UFSC economiza mais de R$ 60 milhões com negociações em processos licitatórios em 2017

08/03/2018 13:23

Fonte: Relatório de Atividades DPL/UFSC

O Departamento de Licitações (DPL) da Pró-Reitoria de Administração (Proad) da UFSC efetuou 374 processos licitatórios no ano passado e gerou, após negociações, uma economicidade de mais de R$ 60 milhões. Isso significa que, entre os valores estimados e os que foram homologados, houve uma diferença significativa. É o maior número de processos licitatórios realizados em um ano e a maior economicidade gerada desde que a UFSC implantou o Departamento. A redução foi de 40,04% quando comparados os valores estimados no início dos processos licitatórios aos valores efetivamente pagos no final dos processos.

O processo licitatório com maior economicidade foi a contratação de serviços para a realização da Sepex, que gerou 73% de redução entre o valor estimado e, o valor final homologado para futuras contratações. Foi estimado um valor de R$ 7.796.245,63 e homologado R$ 2.127.076,92, uma redução de R$ 5.669.168,71 após a negociação.

Fonte: Relatório de Atividades DPL/UFSC

Geraram economicidade, também, os certames realizados pela modalidade do Regime Diferenciado de Contratações Públicas (RDC). Desde 2013, a UFSC já economizou R$ 13 milhões por utilizar essa forma de contratação. Em 2017, alcançou a maior economicidade desde a implantação, na contratação da construção do novo acesso ao Colégio de Aplicação da UFSC, que alcançou o percentual de 26,60% de desconto linear em relação ao preço estimado pela UFSC para a contratação desta obra.

Um relatório contemplando o volume de processos e gráficos com a distribuição das obras licitadas ao longo de 2017, com o detalhamento das unidades beneficiárias foram elaborados pelo DPL, e estão disponíveis em licitacoes.ufsc.br.

“A equipe do DPL, desde que foi criada, no ano de 2014, vem trabalhando arduamente em inovar e aprimorar seus mecanismos de transparências, possibilitando que toda a sociedade tenha conhecimento dos resultados que alcançamos, das atividades que desenvolvemos, bem como, do esforço que dedicamos para melhor otimizarmos os custos com aquisições e contratações realizadas pela UFSC, o caminho a ser perseguido constantemente em prol de qualificarmos a aplicação dos recursos públicos, direcionando-os efetivamente após a devida negociação com os eventuais fornecedores, quando da realização das disputas licitatórias”, observa Ricardo Porto, diretor do DPL.

 

Mais informações: 
licitacoes.ufsc.br

 

Mayra Cajueiro Warren
Jornalista da Agecom/UFSC

Daiana Prigol Bonetti
Agente de Comunicação*/Proad/UFSC

* Esta matéria foi possível graças à colaboração entre profissionais da Agecom e dos campi da UFSC. O projeto Agentes de Comunicação é uma iniciativa que coloca, em cada unidade da UFSC, um Agente Comunicador para fazer com que as notícias saiam dos setores e cheguem a toda a comunidade universitária.