Doação de alimentos apoiada por grupo de pesquisa da UFSC beneficiará 300 famílias de migrantes

01/02/2017 13:06

Cerca de 300 famílias de migrantes e da comunidade do Morro do Mocotó receberão 660 quilos de alimentos não perecíveis nas próximas semanas. O grupo de pesquisas Eirenè – Núcleo de Pesquisas e Extensão sobre as Organizações Internacionais e a promoção da Paz, dos Direitos Humanos e da Integração Regional, em parceria com a Pastoral do Migrante de Florianópolis, organizou um mutirão para receber os alimentos arrecadados no Festival Floripa Flow, em que se apresentaram os rappers e ativistas Criolo e Emicida. A ação congregou os extensionistas do Núcleo de Apoio aos Imigrantes e Refugiados (NAIR) e alunos dos cursos de Relações Internacionais e Direito da UFSC. A Pastoral do Migrante foi uma das quatro entidades escolhidas para receber as doações e promove nas próximas semanas o repasse.

Grupo ajudou a arrecadar alimentos. Foto: Divulgação/UFSC.

Grupo Eirenè ajudou a arrecadar alimentos. Foto: Divulgação/UFSC.