Projeto 12:30 recebe apresentação musical do coletivo ‘Trama Feminina’ nesta quarta

05/06/2018 10:14

Foto de Lucas Bernardi

Nesta quarta-feira, dia 6 de junho, o palco do Projeto 12:30 recebe o show do grupo ‘Trama Feminina’. Trazendo das ruas para a universidade a cultura do rap e do hip hop, o grupo realiza a apresentação com a participação de uma DJ e cinco MCs que se intercalam entre si para interpretar as suas músicas autorais. O show é gratuito, aberto à comunidade e será realizado às 12h30 em palco montado ao lado do Centro de Cultura e Eventos da USFC, em Florianópolis. Segundo as integrantes do grupo, “o show da Trama Feminina tem como objetivo principal repassar  mensagens de empoderamento e representatividade para o público e ressaltar a importância de respeitar as diferenças e as individualidades de cada ser humano”.
Sobre o Grupo

Impulsionada pela ‘Batalha das Mina’, movimento cultural de Florianópolis, e com a necessidade de ampliar o número de mulheres na cultura de rua, em 2016 nasce o coletivo Trama Feminina. Formado por cinco mulheres, com o intuito de fortalecer o movimento de articulação e protagonismo feminino na cultura hip hop e contribuir para a construção da cultura catarinense, o coletivo ganhou visibilidade pela atuação em diversas áreas e espaços. Trama Feminina vem realizando desde aberturas de shows de artistas nacionais renomados, até participações em batalhas de rua, engajando a luta pela representatividade e a valorização da cultura produzida por mulheres.

Integrantes

Sherlyn Pereira De Vasconcelos (Sher MC) – Gaúcha de Pelotas (RS), nasceu em 1996. Cantora e compositora desde criança, conheceu o rap nas batalhas de rima de Florianópolis e encontrou nessa expressão artística uma forma de aprimorar suas letras e de atuar como militante. Desenvolveu diariamente, durante o período de 2015 a 2017, o projeto de biblioteca comunitária “Bodega do Quilombo”, no Morro do Quilombo, bairro Itacurubi em Florianópolis, onde promoveu saraus e oficinas de arte. Desde o início de 2016, contribui na organização da “Batalha das Mina” e atua no “Coletivo Dissemina Produções”. É estudante de Licenciatura em Ciências Sociais na UFSC desde 2014.

Suzielen Oliveira (MC Clandestina) – Nascida em 1993 na cidade de Maringá (PR), conheceu o rap em 2012, quando começou a brincar de improvisar rimas. Conheceu as batalhas de MCs e desde então nunca mais deixou de participar ativamente do movimento. Há um ano participa da organização da “Batalha das Mina” em Florianópolis, onde se originou o coletivo ‘Trama Feminina’ e o ‘Coletivo Dissemina Produções’.

Gabriela Olívia Marques (MC Oli) – Começou a fazer rimas através do envolvimento com o grafite. Foi nessa arte de desenhar os muros, desde 2010, que conheceu o hip hop. Compete nas batalhas de rima desde 2014, se destacando pelas rimas bem elaboradas e um estilo original. Atua no campo da educação artística, ministrando oficinas de grafite e rima, e dando aula de Português, em espaços como: FASE, CRAS, CAPS, Casa Abrigo, Associações Comunitárias e escolas estaduais localizadas nas periferias. Atualmente faz parte da Frente Nacional de Mulheres do Hip Hop e atua como produtora cultural na organização independente de mulheres pelo “Coletivo Dissemina Produções”.

Andressa Vortmann Versa (Versa) – Estudante de Serviço Social, teve seu primeiro contato com a arte e a música através dos movimentos sociais, foi militante do movimento estudantil e, em 2016, encontrou no rap uma forma de expressão e transformação social, através da ‘Batalha das Mina’. É MC, compositora e participante ativa das batalhas de rima em Florianópolis e do “Coletivo Dissemina Produções”. Suas letras abordam temas da sua vivência e principalmente a questão da mulher na sociedade.

Mooa Martins – (MC Moa), mãe de duas pequenas, autônoma, começou a fazer freestyle em 2010 quando atuava no Movimento Estudantil, mas foi na Batalha das Minas que encontrou forte incentivo para se expressar no palco. Usa a cultura hip hop como resgate de valores  étnicos raciais, combate a todo tipo de opressão, exaltando a necessidade de amar.

Projeto 12:30

Realizado pelo Departamento Artístico Cultural (DAC) da Secretaria de Cultura e Arte (SeCArte) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), o Projeto 12:30 apresenta, quinzenalmente, às quartas-feiras, durante o período letivo, atrações culturais gratuitas, como música, dança e teatro, junto à Praça da Cidadania, ao lado do Centro de Cultura e Eventos, na UFSC. Artistas e grupos interessados em se apresentar no Projeto devem entrar em contato com o DAC pelos telefones (48) 3721-2497, 3721-9447 e 3721-3853 / www.dac.ufsc.br – pelo e-mail:

Serviço

O quê: apresentação musical do grupo ‘Trama Feminina’

Quando: quarta-feira, dia 06 de junho de 2018, às 12h30min.
Onde: Projeto 12:30, ao Lado do Centro de Cultura e Eventos, Praça da Cidadania (ao lado do Laguinho), Campus da UFSC, Trindade, Florianópolis (SC).
Quanto: Gratuito e aberto à comunidade.

Contato Projeto 12:30: Departamento Artístico Cultural (DAC) / Igrejinha da UFSC, Praça Santos Dumont, Trindade, Florianópolis (SC) / (48) 3721-2497, 3721-9447 e 3721-3853 / www.dac.ufsc.br /

Contato com o Grupo: https://www.facebook.com/TramaFeminina/

Paulo Marcos de Assis/ Estagiário de Jornalismo / DAC / SeCArte / UFSC, com texto e informações do Grupo.