UFSC define posicionamento quanto a corte no orçamento e retorno de docentes afastados

27/02/2018 17:37

No início do primeiro semestre da UFSC, o Conselho Universitário (CUn) realizou sessão ordinária nesta terça-feira, 27 de fevereiro, na Sala dos Conselhos. As sessões do órgão máximo da UFSC são transmitidas online, para que a comunidade interna e externa possam acompanhar as principais decisões da instituição. O link é disponibilizado regularmente nos sites da UFSC e dos órgãos deliberativos.

João Luiz Martins, diretor do campus de Blumenau, fez solicitação de inclusão na pauta a aprovação de duas moções, a primeira pela “liberdade imediata dos professores afastados da UFSC em função da Operação Ouvidos Moucos, da Polícia Federal”. A segunda contra o congelamento dos recursos do Plano Nacional de Assistência Estudantil (Pnaes), bem como a decisão do MEC de reter recursos de investimentos, historicamente alocados às universidades.

Antes de entrar nos assuntos da ordem do dia, representantes da Comissão Eleitoral da UFSC (Comeleufsc) repassaram os últimos informes da eleição para Reitor. O vice-presidente da Comissão, Valmir José Oleias, informou que nesta segunda-feira, 26 de fevereiro, foi emitida portaria de homologação das candidaturas, respeitando o prazo de 48 horas para impugnação. Não houve contestação e os registros atenderam aos requisitos. Os candidatos, pela ordem de inscrição, escolheram os números, estes fornecidos pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE):

Edson Roberto De Pieri, 57
Irineu Manoel de Souza, 80
Ubaldo Cesar Balthazar, 52

Sendo assim, a partir desta data, os candidatos podem fazer campanha livremente e publicamente, dentro das normas estabelecidas. Enfatizou que todas as informações do processo eleitoral estão disponibilizadas no site comeleufsc.ufsc.br.

A eleição seguirá os mesmos moldes da de 2015, com o acompanhamento do TRE, sessões e urnas eletrônicas. Esta consulta será realizada no dia 28 de março (quarta-feira), das 8h às 21h, e, se houver segundo turno, dia 11 de abril.

Foi publicado também nesta segunda-feira o calendário do processo eleitoral, com destaque para a realização de um debate promovido pela Comeleufsc, dia 22 de março (quinta-feira), às 14h, no auditório Garapuvu, no Centro de Eventos, das 13h30 às 17h30. A data antecede o feriado municipal de aniversário de Florianópolis. No calendário também consta que no dia 5 de março (segunda-feira) será encaminhada lista oficial de votantes ao TRE.

A Comeleufsc informou que faz plantões de atendimento no térreo do Centro de Cultura e Eventos, sala A15, das 14h às 16h.

Quanto à primeira moção, de forma consensual, os conselheiros se posicionaram a favor de uma resposta da UFSC sobre o afastamento/exílio dos professores. E que este documento seja construído, com base no texto original, e apresentado na próxima sessão do Conselho. O professor José Isaac Pilati pediu vistas para atender ao pedido da maioria de releitura e reescritura da moção.

E quanto à segunda moção, o relator enfatizou o congelamento do plano de Assistência Estudantil e quanto o corte do MEC para as universidades tem afetado à UFSC e, em especial, os campi do interior. O texto foi aprovado, com algumas alterações na redação original. O reitor Ubaldo Balthazar fará o encaminhamento ao pleno da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes).

A comissão designada pela Portaria nº 2445/2017/GR para entrega do relatório final acerca do levantamento dos fatos relacionados ao processo que deu origem à operação Ouvidos Moucos teve seu pedido de prorrogação dos trabalhos, por mais 20 dias, aprovado pelo Conselho.

Rosiani Bion de Almeida/Agecom