Professora da UFSC integra o GT do primeiro concurso público para professores indígenas em SC

17/08/2017 16:27

A professora Maria Dorothea Post Darella, do Museu de Arqueologia e Etnologia da UFSC (MArquE), foi indicada para compor o grupo de trabalho do primeiro concurso público destinado a professores indígenas de Santa Catarina. O edital do concurso foi publicado do Diário Oficial do Estado e sua concepção teve a participação de integrantes de organizações governamentais e lideranças indígenas Guarani, Kaingang e Laklãnõ-Xokleng em reuniões realizadas na Secretaria Estadual de Educação. A prova objetiva será realizada no próximo dia 8 de outubro.

Foram estabelecidas diversas condições para as inscrições e provas referentes a cada etnia, respeitando-se as diferenças culturais. É necessário ser indígena da etnia específica para concorrer à respectiva vaga, já que parte da prova será composta de perguntas na língua materna, e ter o curso de Licenciatura Indígena, oferecido em Santa Catarina pela UFSC.

O concurso atende às normas constitucionais e legais que determinam ao poder público proteger a cultura dos povos indígenas, seus costumes, línguas e tradições, bem como promover uma educação diferenciada, com a utilização de suas línguas maternas e processos próprios de aprendizagem. Observou-se também a obrigação do Estado de garantir a participação dos povos indígenas na construção das medidas administrativas que os afetem diretamente.

O desejo dos indígenas por um concurso público específico era antigo, pois até então os professores eram admitidos em caráter temporário (ACTs) para atuação nas escolas indígenas. Foi no Seminário “Desafios da Educação Escolar Indígena”, promovido pelo Ministério Público Federal em Chapecó em abril deste ano, e coordenado pelo procurador da República Carlos Humberto Prola Júnior, que o secretário de educação Eduardo Deschamps se comprometeu a criar o referido grupo de trabalho e a viabilizar o concurso.

Mais informações pelos fones (48) 2107-2466 e 98848-1506, -mail:

www.mpf.mp.br/sc, Twitter: @MPF_SC.