UFSC concede espaços para food trucks no Centro Socioeconômico

18/10/2016 15:55

A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) acaba de finalizar o primeiro certame licitatório para concessão de espaço físico para o funcionamento de lanchonetes em food trucks. O Centro Socioeconômico será o primeiro espaço da UFSC a oferecer esse tipo de serviço e deve receber, dentro de cerca de um mês, três food trucks. O processo licitatório, por meio de pregão eletrônico, resultará em um valor de arrecadação de mais de R$ 184 mil anuais para a UFSC.

Foram concedidos três espaços de cerca de 65 m², localizados na Praça dos Eucaliptos, no pátio externo do bloco do Centro Socioeconômico (CSE) para os três food trucks que devem funcionar de segunda a sexta-feira, das 7h às 22h, podendo ser ampliado para atendimento também aos sábados e domingos. A previsão de arrecadação, de mais de R$ 184 mil, é muito além da expectativa inicial, de pouco mais de R$ 66 mil. A novidade foi a adoção da modalidade de pregão eletrônico para a realização da licitação de concessão de espaço físico, que anteriormente era realizada apenas por meio de concorrência.

O pró-reitor de administração, Jair Napoleão, esclarece que a permissão para a licitação dos food trucks se deu em virtude do CSE não dispor de espaço físico para concessão. Trata-se de um caso único, já que nos demais centros de ensino existe espaço para concessão de lanchonetes. “Desde o início da construção do Bloco F do prédio onde atualmente funciona as pós-graduações, os frequentadores do CSE e do CCJ não contam com serviços de lanchonete. Diante dessa situação, a direção do CSE solicitou a realização de uma licitação para aquisição de um Bar Contêiner. Como a empresa vencedora da licitação era de Teresina (PI) e não conseguiu honrar o contrato, o empenho foi anulado e a Direção do CSE solicitou a abertura de novo processo licitatório, agora para a concessão de três espaços a serem ocupados por food trucks“, afirma o pró-reitor.

O diretor do Departamento de Licitações (DPL), Ricardo Porto, explica que a mudança representou uma importante inovação. “Contamos com o apoio da Proad e o respaldo jurídico da Procuradoria Federal, com vantagens importantes, como maior celeridade processual, maior competitividade, maior publicidade na divulgação dos editais, além de facilidades para os licitantes, que não precisaram se deslocar até a UFSC”, ressalta. “É um grande resultado para a UFSC conseguir conceder um espaço com essa lucratividade, que foi muito além do valor estimado, e ainda por disputa eletrônica, que trouxe mais rapidez. Nunca conseguimos terminar uma concessão de forma tão rápida”, salienta.

O prazo desde a publicação do edital até o encaminhamento para assinatura do contrato de concessão foi de oito dias úteis. No formato de concorrência, esse certame teria durado cerca de 30 dias. A previsão é que os food trucks comecem a funcionar dentro de um mês.

As regras da concessão, os tipos de alimento que serão oferecidos e os valores a serem praticados constam no Edital Nº250/2016. O prazo inicial dos contratos será de 12 meses, podendo serem prorrogados sucessivamente até o limite de 60 meses, de acordo com o interesse de ambas as partes, conforme preconiza a Lei nº. 8.666/1993.

Mayra Cajueiro Warren

Jornalista da Agecom/UFSC