Tripé universidade, empresa e sociedade marca a instalação da UFSC em Joinville

06/03/2018 11:30

O percurso para entrar no Perini Business Park é o mesmo para todos: motoristas de caminhões, ônibus e automóveis aguardam nas guaritas orientações de como chegar ao destino. Aos recém-chegados ao local é necessária uma localização precisa, pois o complexo de 2,8 milhões de metros quadrados mais parece uma cidade, altamente ordenado e organizado no Distrito Industrial de Joinville, Norte de Santa Catarina.

Essa é a primeira impressão dos que chegam ao Perini para acompanhar a instalação do Campus Joinville da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), em solenidade iniciada às 17 horas desta segunda-feira, 5 de março. O evento foi um marco para a região, simboliza a estruturação da “quarta universidade federal mais importante do Brasil”, segundo o reitor pro tempore Ubaldo César Balthazar, em um ambiente único que abraça estudantes, servidores, salas de aula, espaço de convivência e laboratórios na cidade das flores.

Tudo funciona bem em um espaço projetado para ser eficiente e ecologicamente sustentável. As luzes das salas de aula, ao serem apagadas, desligam os ares-condicionados; a água da chuva é reaproveitada; o moderno concreto armado propõe ambientes amplos com isolamento térmico e acústico; a iluminação natural é aproveitada ao máximo, proporcionando aos que estão dentro do prédio uma visão ímpar do pôr-do-sol.

“Aqui é a semente de um novo modelo institucional que começamos”, disse o reitor da UFSC em seu pronunciamento, iniciado com uma homenagem ao “amigo e ex-reitor Luiz Carlos Cancellier de Olivo que encetou as negociações e tomou decisões para que hoje estivéssemos aqui”.

Entusiasmo e alegria eram visíveis no semblante de servidores, estudantes e representantes da sociedade civil e empresarial que acompanharam a instalação da UFSC Joinville. As estudantes Andréia de Fátima Artin, Bianca Schlickmann Felisbino e Gabriela Garcia estampavam sorrisos diante da estrutura unificada. “Agora estamos em um local único, sem a necessidade de trocar de campus, em um parque que, acreditamos, vá gerar novas oportunidades. Estamos nos sentindo privilegiadas em estudar aqui”, salientam.

Para Ubaldo, neste espaço estarão muitos cérebros a pensar o ensino, a pesquisa e a extensão universitária. “Temos aqui um celeiro de oportunidades, com indústria e centenas de jovens estudantes prontos a responder às questões apontadas pelo mercado inovador, competitivo, porém com perfil mais humanizante e de cocriação no mundo do trabalho. Queremos contribuir, qualificar, melhorar os processos e avançar tecnologicamente”.

Um estudo profundo e detalhado foi realizado para concentrar o campus em um local único. Para a diretora-geral da UFSC Joinville, Cátia Regina Silva de Carvalho Pinto, essa é uma das fases mais marcantes da história recente da unidade. “Estamos instalados no maior condomínio multissetorial do Brasil, uma iniciativa pioneira que abriga uma universidade no mesmo local em que indústrias estão operando. Assim, ganham a UFSC, as empresas, a ciência e a tecnologia do país”.

O tripé ensino, pesquisa e extensão da universidade, em consonância com a necessidade industrial e a realização de parcerias governamentais, foram motivadores para a instalação da UFSC no Perini Business Park. “A chegada da UFSC representa um novo ciclo para o Perini, em que a pesquisa fomentará ainda mais a inovação e a tecnologia. Queremos colocar em prática a tríplice hélice, modelo que proporciona interação entre a universidade, a indústria e governo gerando inovação e empreendedorismo, que são as chaves para o crescimento econômico e o desenvolvimento social baseados no conhecimento”, disse Marcelo Hack, presidente do Perini no Brasil.

O prefeito Udo Döhler reforçou o papel da UFSC em ajudar na transformação de Joinville na segunda cidade mais importante do Brasil. “O desafio de Joinville, em conjunto com a UFSC, é se transformar na líder de inovação na América Latina, por isso a vinda da UFSC para Joinville é ímpar”.

Em oito meses foram erguidos os três prédios que abrigam o Campus Joinville. São 13 mil metros quadrados, pensados a partir das necessidades da instituição, entregues oficialmente em 23 de fevereiro de 2018. No local funcionam 150 empresas nos mais variados setores: automobilística, agroindústria, metal-mecânico, eletroeletrônico, plástico, químico, metalúrgico, construção civil, software e serviços, empregando cerca de 5.500 colaboradores e gerando 21% do Produto Interno Bruto (PIB) de Joinville. “É uma honra sediar o campus norte catarinense da UFSC e ser o único parque empresarial do país a contar com uma universidade federal em suas dependências”, frisa Hack.

Impossibilitado de comparecer ao evento “devido a compromissos anteriormente assumidos”, o Ministro da Educação José Mendonça Bezerra Filho encaminhou um ofício parabenizando a instalação da UFSC Joinville, que foi lido pelo mestre de cerimônias.

A solenidade oficial contou com a apresentação da Orquestra de Câmara e Madrigal da UFSC e, após os discursos, os presentes realizaram o ato de descerramento da placa de instalação da UFSC em Joinville, afixada no hall do prédio principal. Ao lado, foi colocada uma placa em homenagem ao reitor Luiz Cancellier com o seguinte dizer: “Ao magnífico reitor Luiz Carlos Cancellier de Olivo (in memoriam) e toda sua equipe, o reconhecimento e gratidão do Campus Joinville pelo empenho dedicado na concretização das instalações desta sede. Joinville, março de 2018″.

Leia mais sobre a UFSC Joinville na reportagem Um projeto de vanguarda para as novas instalações da UFSC Joinville

Nicole Trevisol / Jornalista da Agecom / UFSC

Henrique Almeida / Agecom / UFSC