Teatro da UFSC apresenta espetáculo ‘Hipotermia’ entre os dias 3 e 5 de agosto

31/07/2018 10:04

Foto: divulgação

O Teatro da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) recebe de 3 a 5 de agosto o espetáculo “Hipotermia”, do “Grupo de Teatro Sim… Por Que Não?!!!”. As apresentações terão início às 20 horas e integra o Projeto Cena Aberta do Departamento Artístico Cultural (DAC)/SeCArte da UFSC. A bilheteria estará aberta a partir das 17 h, nos dias das apresentações, com ingressos a preço de R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia-entrada).

Hipotermia é um espetáculo solo interpretado pelo ator Nazareno Pereira, que se lançou a este desafio em comemoração aos seus 30 anos de palco. A estreia aconteceu em setembro de 2014 no Teatro da UBRO, em Florianópolis. O texto de Max Reinert foi escrito durante uma Oficina de Dramaturgia do SESI Curitiba, orientada pelo dramaturgo e diretor teatral Roberto Alvim.

Segundo Roberto Alvim, “os textos produzidos no Núcleo de Dramaturgia do SESI estão entre o que há de mais revolucionário na dramaturgia contemporânea internacional e, muito em breve, irão conquistar o lugar que lhes é próprio no panorama do teatro do século XXI”. Júlio Maurício destaca que “a peça coloca em cena um homem com seus conflitos, reflexões e lembranças diante do desalento da morte”.

Para essa montagem Zilá Muniz, doutora em teatro, foi convidada para desenvolver o trabalho de corpo. Zilá diz que “o corpo em Hipotermia é uma complexa rede de pulsões, intensidades e fluxos de energia”. A ambientação sonora ficou a cargo de Hedra Rockembach que buscou uma ambiência para ordenar a desordem de pensamentos. A trilha sugere o tempo do relógio para que cada espectador vivencie o seu tempo. O cenário ficou a cargo de Fernando Marés, que confinou o personagem em um pequeno espaço de dois metros quadrados, sugerindo prisão e frio. A iluminação ficou a cargo de Domingos Quintiliano, que reforçou com o trabalho de luz a frieza e o confinamento no espaço. O Projeto de montagem foi contemplado com o Prêmio Elisabete Anderle de Estímulo a Cultura/2013, do Governo do Estado de Santa Catarina.


Ficha Técnica
Espetáculo: Hipotermia
Autor: Max Reinert
Diretor: Júlio Maurício
Ator: Nazareno Pereira
Duração: 50 minutos
Trabalho de Corpo: Zilá Muniz
Cenografia: Fernando Marés
Desenho de luz: Domingos Quintiliano
Ambientação Sonora: Hedra Rockenbach
Figurino: Júlio Maurício
Operador de Som: Júlio Maurício
Montagem e Operação de Luz: Andrés Tissier
Fotografia: Sérgio Vignes

Classificação: 14 anos

Projeto Cena Aberta

Neste ano, o Projeto está retornando com uma programação mais intensa que segue até o primeiro semestre de 2019. O Projeto Cena Aberta surgiu da atuação do Departamento Artístico Cultural (DAC), da Secretaria de Cultura e Arte (SeCArte) da UFSC na área artística e cultural junto à comunidade universitária e catarinense nas últimas três décadas. Inserido no movimento cultural, a programação do Teatro da UFSC participa da agenda cultural de Florianópolis, contribuindo para a formação do público acadêmico e da comunidade. Como um espaço artístico já reconhecido, o Projeto Cena Aberta, coordenado por profissionais de teatro do DAC, vem tornar o Teatro da UFSC um lugar de acesso à comunidade universitária e externa para assistirem a espetáculos teatrais de referência, a preço popular. A comunidade tem acesso à agenda cultural, com uma programação anual e os grupos teatrais participantes têm seus trabalhos divulgados e valorizados no meio acadêmico e na comunidade externa.

Serviço
O quê: Apresentação do espetáculo “Hipiotermia” pelo grupo “Teatro Sim… Por Que Não?!!!”
Quando: dias 3, 4 e 5 de agosto de 2018 (sexta-feira, sábado e domingo)
Local: Teatro da UFSC (ao lado da Igrejinha), Praça Santos Dumont, Trindade, Florianópolis (SC). Telefone: (48) 3721-3853

Quanto: R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia-entrada). Nos dias das apresentações, a bilheteria estará aberta a partir das 17 horas.
Contato: (48) 99972-3052; (48) 99917-6161, 

Site: www.teatrosimporquenao.blogspot.com

Paulo Marcos de Assis / Estagiário de Jornalismo / DAC / SeCArte / UFSC com textos e foto da produção do espetáculo