Projeto de extensão oferece serviço de orientação profissional à comunidade

17/08/2016 15:50

O Laboratório de Informação e Orientação Profissional da UFSC (Liop) oferece, há cerca de 20 anos, um serviço de orientação e aconselhamento profissional para pré-universitários, universitários, profissionais e pessoas que estão em processo de aposentadoria. O serviço atende a comunidade interna e externa da universidade sem nenhum custo.

Os atendimentos são divididos em quatro modalidades – Grupo de Orientação Profissional para Adolescentes, Grupo de Orientação Profissional para Universitários, Aconselhamento de Carreira Individual e o Aposent-AÇÃO. Cada modalidade busca atender um público diferente, com duração de 8 a 10 sessões, em que se discutem aspectos do desenvolvimentos de carreira, processos de escolha e transição, projetos de vida, autoconhecimento e conhecimento da realidade do trabalho.

O Liop funciona como um espaço de estágio profissionalizante para alunos da graduação em Psicologia, portanto toda a assistência é realizada por estagiários e bolsistas de extensão, sob a orientação de professores. Além de ser campo de pesquisa para mestrandos e bolsistas do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (Pibic) desenvolverem seus projetos.

O laboratório funciona durante o semestre letivo com horários de atendimentos flexíveis, de acordo com a disponibilidade dos participantes e orientadores. Marucia Bardagia, coordenadora do LIOP, diz que “o projeto atende cerca de 250 pessoas por ano e atualmente a maior procura tem sido para a orientação de carreira para universitários”.

Nos grupos de orientação profissional, são aceitos alunos a partir do segundo ano do ensino médio, que estejam se preparando para o vestibular e querem fazer a escolha de curso; os grupos de universitários recebem alunos de graduação da UFSC e de outras instituições de ensino superior; grupos de aposentadoria, pessoas que estejam em vias de se aposentar, ou já aposentados, sem limite de idade para os atendimentos individuais.

Para participar os interessados devem fazer uma inscrição presencial no Serviço de Atenção Psicológica da UFSC (Sapsi) e aguardar o contato do orientador responsável para iniciar o atendimento.

Mais informações no site.

Giovanna Olivo/Estagiária de Jornalismo/Agecom/UFSC