NETI e TV UFSC lançam curta-metragem sobre expectativa de vida de portadores de deficiência

22/05/2017 18:24

O curta-metragem Ana e Guerthe, realizado pelo Núcleo de Estudos da Terceira Idade (NETI) e TV UFSC, foi lançado na sexta-feira, 19 de maio, no Centro Sócio-Econômico(CSE/UFSC). O filme trata da expectativa de vida de portadores de deficiência e está ligado ao projeto “A rede de atenção à saúde e de suporte social à pessoa idosa com deficiência na Grande Florianópolis e as tecnologias de cuidado”, que recebeu, desde 2013, apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc) no Programa de Pesquisa para o Sistema Único de Saúde (PPSUS). Após a exibição, houve uma mesa-redonda com pesquisadores, membros do Grupo de Estudos sobre Deficiência e Envelhecimento do NETI e da TV UFSC.

A pesquisa foi realizada em 22 municípios da Grande Florianópolis, 26 cursos universitários da área de Saúde da região e outras 26 ONGs, diagnosticando a rede de cuidado e suporte ao idoso portador de deficiências. “Falar do processo de envelhecimento é essencial, pois é um tema pouco explorado, e com isso há pouca visibilidade. Há um grande despreparo público e déficit técnico para receber e atender essa população”, diz a coordenadora da pesquisa, Juliana Balbinot Girondi.

De acordo com a pesquisadora, o aumento da expectativa de vida desta população mostra a falta de estrutura adequada ao seu atendimento, bem como a necessidade de investimento em pesquisa nessa área e de fortalecimento desse cuidado a fim de oferecer maior qualdiade de vida aos deficientes e a seus familiares. A produção científica resultante desse projeto inclui 26 trabalhos apresentados em eventos, 11 TCCs e 15 resumos de trabalhos publicados em anais de eventos científicos, entre outros.

Mais informações no site da Fapesc.