Vestibular de julho da UFSC movimenta mais de 9 mil inscritos em clima de tranquilidade

10/07/2018 16:58

Maria Luiza Ferraro preside a Coperve, que é a organizadora do Vestibular da UFSC. Foto: Jair Quint/Agecom/UFSC

As tardes do último final de semana e desta segunda-feira em Florianópolis e no interior do estado, além de frias foram movimentadas para mais de 9 mil pessoas que realizaram as provas do Vestibular UFSC 2018-2 e as mais de mil que trabalharam no concurso. No dia seguinte, dia 10, Santa Catarina amanheceu com a temperatura mais baixa e a Comissão Permanente do Vestibular (Coperve) – organizadora de todo o concurso – iniciou uma nova etapa de processamento das informações a fim de trazer o resultado, o mais rápido possível, à sociedade. O trabalho atual concentra-se na avaliação das pontuações mínimas em cada disciplina – ponto de corte – e na correção da Redação e das questões discursivas.

A professora Maria Luiza Ferraro, presidente da Coperve, em conversa com a Agecom e a TV UFSC, relembra que esta foi a segunda vez que o Vestibular da UFSC acontece no meio do ano para os cursos presenciais, pois, tradicionalmente, é anual e normalmente no mês de dezembro, além de outros processos seletivos específicos. Este, realizado nos dias 7, 8 e 9 de julho, oportuniza 60 vagas para o novo curso de Medicina, no campus Araranguá, e 370 vagas remanescentes do Vestibular 2018-1. A gestora ressalta que o curso de Medicina foi aprovado no início do ano com ingresso ainda neste ano, em função do acordado junto ao Ministério da Educação (MEC).

Para não confundir os estudantes que desejam ingressar na UFSC, Maria Luiza explica que “até o momento, a UFSC não definiu por dois vestibulares, continua o concurso realizado no final do ano com as vagas totais dos cursos”. Isto não impede que, se houver alguma situação como a que se apresentou neste ano, a UFSC realize um outro processo seletivo.

Terceiro dia após as provas. Foto: Henrique Almeida/Agecom/UFSC

A Coperve avalia que os três dias transcorreram normalmente e de forma tranquila, sem registro de ocorrências. Maria Luiza comenta que “o inverno contribuiu para aplicação das provas”, que ocorreram no período da tarde, com duração de quatro horas. Em Florianópolis, o Vestibular foi realizado em três centros de ensino – Tecnológico (CTC), Socioeconômico (CSE) e Ciências da Saúde (CCS) -, Biblioteca Universitária (BU) e dois candidatos no Hospital Universitário (HU). Também houve provas nos campi Araranguá, Blumenau, Curitibanos e Joinville, e nas cidades de Tubarão, Criciúma e Chapecó.

Ainda sem os dados finalizados, a professora adianta alguns números importantes do Vestibular 2018-2: 9.284 inscritos, aproximadamente 1/3 dos candidatos do final do ano, e desses, quase 7 mil escolheram Medicina, que na classificação geral o índice candidato/vaga ficou em 230. As abstenções nos três dias totalizaram 21,48%, ou seja, 1.994 faltantes.

Quando indagada sobre o perfil do candidato deste Vestibular, Maria Luiza afirma que a UFSC recebeu inscrições de todos os estados do Brasil. Aproximadamente 61% dos inscritos são de Santa Catarina. Dos outros, Rio Grande do Sul, Paraná e São Paulo apresentaram maior percentual. Como os estudantes de outras regiões realizam o vestibular em todas as universidades possíveis, a concorrência foi muito alta para o curso de Medicina.

Reforça que a experiência do Vestibular de julho “foi bastante tranquila e positiva para a UFSC” e deseja que todos tenham sentido esse clima. Salienta que a UFSC está de portas abertas para os futuros alunos e pede para que “não se desliguem do Vestibular, acompanhem a divulgação e mantenham a Coperve informada de qualquer alteração do cadastro, item importante para o Departamento de Administração Escolar (DAE) no caso de localizar o candidato classificado em futuras chamadas. Sobre a divulgação do resultado do Vestibular 2018-2, ainda não há uma data prevista, e Maria Luiza garante que a “Coperve trabalha para que seja o mais rápido possível”.

Mais informações: vestibular20182.ufsc.br

Rosiani Bion de Almeida/Agecom/UFSC

 

Assista ao ‘Universidade Já’ da TV UFSC: