Biblioteca Universitária conta com mais de R$ 3 milhões em recursos para aquisição de livros

29/09/2014 08:50
A Biblioteca Universitária (BU) está investindo mais de R$ 3 milhões na aquisição de livros solicitados em 2013 e 2014. (Foto: Henrique Almeida / Agecom / UFSC)

A Biblioteca Universitária (BU) está investindo mais de R$ 3 milhões na aquisição de livros solicitados em 2013 e 2014. (Foto: Henrique Almeida / Agecom / UFSC)

A Biblioteca Universitária (BU) atualmente trabalha com três pregões para a aquisição de novos livros para os acervos da Biblioteca Central, das bibliotecas setoriais do campus de Florianópolis e das bibliotecas dos demais campi. Os pregões disponibilizam mais de R$ 3 milhões em recursos e estão sendo utilizados para a compra de obras solicitadas em 2013 e 2014. O processo conta com a participação da comunidade universitária e passa pelo aval da Comissão de Desenvolvimento de Coleções, formada por representantes da BU e de todos os centros de ensino da UFSC.

Alunos, técnicos-administrativos em Educação e professores podem participar do processo de formação do acervo de livros das bibliotecas da UFSC. O professor pode fazer a requisição de compra de forma individual e independente por meio do sistema (Pergamum) da BU. Já os técnicos e os alunos podem fazer uma sugestão de compra no site da Biblioteca (no link “Sugestões Gerais”). As requisições dos professores passam por um trâmite de aquisição que envolve, além do solicitante, o coordenador do curso e o representante do centro de ensino na Comissão de Seleção e Aquisição, a qual segue a Política de Desenvolvimento de Coleções em sua tomada de decisão. As sugestões dos demais membros da comunidade são analisadas pelo Setor de Aquisição, que segue a mesma política.

“A participação da comunidade acadêmica tem sido direta, expressiva e é indispensável para a formação de um acervo bibliográfico de qualidade e que atenda aos projetos pedagógicos e às atividades de pesquisa e extensão”, destaca a diretora da BU, Dirce Maris Nunes da Silva. A diretora salienta que um novo sistema on-line foi implantado em abril deste ano para facilitar o processo de requisição. “O sistema foi customizado de forma a permitir maior agilidade e confiabilidade às solicitações, uma vez que elas seguem um fluxo que passa desde o solicitante (nesse caso, o professor) até o coordenador do curso, o representante do centro de ensino, membro da Comissão de Desenvolvimento de Coleções da BU, e os bibliotecários, que dão o aval para a solicitação”, ressalta Silva.

As prioridades para a aquisição de títulos estão na formação de bibliografia básica e complementar dos diversos cursos da UFSC, atendendo às necessidades informacionais dos discentes e às exigências do Ministério da Educação, que avalia se os livros disponíveis estão de acordo com a necessidade de ensino.

A bibliotecária Manoela Hermes Rietjens, chefe da Divisão de Desenvolvimento de Coleções e Tratamento da Informação da BU, informa que as aquisições são feitas obedecendo-se às demandas já cadastradas e à medida que chegam novos pedidos e sugestões. “Os pregões em andamento estão sendo usados para suprimir as demandas já levantadas. Para novas demandas já temos um novo pregão, na modalidade de ata de registro de preço, cujos recursos serão solicitados”, explica Rietjens.

O acervo da BU também é renovado por meio de doações de editoras ou da própria comunidade. “Os interessados em doar livros à BU devem encaminhar a lista de materiais a serem doados em conformidade com as normas disponíveis no site. Essa lista é avaliada de acordo com a Política de Desenvolvimento de Coleções e a doação é aceita ou não. Essa norma não se aplica à doação de obras recém-lançadas ou de publicações doadas pelo próprio autor, que podem ser entregues diretamente ao Setor de Aquisição”, explica Rietjens.

A disponibilização de  livros em meio digital também é um serviço prestado pela BU. (Foto: Henrique Almeida / Agecom / UFSC)

A disponibilização de livros em meio digital também é um serviço prestado pela BU. (Foto: Henrique Almeida / Agecom / UFSC)

A chefe da Divisão de Desenvolvimento de Coleções acrescenta que muitos livros que são sugeridos ou que são amplamente utilizados na BU estão disponíveis em formato digital e podem ser acessados por computador, celular ou tablet, neste link.

“A Biblioteca oferece diversos recursos, assina muitas bases, que têm uma qualidade excelente, com editoras conceituadas. Algumas permitem empréstimos e outras disponibilizam as obras para leitura on-line”, destaca a gestora. “São facilidades que precisam ter um bom acesso, ser efetivamente utilizadas. São investimentos que proporcionam maior agilidade, eficácia e eficiência no atendimento aos usuários. Esperamos ter um bom número de acessos a essas coleções para que o investimento se justifique e para que possamos mantê-las disponíveis”, conclui.

 

 

 

 

 

Mayra Cajueiro Warren
Jornalista / Diretoria-Geral de Comunicação