UFSC discute parceria com Israel para investimentos em startups

07/08/2017 09:02

Foto: Marcus Vinícius/GR

O Cônsul-Geral de Israel, Dori Goren, e o reitor Luiz Carlos Cancellier se encontraram nesta semana na UFSC para discutir uma possível parceria público-privada para implementação de startups.  “Israel é uma  referência nessa modalidade específica de empresa e temos muito interesse em trocar informações com a universidade”, disse Goren.  Ele mencionou uma experiência prévia com a Pontifícia Universidade Católica (PUC) que, segundo o cônsul, por possuir uma estrutura privada, realiza esse relacionamento de forma mais objetiva e com menos burocracia.

Cancellier sinalizou que a gestão está aberta a parcerias com a iniciativa privada e, que, legalmente não há nenhum impedimento. Reforçou também a relevância de tal iniciativa devido às incubadoras, instituições que auxiliam pequenas empresas nascentes oferecendo suporte técnico, gerencial e formação complementar, atuantes na UFSC. Estipulou-se através desse convênio a vinda de estudantes e profissionais das universidades israelenses para auxiliar na estruturação do projeto e realizar troca de experiências.

Por fim, ficou acordado uma possível visita do reitor a Israel em novembro deste ano para dar início às negociações. Em contrapartida, o Consul retornaria à UFSC para realizar palestras sobre História e Ciência Políticas.

A presidente da associação israelita catarinense, Rosita Schmid, o Secretário de Relações Internacionais da UFSC, Lincoln Fernandes, o Assessor Institucional Gelson Albuquerque e o analista Legislativo da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC), Luiz Hames, também participaram da reunião.

Texto: Brenda Dilli/Estagiária de Jornalismo/GR

Fotos: Marcus Vinicius/Estagiário de Jornalismo/GR