UFSC economiza mais de 322 mil reais com horário de verão matutino

20/04/2017 14:30

Economia-horário-de-verão-UFSCPelo segundo ano consecutivo, trabalhar pela manhã durante o verão da UFSC mostrou-se mais econômico do no período vespertino, no que diz respeito à energia elétrica.

Conforme relatório do Departamento de Projetos de Arquitetura e Engenharia (DPAE), a economia estimada ultrapassa os 322 mil reais em comparação com o mesmo período de dias de 2014/2015, que equivalem a 9,9% de redução com o custo do consumo (kWh).

O horário das 7h30 às 13h30 vem sendo adotado pela UFSC durante o verão desde o ano passado (2015/2016). Antes disso, a UFSC funcionava de segunda a quinta-feira das 13h às 19h e na sexta das 7h às 13h.

Neste ano, a nova prática mostrou-se benéfica mais uma vez. Se comparado com o ano anterior (2015/2016), a redução no custo de consumo de energia elétrica foi de R$ 39.811,77 (1,3% menor). Assim, a comparação entre períodos matutinos não exibe uma diferença tão significativa quanto à avaliação entre turnos variados.

Os valores foram obtidos pelo DPAE a partir das medições disponíveis do sistema de telemetria da Celesc. O Hospital Universitário foi excluído da avaliação, em razão de seu funcionamento diferenciado.

O Mapa com todas as faturas de energia elétrica da UFSC pode ser acessado aqui.

Horário de verão estipulado pela Portaria Normativa 89/2016.