecer novos pontos da Antártica que não eram os de coleta, enriquecíamos a nossa experiência fazendo novas amizades com pessoas de outros países, conhecendo outros projetos de pesquisa e trocando informações. Tirávamos um tempinho para leitura e também para a diversão jogando ping-pong e assistindo a filmes e vídeos em espanhol com o pessoal da base”, complementa Carolina.

Giulia conta que, na ilha onde estavam, as mudanças climáticas eram muito evidentes. “É onde a temperatura mais aumentou. Não tenho um parâmetro de comparação, para saber como eram nos anos anteriores. Mas percebe-se grandes áreas de degelo e, conversando com outros pesquisadores, nota-se grande preocupação sobre o efeito do aquecimento climático nas espécies que vivem naquela área”, ressalta.

Carolina relata que, entre os pesquisadores da região, a preocupação com o aquecimento global e o degelo consequente dessas mudanças climáticas é uma constante. “Presenciamos uma frequência grande de chuva. Ao caminhar até os locais de coleta era possível observar como o cenário e a paisagem sofrem alterações típicas dessa época do verão, além do elevado processo de retração da geleira estudada. Muitos pesquisadores realizam estudos em áreas diferentes, porém com o mesmo propósito de entender como a dinâmica na Antártica está ligada às mudanças climáticas do nosso planeta. Ainda há muitos experimentos, análises e estudos a serem realizados para que possamos obter as respostas necessárias para essa questão. A Antártica é uma das regiões mais envolvidas nos debates sobre os efeitos de mudanças climáticas e ainda há muito o que ser estudado”, salienta.

(Foto: Giulia Scussel)

(Foto: Giulia Scussel)

(Foto: Giulia Scussel)

(Foto: Giulia Scussel)

As experiências no continente gelado foram marcantes para as duas pesquisadoras. Tanto pela descoberta de um novo ambiente como pelo autoconhecimento de viver em um local sem acesso a muitas facilidades da vida moderna, como um banho demorado, a proximidade aos amigos e familiares, a escolha da alimentação.

Mesmo com algumas dificuldades, estar na Antártica foi algo inesquecível para as alunas: “realizar pesquisa a campo no lugar mais inóspito, mais frio, mais seco, mais alto, mais ventoso, mais desconhecido e o mais preservado de todos os continentes é incrível! Desejo que essa experiência seja a porta de entrada para novas oportunidades de pesquisa nessa área. E como lição de vida, foi a superação de muitos limites, se ver tão pequeno em meio a imensidão, poder ouvir a si mesma e a natureza e apenas isso por horas, perceber como o planeta é grande e o quanto é possível quebrar as barreiras da distância. Eu percebi o quanto sou capaz de fazer coisas que jamais imaginei e quantas outras ainda estão por vir! Conheci pessoas maravilhosas, pesquisas e projetos incríveis, vivenciei outras culturas e fiz muitas amizades, sendo que algumas serão para a vida inteira. Até participei de uma maratona no continente gelado! A Antártica é o continente dos superlativos, e posso dizer que foi um novo marco na minha vida”, conta Carolina.

 

Mayra Cajueiro Warren
Jornalista da Agecom/UFSC

Minicurso com convidado de Stanford inicia 5º Encontro de Física e Astronomia

20/02/2017 14:11

O 5º Encontro de Física e Astronomia teve início na manhã desta segunda-feira, 20 de fevereiro, no Departamento de Física da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). E um dos eventos que inaugurou os trabalhos semanais foi o minicurso de Física e Empreendedorismo, ministrado em parceria por Gregório Faria e Duc Duong, convidado da Universidade de Stanford, de Palo Alto, California.

O minicurso, denominado Why Should You Become An Entrepeneur? (Por que você deve virar um empreendedor?), foi ministrado em inglês e dividido em duas partes: uma aula teórica conduzida pelos dois professores e uma dinâmica em grupo realizada depois. Os eixos temáticos do primeiro dia giraram em torno de conceitos fora da caixa do empreendedorismo, com a desmistificação de algumas afirmações, como o glamour ou a flexibilidade completa que se tem quando é um empreendedor.

O curso de Física e Empreendedorismo seguirá até esta quinta-feira, todas as manhãs às 9 horas na sala 212 do Departamento de Física. Simultaneamente, outras palestras, minicursos e seminários ocorrerão, assim como uma série de atividades durante todos os dias do 5º Encontro de Física e Astronomia.

Confira aqui a programação completa do evento.

UFSC recebe 58 novos servidores em cerimônia de posse nesta segunda

20/02/2017 14:00
Foto: Ítalo Padilha/Agecom/UFSC.

Foto: Ítalo Padilha/Agecom/UFSC.

Nesta segunda-feira, 20 de fevereiro, 58 novos servidores tomaram posse na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Em cerimônia realizada com a presença de pró-reitores e representantes de diversos centros de ensino, ingressaram na instituição 51 professores — distribuídos por 34 departamentos —; cinco tradutores intérpretes; um auxiliar em administração e um assistente em administração. O evento iniciou com o hino nacional e seguiu com as boas-vindas e discursos das autoridades presentes.

A pró-reitora de desenvolvimento e gestão de pessoas, Carla Cristina Dutra Búrigo, parabenizou a todos pela conquista da aprovação no concurso e ressaltou ser este um momento de celebração: “Hoje é um dia de festa. No contexto político que estamos vivendo, este é um ato concreto de luta pela universidade pública de qualidade. É um momento de expectativas e esperanças de desenvolvimento de uma universidade cada vez melhor.” Carla também pontuou os esforços de cada um de sua equipe para que todas as etapas de ingresso dos novos servidores se realizasse: desde a elaboração do edital do concurso até a posse. Lilian Cristiane Silva de Oliveira, diretora do Departamento de Desenvolvimento de Pessoas (DDP), que participou do processo e estava presente na cerimônia, desejou a todos os ingressantes felicidade e realização na trajetória que está por iniciar.

O reitor Luiz Carlos Cancellier de Olivo reforçou a importância da ocasião: “Sei que é uma alegria gigantesca para cada um de vocês que toma posse hoje. É uma nova perspectiva, uma nova vida, uma nova carreira, um novo ambiente. Da minha parte, estou satisfeitíssimo com esse momento.” Em seguida, o reitor recomendou firmemente uma atuação muito próxima das fundações de apoio: “Recomendo firmemente que busquem financiamento para seus grupos de pesquisas e façam florescer seus laboratórios. Não tenham medo de buscar financiamento. Vocês têm todo estímulo, todo apoio e toda força possível da administração central. Também recomendo fortemente que façam extensão e que busquem financiamento. Tenham uma atuação muito forte na pesquisa e na extensão remunerada. Tenho certeza de que isso vai acontecer.”
(more…)

Matrículas para atividades do Neti abrem nesta semana

20/02/2017 11:00

matriculas - divulgaçao

O Núcleo de Estudos da Terceira Idade (Neti), vinculado à Pró-Reitoria de Extensão (Proex), abrirá matrículas nesta semana, de 22 a 24 de fevereiro, das 8h30 às 11h30. No primeiro semestre, serão ofertadas mais de 400 novas vagas para cursos, oficinas e outras atividades. É necessário ter mais de 50 anos e apresentar RG, CPF e endereço completo.

Mais informações com a Coordenadoria do Núcleo de Estudos da Terceira Idade pelo telefone (48) 3721-6198.

Atividades ofertadas pelo Neti em 2017-1:
(more…)

Alexandre Marino assume a Pró-Reitoria de Graduação

17/02/2017 12:20

O professor Alexandre Marino Costa, do Departamento de Administração, é o novo Pró-Reitor de Graduação da UFSC. Ele sucede a professora Tereza Cristina Rozone de Souza, que reassume a direção do Departamento de Ensino.

marinopro

Alexandre Marino. Foto: Italo Padilha/Agecom/UFSC

Graduado pela UFSC, Marino tem mestrado em Administração e doutorado em Engenharia de Produção, ambos pela UFSC, além de um Pós-doutorado na Open University, Inglaterra.

(more…)

Estudante de Ciências Biológicas faz trabalho de divulgação da Coleção de Aves da UFSC

16/02/2017 10:17

Com o objetivo de divulgar os espécimes da Coleção de Aves da Universidade Federal de Santa Catarina (CAUFSC), a estudante do curso de Ciências Biológicas, Iohranna Müller, escreveu um artigo que será a memória definitiva do acervo. A coleção existe desde 1982 e é constituída, principalmente, por aves marinhas, como albatrozes e pinguins. A curadoria é feita pelo professor Alexandre Paulo Teixeira Moreira. O acervo fica localizado no Departamento de Ecologia e Zoologia, no bloco B do Centro de Ciências Biológicas (CCB), no bairro Córrego Grande, em Florianópolis. Os pesquisadores interessados podem visitar o espaço por meio de agendamento prévio.

O trabalho publicado na revista Atualidades Ornitológicas é resultado de um processo de busca, identificação e análise de cerca de 370 espécimes de aves encontradas nos estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Ao todo, foram catalogados 153 crânios, sete esqueletos incompletos, 19 asas avulsas, 119 peles e três ninhos. O artigo foi produzido em parceria com Bianca Vieira, ex-aluna da UFSC e pesquisadora da Universidade de Glasgow, na Escócia. Durante a análise foram considerados somente os exemplares que estavam em bom estado de conservação. Aqueles que estavam muito danificados foram separados para uma restauração posterior.
(more…)

Departamento Artístico-Cultural seleciona instrutores para oficinas de teatro

16/02/2017 09:45

O Departamento Artístico-Cultural (DAC), da Secretaria de Cultura e Arte (SeCArte) da UFSC, abre Chamada Pública para seleção de instrutores para as oficinas de Improvisação Teatral, Mimo Corporal e Máscara Neutra, para adultos, e Oficina de Improvisação Teatral, para Adolescentes, na modalidade de prestação de serviço por tempo determinado, para o ano de 2017 no Projeto Cursos e Oficinas Livres de Arte.

Apresentação de oficina de teatro do DAC. Foto Nilson Só - WEB800 3

Oficina de teatro do DAC. Foto: Nilson Só

Os interessados devem apresentar:

  1. Ficha de Identificação do Proponente e Ficha Proposta para Cursos e Oficinas ou Workshops de Arte, preenchidas;
  2. Currículo Lattes (preferencialmente) ou Curriculum Vitae (comprovado);
  3. Fotocópia da Carteira de Identidade e do CPF.

A proposta para Cursos e Oficinas de Arte deve conter: 

  1. Título
  2. Apresentação
  3. Ementa
  4. Objetivos Gerais e Específicos;
  5. Conteúdo Programático;
  6. Metodologia;
  7. Cronograma (horário);
  8. Relação mínima de materiais, equipamentos etc., necessários para realização das Oficinascompatíveis com a infraestrutura e o horário disponível nos espaços físicos do DAC.

A proposta deve ser enviada com a documentação solicitada para o e-mail , das 8h do dia 20 de fevereiro de 2017 até as 18h do dia 24 de fevereiro (será considerado o horário de envio do e-mail). As propostas apresentadas deverão permitir ajustes conforme a necessidade do Projeto e abordar o máximo das Diretrizes Metodológicas do Projeto Cursos e Oficinas Livres de Arte do DAC, listadas abaixo. Propostas apresentadas fora do solicitado e do horário estabelecido serão desconsideradas. 
(more…)

Obras de duplicação da Edu Vieira alteram acesso ao Centro de Desportos

15/02/2017 12:43
(Foto: Google, com alterações de Jair Quint/Agecom/UFSC)

(Foto: Google, com alterações de Jair Quint/Agecom/UFSC)

As obras de duplicação da Rua Deputado Antônio Edu Vieira alteraram um pouco da rotina da comunidade universitária. A mudança ocorreu no acesso ao estacionamento do Bloco Administrativo e do Bloco 5 do Centro de Desportos (CDS), que passa a ser realizada agora em frente ao primeiro, com um estacionamento lateral que está em fase de construção e um acesso à direita do Bloco Administrativo para o Bloco 5. A Prefeitura Municipal de Florianópolis (PMF), responsável pela obra, executou a mudança a partir do último dia 13 de fevereiro.

“O acesso mudou, mas o número de vagas de estacionamento não mudou tanto, em virtude do espaço que temos na lateral esquerda do Bloco Administrativo”, explica o vice-diretor do CDS, Michel Angillo Saad. Ele ressalta que o fato da alteração ter acontecido durante a semana de matrículas presenciais dos alunos aprovados no último vestibular não afetou os trabalhos.

Nas próximas semanas serão instalados tapumes de proteção na área das obras, o que também segundo o vice-diretor, deve auxiliar com o isolamento acústico da área.

Confira imagens das mudanças de acesso na galeria abaixo:

Obras

O CDS passará, em breve, por obras significativas nas quadras, ginásios e na piscina. Um processo licitatório para as reformas de todo o parque esportivo deve ser publicado em breve. Além disso, os ginásios 1, 2 e 3 receberão novos pisos até março, e a piscina terá o telhado consertado e aguarda licitação para uma reforma na casa de máquinas.

Extensão

As atividades de extensão do CDS para o próximo semestre estão confirmadas, com exceção das aulas na piscina. A Coordenadoria de Extensão do CDS divulgou nesta quarta-feira, 15, o cronograma e edital das atividades esportivas oferecidas à comunidade. Serão oferecidas atividades de condicionamento físico e musculação, danças, tênis, ginástica, pilates, yoga, atletismo, educação esportiva para crianças, judô infantil, Programa de Prevenção e Reabilitação Cardiorrespiratória (Procor), rugby e voleibol para a terceira idade.

Mayra Cajueiro Warren/Jornalista da Agecom/UFSC

Fotos: Jair Quint/Fotógrafo da Agecom/UFSC

Projeto Imagine lança competição de divulgação científica para mestrandos e doutorandos

15/02/2017 10:22

Com o objetivo de democratizar o conhecimento e despertar o gosto pela ciência em pessoas que teriam pouco ou nenhum acesso ao universo científico, o Projeto Imagine, em parceria com a SBPCRedPOP e African Gong, irá lançar a primeira competição de comunicação científica verdadeiramente multilinguística e multicultural, que tem como foco os públicos da América Latina, Caribe e África.

Os concorrentes devem ser estudantes de Mestrado ou Doutorado matriculados em alguma instituição de ensino destas três regiões. Os interessados devem gravar um vídeo de três minutos, explicando seu tema de pesquisa de forma que pessoas simples e de qualquer lugar compreendam. PT-PANGEA-1-1024x1430

O candidato deve fazer sua explanação em um dos seguintes idiomas: português, espanhol, inglês ou francês. Os vídeos vencedores serão traduzidos para mais de dez idiomas, incluindo línguas nativas como Guarani, Quechua e Iorubá, e divulgados em toda a África, América Latina e Caribe, através da rede de parceiros.

Mais informações em www.imagine-pangea.com e pelo Facebook.

UFSC recebe calouros do Sisu e Vestibular para validação da autodeclaração de renda

14/02/2017 13:26
Filho de catarinenses, Matheus é natural de Rondônia. Foto: Ítalo Padilha/Agecom/UFSC

Filho de catarinenses, Matheus é natural de Rondônia. Foto: Ítalo Padilha/Agecom/UFSC

A Secretaria de Ações Afirmativas e Diversidades (SAAD) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) preparou um esquema especial para a validação da autodeclaração de renda para os candidatos classificados nas categorias “escola pública, renda familiar bruta mensal igual ou inferior a 1,5 salário mínimo per capita” e “escola pública, renda familiar bruta mensal igual ou inferior a 1,5 salário mínimo per capita”/PPI (autodeclarados pretos, pardos ou indígenas) no Vestibular e Sisu.

No campus de Florianópolis, são 26 comissões de validação instaladas no Centro de Comunicação e Expressão (CCE) para receber os 924 novos alunos destas categorias, conforme horário, data e local previstos no cronograma. Depois deste processo, eles devem realizar a matrícula presencial junto à coordenadoria do respectivo curso. Nos outros quatro campi da UFSC, são esperados 176 estudantes.

Carolayne, caloura de Pedagogia, e a mãe, Patrícia. Foto: Ítalo Padilha/Agecom/UFSC

Carolayne, caloura de Pedagogia, e a mãe, Patrícia. Foto: Ítalo Padilha/Agecom/UFSC

A validação de renda conta com a participação de 120 pessoas e também servirá para a confecção dos cadastros socioeconômicos da Coordenadoria de Assistência Estudantil (Coaes). Os documentos serão digitalizados com ajuda da Pró-Reitoria de Administração e da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas.

Entre os alunos que participam do processo, Matheus Scortegagna Leal, 21 anos, é um dos que mais viajou para chegar a Florianópolis. Calouro de Enfermagem através do Sisu, ele é de Vilhena, em Rondônia, cidade conhecida como o Portal da Amazônia, e escolheu a UFSC em busca de qualidade de ensino, além de um motivo sentimental. “Meus pais nasceram em Santa Catarina e foram ainda crianças para Rondônia, mas eles têm um desejo de ainda retornar”. Matheus arrumou um lugar para ficar, uma república com outros três estudantes, através dos Classificados da UFSC antes de sair a lista do Sisu. “Minha nota estava alta, eu tinha quase certeza que seria aprovado”. A secretária de Ações Afirmativas e professora do departamento de Enfermagem, Francis Solange Vieira Tourinho, elogiou Matheus. “Você é muito organizado, vai ser um bom enfermeiro”.

Carolayne Vitória, 18 anos, caloura do vestibular de Pedagogia não veio de tão longe assim, do Ribeirão da Ilha, e já conhecia a UFSC dos tempos de colégio, quando visitou o campus da Trindade e o Planetário. Ela veio acompanhada da mãe, Patrícia, e escolheu Pedagogia porque acredita na importância da educação. “Quem tiver educação e carinho sempre vai saber o caminho certo a tomar”.

Maria Eduarda quer seguir carreira como astrofísica. Foto: Ítalo Padilha/Agecom/UFSC

Maria Eduarda quer seguir carreira como astrofísica. Foto: Ítalo Padilha/Agecom/UFSC

Ana Flávia Florêncio, 17 anos, chegou à UFSC acompanhada do pai, Orivaldo, e do avô, Silvino, todos de Joinville. Caloura de Oceanografia e aluna de iniciação científica na escola, ela é determinada no que gostaria de fazer: “Queria trabalhar na área de pesquisa, com oceanografia geológica”. A mudança de Joinville não é problema para o pai, que confia em Ana Flávia: “É um desafio, mas estou mais feliz que ela”.

Silvino e Orivaldo acompanharam Ana Flávia na matrícula. Foto: Ítalo Padilha/Agecom/UFSC

Silvino e Orivaldo acompanharam Ana Flávia na matrícula. Foto: Ítalo Padilha/Agecom/UFSC

Também firme em sua escolha é a caloura de Física Maria Eduarda Evangelista da Silva, 17 anos, natural de Pernambuco, mas moradora de Penha desde os três anos de idade. “Queria seguir a carreira de astrofísica; gosto do cosmo e de fazer cálculo, por isto chamou minha atenção”. Maria Eduarda veio com a mãe, Sueli, e o namorado, Matheus.

 

Mais informações nas portarias do Vestibular e Sisu.

 

 

 

 

Confira o cronograma:

Cronograma campus Florianópolis.

CRONOGRAMA VALIDAÇÃO DA AUTODECLARAÇÃO DE RENDA VESTIBULAR UFSC E SISU 2017
CAMPUS UNIVERSITÁRIO REITOR JOÃO DAVID FERREIRA LIMA - FLORIANÓPOLIS
Local: Centro de Comunicação e Expressão (CCE), Bloco A, 2º andar
Cursos Data e Horário
ADMINISTRAÇÃO, ANTROPOLOGIA, ARQUITETURA E URBANISMO, BIBLIOTECONOMIA, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, CINEMA, ENFERMAGEM, FÍSICA, FONOAUDIOLOGIA, GEOGRAFIA, NUTRIÇÃO, OCEANOGRAFIA, PEDAGOGIA, QUÍMICA – BEL/BEL EM QUÍMICA TECNOLÓGICA, QUÌMICA LIC, SECRETARIADO  EXECUTIVO,  SERVIÇO SOCIAL. 14/02/20178:30 – 11:00 / 13:30 – 16:00
ARTES CÊNICAS, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS, CIÊNCIAS DA COMPUTAÇÃO, ENGENHARIA CIVIL, ENGENHARIA DE ALIMENTOS, ENGENHARIA DE AQÜICULTURA, ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO, ENGENHARIA DE MATERIAIS, ENGENHARIA DE PRODUÇÃO CIVIL, ENGENHARIA DE PRODUÇÃO ELÉTRICA, ENGENHARIA DE PRODUÇÃO MECÂNICA, ENGENHARIA ELÉTRICA, ENGENHARIA ELETRÔNICA, ENGENHARIA MECÂNICA, ENGENHARIA QUÍMICA, ENGENHARIA SANITÁRIA E AMBIENTAL, METEOROLOGIA, ZOOTECNIA 15/02/20178:30 – 11:00 / 13:30 – 16:00
AGRONOMIA, ANIMAÇÃO, ARQUIVOLOGIA, CIÊNCIAS BIOLÓGICAS, CIÊNCIAS SOCIAIS, DESIGN, DESIGN DE PRODUTO, FILOSOFIA, GEOLOGIA, HISTÓRIA, JORNALISMO, MATEMÁTICA, MEDICINA, MUSEOLOGIA, PSICOLOGIA, SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. 16/02/20178:30 – 11:00 / 13:30 – 16:00
CIÊNCIAS CONTÁBEIS, CIÊNCIAS ECONÔMICAS, DIREITO, EDUCAÇÃO FÍSICA, FARMÁCIA, LETRAS – ALEMÃO, LETRAS – ESPANHOL, LETRAS – FRANCÊS, LETRAS – INGLÊS, LETRAS – ITALIANO, LETRAS – LIBRAS, LETRAS – PORTUGUÊS,  ODONTOLOGIA, RELAÇÕES INTERNACIONAIS. 17/02/20178:30 – 11:00 / 13:30 – 16:00

Cronograma campi Araranguá, Blumenau, Curitibanos e Joinville.

LOCAL:  CAMPUS  CURITIBANOS
 AGRONOMIA/ENGENHARIA FLORESTAL Data: 14 de fevereiro de 2017Horários: 8:30 – 11:00 / 13:30 – 16:00
MEDICINA VETERINÁRIA Data: 15 de fevereiro de 2017Horários: 8:30 – 11:00 / 13:30 – 16:00
LOCAL:   CAMPUS ARARANGUÁ
ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO/ENGENHARIA DE ENERGIA  Data: 14 de fevereiro de 2017Horários: 8:30 - 11:00 / 13:30 – 16:00  
FISIOTERAPIA/TEC DA INFO. E COMUNICAÇÃO  Data: 15 de fevereiro de 2017Horários: 8:30 – 11:00 / 13:30 – 16:00   
LOCAL:   CAMPUS JOINVILLE
BACHARELADO INTERDISCIPLINAR EM MOBILIDADE ENGENHARIA AEROESPACIALENGENHARIA AUTOMOTIVA ENGENHARIA FERROVIÁRIA E METROVIÁRIA Data: 14 de fevereiro de 2017Horários: 8:30 – 11:00 / 13:30 – 16:00  
ENGENHARIA DE INFRAESTRUTURAENGENHARIA DE TRANSPORTES E LOGÍSTICAENGENHARIA MECATRÔNICA ENGENHARIA NAVAL Data: 15 de fevereiro de 2017Horários: 8:30 – 11:00 / 13:30 – 16:00
LOCAL:  CAMPUS BLUMENAU
ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃOENGENHARIA DE MATERIAIS ENGENHARIA TÊXTIL Data: 14 de fevereiro de 2017Horários: 8:30 – 11:00 / 13:30 – 16:00
MATEMÁTICA/QUÍMICA Data: 15 de fevereiro de 2017Horários: 8:30 – 11:00 / 13:30 - 16:00  

Caetano Machado/Jornalista/Agecom/UFSC

Fotos: Ítalo Padilha/Diretor de Fotografia/Agecom/UFSC

UFSC reforça diálogo com o município para a melhoria dos serviços na Farmácia Escola

12/02/2017 18:41

O reitor Luiz Carlos Cancellier  de Olivo se reuniu nesta sexta-feira, 10, com a direção do Centro de Ciências da Saúde, coordenação do curso de Farmácia, professores e representantes da Farmácia Escola da UFSC para discutir os serviços desenvolvidos e oferecidos nesta última, que podem ser prejudicados caso a paralisação dos servidores municipais, em especial os da área da Saúde, atinja a unidade. Lá trabalham 16 funcionários ligados ao sistema municipal e Cancellier já pediu uma audiência com o prefeito Gean Loureiro e o secretário da Saúde de Florianópolis, Carlos Alberto Justo (Paraná).

farmacia

Foto: Divulgação

Em 2008, a UFSC iniciou a parceria com a Prefeitura Municipal de Florianópolis para a dispensação de medicamentos utilizados no tratamento de situações como Alzheimer, doenças autoimunes, hepatites B e C, pacientes transplantados, entre outras.

Este é o único local de acesso a estes medicamentos no serviço público no município, com cerca de 6000 atendimentos por mês. “Com a posse da nova gestão municipal, vamos reforçar o diálogo entre a UFSC e a Prefeitura Municipal de Florianópolis visando a melhoria dos serviços, considerando a finalidade de cada instituição”, observa o reitor.

Na Farmácia Escola, onde trabalham 16 servidores municipais, são realizadas, por exemplo, atividades de formação dos estudantes de graduação na área, pesquisa e extensão por meio do atendimento à população.

Participaram do encontro, entre outros, o diretor o diretor do Centro de Ciências da Saúde, Celso Spada, a coordenadora do curso de Farmácia, Flávia Martinello, e a chefe do Departamento de Ciências Farmacêuticas, Diva Sonaglio.

Alunos de pós-graduação podem se inscrever até dia 17 para vagas de orientador pedagógico e tutor

09/02/2017 10:44

LOGO-PIAPEO Programa Institucional de Apoio Pedagógico aos Estudantes (Piape) da UFSC abre inscrições até 17 de fevereiro para as vagas de orientador pedagógico e educacional e de tutor de grupos de aprendizagem nas áreas de Matemática, Física, Química, e Leitura e produção textual do .

As vagas são destinadas a estudantes dos programas de pós-graduação das áreas ofertadas.

Edital de seleção e ficha de inscrição estão disponíveis no site apoiopedagogico.prograd.ufsc.br

UFSC divulga nova chamada de calouros do Vestibular 2017 e vagas suplementares

08/02/2017 10:17

A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) divulgou a terceira chamada do Vestibular 2017 e a segunda das vagas suplementares para negros, quilombolas e indígenas. Os candidatos aprovados devem realizar matrícula on-line nesta quarta e quinta-feira, 8 e 9 de fevereiro, junto às coordenadorias de curso.

A matrícula presencial é realizada das 8 às 12h e das 14 às 18h, munidos da documentação exigida pelas Portarias 001/Prograd, 003/Prograd e 004/Prograd, conforme o processo seletivo. Nelas estão todas as informações sobre documentação exigida e cronograma de matricula presencial e das comissões de validação de renda.

A confirmação da etapa on-line da matrícula deve ser realizada pelo site http://simig.sistemas.ufsc.br.

A comprovação de renda dos candidatos cotistas deverá ser realizada durante o período de matrícula presencial.

Mais informações com o Departamento de Administração Escolar (DAE) nos contatos:

e-mail:

Fones: (48) 3721-7402/ 3721-7405

21ª edição do Florianópolis Audiovisual Mercosul tem inscrições abertas até 10 de março

06/02/2017 08:30

FAM2017-Banner-600x600pxO Florianópolis Audiovisual Mercosul (FAM) 2017 recebe até 10 de março as inscrições para as cinco mostras competitivas do Festival. Podem participar documentários de longa e média-metragem, filmes de temática infantojuvenil em todas as metragens, curtas de todos os gêneros, com até 30 minutos de duração, e videoclipes de até cinco minutos. Os filmes inscritos irão concorrer nas seguintes categorias: Mostra de Curtas Mercosul e Catarinense, DOC – FAM, Mostra Infantojuvenil e Mostra Videoclipe. As inscrições são gratuitas no site www.famdetodos.com.br.

O 21º Florianópolis Audiovisual Mercosul será realizado de  20 a 25 de junho, no Centro de Cultura e Eventos da Universidade Federal de Santa Catarina, em Florianópolis.

O FAM é um espaço de formação de público, difusão da produção latino-americana e regional, além da reunião de profissionais do setor. Já são mais de duas décadas de dedicação ao desenvolvimento da cinematografia dos países membros do Mercosul.

Exigências

Ficou mais fácil realizar a inscrição dos filmes no FAM. Nas categorias Curtas Mercosul, Curtas Catarinenses e Infantojuvenil, não há obrigatoriedade de legenda no momento da inscrição, sendo exigido apenas a lista de diálogos. Na Mostra Doc-FAM, os filmes deverão ter legenda embutida no arquivo de vídeo.

Outra novidade é que os filmes selecionados para o Festival não precisam ter a classificação indicativa. O FAM se responsabiliza de submeter as obras ao Sistema de Classificação Indicativa Brasileiro, sem custo para os realizadores.

Podem participar filmes finalizados a partir de 2015 e o ineditismo é desejável, porém não é critério de desclassificação, mas sim de desempate. O regulamento completo e a ficha de inscrição estão disponíveis no site www.famdetodos.com.br
(more…)

Calendário da UFSC produzido pela Agência de Comunicação mostra a diversidade na instituição

30/01/2017 12:06

calendario2017_WEB2Fortalecer e disseminar o posicionamento contra qualquer ato de discriminação e despertar a sociedade para o respeito. Essa é uma das propostas do novo Calendário da UFSC, produzido pela Agência de Comunicação (Agecom) com distribuição prevista para início do semestre letivo.

Ancorado no conceito “Aqui tem diversidades”, o calendário apresenta 12 personagens que representam as categorias de servidores docentes, técnicos-administrativos e estudantes – 6 homens e 6 mulheres -, distribuídos em perfis diversos: homoafetivos, imigrantes, deficientes físicos, idosos, jovens, indígenas, quilombolas, negros e feministas, entre outros(as). A peça foi elaborada pela Coordenadoria de Design e Programação Visual, em parceria com jornalistas e fotógrafos da Agecom.

Os participantes falam da sua experiência profissional, da relação com a universidade e do que pensam sobre a diversidade, como Ingrid Medina, aluna de graduação do curso de Serviço Social: “Aqui não é um lugar para poucos, é para muitos e, principalmente, para quem precisa”.
(more…)

UFSC abre processo para concessão de serviços de drogaria no Centro de Cultura e Eventos

30/01/2017 11:26

Concessão drogaria - Centro de Cultura e Eventos (3) O Departamento de Licitações (DPL) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) abriu o processo de licitação n° 046/2017 – modalidade pregão eletrônico – para concessão de uma área física localizada no Centro de Cultura e Eventos, em Florianópolis, destinada à exploração e operação comercial de serviços de drogaria. A atuação deve contemplar a atividade de drugstore.

O valor anual estimado para uso da área de 56,12m² é de R$26.772,58. O edital está disponível no site do DPL, no ícone Editais de Licitações - com acesso por meio de cadastro prévio -, e no Portal de Compras do Governo Federal. As propostas devem ser encaminhadas pelo site comprasnet.gov.br.  A sessão de lances está agendada para o dia 9 de fevereiro de 2017, a partir das 9h.

Resultado da seleção das vagas do SiSU será divulgado na segunda-feira, dia 30

20/01/2017 11:01

O resultado da seleção das vagas que a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) disponibiliza por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) será divulgado na segunda-feira, dia 30 de janeiro, e as matrículas serão realizadas nos dias 3, 6 e 7 de fevereiro.

Confira o cronograma e o quadro de vagas para o acesso à instituição pelo SiSU. Com a nota do Enem, os estudantes que almejam uma vaga na educação superior pública podem inscrever-se no Sisu de 24 a 27 de janeiro. Nesta edição (referente ao primeiro semestre de 2017) serão ofertadas 238.397 vagas em 131 instituições, entre universidades federais, institutos federais de educação, ciência e tecnologia e instituições estaduais. Na UFSC, serão ofertadas 1.948 vagas.
(more…)

Grupo de Pesquisa da UFSC apoia conquista da primeira reserva mundial de surf

19/01/2017 08:27

O conselho mundial da Save the Waves Coalition, com sede na Califórnia, aprovou a candidatura da Guarda do Embaú para o título de Reserva Mundial do Surf (World Surfing Reserve). A conquista do título é uma iniciativa da Associação de Surf e Preservação da Guarda do Embaú (ASPG) e contou com o apoio do Grupo de Pesquisa sobre Surf e Sustentabilidade (SandSda UFSC, coordenado pelo professor e coordenador do SandS, Marcos Bosquetti, que atua como membro do comitê gestor que elaborou o relatório final. A Guarda do Embaú é a primeira praia do Brasil a receber esse título.

GUARDA DO EMBAU

Foto: Plínio Bordin

Com a conquista, a Guarda do Embaú passa a fazer parte de um grupo seleto de nove praias reconhecidas mundialmente pelas características ambientais únicas e pela qualidade de suas ondas: Malibu e Santa Cruz na Califórnia, Manly Beach e Gold Coast na Austrália, Ericeira em Portugal, Huanchaco no Peru, Bahia de Todos os Santos no México, e Punta de Lobos no Chile.

A Guarda do Embaú é um vilarejo do município de Palhoça, a 50 km de Florianópolis, inserido no Parque Estadual da Serra do Tabuleiro entre um costão que avança mar adentro e uma ponta de areia das dunas recortada pelo Rio da Madre. Isto faz com que ondas de excelente qualidade quebrem na boca do rio e em sua orla, atraindo surfistas do país e do mundo.
(more…)

Estudo relaciona modelos de informações nutricionais com alimentação mais saudável

17/01/2017 12:25

Uma pesquisa realizada no Programa de Pós-Graduação em Nutrição (PPGN) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)  mostrou que os estudantes universitários optam por refeições mais saudáveis nos restaurantes dependendo do tipo de informação mostrada nos cardápios. O estudo foi realizado no Brasil e na Inglaterra, onde eram apresentados cardápios com diferentes informações nutricionais aos estudantes antes de se servirem. A pesquisadora espera que a partir do estudo possam ser adotadas medidas legislativas com relação às informações nutricionais nos cardápios do Brasil e do mundo.
(more…)

Ansiedade, nervosismo e a alegria da comemoração marcam o ritual de ingresso na UFSC

10/01/2017 12:55

Com a divulgação do resultado oficial do Vestibular 2017 da Universidade Federal de Santa Catarina(UFSC), na manhã desta terça-feira, 10 de janeiro, no Centro de Desportos (CDS), muitos vestibulandos se reuniram no local para conferir suas colocações nas listas. E como normalmente acontece todos os anos, o ambiente ficou marcado por euforias, decepções e muita comemoração.

Quinto lugar geral do vestibular, Bruno Leite Goulart, aprovado em Medicina, estava sem palavras: “Não dá para descrever o que sinto agora, simplesmente. Além da aprovação no curso que desejava, o quinto lugar do vestibular, é uma emoção muito grande”, comemorou o mineiro, que já mora em Florianópolis há quatro anos.

Também em Medicina para o segundo período, Vitor Marques Stahelin foi aprovado junto com sua namorada, Amanda Correa Nascimento, que passou para Odontologia. Entre um abraço em sua namorada e muita alegria, o estudante garantiu: “Depois de quatro anos de tentativa, finalmente consegui a aprovação, junto com ela… realmente não consigo descrever tudo que estou sentindo”.

Thamyres de Lima Machado, de 21 anos, fez o vestibular pela primeira vez e conseguiu a aprovação para o curso de Enfermagem. “É uma sensação de alívio misturada com felicidade, a gente fica apreensivo mas quando vê o nome na lista de aprovados fica agradecido por todo esse tempo que passamos esperando”, confessou Thamyres.

Leia mais: Os 10 primeiros classificados do Vestibular da UFSC foram o ponto alto da cerimônia oficial

Confira as fotos:

 

Matheus Pereira/estagiário de Jornalismo da Agecom/UFSC