Divulgado relatório do inventário de bens móveis da UFSC

13/02/2017 09:02

O Departamento de Gestão Patrimonial (DGP) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) entregou na última segunda-feira, 6 , ao reitor Luiz Carlos Cancellier de Olivo o Relatório Geral do Inventário de Bens Móveis da UFSC, exercício de 2016. A coleta de dados em todas as unidades acadêmicas e administrativas ocorreu entre 3 e 31 de outubro de 2016.

Reitor recebe relatório Inventário UFSC 2017. Foto: Caetano Machado

Reitor recebe relatório do Inventário UFSC 2017. Foto: Caetano Machado/Agecom/UFSC


O documento é dividido em três partes: a primeira expõe informações gerais relativas ao inventário de 2016, como trabalhos inicialmente realizados, novidades implementadas e atendimentos realizados. A segunda conta com os documentos que fazem parte deste Relatório Geral. A terceira contém dados gerais do inventário de 2016 tais como responsáveis pela realização do inventário, o quantitativo de servidores, a numeração dos processos de cada unidade e os responsáveis pela gestão local.

Considerando os trabalhos deste ano, teve-se como resultado geral 48,67% dos bens inventariados, correspondendo a 173.384 bens de um acervo de 356.251 itens registrados no Sistema de Informações Patrimoniais (SIP). Além disso, foram apresentadas listas ao DGP compreendendo 10.459 itens sem identificação patrimonial, mas que se encontram na UFSC.

Quanto ao estado de conservação de todos os bens identificados, quase todos encontram-se em uso, ou seja, 88,72% do total. Quanto aos irrecuperáveis ou antieconômicos, que correspondem a 9.655 itens que demandam destinação apropriada, é necessário proceder ao seu desfazimento conforme a lei. Foram informados ainda como não encontrados 44.195 itens, o  que representa 12,41% de todo o acervo registrado.

A maior concentração de itens é verificada nos grupos contábeis como equipamentos de processamento de dados e mobiliário em geral, que juntos representam 52,19% dos bens da Universidade. Já em relação aos valores atuais, lidera o grupo de aparelhos, equipamentos e utensílios médicos, odontológicos, laboratoriais e hospitalares, juntamente com os equipamentos de processamento de dados, que somados, resultam na metade do valor patrimonial, equivalente a 50,18%.

O relatório geral e detalhado está disponível no site do DGP.

Mais informações pelos telefones (48) 3721-4984 ou (48) 3721-2150.

 

Manuella Mariani/Estagiária de Jornalismo/Agecom/UFSC