Inscrições para o concurso Salim Miguel da Edufsc vão até o dia 20 de março

24/02/2017 14:19

Termina no dia 20 de março o período de inscrições para o para o II Concurso Salim Miguel, que vai premiar uma obra de ficção inédita na categoria romance, redigida em língua portuguesa. Somente escritores catarinenses ou residentes no estado há pelo menos 05 anos podem concorrer.

As obras inscritas serão avaliadas por uma Comissão Julgadora composta por três membros do Conselho Editorial da Editora da UFSC e por consultores ad hoc indicados e aprovados pelo mesmo Conselho. O resultado será divulgado na internet em novembro de 2017. Como prêmio, o romance será publicado pela Editora da UFSC ao longo do ano de 2018.

Salim Miguel, que faleceu em abril de 2016, era jornalista e escritor. Produziu romances, contos e crônicas e recebeu, entre outros, o prêmio Machado de Assis pelo conjunto de sua obra. Foi ainda o segundo diretor da Editora da UFSC, de 1983 a 1991, responsável por consolidá-la no mercado editorial nacional.

“Publicamos, principalmente, livros de divulgação científica e cultural e, de forma mais tímida, a literatura. Nesse contexto, a ideia de promover concursos literários surgiu em razão de um desejo de incentivar a produção artística em Santa Catarina”, observa a atual diretora-executiva Gleisy Fachin.

Dessa forma, foram realizados, desde 2010, concursos que abrangem os mais importantes gêneros literários. Em 2011, o Concurso Salim Miguel [Romance] premiou a obra Ao que minha vida veio…, de Alckmar Santos. Em 2012, no Concurso Rogério Sganzerla [Roteiro: teatro e cinema], o vencedor foi Suéter laranja em dia de luto seguido de Não sempre, de André Felipe. Em 2013, o Concurso Maura de Senna Pereira [Crônica] selecionou Crônicas das cidades partidas, de Jeana Laura da Cunha Santos. Em 2014, no Concurso Cruz e Sousa [Poema], a obra vencedora foi Curral, de Rubens da Cunha.

Em 2015, o Concurso Silveira de Souza [Conto] escolheu Guia literário para machos, de Caléu. Em 2016, o Concurso Cleber Teixeira [Tradução de Poesia] foi a única exceção à participação exclusiva de concorrentes catarinenses, pois ampliou para pessoas nascidas ou residentes no Brasil. A obra premiada foi Poesia religiosa: antologia (The divine poems, de John Donne), tradução de Marcus de Martini.

Mais informações em www.editora.ufsc.br.