Grupo de pesquisa promove encontro sobre o centenário da Revolução Russa

01/11/2017 08:51

O Grupo de Pesquisa Mundos do Trabalho: Pensamento político-social heterodoxo (GEPENSAH) promove o evento “100 anos da Revolução Russa: uma anticomemoração”. O objetivo, por meio de conferências de especialistas estudiosos da Revolução Russa, é discutir a natureza social da URSS e promover a crítica da versão oficial acerca de seus resultados políticos, sociais e econômicos. O evento será no dia 7 de novembro, em dois horários (9h e 14h), no Auditório do Espaço Físico Integrado. 

Estruturado para se diferenciar de eventos tradicionais nos quais o culto à personalidade e o monolitismo de pensamento servem de suporte para a perpetuação de mitos, esforça-se para captar a Revolução Russa com um processo, em seu desenvolvimento e resultados, complexo e problemático de modo a contribuir para a crítica e autocrítica necessárias à compreensão dos problemas do presente.

A organização espera que o encontro contribua para um conhecimento mais aprofundado e diversificado de experiências, movimentos e expressões teóricas que existiram durante o período revolucionário de modo a reunir um saber sistematizado que sirva de fundamento para subsidiar novas pesquisas nas áreas da Sociologia Política e História.

Mais informações na página do evento.

Serviço

Local: Auditório do Espaço Físico Integrado – EFI/UFSC

Data: 07/11/2017

Abertura:  Ricardo Müller (Coordenador do LASTRO/UFSC)

Conferência I (9h)
A Natureza social da URSS: o debate do século XX
Conferencista: João Alberto da Costa Pinto (UFG)
Debatedor: José Carlos Mendonça (GEPENSAH/LASTRO)
Mediador: Iraldo Matias (GEPENSAH/LASTRO)

Conferência II (14h)
Alexander Bogdanov e o Proletkult
Conferencista: Jair Diniz (IBGE/CE)
Debatedor: Iraldo Matias (GEPENSAH/LASTRO)
Mediador: Neto Ghizzi (GEPENSAH-UFPR)