UFSC lança edital para o Vestibular 2018 e apresenta alterações no concurso

20/08/2017 11:49

A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) lançou o edital do Vestibular 2018 nesta quarta-feira, 16 de agosto, em coletiva na Sala dos Conselhos da instituição. No encontro, foram apresentadas as alterações no concurso, as datas e a oferta de vagas e cursos nos cinco campi da instituição (Florianópolis, Araranguá, Curitibanos, Blumenau e Joinville).

O Vestibular UFSC 2018 irá oferecer 4.551 vagas e será realizado nos dias 9, 10 e 11 de dezembro de 2017. As inscrições serão realizadas de 5 de setembro a 4 de outubro e custam R$ 125,00. O prazo para requerer isenção da taxa de inscrição vai de 5 a 25 de setembro.

Das 4551 vagas, 50% são destinadas a cotas e 22% destas a candidatos com deficiência (número estipulado de acordo com o número de deficientes em Santa Catarina pelo IBGE).

Entre as novidades estão a reserva de vagas para candidatos com deficiência, a substituição das provas de História e Geografia pela de Ciências Humanas e Sociais e alterações relativas aos pesos das disciplinas e às notas mínimas para aprovação.

UFSC apresentou datas e alterações no Vestibular. Foto: Ítalo Padilha/Diretor de Fotografia da Agecom/UFSC

Confira o Edital completo.

Confira o Quadro Geral de Cursos e Vagas.

Confira a Tabela de pesos e pontos de corte.

Confira a distribuição das vagas por semestre de ingresso.

Participaram da coletiva o reitor, Luiz Carlos Cancellier, a presidente da Comissão Permanente do Vestibular (Coperve), Maria Luiza Ferraro e o pró-reitor de Graduação, Alexandre Marino Costa.

Luiz Carlos Cancellier ressaltou  a manutenção da taxa de inscrição com o mesmo valor do ano passado e que o concurso apresenta algumas variações pontuais relativas às chamadas vagas suplementares.

Maria Luiza Ferraro destacou a importância dos candidatos ficarem atentos às informações disponíveis na página da Coperve. “Tudo o que se refere ao Vestibular 2018, inclusive os processos seletivos específicos para vagas suplementares, ficarão disponíveis na página. Serve até para relembrar as datas e ficar de olho se a inscrição foi feita corretamente. Muitas vezes o aluno preenche um campo errado ou não efetiva o pagamento e só vai ver depois que as datas se encerraram e aí perde o direito de fazer o vestibular”.

Alterações

As provas de História e Geografia serão substituídas pela prova de Ciências Humanas e Sociais com 20 questões, que abordarão as seguintes disciplinas: História (sete questões), Geografia (sete questões), Filosofia (duas questões), Sociologia (duas questões) e mais duas questões interdisciplinares envolvendo duas ou mais dessas áreas. As disciplinas de Filosofia e Sociologia são atualmente obrigatórias no Ensino Médio (conforme Lei nᵒ 11684, de 2/6/2008, e mantidas pela recente reforma do Ensino Médio, Lei nº 13.415, de 16/2/2017), bem como fazem parte da prova de Ciências Humanas e suas Tecnologias do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). As demais provas, bem como a redação e as questões discursivas, permanecem inalteradas.

Pesos e notas mínimas

As alterações relativas aos pesos das disciplinas e às notas mínimas para aprovação (pontos de corte) afetam 57 cursos – 44 se mantiveram nos moldes antigos . As mudanças têm como objetivo valorizar as habilidades do candidato nas disciplinas que fornecem a base de conhecimento para o curso e estabelecer um nível razoável de conhecimento em cada área, considerando o necessário para que o aluno seja capaz de acompanhar as disciplinas que compõem a grade curricular do curso.

Medicina em Araranguá

O curso de Medicina de Araranguá ainda não entrou no edital deste ano, pois precisa de aprovação do Ministério da Educação e entrar em consenso com o programa Mais Médicos (confira nota abaixo). A expectativa é que seja aprovado nos próximos dois ou três meses, abrindo 60 vagas para o semestre 2018.2. Os moradores das microrregiões administrativas do Sul que concluíram os três anos de ensino médio nas escolas da região terão direito a 20% de acréscimo na nota do vestibular a título de bônus regional.

Nota sobre o curso de Medicina de Araranguá

“A Administração Central da UFSC e a Direção do Centro de Ciência, Tecnologias e Saúde/Araranguá tornam público que, em razão de até esta data não ter havido autorização do Ministério da Educação para o funcionamento do Curso de Medicina naquela unidade acadêmica, o referido Curso não foi incluído no edital do Vestibular 2018.

Esclarecemos ainda, que no âmbito da UFSC todos os procedimentos acadêmicos, pedagógicos, administrativos e legais foram adotados, já tendo sido remetido ao Ministério da Educação o Processo de criação do Curso para análise por aquela instância. Igualmente foram tomadas medidas no sentido de contratação de docentes e técnicos e de definição de aspectos relativos ao espaço físico.

Contudo, conforme o Decreto nº 5.773/2006, alterado pelo Decreto nº 6.303/2007, “o funcionamento de instituição de educação superior ou a oferta de cursos superiores sem o devido ato autorizativo configura irregularidade administrativa, nos termos deste decreto, sem prejuízo dos efeitos da legislação civil e penal”.

A UFSC continuará mantendo seus esforços no sentido de, tão logo seja emitida a autorização, realizar processo seletivo com vistas ao ingresso de estudantes para o curso de Medicina do Centro de Ciências, Tecnologias e Saúde/Araranguá.

Florianópolis, 15 de agosto de 2017.”