Exposição ‘Al Capony is back’ inicia nesta terça no Centro de Cultura e Eventos

04/07/2017 08:07

A Secretaria de Cultura e Arte da UFSC (SeCArte) e o Departamento de Cultura e Eventos (DCEVEN) promovem a exposição “Al Capony is back” do artista Diego de los Campos. A exposição será aberta no dia 4 de julho, terça feira, às 17h30, no Espaço Expositivo do Centro de Cultura e Eventos e permanece até 1º de setembro. O horário de visitação é de segunda a sexta feira das 8h às 20h.

São 23 pinturas feitas em 2017 com tinta acrílica sobre papel, nas dimensões de 56x40cm. As obras retratam personagens do que o artista chama de Alcamponismo. Um movimento destrutivo que, a escala global, invade todos os espaços onde a vida quer se manifestar com liberdade, desanimando até o mais ditirambo dos poetas.

Na concepção de Diego, as obras ilustram personagens uniformizados com ternos e sapatos italianos. A cor de sua pele obedece a uma estrita paleta de Pantone. Seus persistentes cabelos são tratados como peças museológicas. Suas gravatas de seda são as coleiras do império. E falam de Deus. E falam de família. E falam de economia e dos sacrifícios que devemos fazer. Prometem ouro e dão um esterco que nem para adobar serve.

Subjetivo

Este é o verdadeiro tempo dos Al Caponeis.
Seu glamouroso retorno ficou mais que evidente.
Uns foram eleitos com a ajuda de animais da sua mesma espécie.
Outros, abriram seu caminho mexendo a destra e sinistra seu rabo perfumado.
Desde seus palacetes de cristal, os Al Caponeis lutam pela alcaponificação do universo.
Eles estão ai; mugindo, zurrando e até relinchando.
Suas línguas compridas atravessam os séculos e pronunciam palavras que gelam nossas espinhas.
Atuam como se não soubessem que estão mortos.
Griogenizados, divertem-se surfando a nova onda da lama tóxica conservadorizante.
Al Capony is Back.
E nós?
Estamos fritos!

Diego de los Campos

Nascido em 1971, Diego formou-se em 1997 na Faculdade de Artes da Universidade da República, Uruguai. Desde 1999 no Brasil, o artista expõe regularmente e participa de exposições de arte contemporânea com trabalhos em vídeo, animação, desenho e arte sonora. Entre 2010 a 2015 foi selecionado para participar em diversos Salões como o de Piracicaba, de Ribeirão Preto, Arte Pará, Xumucuís, Salão de Natal entre outros. Em Santa Catarina, no ano de 2011 expõe individualmente no Museu Victor Meirelles com trabalhos em animação, fotografia e instalação cinética. Em 2016 realizou exposições no Museu de Arte de Blumenau, Instituto Internacional Juarez Machado, no Masc, e na França no L’espace AP na cidade de Toulouse. Desde 2010 integra o Coletivo Artístico Nacasa onde trabalha e dá cursos de multimídia.

Serviço:

O que: Exposição “Al Capony is back” de Diego de los Campos
Onde: Espaço Expositivo Centro do Centro de Cultura e Eventos
Quando: de 4 de julho até 1º de setembro, de segunda a sexta feira das 8h às 20h.
Informações: Departamento de Cultura e Eventos | (48) 3721-8720